Only Wolf - Alcateia

Only Wolf - AlcateiaPT

Lorenna Liwz  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
56Capítulos
797leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

O Romance proibido entre duas garotas destinadas à se odiarem pelo destino. Only Wolf em seu segundo livro, conta a história de O. Liz Bucker, filha de Olivia e Rebeca, em sua difícil jornada rumo à sua felicidade.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
56 chapters
Capitulo um
2016, Novembro :O dia estava caótico, pessoas indo e vindo pelas ruas. Andando para lá e para cá, cheias de sacolas nas mãos, tentando entrar nas lojas depressa, com pressa atrás das melhores promoções.O cheiro dos livros, tanto antigos quanto novos, sempre fizeram o coração de Megan Acaster bater um pouco mais forte. A Rowling Story nunca ficara tão lotada, quanto no final de Novembro, perto do Natal. As pessoas costumam presentear uns aos outros com um bom livro, de vez em quando.Megan estava próxima de fechar sua livraria, quando Natália entrou pela porta da frente, segurando dois copos brancos que continham capuccinos quentes e com uma bela e generosa quantidade de chantilly.
Ler mais
Capitulo dois
A volta de quem deveria ter partidoÉ noite, a noite do último dia de verão. Está fazendo calor, aproximadamente 34 graus. O tempo está seco e o barulho das festas nas praias de Miami ecoavam para dentro da mansão da família Bucker.A mansão nova a qual foi comprada para surportar uma família de cinco pessoas. 3 mães e duas filhas. Uma de 17 e a outra de 11. Olivia Bucker, já com seus 38 anos, andava preocupada com o rumo em que sua filha, Liz, estava tomando. Ela não era nada popular, não tinha amigos, nenhum interesse normal de adolescente.Passava horas e horas socada nos livros escolares, quase nunca saía de casa, a não ser, é claro, para ir à biblioteca. Olivia estava irritada com aquela situaç&at
Ler mais
Capitulo três
Não pare a sua vida por mim As sirenes tocavam alto, eram oito e meia da noite. E isso significava que era horário de visita aos detentos da prisão federal de Miami :- Megan Acaster! Se dirija até a sala de visitas. Tem alguém que veio te ver. - Disse Norman, o carcereiro.- Mas eu não...- Vá logo! Você tem apenas 15 minutos. - Exclamou ele.O uniforme cinza escuro não lhe caia bem, mas ainda sim, por onde ela passava, garotas assobiavam. Mandavam beijos. Tentavam passar a mão na bunda da ruiva. Mas só tentavam mesmo, pois sabiam que Megan não era alguém com quem queriam intriga. Sabiam que a moça já havia
Ler mais
Capitulo quatro
Seja bem-vindaPiercings, cabelos cor-de-rosa, um olhar sombrio. Daqueles tipos de que já vem escrito "Cai fora" em suas íris, combinados com um sorriso lindo e dentes perfeitos.Garotas assim são difíceis de se encontrar por aí. A maioria só quer chamar a atenção, conseguir inflar o próprio ego, pisando em outras pessoas apenas por diversão. Mas não Ana, Ana Anderson. Ela era assim por natureza. Preferia guardar seu lado doce para sí mesma.Sentia que não era bom se entregar logo de cara, ser simpática com quem não devesse ou merecesse. Empatia só era bom quando houvesse reciprocidade. RE-CI-PRO-CI-DA-DE. Ta aí uma palavra que ela sempre prezou. Mas nunca provou da mesma.

Ler mais

Capitulo cinco
Não fale sobre quem eu sou Nervoso, suador, confusão, medo, vontade, desejo, pernas bambas, delirio... Tudo isso passava pela a cabeça de Liz enquanto ela andava e olhava para trás, na direção de Ana. Seu coração estava disparado e Liz ofegava sem saber o porquê:- Olha por onde anda! - disse uma garota, após levar um empurrão involuntário de Liz.- M-Me desculpe! Eu.. Não vi você aí! - Respondeu Liz, arrumando os óculos.- Você está no corredor, tem que olhar para frente! - Disse a garota - Você é nova aqui? É uma caloura?- Sou!

