Meu chefe irresistível

Meu chefe irresistívelPT

Candy Boss  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
29Capítulos
5.5Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

" - Depois de Laura, não consegui mais me relacionar com nenhuma mulher, era somente relações casuais. Hoje não acredito mais no amor, quando eu encontrar, se é que existe, uma mulher que me faça perder noites de sono e sorrir igual a um idiota, vou me casar com ela, a única coisa que não garanto é amor - " Michael Louis Backham" - Quando seus olhos acinzentados se direcionaram ao púbico eu fiquei fascinada, sentia uma tensão que nunca senti na vida, e tudo se intensificou quando ouvi a sua voz - " Yven Lauren Cobalt

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
29 chapters
Michael Beckham
Michael Louis BeckhamPor onde devo começar?Houve alguns acontecimentos na minha vida que são dignos de  serem compartilhados. Alguns não me orgulho por ter em minha história, seja lá como for, creio que eu deva começar pela fase da minha vida onde eu tive o empurrão para chegar no lugar que estou hoje.  Ou seja, no auge, a vida bem estruturada de um poderoso empresário, onde todos os esforços que fiz, os momentos que pensei que fossem me derrubar, me deixaram ainda mais forte e firme em minhas opiniões, onde realmente formaram meu caráter profissional.  Acredito no esforço, no trabalho e na boa vontade. Até porque, um dos meus lemas é “Quando queremos fazer alguma coisa, encontramos um jeito. Quando não queremos, encontramos desculpas.” Sempre que possível, me recordo desta frase, para que não me deixe esquecer
Ler mais
Yven Cobalt
 Em meio a multidão que se espalhava ao redor de mim, acelerei os passos para me livrar do homem de quase 1,80m que estava muito próximo de mim e murmurei.          — Sem chance de eu me tornar uma de suas garotas.O empurrão que dei no Heitan foi  forte o suficiente para derrubá-lo de bunda no chão e isso me deu mais alguns minutos de vantagem já que eu corria igual a uma lesma, tudo bem que estou usando sapatilhas, mas se eu soubesse que iria encontrá-lo na rua hoje, com certeza não teria saído de casa.          Heitan está quase que diariamente me importunando, toda vez que me vê, tenta me levar junto com ele e hoje não foi diferente.  Correndo me envolvi no meio da multidão que estava esperando atravessar na faixa de pedestres,  Seattle é um lugar lindo mas quando tem pessoas de
Ler mais
Michael Beckham
Assim que aterrissamos, desci do avião com a minha pasta em mãos e peguei o celular para ligar para Gregori que rapidamente atendeu           — Acabei de desembarcar, onde posso encontrar você? Murmurei enquanto olhava ao redor.        — O senhor vai me encontrar na entrada do aeroporto.  Gregori respondeu com seu tom habitual.       — Certo, já encontrei você.  Encerrei a chamada assim que o avistei com seu uniforme preto. Assim que Gregori e eu nos encontramos, pegamos a mala e fomos até o sedan alugado, me recostei no assento traseiro e esperei que ele desse a partida.  Me vejo ansioso e nervoso enquanto caimos na estrada, tudo porque  estou voltando para casa, depois de anos. Minha nossa, que saudade de casa e  dos
Ler mais
Yven Cobalt
Posso dizer, que depois que cheguei na casa dos meus pais, me senti culpada por ter deixado esse distanciamento existir entre eu e eles. Me receberam tão bem, me deram privacidade para tudo e apareciam apenas quando eu os chamava.        Depois que minha mãe me trouxe até o meu quarto, optei por dormir este fim de semana aqui, sentia tanta falta daqui que nem me importo por dividir com bonecas e a minha pequena casa de bonecas. E até encontrei meu álbum de fotos do ensino médio, minha nossa, eu e as meninas éramos tipo as donas do Colégio. Todos me conheciam, e é claro, nunca tratei ninguém mal apesar de ser popular, enfim, não tenho o que reclamar do início da minha adolescência.       Já deitada na minha cama, virando de um lado para o outro, com dificuldades em dormir, acredito que seja  porque não estou acostumada a
Ler mais
Michael Beckham
A luz do sol já havia invadido o meu quarto quando acordei, então olhei para o lado e pela primeira vez em anos senti a sensação de sábado em casa. Uma sensação que eu havia memorizado quando criança, pois eu adorava sábado de manhã.      Sentei na cama e peguei meu celular, já são 09:36, respirei fundo quando apareceram algumas notificações das últimas horas então fui ver o que era, havia algumas mensagens e alguns e-mails, e como eu poderia imaginar, todos de Karl. Acho que ele está, digamos, um pouco apavorado por estar fazendo esses agendamentos e atendimentos sem mim.Soltei um gemido audível e deitei de novo deixando o celular de lado, posicionando o braço em cima dos olhos para aproveitar a sensação de tranquilidade quando ouço algumas batidas na porta e logo me sentei na cama,  abrind
