Grávida de um mafioso

Grávida de um mafiosoPT

KisaBlue  Atualizado agora
goodnovel16goodnovel
9.5
Avaliações insuficientes
138Capítulos
169.4Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Nome? Carolinaidade? 23anos status? A espera de um milagre!Carolina é uma jovem muito inteligente e determinada, sua vida monótona se transforma totalmente quando ela viaja à trabalho para Itália. Tudo parece está indo por água à baixo mas aí ela conhece Kai e percebe que sua vida nunca mais será a mesma após descobrir que está esperando um filho de um mafioso.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
138 chapters
Capítulo 0
_EU VOU PARA A ITÁLIA!!!_ eu gritava e pulava dentro do meu quarto.Fiquei super feliz quando Mari (minha melhor amiga) ligou para me informar que a megera da Cassandra (minha chefe) tinha ficado doente e não poderia viajar à trabalho. Não que eu tenha ficado feliz que ela estivesse arriada em cima de uma cama de hospital, eu nunca desejaria isso a ninguém, porém para ela parecia um belo castigo.Como ela não poderia ir para a tal viagem, eu teria que ir junto com a puxa saco da assistente dela, Melissa. Mas acho que posso suportar a presença dela por alguns dias, afinal de contas estamos falando da ITÁLIA! Eu não seria burra de recusar esse trabalho.Pude sentir a raiva da Cassandra quando ela me enviou um email dizendo que eu teria que viajar à trabalho no lugar dela. Ela realmente não gostava de mim, é como dizem "O santo não bateu". Desde que comecei a trabalhar na revista Montero ela praticamente fez
Ler mais
Capítulo 1
No dia seguinte acordo com o som do vizinho no último volume, tenho certeza que a mulher dele largou ele novamente, e agora a vizinhança toda tem que sofrer junto com ele.Sinceramente, se não fosse pela minha mãe eu já teria alugado um apartamento para eu morar sozinha, assim não teria que aguentar o corno do lado e nem ver a cara do encostado que minha mãe namora.Desço as escadas indo na direção da cozinha para tomar café mas desisto quando vejo Roberto (o encostado) fazendo petiscos.Credo, o dia mal começou e ele já tá pensando em beber.Algumas pessoas bebem para celebrar ou comemorar algo, outras bebem para afogar as mágoas como o corno do meu vizinho, mas esse bebe apenas por respirar.Torço para que um dia minha mãe abra os olhos e se dê conta do mal que ela fez quando deixou esse encostado morar aqui com a gente.Meu humor
Ler mais
Capítulo 2
Finalmente o dia mais esperado chegou, eu vou viajar para a Itália e mais, vou para um casamento da máfia italiana!Estou tão animada que nem consegui dormir direito á noite, fiquei me revirando na cama pensando em todos os lugares que vou visitar, já até listei os melhores lugares para turismo, segundo o Google. Eu estaria mais feliz se eu não tivesse que ir com Melissa, aquela lá esgota toda a minha paz e paciência. Tenho certeza que a megera já deu ordens para ela me infernizar na Itália também, como se já não bastasse todos os dias no trabalho. Tento afastar qualquer sentimento negativo que elas me fazem sentir, hoje estou feliz e não há nada que possa tirar minha plenitude. Ouço um grito vindo da cozinha.Falei cedo demais... Desço o mais rápido possível, tomara que não seja nada grave. Entro na cozinha e noto que minha mãe estava fazendo faxina, um dos copos que estava no armário caiu e quebrou se partindo em pequenos pedacinhos
Ler mais
Capítulo 3
_eu sabia que ela não deixaria barato!_consigo ouvir a voz distante de Mari através da ligação.O sinal era horrível e pela dúvida na cara do homem de bigode engraçado quando lhe perguntei sobre o Wi-Fi, tenho certeza que ele não sabia do que se tratava. Conto toda a minha noite à Mari, desde a minha chegada até a faxina que fiz no quarto. Mal dormir por causa da minha alergia então resolvi dar uma geral no lugar, eu teria que ficar aqui por uma semana e não custava nada tirar o pó já que nesse lugar não tem nem uma empregada. Ligação on:_preciso desligar, tenho que ir rápido tomar banho._por que tão rápido? Você vai sair? _não, só que descobri da pior forma que o banheiro é compartilhado!_como você descobriu?_foi ontem de noite quando fui pedir para o homem de bigode engraçado que ele pedisse para a faxineira tirar o pó do quarto, mas aí
Ler mais
Capítulo 4
Sexta-feira Assim como a megera da Cassandra junto com a sua puxa saco Melissa planejaram, eu não consegui memorizar todos os nomes da lista e não pude sair para visitar nenhum lugar. Desço para tomar café na força do ódio. Eu não sou uma pessoa muito vingativa, mas dessa vez elas não vão me escapar. Eu só queria que Ítalo não estivesse de férias, ele sim poderia dar um jeito nas duas. Não importa agora Carolina, você precisa se arrumar para o casamento! Deixa a vingança para quando voltar para o Brasil. Diferente dos outros dias, decido tomar um banho bem demorado, não me importa se os outros vão reclamar, não tenho culpa desse fim de mundo ter apenas um banheiro. Lavo primeiro meu cabelo, em seguida hidrato minha pele com um óleo corporal, faço minha skin care bem básica e saio do banheiro com uma toalha na cabeça ao som das reclamações das pessoas que esperavam na fila. Ler mais
