UM DEZEMBRO INESQUECÍVEL

UM DEZEMBRO INESQUECÍVELPT

Rafael Zimichut  En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
21Capítulos
290leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Daiana durante uma viagem à Sidnei, se apaixona por um músico e vive as férias perfeitas, ao lado de uma arrebatadora paixão, porém, os dias passam e ela tem que tomar uma decisão, continua ao lado do homem que a fez sentir coisas que jamais tinha sentido ou volta para a sua vida de antes longe da nova vida que descobriu.

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
21 chapters
PREFÁCIO
É incrível como as situações mais simples e inusitadas do mundo são as que mais tocam a nossa alma, são os momentos que mais nos marcam verdadeiramente dentro do nosso mais profundo ser, como uma tatuagem em nossa pele que por mais que se passem os anos ela habita ali em nossa pele, trazendo uma história, ou uma cicatriz te mostrando que você sobreviveu a algo que poderia tê-lo matado, pois muitas vezes o difícil não é repararmos nas coisas mais extraordinárias, essas por si só já nos chamam a atenção, mas um sorriso, um olhar, uma bela tarde, ou até mesmo um lindo amanhecer, muitas vezes deixamos passar em vão, quantos lindos amanheceres deixamos passar em nossas vidas por estarmos dormindo?
Leer más
1 “Um novo amanhecer...”
1“Um novo amanhecer...” Alguns anos depois...  É INESQUECÍVEL MOMENTOS como esse, que se podem passar séculos, milênios, e mesmo assim o amor faz questão de unir corações, indiferente da distância, indiferente dos costumes, sonhar é tão bom, mas melhor do que sonhar, é viver um sonho plenamente numa realidade maravilhosa.E isso não é algo que a vida muitas vezes permita que você viva diversas vezes, então você tem que sempre estar atento aos sinais, pois a qualquer momento pode perder algo único que poderia durar toda a sua vida.E é o que mais acontece nos dias de hoje, pessoas que não abrem os olhos do coração com medo de enxergarem algo que irá viver por toda a vida.  DAIANA PEARSON, era uma mulher muito talent
Leer más
2 “Um certo dezembro...”
2“Um certo dezembro...” Dezembro de 2007...  DEPOIS DE UM LONGO período trabalhando, e trabalhar com advogados nem sempre é fácil por causa dos inúmeros desafios, as leis são tão inconstantes e nem sempre tão justas como deveriam ser, Daiana teve as suas merecidas férias, e nada melhor do que ter férias em dezembro, passar o natal com a família, rever todos os entes queridos, celebrar o ano novo, ter expectativas que no ano que vem será ainda mais maravilhoso do que esse que passou.Uma das coisas que mais irritavam Daiana no mundo jurídico eram os próprios autores daquele teatro todo, ninguém, absolutamente ninguém conseguia viver longe daquilo, era um ciclo vicioso feito a cocaína...Ninguém cheira cocaína e não deseja uma segunda viagem como aquela...Leer más
3 “A viagem dos sonhos...”
3“A viagem dos sonhos...”   — OH!!! GENTE, não sei nem como agradecer todo carinho que vocês tiveram comigo, e por me acompanhar até aqui no aeroporto, obrigada mesmo por todo esse amor, jamais poderei retribuir tanto carinho, e tanto amor.— Não precisa agradecer – falou o pai, feliz por poder realizar o sonho de sua filha tão querida.— Vamos sentir saudades, filha, mas não volte antes de se divertir e descansar bastante, merece mais do que ninguém essa férias, por isso aproveite.— Obrigada, mãe, cuide bem do Mark, beijos gente, amo todos vocês – e entrou no portão de embarque de passageiros. ERA A SUA QUINQUAGÉSIMA viagem de avião, segundo ela, então não estava tão apreensiva, pois quando criança, Daiana e sua irmã
Leer más
4 “Uma perda inesperada”
4“Uma perda inesperada”   DAIANA ESTAVA com o sono leve, quase despertando quando ouviu a comissária falando gentilmente ao comunicador:— Pedimos a gentileza que apertem os cintos, pois iremos aterrissar.Daiana se ajeitou e percebeu que aquela cochilada a havia revigorado bastante, não imaginava que estivesse tão cansada, geralmente não dormia em viagens de avião, mas da Inglaterra à Austrália eram vinte e uma horas de viagem e por mais que o senhor Harrison tivesse uma conversa agradabilíssima, o que para ela qualquer conversa longe do mundo jurídico já era agradável, ainda teria que descansar um pouquinhoEla teve um sonho maravilhoso em que estava em uma praia paradisíaca e via um homem tocando lindamente um violino, o que não fazia sentido algum, afinal...Quem iria tocar violino em u
