Coffee Lovers

Coffee Lovers PT

Tânia Giovanelli   En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
25Capítulos
534leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Depois de uma dolorosa separação, Diana Sampaio virou proprietária de um pequeno negócio que ela e seu ex-marido adquiriram durante os dez anos de casados. Dona de casa e estudante de administração, nunca tomou conta de nada e agora tem um café para administrar. Um lugar aconchegando e muito bem frequentado, que trará muitas mudanças na sua pacata vida sem graça. Desiludida com seu fracasso no casamento, ela enfrentará muitos problemas com seu novo negócio. Coffee Lovers trará muitas emoções para Diana que está desacreditada no amor. Uma história romântica, cheia de mistério, descobertas e muito café.

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
25 chapters
Introdução
Copyright © 2017 Tania GiovanelliDireitos autorais do texto original ‘’Coffee Lovers‘’ - Fundação Biblioteca NacionalTodos os direitos reservados. Esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com nomes, datas e acontecimentos é mera coincidência. Nomes, personagens, lugares e acontecimentos descritos são frutos da imaginação da autora.                                                       Capa: Aléxia MacedoDiagramação: Tania GiovanelliRevisão: RM CordeiroEdição: 1ªGiovanelli, TâniaCoffee Lovers/Tânia Giovanelli- São José do Rio Pardo-SPTânia Giovanelli, dezembro,2017.Literatura Nacio
Leer más
Capítulo 1
“Que droga, quem é a essa hora da manhã?” — perguntei para mim mesma ao acordar, já que a campainha não parava de tocar. Até tentei ignorar cobrindo a cabeça com o travesseiro, porém alguém deveria mesmo querer falar muito comigo, visto que a insistência era muita. Me levantei da cama e apenas calcei meu chinelo de quarto, sem me importar com a camisola e atendi a porta Isis, minha melhor amiga, entrou feito um furacão.  “Que diabos ela faz aqui?” pensei.— Diana pelo amor de Deus, o que pensa que está fazendo? —perguntou muito nervosa e gesticulando feito uma doida.— Do que está falando? E por que está tão nervosa?  — questionei confusa.    — Do que estou falando? Faz dois dias que estou te ligando e hoje recebo uma ligação do seu advogado e da sua faculdade, dizendo que não conseguem falar com você e que faz alguns dias que não aparece na faculdade. O que você está pensando? Tá ficando louca? — falava muito
Leer más
Capítulo 2
Então, novamente desanimada, voltei para dentro da casa e com muita raiva de mim mesma, por me sentir assim arrasada, peguei uma mala e coloquei todas as minhas roupas dentro dela. Na verdade, fui socando de qualquer jeito, pois eu estava com muita raiva. Não quero ficar mais nem um minuto nessa casa, visto que tudo aqui me lembra e tem o cheiro do Samuel. E eu não aguento mais isso, vou para casa do Café e amanhã busco o resto das coisas.O estabelecimento estava lotado de estudantes, já que ficava perto de uma faculdade, porém essa não tem o curso que eu faço, por esse motivo que fica tão longe. Enzo ao me ver entrar puxando uma mala enorme, veio ao meu encontro. Ele é o melhor amigo do meu ex-marido e o gerente do Café.Quando nos separamos, Enzo veio falar comigo. Disse que entenderia se eu dispensasse os serviços dele, por ele ser melhor amigo do Samuel. Entretanto não achei certo dispensá-lo, já que ele não tem nada a ver com o que aconteceu conosco. Ent
Leer más
Capítulo 3
Como não percebi que Caio colocou junto com o dinheiro um bilhete, onde ele me convidava para sair no sábado? Eu devo ter o dobro da idade dele, nunca imaginei que isso poderia acontecer! Na verdade, nunca estive com outro homem que não fosse o Samuel. Entretanto, as coisas tinham mudado e eu estava sozinha e não faço ideia do que fazer. Mas sair com um rapaz não era exatamente o que eu queria. Acho que no momento não quero sair com ninguém. — Acho que alguém se interessou por você, Diana! Pois ninguém aqui recebe uma gorjeta de cinquenta reais — falou Enzo, em tom de zombaria e olhando para mim. — Divide com eles, já que sou dona do Café não preciso de gorjeta.— É justo — Falou olhando para mim, enquanto eu guardava o avental e Enzo continuou — Sandrinha e Vitor, deem um chego aqui – falou fazendo sinal para eles, que juntos terminavam de colocar as cadeiras em cima das mesas.           &nb
Leer más
Capítulo 4
Guardei a caixa de chocolate e o cartão na minha bolsa, liguei o carro e fui direto para a casa da Isis. Eu tinha que conversar com alguém e tinha que ser minha amiga. Estacionei o carro e em seguida desci com minha bolsa. Sem tocar a campainha, entrei chamando por ela em tom baixo, já que ainda eram nove horas da manhã. Eu não queria acordar ninguém.— Isis... − Isis... Cadê você? — entrei procurando por ela.— Aconteceu alguma coisa? — perguntou Isis com o mesmo tom de voz que eu, aparecendo na cozinha. Acho que ela deveria estar no quintal.— Sim aconteceu uma coisa estranha –—falei abrindo minha bolsa — Olha isso —  entreguei a caixinha para ela.                        — Nossa que lindo, chocolate personalizado com seu rosto. Esse tipo de chocolate é muito caro. Quem te deu isso? — perguntou se sentado à mesa e eu fiz o mesm