Capítulo 5
_até que ele não é de se jogar fora_ fico chocada com sua a cara de pau. _o que você quer?_entro na frente dele como se pudesse escondê-lo dela.Ele é meu, eu vi primeiro!  _eu que deveria está perguntando isso à você! _ué, eu pensava que você não estava aqui para ser minha babá_ respondo. _Você quer ser demitida, Carolina? Eu posso agora mesmo ligar para Cassandra e dizer a ela o quando você está aproveitando a festa_ela debocha e estou prestes à levantar a mão para dar um tapa na cara dela.  _então Carolina é o seu nome_ ele pega minha mão antes que eu a levante e diz baixinho no meu ouvido, sua voz me faz voltar o mesmo transe de antes_peço que não suma da minha vista durante a festa, Carolina_ ele sorri ant
Ler mais
Capítulo 6
Estando longe dos convidados chegamos aos fundos da propriedade, tudo parece calmo e um pouco escuro, ou seja, o melhor lugar para ficar de pegação.Luigi encosta as costas na parede e eu fico na sua frente, a camisa parece está ainda mais encharcada do que antes e não consigo desviar os olhos daquele tanquinho esculpido._você não tem nenhuma receita de tirar manchas, não é?_ digo forçando a minha atenção para o seu lindo rosto._não mesmo_ ele sorri de forma travessa._ desculpa, eu não queria mesmo te deixar nesse estado_chego mais perto dele e toco sua camisa molhada._eu sei, Carolina_ meu nome sai da sua boca como um pecado e percebo que realmente estamos sozinhos, ninguém nos viu vindo para cá e isso significava uma coisa: sem interrupções._eu n&ati
Ler mais
Capítulo 7
_é tão fácil te enganar assim?_ ele cobre a boca com a mão tentando abafar a risada.Fico parada tentando processar tudo o que acabou de acontecer, ele estava brincando comigo esse tempo todo? Se ele não fosse tão gato e se eu não estive com tanta vontade de dar para ele, eu lhe daria uma bofetada nesse mesmo segundo._você tá bem?_ ele se aproxima de mim e coloca um das mãos em meu ombro_ você está muito pálida...Luigi é interrompido quando minhas cabeça pende para frente na sua direção e começo a colocar tudo para fora, manchando mais uma vez sua camisa, só que dessa vez não era de vinho.Bem que poderia abrir uma cratera no chão e me engolir agora mesmo. Sinceramente, não sei se fico constrangida por vomitar em um italiano incrivelmente gato, ou se me sinto vingada por vomitar no homem que quase me fez ter um ataque cardíaco. Acho que vou ficar é triste, porque depois
Ler mais
Capítulo 8
_quem é Cassandra? Eu vou te dizer quem é a megera_ digo olhando para ele que faz uma cara de curiosidade. Estou andando pelas ruas de Roma, com um belo italiano me acompanhando, a luz do luar nos iluminando e nos permitindo ver a bela imagem romântica de Roma durante à noite. E estamos falando da mulher que sempre me maltratou no trabalho e que sem nenhum motivo simplesmente me odeia, não tem como estragar ainda mais essa noite, ou tem?Tem sim, a vida sempre te mostra que sempre pode piorar ainda mais... _Cassandra é um espírito maligno, mais forte e mais velho que o próprio satã, ela venceu o diabo e se apoderou do inferno, tomando forma humana voltou ao mundo mortal para castigar os pequenos e oprimidos pobres como eu_ digo enquanto seguro a mão de Luigi na minha, ele sorri das besteiras que eu falo e isso me faz sentir mais aliviada. Viro meu rosto e fico o olhando fixadamente, que homem lindo eu tenho a
Ler mais
Capítulo 9
_eu acho que Kai deve me odiar, ainda bem que ele não me conhece, nem sabe meu nome e o melhor, o apelido foi citado na história como que se a equipe tivesse tido a ideia em conjunto_ sorrio sabendo que ele nunca iria saber quem foi a pessoa que lhe deu esse apelido. _e você não tem medo de dizer isso para mim?_ vejo que Luigi não dava nenhuma risada ao contrário de mim que mal conseguia falar._por que eu teria? Há, por acaso você é o próprio Kai? O tirano?_ solto outra risada não aguentando mais._e se eu for o próprio?_ ele me olha com uma sobrancelha levantada como se estive me desafiando._não, você não poderia ser ele_ estou tentando recuperar meu fôlego com muita dificuldade. Tenho que manerar, minha barriga ja está começando à doer._e por que eu não poderia ser ele? Até então você nem sabe direito quem eu sou e muito menos o que eu estava fazendo naquele casamento. Eu poderia está dis
Ler mais