O MAGNATA (CONCLUÍDO)

O MAGNATA (CONCLUÍDO) PT

Ester  Completo
goodnovel12goodnovel
9.9
Reseñas insuficientes
43Capítulos
17.5Kleídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Bruna perdeu sua mãe quando ainda era uma criança, mas a saudade e a tristeza a acompanham até os dias atuais, ela leva uma vida difícil ao lado de sua " nova família" e do seu namorado, um homem que não a valoriza e não a ama, ela é umama garota que apesar de todas as amarguras "luta" diariamente para alcançar todas suas metas... Cristiano Almeida Júnior é um empresário milionário que fez o seu império ainda muito jovem, um homem rude e frio, sua vida é baseada em normas insuportáveis e regras sem bases, relacionamentos e sentimentos pra ele é uma coisa totalmente desnecessária e sua fama faz com que todos em sua volta tenham medo... Duas pessoas totalmente diferente podem mudar seus hábitos e se entregar por amor?

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
43 chapters
CAPÍTULO 1
Ouço uma músiquinha bem irritante soando no fundo do meu subconsciente e tudo em mim pede pra aquele maldito som cessar.Aqui está tão bom, minha cama está quentinha e gostosa e eu já estou pra lá do décimo sono.E eu aposto tudo que tenho que estou até babando, mas como tudo é bom realmente dura pouco um som alto e estrondoso me fez quase cair da cama.E agora cá estou eu, sentada na cama sem fazer a mínima noção do que está acontecendo e em que planeta eu estou.Alguém continua batendo na porta como se não ouvesse amanhã.Bocejei passando as mãos por meu rosto e fechei os olhos sentindo aquela soninho gostoso novamente.- BRUNA!- a voz de Raquel fez com que eu caísse da cama.Minha "amada" madrasta realmente sabe como acordar alguém.Me levantei da cama com uma certa dificuldade e caminhei até a porta.Passei a mão por m
Leer más
CAPÍTULO 2
Cristiano.Meu corpo se chacoalha com o balançar do avião me fazendo acordar, abri os olhos e minha primeira visão foi minha secretária sentada dê frente pra mim de pernas cruzadas e com um computador nas mãos.Dou um suspiro leve e desvio meu olhar pra janela do avião.Os últimos dias foram extremamente cansativos pra mim, sempre quando uma nova filial é aberta minha cabeça se enche de problemas, nos últimos dias uma foi aberta em Miami.Quando eu tinha vinte e dois anos e tinha acabado de me formar em economia não fazia ideia do que isso se tornaria e hoje com trinta e dois tenho umas das empresas mais lucrativas do Brasil, se não do mundo.Nunca imaginei que chegaria aonde cheguei e tão cedo.Com vinte e oito anos já era um CEO e hoje já sou um dos homens mais ricos do meu país.Pra chegar aonde cheguei não foi tão fácil, muitas noite
Leer más
CAPÍTULO 3
 Uma semana. Uma semana trabalhando nessa casa e eu descobri que não existe alguém mais ignorante que o meu patrão. O homem é igual a uma geladeira.Não diz "bom dia", "obrigado".Tudo é ordens e mais ordens. E fora regras insuportáveis que ele tem. Aonde já se viu colocar regras de como arrumar a casa?- isso tem que ficar de tal jeito!- o imito enquanto limpo seu escritório.O que o homem tem de bonito, tem de chato, insuportável e mandão.Término de limpar e organizar seu escritório e saio do mesmo fechando a porta.Passo por aquele espelho gigante do corredor e me observo. Essa merda de uniforme ficou muito pequeno e apertado, minha bunda fica completamente marcada e minhas pernas a mostra.Reviro os olhos incomodada com aquilo, mas
Leer más
CAPÍTULO 4
Cristiano.Chego em casa depois de correr três km.Sábado e domingo são os únicos dias que não trabalho, então acabo sempre fazendo algo que eu gosto.E correr é uma dessas coisas.Tiro minha blusa e deixo no sofá.Meu corpo está completamente suado.Corro até a área externa da minha casa e pulo na piscina.Eu moro aqui a quase três anos, só entrei nessa piscina cinco vezes.Nado por uns dez minutos e saio novamente da piscina.Tiro minha bermuda e me seco.Entro em casa com a toalha amarrada na cintura.Paro ao ver minha empregada limpando os armários superiores.Quem deixa essa mulher trabalhar desse jeito?Puta que pariu.Alguém só pode estar querendo me tirar do sério.As pernas
Leer más
CAPÍTULO 5