Ler mais
Yven Cobalt
 Depois que vi o resultado daquele tratamento todo, e olhei para o relógio verificando a hora, fiquei boquiaberta, pois passamos horas no spa apenas com nossos cuidados para esta noite. O meu cabelo estava perfeitamente soltos e bem hidratados, minhas unhas da mão com uma cor em nude e as unhas do pé estavam com o estilo francesinha, já eram 16:42 da tarde quando nosso atendimento foi encerrado.          Assim que saímos do Spa, Derek nos levou embora, e quando chegamos em casa me deparei com a sala de visitas repleta de vestidos de gala, um mais lindo que o outro.        — Pedi para que eles trouxessem os vestidos para escolhermos tranquilamente. Minha mãe murmurou ao notar meu fascínio e se aproximou dos vestidos de tons mais escuros. É claro que eu estava boquiaberta com os vestidos que eu vi, havia tantos, que poderia
Ler mais
Michael Beckham
            — Porra, como isso aconteceu? Perguntei gritando no telefone durante o trajeto até a casa dos meus pais, eu estava furioso, na verdade estava a ponto de socar qualquer um que se opusesse em minha frente.                 —Eu...  Não sabemos, senhor Michael. O segurança respondeu com seu tom de voz constrangido e aparentemente contido de nervosismo.                   —Eu vou pegar o próximo voo para Londres, esteja me aguardando no aeroporto quando eu aterrissar. Respondi cuspindo as palavras e encerrando a ligação. Suspirando fundo, tento manter o controle. Não quero ir embora, não queria sair daquele jantar, não queria acabar com a noite sem ao menos saber o nome daquela mulher. <
Ler mais
Yven Cobalt
 Virei várias vezes na cama, olhei para o relógio em cima do criado mundo e verifiquei que eram 06:30, levantei para me arrumar, já que não consegui dormir o meu horário normal, pois fiquei pensando naquele homem o tempo todo, e de alguma forma sinto como se fosse encontrá-lo, fechei os olhos mentalizando ele mais uma vez, ele parecia ser musculoso por baixo daquele smoking, senti um arrepio percorrer meu corpo todo pois nunca imaginei um homem por baixo da roupa, não depois do que Heitan fez comigo, passei a ignorar os desejos do meu corpo, naquele evento senti uma energia entre mim e ele que me deixou tensa, só em olhá-lo nos olhos.Nossa, aqueles olhos esverdeados me avaliando de cima a baixo...        Sacudi a cabeça tentando afastar aquele pensamento e me direcionei até o banheiro, tirando minha camisola de cetim rose, entrei embaixo do chuveiro, lavando
Ler mais
Michael Beckham
           — Meu Deus, que muher.   Acordei num sobressalto depois do sonho mais incrível que tive em pouco mais de 3 anos.                         Fazia muito tempo que eu não sonhava com mulheres desse jeito, Yven me deixou curioso a seu respeito, com seu olhar delicado e sua língua afiada, acabei ficando ainda mais curioso, pensei que com o simples fato de obter algumas informações sobre ela seria o suficiente para me tranquilizar, mas aconteceu o contrário. Assim que a encontrei na sala do meu pai, meu corpo logo reagiu por vê-la de joelhos, a melhor visão que eu tive na vida com certeza foi vê-la de joelhos diante de mim, não por querer medir força, mas por ser um dominador.        Porra. Nunca vou esquecer daqueles olhos tímidos e afiados me olhando, o que será que ela vai pensar quando descobrir que irá trabalhar
Ler mais
Yven Cobalt
         No momento em que cheguei no meu apartamento sem a minha amiga por perto, logo senti um frio na barriga, não que eu estivesse com medo, até porque os seguranças da minha mãe são muito bem treinados para qualquer situação que poderia acontecer comigo, mas era tudo tão vazio e silencioso, que é até estranho.Assim que abri a porta fui invadida por uma sensação de estar em casa, deixei os seguranças na rua e subi sozinha andando diretamente para meu quarto, logo ouvi algo estranho, alguns ruídos foram ouvidos no momento em que me aproximei, mas recuando alguns passos para trás, resolvi não entrar sozinha, voltei cuidadosamente para a entrada do apartamento e mandei uma mensagem de texto para o segurança e motorista da minha mãe.“Derek, preciso de uma ajuda aqui, ouvi algo estranho no meu quarto”Ler mais