Filho do Desígnio

Filho do DesígnioPT

Diana Mendonça  Completo
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
51Capítulos
381leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Sinopsis

Mito

Eles se amaram intensamente. Mas, o destino prega peças que os próprios anjos desacreditam. Uma guerra iminente pelo horizonte pode fazer que Olivia trabalhe ao lado um demônio. E que Melahel volte para o céu. Mas, o que eles não sabiam, é que para salvar a todos, eles terão que se enfrentar. O amor pode mesmo superar qualquer coisa?

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
51 chapters
Parte Um - Capítulo Um
MelahelEu não precisava dormir, mas o cansaço e meu corpo pediam por isso mais do que nunca. Eu não entendia aquela necessidade de adormecer e relaxar meu corpo, transportando-o para um mundo que raramente eu entrava, que era o dos sonhos. Lexi repousava em meu peito, e meus olhos foram se fechando lentamente. Meu coração sentiu um aperto quando por fim dormi. O que você estava fazendo? Por que ainda está aí dormindo aos braços de uma mulher nojenta e velha que nunca será quem você ama de verdade? Por que magoou o único Demônio que queria o seu bem que era a Olivia? Meu subconsciente gritou para mim. Alguns flashes passaram por minha mente e mesmo inconsciente tremi com aquelas imagens. Primeiro era de Olivia adormecendo. Quando pela primeira vez havia visto aquela alma atormentada e tão bela. Sentia até mesmo sua respiração oscilar perto de mim enquanto eu sorria a vendo dormir. Logo depois a imagem mudou e era à noite em que dorm
Leer más
Capítulo Dois
                                                                                   OliviaOlhei para a aliança brilhante em meu dedo de novo. Ela brilhava inocentemente e meus olhos se encheram de lágrimas mais uma vez. Ele não merece suas lágrimas. Meu Demônio interior rugiu para mim. E com forças, passei as pontas do dedo pelos cantos dos olhos e limpei em minha camiseta preta. Tirei o anel de meu dedo e abri a gaveta de minha cômoda. Puxei várias roupas e a escondi enrolada em uma blusa bem no fundo da gaveta. Eu não queria nunca mais ver aquele anel na minha frente. Ele representava tudo que agora me fazia sofrer. Me sentei em minha cama e envolvi meus joelhos com os braços. Fazia uma semana que eu tinha descoberto a traição, q
Leer más
Capítulo Três
Olhei pela janela mais uma vez. E mais e mais carros adentravam a mansão de Lucian. Isso tudo é por que eu me tornaria seu braço direito? Você sabe que os jantares aqui são grandes bailes de gala na verdade, né?  A voz de Kendra soou em minha mente. Respirei fundo. Eu era tremendamente tímida e odiava festas. E agora isso. Bem, eu teria que encarar, afinal a festa era para mim. - Pronta? – a voz veio da porta. Me voltei para ela e Kendra sorria para mim. - Não sei. Tem tanta gente! – exclamei. - Olivia, você é linda e encantadora. Todos vão te adorar. E você tem que ser apresentada para nossos amigos. – Kendra me puxou pela mão e me levou para me ver no espelho enorme de meu closet. Vi meu reflexo e tentei puxar um sorriso. Meu cabelo estava preso em uma espécie de coque com as pontas cacheadas e soltas. Minha franja caia ondulada em volta de meu rosto e meus lábios vermelhos foram repuxados com meu sorriso. Minha maquiagem era delin
Leer más
Capítulo Quatro
Meus olhos se abriram e me espreguicei. Olhei ao redor e Heron não estava no quarto, porém na mesinha de cabeceira tinha uma bandeja de café de manhã e um bilhete. Envolvi o lençol ao meu redor e peguei o bilhete. Desculpe-me não estar com você agora. Tive um imprevisto e precisei sair. Mas, espero que goste do café da manhã. Você é linda.                                                                Heron B.Os. O sangue que está na taça é meu. Faça bom proveito, amor.Sorrindo, coloquei a bandeja na cama ao meu lado. Havia pães, queijo, bolachas, suco, leite e como ele tinha dito uma taça de sangue. Tomei um gole e o sangue ainda estava quente. Provavelmente ele saíra uma hora antes de eu acordar. Será que tinha acontecido algo?Eu esperava que não. Te
Leer más
Capítulo Cinco
                                                                 Handora- Está tudo pronto? – perguntou Lucian. Olhei para as malas ao meu redor. Minhas roupas do closet estavam todas abarrotadas dentro de cinco malas gigantes. Bem, acho que sim, tudo estava pronto. - Sim. – respondi. Ele assentiu. - Ótimo. Você ficará fora um mês e espero que tenha juízo. Rimmon cuidará muito bem de você. E espero que quando volte você seja ainda mais poderosa do que é. – ele sorriu. Foi a minha vez de assentir e não dizer nada. Não seria muito bom dizer às coisas que estavam entaladas em minha garganta. Sorri e peguei a mão de Heron ao meu lado e ele me puxou para si. - E Heron cuide dela. Você está indo para manter a segurança dela e seu bem estar. Esteja ciente disso. –