Leer más
5 “Um doce encontro...”
5“Um doce encontro...”   DAIANA PEARSON saiu desolada daquele avião, que tristeza havia se instalado em seu coração, poucas horas atrás, nem sabia que aquele senhor existia, e de repente, está ela ali chorando, como se o conhecesse há décadas, como se fosse da sua própria família.De repente, ela recebe um esbarrão e cai suas coisas no chão— Me desculpe... – disse sem saber se estava certa ou errada, estava tão longe das capitais que provavelmente ela é quem havia se esbarrado e não vice-versa. — Me perdoe – a outra pessoa foi tão sincera quanto ela. Seus olhares se cruzaram, como o sol que se encontra com o céu em todas as manhãs, trazendo vida e um amanhecer mais belo que o entardecer anterior, difícil dizer algo que seu soment
Leer más
6 “Tudo começa no olhar...”
6“Tudo começa no olhar...”   — ALÔ! DÊ... é a Dai... — Oi!!! Como foi a viagem? – Disse Denise com voz nitidamente sonolenta. — Foi maravilhosa, muito tranquilo, realmente emocionante, aconteceu de tudo, um homem morreu ao meu lado enquanto dormia... – ela fez uma pausa proposital – conheci uma pessoa que você não vai acreditar... um deus grego. — Sério? Me conta vai!!! Você já o beijou? Como foi? — Nada disso, sua boba, você só pensa em besteiras mesmo, hein? Nunca vi igual, apenas o conheci, parecia uma cena de cinema, ele se esbarrou em mim, mas quando olhei em seus olhos, parecia que estava em um sonho, senti como se a minha vida tivesse dado um giro de 180º, como se tivesse vivido a vida toda para viver aquele momento mágico, aquel
Leer más
7 “Tudo é como deve ser...”
7“Tudo é como deve ser...”   DAIANA OUVE alguém bater levemente na porta.— Quem será a esse horário? São seis da manhã.Daiana abre a porta ainda sonolenta e vê uma pessoa com as vestes do hotel. — São para a senhora, uma entrega especial do Sr. Chanieth.Daiana bocejou. — Mas precisava ser entregue a esse horário? — Senhora... São duas horas da tarde.De repente ela realmente acordou abismada com o horário que tinha acordado, nem ela tinha percebido que tinha virado a noite sonhando acordada com Brad e já era quase hora dela voltar a dormir e riu boba consigo mesma. — Poxa vida... É verdade... Me esqueci que estava em outro país, obrigado querido, me perdoe a indelicadeza. — Não foi ind
Leer más
8 “Um convite para o paraíso...”
8“Um convite para o paraíso...”   — OH!!! BOB, entre, o que ela respondeu? — Estou certo de que trago boas notícias, senhor. — Fale-me então. — Ela mandou entregar-te este bilhete. Antes mesmo que o rapaz estendesse seus braços pegou o bilhete. — Está bem, Bob, muito obrigado – e entrega uma nota de 50 dólares ao garoto – vejamos o que ela escreveu. Querido Brad... Quão amável é seu conviteQue ninguém falaria nãoSinto-me tão lisonjeada, fruto de AfroditeAmor esse que invade meu coração Espero compreender tudo que existe entre a genteEspero que n&at
Leer más
9 “A batida perfeita de um coração...”
9“A batida perfeita de um coração...”   — SENHOR CHANIETH... – bate na porta – Senhor Chanieth... Brad abre a porta extremamente ansioso. — Oh! Bob, entre, por favor, fez tudo o que eu te pedi? — Sim senhor, aqui está o vestido que me pediu, e a limusine já está na frente da porta esperando pela senhora Pearson...Brad abre a caixa e analisa detalhadamente sabendo que tudo tinha que estar perfeito para aquela noite.— Acho que ela irá gostar.— Tenho certeza, senhor.Brad sorri para ele satisfeito. — Muito obrigado Bob, leva o vestido para a Sr.ª Pearson junto com este bilhete, eu já estou indo para o teatro fazer a passagem de som, diga a ela que se sente na primeira fileira, o convite é especial, pouquíssimas pessoas o t&e
Leer más