Quem Manda no Amor

Quem Manda no AmorPT

Nathasha Chrysthie Martins  En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
22Capítulos
745leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Terminar um relacionamento nunca é fácil, mas Morgana está determinada a recomeçar sua vida longe de Victor. Um novo emprego vai levá-la, junto com seus dois melhores amigos, para São Paulo, e essa será a sua oportunidade para tomar as rédeas da própria vida. Morg, Zula e Will terão a chance de fazer dessa mudança o primeiro passo para suas carreiras de sucesso, mas o preço dessa tão sonhada liberdade é deixar pessoas importantes para trás. Desde que se formou na Faculdade de Letras, Morg almeja trabalhar com aquilo que mais ama: a escrita. Por isso, não pensou duas vezes antes de aceitar o convite para assinar a coluna Quem Manda no Amor, na Revista Bela, Descarada e Singular. Porém, entre publicações na revista e em seu blog pessoal, ela vai se deparar com costumes e tradições que acreditava pertencerem ao passado, mas que serão capazes de afetar o seu presente e futuro. Inesperadamente, Morgana vai experimentar o amor como nunca imaginou, mas se render a esse sentimento pode ir contra tudo o que planejou para a sua nova vida. Ela também vai descobrir que não adianta fugir quando um certo ex está disposto a atormentar.

