Dose dupla de amor.

Dose dupla de amor.PT

San Athayde  Completo
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
63Capítulos
901leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

É possível amar duas pessoas ao mesmo tempo? Há quem diga que sim e há quem diga que não... mas não sabemos ao certo se esse sentimento por duas pessoas é amor... pode ser uma pequena paixão, pode ser uma pequena atração, mas... e amor? É possível? - Para ter duas paixões não tem jeito, só tendo dois corações em meu peito... - Eu sei que hoje estou dividida, mas quem sabe um dia talvez decidida... "Dose dupla de amor" Vem aí uma história cheia de emoções, onde os corações ficarão completamente dividos.

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
63 chapters
Capítulo 1
Manhã de domingo - NênalyNaquela manhã, o dia amanheceu nublado e frio… eu não estava nem um pouco a fim de levantar da cama e além do mais não dormi a noite inteira, mas eu não podia continuar em meu quarto remoendo essa tristeza dentro de mim.Eu estava muito mal, pois o meu relacionamento de 1 ano havia terminado, e eu está a pensando, o que fiz de errado? Porque ele me traiu? Porque fez isso comigo que nunca dei motivos? Eu me senti a pior pessoa do mundo, sendo trocada, sendo enganada e iludida… Meu coração estava em pedaços, eu só queria chorar e chorar, de raiva e de tristeza.– Querida! Diz minha mãe batendo a porta do meu quarto.– Sim mãe… respondo.– O café já está servido, desça… disse ela.– Já estou indo… eu digo me levantando.

