Coração Ferido - Série Corações Insensíveis: Livro 2

Coração Ferido - Série Corações Insensíveis: Livro 2PT

Taize Dantas  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
48Capítulos
1.5Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Nicolas era o que se pode considerar como um bom partido, jovem, solteiro e milionário, mas que era, acima de tudo, um homem tranquilo e que desejava encontrar um grande amor, casar e ter filhos. Laila era uma jovem humilde e batalhadora, mas muito temperamental, que sonhava em poder oferecer uma vida melhor a sua família. Eles se apaixonaram à primeira vista, mas o destino os afastou e eles passaram do amor ao desprezo. Será que o amor conseguirá prevalecer, mesmo com tanta mágoa entre eles? Venha se apaixonar por esse casal de atrapalhados, e se encantar com essa linda história de amor.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
48 chapters
*PARTE UM*
PrólogoLaila Nicolas havia andado poucos metros com o carro, quando eu pedi baixinho.- Você pode parar o carro, Nicolas?Era agora ou nunca. Eu iria aproveitar essa chance. Talvez não houvesse uma outra oportunidade como essa. Eu precisava tomar alguma atitude! O Nicolas tinha que perceber que existia alguém aqui bem pertinho dele que o amava muito. De verdade.Ele me olhou com estranheza, mas parou o carro ainda no estacionamento onde estávamos.- Aconteceu alguma coisa? – Ele perguntou.