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
22 chapters
Prólogo
                                                            Blog da Morg Pílula diária de verdades difíceis de engolir: O seu sonho não vai se realizar sozinho.           Falando em sonhos, essa noite eu tive um sonho estranho. Muito estranho. Eu estava dentro de um tuk tuk, aqueles veículos usados na Índia que são uma espécie de carroça, mas conduzidos por pessoas. O trânsito era totalmente caótico e eu não fazia ideia de onde estávamos indo. Sim, eu não estava sozinha. Ao meu lado tinha uma mulher mais velha coberta por um tecido verde com bordado branco em relevo e acabamentos em dourado, a cara da riquez
Leer más
Capítulo 1
Clico em publicar e fecho o notebook bem quando meu pai bate na porta e coloca a cabeça para dentro do quarto. – Filha, tá pronta? – Quase! – Eu digo, enfiando o notebook na mochila. – Vou colocando as suas malas no carro. – Ele me dá um sorriso fraco enquanto arrasta o conjunto de malas roxas para fora.             Fecho a mochila pesada e jogo-a por sobre os meus ombros. Antes de sair, paro na porta e observo o interior do meu quarto. Praticamente todos os meus itens pessoais foram embalados e encaixados nas malas junto com a maioria das minhas roupas e sapatos. Ainda bem que eu nunca fui uma pessoa acumuladora ou então essa mudança seria bem mais difícil, logisticamente falando. Vejo o meu reflexo no espelho acima da cômoda e encontro olhos assustados e, ao mesmo tempo, cheios de expectativa. Uma lágrima desce por meu rosto. Nunca fiquei mais de quinze dias fora de casa, longe dos meus
Leer más
Capítulo 2
– A última caixa! – Anuncio no meio da sala.– Até que enfim. Achei que essa mudança não fosse acabar nunca. – Diz Zula, pulando do banco da cozinha e vindo espiar o que tem dentro da caixa. – Mais livros? Eu achei que já tinham acabado a umas três caixas.– Não são só livros. Tem alguns cadernos de receita, blocos de nota e material de escritório também. Ainda vou ter que comprar algumas coisas, mas meu cantinho de trabalho vai ficar perfeito.– Ainda bem que o meu escritório é a rua. Falando nisso, vou sair para dar uns cliques por aí.Ela me dá um beijo no topo da cabeça, pega a câmera em cima da mesa e sai. Eu me levanto do chão, batendo a poeira do corpo, e arrasto a caixa para o meu quarto para arrumar depois. Vou em direção a cozinha para preparar o jantar, mas antes paro
Leer más
Capítulo 3
                                                             Blog da Morg   Pílula diária de verdades difíceis de engolir: Quem cedo madruga fica com sono o dia inteiro.   Hoje foi o meu primeiro dia no emprego dos meus sonhos! A partir da semana que vem vocês poderão me acompanhar na coluna Quem Manda no Amor, na Revista Bela, Descarada & Singular. Eu, escrevendo para uma revista linda dessas? Nem estou acreditando ainda. Me belisca, porque deve ser sonho. Lá eu vou falar principalmente sobre relacionamentos, mas não como nas revistas convencionais. A BDS é uma revista feminista e, além de enaltecer a mulher moderna, também presta um serviço a comunidade expondo situações de desigualdade e violência contra mulher. A minha coluna vai falar sobr
Leer más
Capítulo 4
             Ângulo. Tudo na vida é uma questão de ângulo, perspectiva. Há um mês eu estava chorando na minha cama, me perguntando como fui me envolver com um cara possessivo e acabar em um relacionamento tóxico. Logo eu, que sempre achei que isso nunca aconteceria comigo! Tive medo, fiquei ansiosa e estressada, mas o enfrentei e deu tudo certo no final. Consegui terminar com Victor, mesmo que não tenha sido lá muito fácil, mas a sensação de estar livre dele foi revigorante.            Há um mês eu não imaginava o quanto a minha vida iria mudar em tão pouco tempo. Tive apoio da minha família e dos meus amigos, fui acolhida quando estava sofrendo por uma ausência que meu coração não compreendia. Mas me refiz, recebi uma oportunidade e a agarrei com
Leer más
Capítulo 5
O Parque Ibirapuera é ainda mais bonito do que vi pelas fotos, e maior. Depois de dar algumas voltas de bike e apreciar a natureza, volto pra casa toda suada e ofegante, mas com a energia renovada para mergulhar nas pesquisas para a minha coluna na revista. Lorie está tão animada por minha primeira contribuição para a revista que fica me mandando uma mensagem atrás da outra. Eu já devia estar quase terminando o meu texto, mas bloqueie no meio. Acho que é a ansiedade a apreensão pelo feedback falando mais alto.             Deixo a bicicleta estacionada na garagem e pego o elevador até o meu andar.— Oi, cheguei! – Anuncio, abrindo a porta do apartamento.— Ai, graças a Deus, Morg! Me salva? – Zula me olha com cara de desespero.— O que aconteceu aqui? – Eu pergunto, me aproximando da c
Leer más
Capítulo 6
            [Newlover123: Oi]            Eu respondo, tentando me concentrar em não surtar. O que eu vou dizer pra ele agora? Eu tinha que ter pensado nisso antes, eu sei. No mínimo ele pensa que eu estou em busca de um relacionamento e isso é tudo do que eu estou fugindo nesse momento. Será que devo agir como se estivesse interessada ou ser honesta e dizer de cara que só quero informações?            [Rav028: Você já disse isso. =)]            Verdade, eu já tinha dito antes. Mas eu ainda não sei o que dizer!!!            [Rav028: De onde você é?]      &
Leer más
Capítulo 7
            [Ravi: Bom dia, Sereia. O sol está brilhando aqui hoje. Me fez lembrar de você.]            Sorrio ao ler sua mensagem. Me viro na cama, me espreguiçando e criando coragem para levantar.            [Morg: Boa tarde. Aqui o tempo hoje está chuvoso. Estou lutando para sair da cama.]            Segundas-feiras já são dias naturalmente mais preguiçosos, mas com essa chuvinha e esse céu cinzento... Definitivamente São Paulo me deixa um pouco deprimida. Saudades de abrir minha janela e ver o brilho do sol refletindo no mar na minha querida praia do Forte. Saudades de casa.            [Ravi: Mesmo assim tenho certeza de que um belo dia te e
Leer más
Capítulo 8
            [Ravi: O que está fazendo?]            [Morg: Pipoca e brigadeiro. Vou assistir a um filme.]                    [Ravi: Mas é sexta. Não vai sair, explorar a cidade?]            [Morg: Eu não gosto de baladas. Meus colegas de trabalho até tentaram me arrastar para uma hoje, mas eu desconversei.]            [Ravi: E seus amigos? É Will e Zula, né? Zula é um nome... interessante. Eles estão aí com você?]                     [Morg: Não, estou sozinha. Will pegou a estrada para ver a noiva no Rio
Leer más
Capítulo 9
              Zula está pintando as unhas dos pés de verde florescente enquanto me conta sobre o encontro com Suellen, a crush. É a terceira vez que elas saem em um mês e pelo visto estão prestes a assumir um relacionamento aberto. Fico feliz por ela, porque minha amiga merece se distrair um pouco. Ela andava focada demais em só trabalhar todo final de semana, fotografando casamentos, aniversários, formaturas, qualquer evento que surgisse.                Zula sempre foi a mais moderna de nós e se intitulou bissexual ainda na adolescência. De lá pra cá já teve relacionamentos fechados, abertos, semiabertos... Ela não tem medo de se jogar de cabeça nas relações e eu a admiro demais por isso. Até a invejo um pouco nesse quesito.            &nb
Leer más