Ler mais

Capitulo seis
Na calada da noiteNa calada da noite, um lobo com a pele negra e algumas mechas acinzentadas, caminhava dentre a floresta. Solitário. Seus olhos vermelhos e brilhantes vibrava ao se conectar com a lua. Com um uivo estrondoso ele saldava sua velha companheira tão esplendida aos céus.Um outro lobo, dessa vez branco, aparecia dentre as árvores e observa o lobo preto sentado a beira de uma montanha, uivando para a lua. Ele ao notar a presença do lobo branco, o olhava com doçura e fazia reverência para que ele soubesse que estava tudo bem.O lobo branco se aproximou se sentando, também, a beira da montanha. E em um piscar de olhos, o lobo preto o atacou. Ele devorava sua carne sem dó nem piedade.Seu olhos, a
Ler mais
Capitulo sete
GostosaCheiro de suor, vomito, desodorante barato e gel de cabelo. Andar de ônibus é ter que aguentar esse pacote de odores por exatamente quarenta minutos.O dia estava aparentemente lindo, com várias nuvens e um clima chuvoso. Na visão de Liz, esse era um dia perfeito. Porém, isso não inibia o fato de algumas pessoas parecerem não tomar banho à dias.E estar em um cubículo cheio de outras pessoas, fazia o cheiro de alastrar ainda mais. O único jeito era tentar prestar atenção nas ruas, pela janela:- Rum-Rum - picarriou uma pessoa - Com licença, esse lugar está vago? - Perguntou um rapaz, de pele bronzeada e lindos olhos azuis escuros.

Ler mais

Capitulo Oito
Dias iam se passando, como o vento passava dentre as palmeiras em Miami. E o destino, cada vez mais, ia fazendo com que encontros-não-planejados acontecesse entre Ana e Liz.Cada olhar profundo trocado, meias palavras e sorrisos de canto iam aproximando um sentimento mútuo entre as duas. Era uma incontrolável conexão existente entre dois seres que não conseguiam nem mesmo disfarçar.Estava na cara! Estampado para quem quisesse ver. Mas todos eles ignoravam, inclusive Liz.Naquela noite fria de sábado, a loura já tinha planos . O que não era nem um pouco normal. Mas não podia ignorar que desde que Kai apareceu. Sair começou a ser uma prática meio comum. Mesmo que fosse para ir à uma lanchonete na
Ler mais
Capitulo nove
Não olhe para trásApós a morte de Oliver Bucker, muito de seus patrimônios foram destruídos. Mas ainda havia um de seus escritórios em Miami, onde Olivia ia com frequência para conversar com Bryan. Mesmo que fosse através de um computador, os dois sempre acharam arriscado se comunicarem em aparelhos particulares.O escritório localizado na Flórida era em um prédio antigo, uma espécie de QG que só foi descoberto à alguns anos atrás pelo Agente Jayden Ross, quando vasculhava os assuntos do pai de Olivia e Bryan.Ainda era sete e meia da noite quando Olivia entrou dentro do prédio e subiu até o último andar - vigésimo sexto - ela apertou no elevador.

Ler mais

Capitulo Dez
A despedida de um heróiFlash's, vozes embargadas, visão turva e uma sensação estranha de hiperatividade.. Liz sentia todas essas coisas de uma só vez.Tentava controlar aquilo mas seus movimentos pareciam incontrolaveis. Não conseguia pensar em nada além de achar que, talvez, algo estivesse errado.Um apagão se fez e a garota loira desmaiou após horas de festa. Ela caiu em meio a várias palmeiras, poucos metros longe do mar. Um grupo de garotos viu aquela cena e foram ver o que tinha acontecido :- Olhem só aquela garota! - disse um rapaz, se aproximando do corpo de Liz ao chão. Outros três rapazes chegaram, rindo ao ver a menina.

Ler mais