Bruna Domingo é o meu dia favorito da semana.Sei que a segunda vem logo depois, mas é o único dia que eu posso de fato descansar.Ficar até tarde na cama é um verdadeiro luxo pra mim.O despertador toca pela milésima vez.Pego meu celular e sorrio ao ver que já passa das dez da manhã.Sento na cama e passo as mãos por meus cabelos.Me levanto e caminho até o espelho.Balanço a cabeça ao me ver.Eu estou um trapo.Visto uma roupa simples e faço minha higiene diária.Pego meu celular e saio do quarto.- bom dia!- digo ao passar pelo meu pai.Ele para de ler o jornal e me encara.- finalmente saiu da cama!- ele diz.Suspiro e vou até a geladeira.Pego um pouco de iogurte e um pote de biscoitos e vo
Leer más
CAPÍTULO 6
Cristiano.Encaro toda aquela papelada em minha frente.Parece que a cada um relatório que analiso, mais dez aparecem.Eu gosto de averiguar cada relatório da empresa.Óbvio que os menos importantes eu peço para o alguém analisar.Mas aqueles que eu sei que podem gerar algum problema pra empresa eu sempre analiso.Encaro meu relógio em meu pulso e vejo que não dará tempo de ir para a reunião a noite.Pego meu telefone e me levanto.- alô?- Silvia, atende no primeiro toque.- desmarque aquele jantar com os acionistas!- digo diretamente.Ouço ela falar alguma coisa baixinho.- oque?- pergunto.Ela se engasga com as palavras.- é que o senhor está adianto esse jantar a meses!-
Leer más
CAPÍTULO 7
Algumas semanas depois...Hoje finalmente é sexta.Cristiano me deu o fim de semana de folga, então eu tentarei descansar ao máximo.Até marquei de fazer alguns programas com a luiza.Tentarei evitar ao máximo minha "família".Eu realmente amo meu pai, ele é minha única família, mas não quero ter que sacrificar minha felicidade pra estar com ele.A máquina faz um barulho me tirando dos meus pensamentos.Vejo que a roupa já está limpa.Coloco tudo no cesto e estando a roupa.Entro na cozinha e finalizo a janta.Olho no relógio e vejo que já passa das cinco da tarde.Como tudo já está pronto eu fui me trocar.Vesti um vestido jeans e coloquei minha velha sandália.Dei um jeito no meu cabelo e passei um pouco de maquiagem.Leer más
CAPÍTULO 8
Estou dormindo um sono tão gostoso.É como se eu tivesse nas nuvens.Meu corpo flutuando sobre a cama.Minha alma está leve.Me sinto tão bem.Mas um barulho alto me faz acordar.Sento na cama assustada.Luiza me encara fazendo uma expressão engraçada.- foi mal, não queria te acordar!- ela diz.Balanço a cabeça e coço os olhos.- tudo bem...- digo bocejando.Respiro fundo e espreguiço.Olho para o relógio ao meu lado e me assusto ao ver que já passa do meio dia.Arregalo os olhos e a encaro.- nossa, já é isso tudo?- pergunto.Ela da risada e afirma com a cabeça.- você estava em um sono muito pesado, decidi não te acordar!- ela diz passando por mim.Leer más
CAPÍTULO 9
Cristiano.Encaro a tela do computador sem ao menos poder pensar.Como aquela "garotinha" teve a audácia de me deixar daquele jeito?A impertinente simplesmente saiu do carro e me deixou lá, todo duro.Tive que me segurar pra não pirar.A garota me provocou e depois me deixou igual a adolescênte idiota.Tive que resolver meus problemas na mão, literalmente.Na hora que eu a vi saindo do carro fiquei tão puto.Óbvio que eu nunca a obrigaria a ir pra cama comigo, mas eu já estava empolgado e ela me deixa lá, do nada.A mulher me provoca e depois sai sem mais nem menos.- filha da puta!- digo irritado.Minha vontade foi de coloca-la na rua no primeiro momento, mas ela é uma ótima profissional e sei que ela pre
Leer más
CAPÍTULO 10
Algumas semanas depois...Domingo é sempre o melhor dia da semana pra mim.Eu gosto de trabalhar, mas meu descanso é muito necessário.Agora morando com a luiza eu me sinto tão bem.Eu era tão "abusada" e não enxergava.Hoje em dia me sinto leve, não preciso ficar me matando apenas pra ter o amor das pessoas.Saio do quarto e encontro luiza jogada no sofá.A encaro.- oque você está fazendo?- pergunto.Ela desvia o olhar da televisão e me encara.- assistindo filme!- ela diz.Cerro os olhos e me encosto na porta.- qual?- pergunto.Ela respira fundo.- a culpa é das estrelas!- ela diz.Dou uma risadinha.Nos já assistimos esse filme um milhão de vezes, mas sempre nos acabamos em lágrima
Leer más