Cadeiras da vida

Cadeiras da vidaPT

Jê Agne  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
91Capítulos
642leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Uma garota cheia de sonhos, criada com muito amor por seus pais adotivos. Vive seus dramas em busca da verdadeira felicidade e encontrar seu grande amor. Enfrentando as dificuldades sem se deixar abater, sua vida cheia de altos e baixos mostra que nem tudo é para sempre.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
91 chapters
Biografia
 Copyright © 2021 por Jê AgneTítulo original: Cadeiras da vidaRevisão: Shainnee e MSL Jerusa Agne mais conhecida como Jê Agne, nascida e criada em um bairro pobre de Porto Alegre, em meio a tantas adversidades começou a escrever para tentar superar uma crise de síndrome do pânico, começou a pegar gosto pela escrita e surge a primeira obra publicada em 1º de novembro de 2018. Amante de séries, filmes e literatura, divide o seu tempo entre a família e o trabalho. Hoje Jê mora com sua família em uma pequena cidade de Santa Catarina, Taió, onde continua escrevendo.Jê diz que sua vida está no auge da juventude. Alegre, extrovertida, tem a música como companheira para escrever e se inspirar. Além de trazer em suas histórias um pouco de sua personalidade e vivência pessoal. Ler mais
Agradecimentos
Cadeiras da vidaDedico este exemplar para todos os amigos, revisores, parceiros e divulgadores que acreditaram e me apoiaram a realizar mais este sonho, em especial minha família, meu marido e minhas filhas que estão sempre ao meu lado me incentivando. Agradeço a minha filha, Shai, companheira de madrugadas, críticas e apoio.            Aos que em momento algum duvidaram do meu trabalho e se mantiveram firmes em todas as ocasiões, em cada conquista, em cada decepção, alegrias e tristezas.             Fica um forte carinho por tudo que cada pessoa fez e faz por mim, e minha sincera gratidão para todos que de uma forma ou de outra cruzaram meu caminho, tornando-o mais agradável nesta grande jornada chamada vida!   Este livro é merament
Ler mais
Apresentação - Capítulo I
Cadeiras da vida Para começar hoje descobri que consegui ser aprovada na Universidade com bolsa quase integral, o que me deixou muito feliz, pois meus pais trabalham duro para poder nos sustentar, eu ajudo trabalhando em uma cafeteria durante o dia, mais feliz ainda fiquei quando a dona me disse que pagaria o valor que faltava para fechar a bolsa, o que ela fez também com minha melhor amiga, Shay, que por sinal trabalha e estudará comigo, como se não bastasse morar na frente de casa... Acho que não me apresentei ainda, me chamo Hana Lee, tenho dezesseis anos e começarei a cursar tecnologia da informação, estou um pouco adiantada devido ao fato de passar mais estudando que qualquer outra coisa na minha vida... Ok, todos sempre me perguntam como uma ocidental tem nome e pais orientais, essa história nem eu sei direito, o que sei é o que eles contam, que fui deixada na porta da c
Ler mais
Capítulo II
Bom, preciso deixar claro que meu cabelo muda conforme meu humor... Mas ao natural ele é assim: Loiro, ondulado quase cacheado e um pouco abaixo do ombro... Às vezes com aplique, outras vezes liso, e ainda colorido, amo pintar meu cabelo, só que minha mãe não me deixa usar tinta, então a solução é maquiagem... Também não sou estilo menininha, gosto mais do estilho mulherão além da minha aparência, o meu estilo contribui muito para não demonstrar que tenho apenas dezesseis anos! Faço também o estilo, espera... Não sei como dizer, um pouco fora da terra às vezes.Estava no meu quarto estudando, hoje estou de folga. Sook entrou correndo.- Estou com fome, pode fazer o almoço? A mãe não deixou comida pronta...- Ela pediu para irmos almoçar com ela lá... Toma um banho e se arruma, podemos ir mais cedo
Ler mais
Capítulo III
Hoje é nosso primeiro dia de aula, combinamos de irmos discretas pelo menos no primeiro dia. Certo eu tentei ser o mais discreta que pude, mas com minha bolsa do Moos era meio difícil não ser avistada... Aliás meu material era todo deles... Sou assumidamente louca por eles e apaixonada pelo Wono, ainda irei conhecê-lo... Nossa nada a ver com o que estava eu falando! Enfim, tentei ser discreta. Ela também, diferente de mim ela ama outra banda, coisa que dá observar olhando para ela, sua paixão secreta pelo Di é bem guardada, ela consegue ser profissional quando eles entram aqui na cafeteria, não sei se eu visse o Wono eu conseguiria... Bom eu me controlo com o Chano, embora seja diferente a situação!Lembro quando entramos aqui, no primeiro dia de trabalho. A Sra. Jang nos orientou a não termos ataques quando eles entrassem... Então, como não ter um ataque, sou doida pelo Ka
