A Maldição do Amor

A Maldição do AmorPT

J.S Cherry  Em andamento
goodnovel18goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
21Capítulos
1.6Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Sinopse

Engraçado

Dante Lawrence, um empresário de 29 anos que depois de sofrer várias ilusões amorosas, e abandonado com uma filha, começou a repudiar as mulheres. Mas ele acaba se tornando alvo de uma magia sinistra e de uma forma bem louca começa a ouvir os pensamentos de todas elas. Uma nova secretária surgi e para a desconfiança do Lawrence ela era totalmente o oposto do que pensava sobre a raça feminina. Com seus novos poderes e a convivência com sua querida secretária, de uma forma bem louca ele irá perceber que a sua percepção sobre as mulheres estava completamente errada, e que poderia ser um pai melhor para sua filha.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
21 chapters
Capítulo 1
Mulheres. O que falar sobre elas? são seres lindos que nasceram para satisfazer a vida dos homens. São fúteis também, e na base de 100, 99%  são interesseiras. Não estou esculachando a raça feminina não mesmo, até porque ainda existem aquelas que devem valer alguma coisa mas devem estar bem escondidas, falo isso por experiência própria. Elas te seduzem, te fazem de capacho e te deixam de quatro por elas. E depois de conseguirem o seu corpo nu e um anel de diamantes no dedo, elas te abandonam e ainda levam tudo que você tem te deixando apenas com a cueca do corpo. Sim elas são do mal, me pergunto se elas não são enviadas do capeta para acabar com a vida dos homens. Nós meros mortais somos vítimas dessas diabas. Mas eu estou mais que vacinado, descobri que as mulheres só serv
Ler mais
Capítulo 2
Resmunguei me espreguiçando e abri um olho me remexendo na cama. A merda da minha cabeça latejava de dor. Maldição. Me sentei vendo meu quarto girar a minha volta tentando me lembrar o que aconteceu na noite passada.Só lembro de ter bebido além da conta e nada mais. Robert deve ter me trazido pra casa ou eu vim sozinho, não me lembro. Dane-se também.Me levantei seguindo para o banheiro e tomei um banho de água fria, precisava tirar aquela ressaca do meu corpo. Estava todo quebrado, nunca mais bebo além da conta. Me vesti sem ânimo e sai do quarto massageando as têmporas. Minha cabeça iria explodir a qualquer momento.Ler mais
Capítulo 3
Noah me encarava com sua cara de pamonha, enrugou a testa levando a mão no queixo e estalou a língua no céu da boca. — Não sabia que tinha virado piadista.Bufei virando o resto do meu saquê na boca enchendo o copo com mais. Sabia que não devia ter ido pedir ajuda logo para esse lesado.— Estou falando sério. — resmunguei olhando para as pessoas em volta.— Acho que a bebida está subindo na sua cabeça, não deveria beber a essa hora do dia.— Noah eu estou ouvindo os pensamentos das mulheres, não é a porcaria da bebida.
Ler mais
Capítulo 4
Me deu um fora. Como se eu fosse tão desprezível ao ponto de uma mulher querer me dar um fora, preciso entender Amélia . Por um lado, talvez esses poderes malucos podem me ajudar a descobrir o que se passa naquela cabeça rosa.Até que não é uma má ideia ouvir os pensamentos das pessoas. Quer saber? vou aproveitar isso.Bufei entediado mudando os canais da TV, não se passa nada que presta no sábado? Enfiei a mão no balde de pipoca mastigando aquela coisa sem gosto com descrença.— Com licença. — Alana tomou o controle de minhas mãos com toda sua delicadeza e se jogou no sofá ao lado mudando de canal.— Educação mandou lembrança. — revirei os olhos.— Fala pra ela que eu não fui educada. — me deu um sorriso irônico.O que ela quis dizer com isso?— Vou fingir que não ouvi isso."idiota"Será que essa menina só sabe me xingar em p
Ler mais
Capítulo 5
— Obrigada Senhor Lawrence . — Amélia  sorriu fazendo um leve cumprimento assim que parei o carro em frente a uma pequena casa cor de rosa no bairro mais pobre de Nova Iorque.Fiquei curioso agora, quais as condições financeiras de minha secretária? Abri a boca para responder, mas ela pulou para fora do carro gritando um boa noite. A observei correr até o portão de grades e entrar apressada em casa. Fiquei um bom tempo olhando para a rua escura e estreita até sentir os olhos de Alana queimando em minha pele.— Que é? — a olhei de esguelha.Alana estava séria.Ler mais
Capítulo 6
Por um determinado tempo pensei em o que fazer e acabei decidindo ir atrás dela. Dante Lawrence  não corre atrás de mulher mas vou dar o braço torcer apenas hoje, mas só porque ela era uma boa secretária e não foi nada legal vê-la chorando.Tossi falso tentando parecer despreocupado e sai da sala sendo acompanhado pelos olhares curiosos e surpresos dos meus funcionários." E lá se foi mais um secretária "" Ele é um destruidor de corações "" Tadinha da garota ela era tão gentil. "" Eu disse que aquela sonsa não ficari
Ler mais
Capítulo 7
Seus lábios colados nos meus duram frações de segundos e tão rápido como se aproximou Amélia se afastou levando as mãos a boca, vi sua expressão se contorcer e fechei os olhos quando ela se abaixou vomitando no carpete do carro.Oh não.Acho que já tive noites melhores.— Ai meu estômago. — ela resmungou limpando a boca com as costas da mão e caiu para o lado apagando.Que ótimo.Liguei o carro e comecei a dirigir com o orgulho ferido, meu beijo foi tão ruim que ela vomitou depois, que ótima impressão eu deixei.Ler mais
Capítulo 8
Forcei uma tosse pela milésima vez tentando inútilmente parar de ser ignorado, mas estava sendo difícil já que Amélia  e Alana haviam se esquecido de mim ou estavam me ignorando de propósito.Fazer o almoço estava mais interessante do que desfrutar da minha maravilhosa companhia, nem acredito que aquela irritante expulsou minha empregada e agora estava tomando conta da minha cozinha fingindo que eu nem existia.Fechei a cara me escorando na porta, pelo visto eu estava sobrando e eu odeio sobrar.— Agora é só colocar o tempero. — Nossa eu nunca vi um peixe tão dourado, olha como o cheiro está
Ler mais
Capítulo 9
Eu estava certo de que quebraria todos os dentes daquele paspalho e depois enfiaria sua cabeça dentro do aquário ao lado, até ele morrer afogado. Ou tacaria fogo em seu corpo e depois jogaria o resto na privada e daria descarga, afinal lugar de merda é no vaso sanitário. Mas Amélia  queria estragar meus planos protegendo aquele covarde de merda. — Senhor Lawrence  por favor. — ela entrou na minha frente afobada. — Dante. — corrigi de mau humor. Ele fazia questão de ser formal até mesmo fora do trabalho. — Dante, não vamos criar problemas, tudo bem? —
Ler mais
Capítulo 10
Não sei se era porque eu estava zonzo por conta da bebida ou foi um tapa na cara mesmo, mas eu vi estrelinhas e voltei pra terra em questão de segundos.Minha querida secretária me empurrou para longe encarando-me de uma maneira nada amistosa. Quando foi que o anjo virou uma diaba?Dane-se ela ficava sexy assim.— Você está bêbado e não pode sair beijando as pessoas assim. — apontou o dedo na minha cara.Ela estava ofegante e vermelha, só não sei se era de raiva ou vergonha mas ficava linda assim. Minha vontade de agarrá-la e levá-la para o quarto era imensa.<
Ler mais