Meu príncipe Sombrio

Meu príncipe Sombrio PT

Evelyn Loren  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
33Capítulos
5.3Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Sozinha ,com fome e desamparada. Em uma luta constante pela sobrevivência nas ruas frias de Seatlle. Esse é triste resumo da vida da jovem Alyssa. Tem sido assim desde que a pessoa que devia protegê-la se tornou naquela de quem ela teve que fugir. Uma ameaça. Mas tudo está preste a mudar quando em uma noite fria e doente em seu abrigo ,um motoqueiro surge. Seu nome Tristam Slater. O mais letal e temido do clube mais infame dos Estados unidos . Tristan ,ou Still como é conhecido , foi alvo de uma tocaia quando voltava de uma missão solitária. Ferido ,ele colide sua moto no abrigo onde Alyssa está sem imaginar que dentro dele havia uma jovem precisando tanto de ajuda como ele naquele momento. Uma jovem teto lutando para sobreviver. Um motoqueiro frio e assasino que acredita ter uma pedra no lugar de um coração. Um amor que vai juntar as suas almas para sempre ..

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
33 chapters
Capítulo 1.
AlyssaSantiago está berrando de dor   no quarto e disparando palavrões. Todos dirigidos a mim. Eu não olho para trás enquanto fujo dele ,correndo  para alcançar a porta do trailer. O medo está congelando os meus ossos , mas não paro. Abrindo a porta ,eu saio pra fora. A faca que usei para feri-lo está suja de sangue , assim como as minhas mãos e roupas. Sinto náuseas e tonturas  , mas não sei dizer se o motivo é  porque estou suja com o  sangue dele , porque eu acabei de enfiar a faca no estômago dele,  ou porque estou com medo. Talvez seja por todos esses motivos .  Não posso continuar aqui. Santiago não vai deixar isso barato. Ele jurou que vai me fazer pagar pelo que acabei de fazer e eu sei que ele vai tentar cumprir. Ler mais
Capítulo 2.
Tristan Slater.Merda. É uma garota. Uma   garota de cabelos escuros preso num coque grosso no alto da cabeça ,  grande olhos azuis e um  rosto magro de pele muito clara. Eu acabei  de ameaçar atirar em uma garota , porra! Tudo que vi quando eu  invadi  a casa velha na base do chute ,   foi a lâmina da faca brilhando na escuridão e o movimento de um vulto  tentando fugir.    Que diabos ela faz aqui sozinha nesse barraco ? Isso não  importa . Ela é a única ajuda que tenho agora. Se eu não der um jeito  esse sangramento logo, estou fodido.  A garota  deixa a vela no chão e se afasta rapidamente para um canto , longe da luz da vela , se escondendo como ratinho assustado. — Essa é a  única luz que tenho aqui. —Ela diz  quase num sussurro .&nbs
Ler mais
Capítulo 3
Alyssa   A única farmácia do bairro, aberta por vinte quatro horas, ficava há quadras do abrigo. E  pra lá que eu  estou indo agora ,movida  por um tipo de energia e adrenalina  que eu não   imaginava que um corpo tão fraco e doente como o meu  fosse capaz de produzir de uma hora para a outra. O vento gelado chicoteando o meu rosto   Junto com a fina  e fria  garoa umedecendo o meu único casaco de moletom , não me incomoda como me incomodaria em outra situação. A febre também  não parece mais  tão  incômoda. E o meu estômago parou de protestar ,apesar de ainda doer de  fome.   Eu continuo andando.   Tudo  para salvar a vida de um estranho motoqueiro assassino.   Um lindo estranho motoqueiro assassino  que como  um toque de  mágica  , me fez c
Ler mais
Capítulo 4
Allyssa. Ele parou no da porta  porta. Semicerrou os olhos e ,em seguida ,piscou com força como se estivesse com uma certa  dificuldade  para  distinguir se eu era real ou não.  Ele não  usava mais  a  camisa e nem a jaqueta, mas a compressão que eu fiz para conter o sangramento ainda estava no lugar.  O meu coração pulou uma forte  batida e um estranho  friozinho deslizou pelo meu estômago por vê-lo pela primeira vez de pé. Eu tinha uma ideia que ele era alto , mas não que era  tanto assim.  Se ele não tivesse  um e noventa e alguma coisa de altura, chegava  bem perto disso. E ele  é  forte. Muito forte, na verdade.  Os ombros largos, braços e o  torso  musculoso e tatuado estavam ali ,  bem na minha frente ,  pra provar o quão forte ele era.  Ler mais
