PRISIONEIROS DO PARAÍSO

PRISIONEIROS DO PARAÍSO PT

sLunny  Em andamento
goodnovel18goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
18Capítulos
687leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Annie e Lucas, um casal que se apaixonaram perdidamente buscam uma maneira de permanecerem juntos onde as circunstâncias não são favoráveis. Com os seus amigos irão perceber que o paraíso não é o onde eles realmente queriam ficar se não estiverem juntos. Um Pai. Um Amor. Uma Regra. Uma Maldição. O que teriam que enfrentar para ficarem juntos, estariam preparados para viver o que tanto desejam?

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
18 chapters
SINOPSE
No princípio, tudo era luz. A vila, considerada um grande paraíso, vivia em perfeita harmonia sob as condições do então suposto pai e rei de todos os habitantes daquele lugar. Todos eram irmãos aos olhos do pai, até que um dia um casal se apaixonou perdidamente, e dessa paixão gerou se um fruto, no qual foi amaldiçoado junto com os seus pais. Sem pena e remorso, a punição deles foi uma das mais cruéis, uma maldição foi lançada e sempre que tentassem ficarem juntos morreriam de uma forma extremamente cruel, até, que desistissem da força que hoje chamamos de amor. Expulsos do paraíso para um lugar de maldade e trevas, esse casal lutaria pelo seu amor e sua sobrevivência até acharem um jeito de quebrar a maldição sem desistir do amor que tanto nutriam um pelo o outro, com a ajuda da bruxa da floresta e seus amigos, eles lutariam até o fim, não importa em quantas vidas tentem, uma hora eles viveriam o amor tranquilo Mas o que eles achavam que era impossível, aconteceu. A maldição foi q
Ler mais
PRÓLOGO
ANNIE Estávamos correndo desesperados e eu tinha certeza de que em breve nos achariam, era apenas questão de tempo. As dores do trabalho de parto haviam começado a pouco tempo, não sei o que irá acontecer com o nosso pequeno Gabriel, temo por ele, mas estou confiando que tudo ocorrerá bem e ele sobreviverá, eu farei qualquer coisa pela vida do meu filho. Mas a frente Lucas encontra uma caverna, ficaríamos lá até um tempo depois do parto do meu parto, teríamos que conseguir pelo menos um pouco mais de tempo, e caso tudo desse errado, todos nós estaríamos mortos. — Ficaremos aqui Annie, não é o lugar que sonhei para ficar com você e o pequeno Gabriel, mas quando isso tudo acabar eu te prometo que ficaremos bem. Um dia, eu e o João exploramos toda a floresta e
Ler mais
CAPÍTULO UM : FESTA DAS COLHEITAS (SHAVUOT)
AnnieA manhã começou agitada, pois hoje celebramos o shavuot¹ e a chegada dos nossos irmãos, que partiram para uma missão fora do paraíso. Estou a caminho das plantações para ajudar os mais novos no plantio e colheita, desde que me entendo por gente esse é o meu trabalho no meu lar e gosto bastante pois me sinto conectada com a terra e com a natureza.Existem outros com o mesmo trabalho que eu, pois o campo é grande e eu não daria conta se trabalhasse sozinha, minha irmã mary também trabalha no campo com o plantio e a colheita. Saio dos meus pensamentos e me aproximando do campo avistei duas crianças no qual eu fiquei responsável nesta manhã.— Olá Ana e — eu disse tentando disfarçar o cansaço. Não consigo dormir direito quando o assunt
Ler mais
CAPÍTULO DOIS: UMA AJUDA
LucasUm dia se passou desde que voltamos da última missão e que nos encontramos na festa das colheitas, hoje eu me reuniria com o João para dar ajuda no campo a mando do pai e provavelmente ela estaria lá junto com a Mary. Saindo do meu alojamento encontrei o João com uma cara de sono e tédio, conhecendo bem ele, eu sabia que ele preferia estar treinando. Logo em seguida, depois de nos encontrarmos, fomos direto para o campo esperar as meninas que não estavam nada atrasadas.— Quanta demora dessas meninas, achava que elas eram mais pontuais. — Falou enquanto batia o pé no chão.João já estava perdendo a paciência e com razão parecia até que estavam se preparando para um casamento, se não fosse proibido seria capaz que estivessem mesmo.
Ler mais
CAPÍTULO TRÊS: SENTIMENTOS