Leer más
Capítulo Seis
- Amor? Amor... – a voz de Heron soou ao longe. Meus pensamentos estavam confusos e vinham de um lugar muito distante. Asas e olhos azuis haviam ficado em meus sonhos a noite inteira e aquilo tinha me feito ficar em dor. Abri os olhos e Heron me olhava preocupado. Ah, caramba, será que já eram seis horas? Me levantei rapidamente e respirando fundo tentando organizar a desordem de meu cabelo. Heron ainda me encarava preocupado e aquilo me fez corar. O que estava errado? - O que foi? – perguntei. - Por que não me esperou ontem para comer? Cheguei e você dormia profundamente. Não quis te acordar, então apenas te cobri e fechei a porta. – ele disse. – Você dormiu bem?- Na verdade não. Estava confuso... Tinha asas e olhos profundos azuis que me perturbavam. Não sei direito o que era. – eu na verdade sabia que eu deveria ter sonhado com Melahel, mas não quis dizer isso. Sinceramente eu queria esquecer tudo.Heron me avaliou por um segund
Leer más
Capítulo Sete
                                                                                     MelahelMe sentei na pedra coberta de limo e olhei no horizonte. As árvores se espalhavam por todo o caminho à minha frente e a selva era calma e tranquila no fim da tarde. Os pássaros voavam por toda a floresta e cantavam felizes dando boas vindas para o pôr do Sol. Por que eu ainda não tinha percebido o quanto Lexi me controlava? Por Deus, eu sou apaixonado por essa mulher? Nunca! Ao acordar essa manhã percebi que nada mais estava igual. Eu não tinha mais atração por ela, o que de verdade nunca senti. Alguma coisa havia despertado em mim, e eu nem sabia o que era. Simplesmente tive nojo ao vê-la ali ao meu lado e com os braços sobre meu peito. <
Leer más
Capítulo Oito
Meus pés tocaram o gramado verde e límpido do Céu. Já fazia muito tempo desde que eu estive aqui pela última vez, e tinha que dizer que a última experiência não havia sido nenhum pouco bom. Só de lembrar os pelos de meus braços ficavam arrepiados. Eu nunca mais queria passar por aquilo novamente. E tudo estava exatamente do jeito que eu me lembrava. Os campos brilhavam com a luz forte do sol incandescente, a relva se agitava com a brisa leve que batia, e as árvores estavam imaculadas de tão lindas. Caminhei junto com Castiel até o grande Salão onde Deus me esperava. O frio tomava conta do meu estômago e eu ainda queria saber por que Ele tinha me perdoado. Depois de tudo aquilo que tinha acontecido, um perdão Dele não seria tão fácil assim. E isso me intrigava cada vez mais. Preferi ir a pé e admirar a paisagem. Poderia ser estranho que uma época, não muito tempo atrás, eu não queria voltar aqui e nunca mais ver o Céu. Mas, sobretudo, isto
Leer más
Capítulo Nove
                                                                                   Handora- Tenho a honra de lhe informar que você é a mais nova guerreira de todos os tempos. – Rimmon sorriu para mim e me dando um leve abraço. Estávamos reunidos na sala de refeições, eu e Heron, e mais cinquenta Demônios ainda em treinamento. Rimmon falava alto com atenção toda para mim, e fazendo-me chorar diante de todos. Apesar de os Demônios aqui, eu havia feito amizades com alguns e ganhado respeito de outros. Todos me cumprimentavam durante as refeições e no mês que tinha se passado, eu tinha me tornado a mais forte de todos. Superando treinamentos que normalmente eram de anos, em apenas semanas. E o que era mais impressionante é que eu tinha gostado
Leer más
Capítulo Dez
- E se Lucian souber disso? – perguntei para Heron, enquanto ele voltava o carro para a estrada. Heron olhou por pequenos segundos para mim. - Acho que ele não pode fazer muita coisa em relação a isso. Você já está se sacrificando por ele. O que ele mais pode pedir de você? Acho que mais nada. Além disso, o filho é meu. De um Demônio, que ele preza demais. – Heron disse. Minha cabeça estava tão cheia que uma leve dor de cabeça começou a se formar. Eu grávida? Ah, Senhor!E eu sabia que era verdade, por que eu sentia. A palpitação lenta e profunda do ser pequeno que eu carregava dentro de mim. Mas, isso não significa que eu conseguia pensar em mim como uma mãe. Eu havia acabado de me tornar adulta. Mal fizera dezoito anos e agora estou grávida? Eu só queria saber o que minha mãe faria se descobrisse isso. E, aliás, era nela que eu não pensava faz um bom tempo. Desde que deixara minha casa eu não havia mais sequer ligado para ela, e nem
Leer más