Capítulo 5
Alyssa. —  Para  onde exatamente quer me levar   ? — Para a minha casa. E já adianto que se está pensando em fugir de mim.  —Sorriu torto—Desista, não cometo o mesmo erro duas vezes.  Eu não sabia o que dizer em resposta, mas tratei de não levar a sério  o que um cara sob efeito de bebida e drogas dizia.     Contudo, eu não vou mentir o quanto considero a ideia de ir com ele muito tentadora. Um teto , comida de graça,  e proteção era muito  tentador. Tentador demais para a dizer a verdade.      &
Ler mais
Capítulo 6
Tristan SlaterEu acordo ,mas reluto para abrir os meus olhos por alguns momentos porque  receio que quando eu  fizer ,a sensação  tão boa  de paz e um  outra sensação que   desconheço,mas tão boa quanto a de paz ,se evapore. Suspirando fundo ,eu me avalio.  Eu estou bem. Porra ,eu realmente no meu estado quase normal. A dor fodida se foi e sensação de estar pegando fogo também. Ela fez isso. Ally. A  garota que tinha todos os motivos para fugir de mim  para as  montanhas  ,mas não fugiu. Ela ficou e cuidou de mim. Não por bajulação , por esperar algo em troca   ou até mesmo para ter um crédito comigo  para futuras exigências , como obviamente qualquer puta do clube faria se tivesse no lugar de Ally. Mas  Ally não. Ela não sabe quem eu verdadeiramente sou
Ler mais
Capítulo 7
Tristan Slater Tristan — Solte-a, Miles, agora. Está assustando ela, porra !  —Tristan praticamente rosnou para o homem que estava atrás de mim, segurando -me pelos pulsos.  Graças a Deus !  Eles se conhecem. Dando uma risada rouca e abafada , o homem me soltou. — Está tudo bem, pequena. —Tristan estendeu uma mão para eu pegar e eu aceitei de imediato antes de ficar de frente para o recém-chegado,um homem tão alto e forte quanto Tristan, cabelos escuros num corte baixo  e olhos azuis-escuros. Notei que, assim como Tristan , ele também tinha a   tatuagem da figura estranhamente sombria e assustadora da morte segurando um penado no braço esquerdo ao lado de outr
Ler mais
Capítulo 8
Tristan  Eu não consigo desgrudar os meus olhos dela que está sentada num tronco de uma árvore em frente da casa. É como se eu estivesse enfeitiçado pelo seu lindo rosto de anjo . E é o que ela parece. Um lindo anjo. Um lindo anjo doce de boca atrevida , com uma boa ,pura, e generosa alma que eu não deveria sequer pensar em desvirtuar. Mas é o que estou fazendo. Eu a estou levando para o meu mundo ,onde luxúria ,mortes e muita violência são constantes.    Merda. A cada segundo que passa , os planos que fiz para ajudá-la enfraquecem na minha cabeça e novos planos ganham forças, mesmo sabendo que eu não posso mudar o que prometi.    Eu devia dar dinheiro o suficiente pra ela se virar e deixá-la em paz antes mesmo de irmos pro clube  , mas eu estaria mentindo para mim mesmo se dissesse que eu n&
Ler mais
Capítulo 9
Alyssa. Droga. Eles pararam pro café da manhã no mesmo restaurante que fui  expulsa   pelo segurança quando fui pedir um emprego .  Tudo porque ,ele viu revirando a lata de lixo uns dias antes disso e nem me deixou passar pela porta . Ele me disse coisas horríveis também.     Fiquei nervosa e constrangida só de pensar em ser reconhecida pelo segurança  na frente de Tristan e de seus amigos.  Respirei fundo e disse a mim mesma que ia ser corajosa e enfrentar isso.  Não quero parecer  uma  ratinha medrosa  por coisas pequenas como entrar nesse  restaurante por exemplo   só porque o seguran&ccedi
Ler mais
Capítulo 10
Tristan Slater  O último olhar que Ally me lançou  antes de se afastar ,me fez querer a chutar a minha bunda por ter falado com ela daquele jeito . Já é  asegunda vez que ela faz eu desejar  chutar a minha  bunda por ela e isso  me intriga . Me intriga o fato de  ela me afetar  tanto desse jeito. Tanto que só de  pensar na possibilidade de algum filho da puta machucá-la  ,eu fico louco. Foi por isso que pedi pra que ficasse no restaurante. Eu não confio neste homem. Ele disse que veio em paz ,  mas não  tem como confiar na palavra de um homem  com quem você já  esteve em uma briga grande    e que  veio  falar com você com dez homens  armados até os dentes a tiracolo.   —Estou  sentindo  o cano das armas&
Ler mais