Ler mais

Capítulo I
Nicolas  Dois anos antes    Minha reunião demorou mais que o esperado e acabei não podendo participar da última etapa do processo seletivo para a escolha da minha secretaria. Algo que eu realmente gostaria de ter feito, pois trabalhar diariamente com alguém, em um
Ler mais
Capítulo II
Laila    Estava praticamente correndo pelas calçadas da Avenida Paulista, em São Paulo, de tão rápido que estava andando devido a pressa. Para falar a verdade, só não corria realmente devido aos saltos que me impossibilitavam tal proeza. Eu estava quase atrasada para uma entrevista importantíssima. Não poderia perder essa oportunidade de jeito nenhum.Ler mais
Capítulo III
Laila- Está tão calada desde que voltou da entrevista na construtora. Não se saiu bem? - Perguntou minha irmã Larissa.Eu estava deitada em minha cama, no quarto que eu dividia com minha irmã mais nova, a Larissa, de dezessete ano, enquanto estava sentada em frente a sua mesa de computador, estudando para o Enem, como sempre, pois ela estava totalmente focada em passar para cursar alguma universidade pública. O sonho dela era cursar Direito.- Na verdade, acho que me saí muito bem.- Então por que está com essa cara tão desanimada?- Estou só pensando mesmo, ansiosa eu diria. - Não estava dizendo toda a verdade. É claro que eu estava ansiosa pelo resultado, mas ao mesmo tempo, o meu possível futuro chefe não saia dos meus pensamentos. Mas eu jamais diria a verdade a minha irmã. Eu não
Ler mais
Capítulo IV
Nicolas Hoje era o primeiro dia de trabalho da nova secretaria do meu irmão e eu estava me controlando ao máximo para não ir até sua sala com algum pretexto qualquer, quando na verdade o que eu queria era vê-la.Passei todos aqueles dias pensando na bela morena de olhos verdes que havia conseguido mexer comigo muito mais que qualquer outra mulher antes conseguira. E nós tínhamos apenas trocado algumas palavras.Poderia ter sido apenas uma ilusão da minha cabeça e quando eu a conhecesse melhor, esse encanto repentino passasse da mesma forma que começou. Eu preferi não arriscar e consegui para que ela não viesse trabalhar diretamente comigo. Não queria correr o risco de que a nossa convivência acabasse por me levar a cometer a loucura de me envolver com uma funcionária que trabalhasse diretamente para mim.Consegui m
Ler mais
Capítulo V
Laila    - O que você está achando do seu novo trabalho? – A Larissa perguntou, quando estávamos jantando aquela noite. - Estou amando. – Falei sorrindo. - Fico tão feliz por você. – Ela falou sorrindo também. - Você poderia arrumar um trabalho também, Larissa. Essa merreca que você ganha na padaria mal dá para pagar o seu cursinho. – Minha mãe falou, nos fazendo revirar os olhos juntas, parecia até combinado. Mas sempre era assim, mamãe falava esse tipo de coisa e a gente chegava a conversar uma com a outra apenas pelo olhar, pois apesar de ser totalmente sem noção, ela era nossa mãe e sempre a respeitamos. - O que o pai dela manda ajudaria bastante aqui em casa, mas você gasta tudo com roupas e festas, não é mesmo, Melinda? – A vovó falou, o que acabou gerando uma discussão entre as duas, algo bem normal de acontecer na nossa casa. A vovó sempre sustentou a mamãe e
Ler mais
Capítulo VI
Nicolas  Eu havia decidido terminar minha relação com a Natasha, mas estava sendo bem difícil, uma vez que eu não estava conseguindo falar com ela pessoalmente, desde que chegou ao Brasil, há três dias. Parecia até mesmo que ela estava fugindo de mim, algo que eu não conseguia compreender.Mas hoje à noite eu pretendia por fim aquilo de uma vez por todas e seguir o que meu coração pedia, desde que conheci a Laila.Cada dia mais, eu tinha certeza que não era apenas uma atração passageira o que eu estava sentindo por aquela garota. Ela não me saia da cabeça e eu pretendia começar, seja o qual for o envolvimento que nós viermos a ter, da forma corr
Ler mais
Capítulo VII
Nicolas   Depois de deixar a Laila em sua residência, fui para a minha casa, e apesar de a gente ter apenas conversado, para mim foi o suficiente, pelo menos por enquanto, e eu estava me sentindo bastante satisfeito com a noite. Depois de tomar uma ducha rápida, entrei em meu quarto e percebi que o celular estava tocando com uma chamada. Era a Natasha e atendi rapidamente. Fazia dias que tentava falar com ela e estava ficando frustrado já, com a forma como ela estava fugindo de mim nos últimos dias. - Onde você estava? Já te liguei mais de dez vezes! – Ela foi logo reclamando, o que me deixou ainda mais chateado com ela. - Boa noite, Natasha. Como você está? – Falei, não tomando conhecimento de sua atitude tão autoritária. - Estava bem, até o meu namorado desprezar a minha companhia para estar com suas funcionárias! Fiquei imediatamente em alerta ao ouvir suas palavras. C
Ler mais
Capítulo VIII
Nicolas Não me importei com o que diziam os sites de fofocas hoje, sobre o fato de eu estar acompanhando a Natasha em um evento. Eu havia terminado tudo com ela e ponto. Estava livre. Mas ainda assim, liguei algumas vezes para ela e tentei também enviar algumas mensagens, mas ao que tudo indicava, eu havia sido bloqueado. Melhor assim. Passei o dia todo tentado a ir até a sala do Henrique, apenas no intuito de ver a Laila. Mas estava tão cheio de coisas a resolver que preferi aguardar o final do expediente, pois pretendia ir deixa-la em casa novamente. Ou tentar, pois eu iria fazer a proposta, mas não podia ter certeza se ela iria aceitar, essa era a verdade. Estava pensando em como faria, afinal eu não poderia simplesmente chegar e oferecer uma carona, pois caso eu estivesse errado e ela não estivesse compartilhando do mesmo interesse que eu, ela poderia simplesmente considerar com assedio, quando a Helen entrou em meu escri
Ler mais
Capítulo IX
Laila Eu estava quase me beliscando para ter certeza de que era mesmo o Nicolas que estava indo me deixar em casa novamente, pois parecia surreal aquilo. - A Barbara falou que você e o meu irmão haviam saído juntos e que ele iria te deixar em casa. – O Nicolas falou, parecendo chateado com algo. – O que aconteceu que mudaram de ideia? Ele não quis esperar enquanto você ia apenas pegar o seu celular? - Ela falou isso? – Perguntei surpresa, estreitando os olhos. – O Henrique saiu há mais de uma hora atrás. Foi para uma reunião, a mesma para a qual ele precisava daqueles contratos assinados. - E por que ela diria algo que não é verdade? – Nicolas perguntou, com a expressão confusa.

Ler mais