Leer más

Capítulo 2
RicardoNaquela tarde eu não sei o que aconteceu comigo, mas quando sai pra surfar não imaginava que iria encontrar alguém que me chamasse tanto a atenção, que no instante em que vi eu senti que precisava chegar perto e ver o que eu poderia fazer… e foi o que eu fiz… e quando a conheci, quando a vi, mesmo que com o olhar triste e confuso, com lágrimas no rosto, com tristeza no coração eu não pude deixar de enxergar sua beleza, seu ar de menina inocente, com aqueles olhos enormes que me olhavam com curiosidade, querendo saber da onde surgiu esse cara que nunca vi na vida, querendo puxar assunto comigo, me dizendo que sabe o que  estou passando? E acho que eu sabia mesmo, com certeza alguém que não a merecia a magoou e muito… fiquei muito feliz quando não fui ignorado por ela e quando ela começou a falar comigo mesmo sem saber quem eu era ou o que eu estava fazendo ali, sinal de que ela percebeu que eu n
Leer más
Capítulo 3
Dias depois… Manhã de sábado - NênalyA semana passou depressa, até mais depressa do que eu esperava.Até que eu fui forte, eu consegui ver novamente o Fernando na faculdade e não chorar… claro que, ainda doía, pois eu ainda gosto dele, mas eu consegui me segurar.Eu tinha que superar isso, ele estava tão bem, parecia que não havia acontecido nada, só eu é que estava mal, só eu é que estou sofrendo, com certeza ele está esperando que eu vá até ele e peça pra conversarmos e resolvermos as coisas, mas eu não farei isso, eu não vou me rebaixar, ele errou comigo e eu não sou a culpada por isso.Enfim… não quero mais falar sobre ele, eu quero esquecê-lo, eu quero pensar somente em mim e no meu futuro agora, não quero mais sofrer por ninguém.Por outro lado eu estava feliz, pois eu iria encontrar o Cadu hoje, o
Leer más
Capítulo 4
NênalyFoi uma noite perfeita!Eu não havia me divertido tanto assim faz tempo… Nós fomos em todos os brinquedos possíveis do parque, jogamos em alguns e até ganhamos um ursinho, Cadu era bom nesses jogos e conseguimos ganhar um ursinho, que ele me deu, como lembrança do dia legal que tivemos.Foi tão legal, depois de nos divertimos muito fomos comer algo, e comemos como se não houvesse amanhã, comemos muito! Nossa, o Cadu era tão legal, tão divertido, eu me senti tão bem com ele, ele me fez rir o tempo todo, definitivamente eu amei essa noite… mas já estava tarde e estava na hora de voltar pra casa.Voltamos ao estacionamento e pegamos sua moto para irmos embora… passei o meu endereço pra ele e fomos.Chegando ao meu condomínio ele estacionou e descemos da moto tirando os capacetes.– Foi incrível Cadu… obrigada! Eu disse.– Que nada… eu
Leer más
Capítulo 5
RicardoTomei um banho bem rápido e me arrumei, depois sai feito um furacão, não via a hora de ver a minha Nena, pelo jeito eu estava mesmo me apaixonando por ela, porque nunca senti nada igual, nunca senti toda essa aflição, essa vontade de estar perto, de saber tudo sobre a pessoa, nem com a Babi foi assim, é totalmente diferente do que eu já senti por uma garota… Mas, por enquanto, eu sei que isso tem que ficar guardado só pra mim.Peguei minha moto e fui em direção a sua casa… chegando no condomínio eu pedi que me anunciasse e o porteiro liberou minha entrada, perguntei a ele o número da casa e ele me disse e logo eu estava lá, estacionei a moto em frente e desci indo até a campainha… toquei e fiquei esperando.– Oi… disse uma senhora, que deveria ser a mãe da Nena, ela estava sorrindo e me olhou de cima a baixo, eu fiquei até sem graça.– Oi… eu disse sem jeito… eu sou Cadu, vim ver a Nen
Leer más
Capítulo 6
Não demorou muito e eu cheguei a festa… entrei e o pessoal da faculdade estava lá… logo que cheguei Júnior que estava no bar de sua casa veio até mim.– Enfim mano… disse ele me cumprimentando.– Lembrando que só vim por chantagem… eu já ia dormir, estava casado… eu disse.– Me fala dessa garota, quem é ela? Onde a conheceu? Por ter prendido a sua atenção deve ser uma gata e tanto.– Ah, depois eu te falo sobre isso… eu disse… tenho uma bomba pra te falar antes.– Vamos beber alguma coisa, mas vai falando… disse ele e fomos até o bar.– Henrique, ele está voltando, chega amanhã… eu disse pegando uma bebida.– Que? Sério mesmo? O que deu nele?– Não faço idéia… com certeza ele está vindo por algo da empresa, não porque está com saudades.– Odeio concorda, mas é verdade… disse ele.– Já vi que essas férias não serão n
Leer más
Capítulo 7
Noite de Segunda-Feira - Ricardo.Depois do dia longo de trabalho e faculdade eu cheguei em casa morto, mas também ansioso, porque será que Henrique voltou, o que ele pretendia com essa volta? Saudades ele não estava sentindo, tenho certeza, mas eu iria dizer isso perto da minha mãe, ela está tão feliz, mas eu sei que não é por isso.Minha mãe estava na cozinha fazendo o jantar, então fui pro meu quarto e tomei um banho, me vesti e deitei um pouco pra descansar antes que o Henrique chegasse.Peguei meu celular e fiquei olhando as mensagens e ligações… senti a enorme vontade de ligar pra Nena, pra contar sobre a volta do meu irmão e claro, saber como ela estava, se estava melhor, como foi o seu dia… mas será que devo ligar? Bom… porque não né? Disquei seu número e esperei.– Oi Cadu… disse ela atendendo.– Oi Nena… eu disse… como está? Melhor?Leer más
Capítulo 8
Ficamos caminhando pela praia e conversando, e na maioria do tempo eu fiquei pensando no que Helô havia me falado… se eu parasse um pouquinho e olhasse diferente pro Cadu, eu veria o quanto ele era lindo, o quanto ele chamava a atenção de qualquer garota por onde ele passava, e eu percebi isso hoje, ele era sim um cara perfeito, que qualquer menina gostaria de ter… será que depois do que ela me falou, eu consigo não pensar dessa forma? Não sei… me despertou o interesse, mas mesmo assim eu tenho medo de me magoar de novo.– O que foi Nena? Você parece distante… disse ele.– Hã? Eu? Não, eu tava pensando uma bobagem aqui, nada de mais… eu disse envergonhada.– Sabe Nena… eu acho que você ainda não me disse porque estava mal naquele dia na praia… disse ele e eu fiquei em silêncio… – Por acaso foi um relacionamento que não deu certo? Perguntou ele e eu arregalei os olhos pensando, como ele sabia?– É… foi isso… eu
Leer más
Capítulo 9
Manhã de sábado - RicardoA noite ontem não podia ter sido melhor… o que eu mais queria aconteceu, Nena e eu ficamos, eu finalmente disse a ela tudo que eu tava sentindo, a princípio ela ficou medo, mas no fim acabou cedendo e me beijou, claro que não neguei, era o que eu queria, agora eu não sei o que vai acontecer, porque não falamos nada ontem a noite, apenas ficamos aproveitando o momento… sei que ela está insegura e com medo, pelo que aconteceu, e falando nisso, eu não podia acreditar que o Fernando havia feito aquilo com ela, logo ele que me parecia um cara bacana, realmente não conhecemos as pessoas, as aparências enganam… vai ser difícil ela confiar em alguém assim rapidamente, mas com o tempo isso vai passar, e em mim ela pode confiar eu jamais faria algo assim, ainda mais com ela que é uma menina maravilhosa.– Filho! Diz minha mãe batendo a porta.
Leer más
Capítulo 10
As lágrimas já brotavam em meu olhos, eu não conseguia parar de olhar aquilo… Helô percebeu e também viu o que eu estava vendo…– Não posso acreditar… disse ela.Mas eu não consegui dizer nada, apenas me levantei e saí dali correndo, eu não queria ver aquilo, era demais pra mim, eu me senti a pessoa mais idiota do mundo, a mais boba, a mais tonta, como eu pude acreditar no que ele me disse? Aquele papinho de anjo e tudo mais… eu sou um ingênua isso sim, muito ingênua, muito idiota, eu estava com uma raiva imensa de mim mesma… a tristeza novamente tomou conta do meu coração, eu novamente fui passada pra trás… como eu deixei isso acontecer de novo?Helô me chamava, mas eu não dava ouvidos, eu saí dali e corri pela praia na direção oposta onde eles estavam… eu só queria sumir dali, não lembrar que vi aquilo.Eu estava chorando e de cabeça baixa, nem percebi que bati de frente com alguém que estava saindo do mar.<
Leer más