Mary Ter nos separado em dupla foi ótimo, ainda mais quando o João era a dupla, confesso que estou cometendo um grande pecado em ir contra as ordens do pai, mas não posso m****r no meu pequeno coração. E duvido que eu fosse a única. Hoje eu iria confessar os meus sentimentos, mesmo que não seja recíproco, mesmo que sendo proibido eu me arriscaria, mas no momento irei focar no nosso trabalho. — Parece que só ficamos com a Chris Mary — João disse sorridente quando estávamos nos aproximando. Significa menos trabalho. — Você é mesmo um preguiçoso não é?, então acabaremos antes do Lucas e da Annie. — Aparentemente sim. Em falar neles, os olhos de ambos brilham quando
Ler mais
CAPÍTULO QUATRO: EM VOLTA DA FOGUEIRA
Lucas Quando a Annie sugeriu chamar os outros até deu uma felicidade de todos nós nos reunirmos, até ouvir aquele nome. Daniel. Eu não tinha nada contra o Daniel, mas ver a forma que ele olhou para a Annie me deu um certo incômodo e desconforto, mas não irei me preocupar com isso, aliás, não tínhamos nada. Assim que chegamos ao refeitório tinha uma quantidade pequena de pessoas e como não teríamos mais nenhuma atividade, teríamos o restante da tarde e o anoitecer livre. — Então que horas iremos nos reunir em volta da fogueira? — Perguntei pois tinha a necessidade de ficar com ela por mais alguns minutos. — Pode ser assim que o sol baixar, Lucas, para não demorar
Ler mais
CAPÍTULO CINCO: A SURPRESA
ANNIE Se Passou três dias desde que estive com Lucas e o restante, nos víamos pouco por causa das apresentações que irá ocorrer em dois dias, estava indo com a Mary em direção ao refeitório quando o Daniel se junta a nós — Hey Daniel, como você está? Parece cansado. — Perguntei olhando seu semblante e suas grandes olheiras. — Os dias para nós estão corrido, nós que iremos buscar os novos integrantes, o treinamento está pesado. — Você também não para Daniel. — Mal estou vendo o João também e agora tem o Lucas. — Disse a Mary. Eu tinha quase a certeza que a Mary e o João eram companheiros, só pela forma que se olhavam e viviam juntos. No segundo dia o Lucas foi no
Ler mais
CAPÍTULO SEIS: ESCOLTA
Os dias se passaram rápido desde a fogueira, desde o dia em que estive com ela, desde o dia em que ela se tornou minha companheira. Eu tinha visto ela poucas vezes desde esse dia e estava focado mais na escolta que iria acontecer em poucos dias, claro que a visitei no seu dormitório, mas apenas isso. Eu estava procurando um lugar vazio no refeitório quando a joane me diz um e se senta comigo, eu sabia que suas intenções comigo ultrapassa as que eram impostas no paraíso, mas eu tinha alguém, apesar de tudo eu já tinha a minha companheira. — Você tem passado tempo demais treinando, guardião Lucas. Precisa se divertir mais quase não vejo você. — Falou Joane se aproximando mais. — Na verdade eu não fico só treinando. É verdade que nessa semana eu tenha ficado mais no campo de treinament
Ler mais
CAPÍTULO SETE: APRESENTAÇÃO
LaraEu estava com medo que o guardião Daniel não tivesse cuidado com o kaue, eu amava aquela criança e ele era o meu irmãozinho, mas o mesmo me prometeu que cuidaria dele e daria a vida para proteger.Aquele olhar me transmite paz que em poucas vezes senti, o mundo parou quando nossos olhares se encontraram, mas logo acabou quando outro guardião nos chamou a atenção, era a hora de partir.Eu estava com medo que algo acontecesse com o kaue, mas o guardião Lucas me tranquilizou.— Não se preocupe, Lara. O Daniel é um dos melhores guardiões, a criança chegará em boas condições.Ele falou me acalmando e deu um certo alívio e era tudo o q
Ler mais
CAPÍTULO OITO: LARA
DanielQuando o guardião Lucas me deu um caminho confesso que fiquei feliz. Conhecia o meu esforço e me considerava um guardião muito forte. Ao chegarmos no local onde a missão começaria a ser executada, reparei em uma moça com lindos cabelos cor de mel agarrada a uma criança. Quando foi dito que eu iria escoltar a criança a criança pude perceber que em seus olhos havia medo, ela realmente se importava com a criança.Quando estávamos todos prontos para partir a moça que se chama Lara se pronunciou desesperadamente .— Por favor, tome conta e proteja ele! Eu imploro! — Ela disse nervosa e com medo.— Eu prometo com minha vida que irei — Disse tentando tranquilizar a mesma, que me olhou alivi
Ler mais