Ler mais
Capítulo IV
- Oi mãe, aconteceu alguma coisa?- Filha, desculpa estar te ligando esta hora e na sua folga...- Não tem problema mãe, diz. Quer alguma coisa?- Preciso do meu passaporte, você pode me trazer?- Sim, já vou, e a Sook?- Deixa com seu pai, eu estou no aeroporto. Pega a moto. Coloca um casaco, está frio... Se cuida e não corre!- Tá, mãe. Beijo.Desliguei o telefone. Tomei um banho rápido, me arrumei bem, pois iria encontrar ele, sabia que estava junto, pois ela iria viajar só seria com eles, não teria outra explicação para querer o passaporte. Peguei o passaporte e coloquei na bolsa. Cheguei ao aeroporto e corri para o embarque, a avistei e prendi o grito.- MÃE!- Oi filha, desculpa meu amor. Sei que queria descansar hoje.- Não tem problema, eu trouxe o seu passaporte, e trouxe o meu também se q
Ler mais
Capítulo V
Mais um dia intenso, chegamos cedo ao trabalho e teremos três provas, parece que os professores acham que só existe ele no mundo... Me diga você, qual a necessidade de eles fazerem isso com os alunos? Não podem conversar e se programar, acham que todos nós somos ricos e não trabalhamos, avalie você que está de fora da situação, três provas, fica minha indignação por escrito, embora que isso não irá mudar, irei ter que fazer as tais provas mesmo...Chany chegou na cafeteria.- Bom dia meninas!- Bom dia, o que irão querer? – Questionou Shay.- Dois cafés e algo gostoso para comer! – Pediu Hyun.- Ah! Eu sei o que vocês irão gostar...Fui e peguei um doce... Com uma massa nova.- Hummm. Que delicia, quem fez? – Perguntou Chany.- A Sra. Jang...Eles sentaram e tomaram o caf&eacut
Ler mais
Capítulo VI
- Será que a prova de hoje será igual a de ontem?- Olha Shay, não sei, mas se for irá ser difícil eu te acompanhar... Pode pular cadeiras sozinha!- Nem pensar, combinamos de fazermos juntas! Se você não conseguir eu não faço... Olha quem veio oficializar o namoro...- Sério? O que ele veio fazer aqui!- Te ver, sua boba!- Isso eu sei, mas por que agora e sem me avisar? Ai que vergonha! Dá tempo de me enfiar embaixo do balcão? O que eu faço?- Aja naturalmente!- Igual o “Bob esponja e o Patrick” quando roubaram a bexiga? - Começamos a rir, agora eu me jogo no chão e começo a imitar um peixe.- Oi meninas! Hana, vim convidá-la para ir almoçar comigo. Trouxe para você. Perguntei para sua mãe sua cor preferida, só encontrei essas lilás.- Obrigada, são
Ler mais
Capítulo VII
- Oi mãe, cheguei... A Shay pode dormir aqui hoje?- Oi filha, chegou nem imaginei, achei que fossem duas gralhas entrando na rua, claro que ela pode. Chegaram cedo!Corri para rua e fiz sinal para Shay que ela poderia vir... Ah! Não contei que nós temos um gato, o nome é obvio... Não, não é Wono, é  Minyuk Lee. Continua no grupo, mas foi a Soso que colocou o nome do seu preferidinho no gato.- Mãe, o Miny estava na rua... Onde está a Sook? - Comecei a rir histericamente. – MÃEEEEE! A Sook cortou os pelos do gato!- Não acredito! SOOK, VEM AQUI A-GO-RA!- Não fui eu mãe! Eu juro que não fui eu... Foi essa louca aí, só pode!- Você está de castigo, não sairá com sua irmã amanhã!- Mãe! E eu? Poxa ela faz as coisas erradas e eu pago?- Você vai, j&a
Ler mais
Capítulo VIII
- Olha aqui suas preguiçosas a mãe mandou chamar para tomar café.- Obrigada Soso. Bom dia Shay!- Hum! Não...- Vamos a mãe chamou!- Tá vamos! Mas não durmo mais aqui...Levantamos arrumamos o quarto e fomos tomar café, ficamos estudando o dia todo até a Shay ir se arrumar para sair, eu já levantei pronta... Sempre pronta! Durmo e acordo maquiada. Fiquei estudando até ele chegar. Minha mãe o recebeu e eu não vi quando ele chegou estava de fone. Ele ficou com meu pai na sala enquanto minha mãe veio me chamar.- Oi tia Nari!- Entra filho! O Tio Iseul está na sala, espera lá com ele... Vou chamar a Hana. Volta Sook, está de castigo, para o quarto agora... Hana, ele chegou!- Sozinho, mãe? - Ela acenou que sim, eu esperava que Chano estivesse junto. – Já estou indo!- Oi... Vamos?
Ler mais