Leer más
Capítulo 5
— Diana, estou entrando.— Isis, parece até que leu meus pensamentos, visto que eu estava aqui pensando em te mostrar isso que acabei de receber — falei me levantado do sofá, para abraçá-la e já mostrei o que recebi.— O que faz aqui no sofá só de roupão? – perguntou ao me abraçar — Essa caixa de coração foi o mesmo rapaz que mandou? — perguntou olhando a caixa e aproveitando, roubou um bombom — Que delicia de bombom!!— Olha, foi sim o mesmo rapaz, só que nesse cartão assinou com a letra “V’’ — falei entregando o cartão para ela, que leu atentamente e me olhando falou:— Com certeza é o mesmo. No entanto estou achando que ele está brincando com você. Tentando te confundir com essas iniciais. Mas ele tem muito bom gosto nas escolhas dos bombons. Não me respondeu porque está só de roupão?  — perguntou novamente, se sentando no sofá.— Eu estava no banho quando Enzo me trouxe esse presente, já que deixaram com ele e para não deixá-lo esperando, apena
Leer más
Capítulo 6
Acordei com o celular tocando e sem abrir os olhos, me sentei na cama me espreguiçando, porém, ao abrir os olhos levei um susto tão grande, que gritei ao notar Enzo parado na porta do meu quarto me olhando e assustado com meu grito novamente, saiu pedindo desculpa. Fiquei tão nervosa com o susto que levei, que dei um pulo da cama xingando e do jeito que eu estava, só de camisola, fui atrás dele.— Enzo pelo amor de Deus, você parece assombração. Porque fica sempre me assustando? Qualquer hora vou ter um treco — falei gritando, procurando por ele que se encontrava na cozinha.— Desculpe Diana, não era minha intenção. Assim que entrei no quarto você me pegou olhando, foi tudo muito rápido. Eu só vim, porque percebi que deixou literalmente a porta da sala aberta e estranhei. Então vim ver como você estava, já que esqueceu até de trancar a porta, não deveria estar bem. No entanto, acho que deveria se trocar, pois olha como você está — disse Enzo sem graça, me olhando de cima
Leer más
Capítulo 7
— Senhor, só pode ser o Caio, já que é com ele que vou sair essa noite — falei em voz alta, ainda andando de um lado para o outro.— Diana, está tudo bem com você aí? — gritou meu tio da porta. Então guardei tudo, me troquei correndo e saí do quarto.— Oi tio, me desculpe! Demorei porque tinha umas coisas para eu guardar e nem vi a hora passar.— Que isso querida, não precisa se desculpar, só fiquei preocupado, pensei que não estivesse bem. Só por isso perguntei — falou, se sentando no sofá.Estava assistido um filme e pelo visto já tinha tomado banho, pois estava perfumado, dava para sentir de longe e seus cabelos ainda estavam molhados.— Estou bem sim, não precisa se preocupar. Tio eu tenho um compromisso marcado para essa noite e já estava combinado faz alguns dias, estou sem graça de desmarcar, pois é tipo um encontro com um amigo. O senhor se importa se eu for? — perguntei, me sentando do lado dele.— Claro que não Diana. Você é jovem e prec
Leer más
Capítulo 8
Fiquei ali no meio da pista parada, enquanto todos dançavam ao meu redor. Não foi um sonho, pois ainda sinto seu gosto em meus lábios e acho que o responsável por me deixar nas nuvens, gosta de bala de canela já que é esse o gosto que sinto em minha boca. Como pode um beijo mexer tanto comigo? Meu corpo todo reagiu a esse beijo. “Mas quem é esse homem?” pergunto para mim mesma, olhando para todos os lados na pista, porém há tanta gente aqui que nunca vou descobrir quem é. A não ser, que ele se manifeste.— ME DESCULPE, DEMOREI PORQUE O BANHEIRO TINHA ATÉ FILA — Caio grita ao chegar, me assustando, já que eu estava bem concentrada observando as pessoas à minha volta.— EU IMAGINEI MESMO QUE DEVERIA ESTAR LOTADO.— ENCONTREI SEU AMIGO SAINDO DO BANHEIRO, ELE ESTAVA SEM MÁSCARA, POR ISSO O RECONHECI.— O ENZO? — pergunto gritando, já que foi o único que veio na minha cabeça e se for ele mesmo, minhas desconfianças estão certas. Enzo pode ter me beijado.
Leer más
Capítulo 9
— Meu Deus, quem é esse homem? — falei em voz alta, admirando as fotos que tinha dentro da caixinha.Em uma das fotos eu estava com um copo na mão conversando com Caio, porém o Caio estava de costas, mal dava para ver ele. Em outra foto, eu estava de olhos fechados com os braços para cima, foi antes de eu girar na pista sozinha e na última foto, eu estava beijando alguém, de quem só dava para ver as costas. Não dava para ver a cor de seus cabelos, que estavam encobertos por um capuz. Mal dava para ver quem era.Procurei por um cartão, mas não encontrei. Deduzi então que ele poderia ter escrito atrás de uma das fotos e comecei a olhar em todas. Foi na do beijo que ele me deixou um recado que dizia: ‘’Você era a mulher mais linda do clube e tem os lábios mais macio que um algodão... Que beijo foi aquele... Só confirmou o que eu sentia por você e tudo o que mais quero é ter você em meus braços. Princesa acredite, ainda vamos ficar juntos. Com amor S.’’Essas
Leer más