Uma Secretária (Im) Perfeita

Uma Secretária (Im) PerfeitaPT

TThaise  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
44Capítulos
8.1Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Kalliope Jones é uma assistente administrativa, não é a profissão que ela gosta , mas, a mesma é forçada a assumir um cargo que tentou fugir anos atrás. Ela sabe que tem que fazer o impossível para se manter no cargo sabendo das dívidas que devem ser pagas. Só que o impossível agora tem o nome de Declan Campbell, um CEO dono de milhares de construções importantes de Nova York, e ele precisa de uma nova secretária, urgentemente. Kallie é teimosa, desastrada e gentil Declan é arrogante, taciturno e odeia conversas As indústrias Campbell não está preparada para eles dois.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
44 chapters
Capitulo 1 - Ainda pode piorar
– Merda! - Puxo com força a tranca da porta e resmungo um palavrão quando ela nem se mexe – Vamos lá, abre logo.Dou um último puxão e oscilo para trás, arfando com o movimento repentino, olho para minha mão e vejo o trinco de ferro na mão. Puta merda quebrei a porta do prédio. Olho para os lados e somente vejo o porteiro atrás do seu balcão muito mais interessado em seus vídeos de gatinho do que na inquilina que acabou de quebrar a porta da frente, me abaixo o suficiente para ver o estrago e vejo um pequeno cilindro no chão, pego-o e coloco no único lugar vazio que sobra.Junto os dois e enfio de novo na porta, um clique meio estranho soa e eu movo para baixo, a porta abre com um puxão, mas o trinco se solta da porta de novo, insiro na porta para que pareça que não está quebrado e deslizo para fora, suspirando aliviada. Me encolho d
Ler mais
Capitulo 2 - Problemas Novos e Velhos
Saio da sala entorpecida e me sento jogando o bloquinho e a caneta na mesa, os dados da planilha a minha frente é um emaranhado de números e letras, piscando os olhos lentamente levanto a cabeça e encontro o olhar de Tori do outro lado.- O que foi?- Fui colocada em outro cargo – eu respondo e ela arregala os olhos fascinada- Sério? Ai meu deus, você conseguiu – Ela se levanta e vem para o meu lado, ficando de costas para a sala de Colton – Você vai para onde? Contabilidade?- Secretária- O que?? - ela grita na sala e eu belisco o seu braço, recebendo uma careta de volta – Como assim? Você saiu de lá, porque voltaria?- Secretária de Campbell – eu falo e coloco a mão sobre a cabeça sentindo um leve latejar nas têmporas – Puta merda, o que eu faço?- Aí caramba, sinto muitoFranzo a testa com
Ler mais
Capitulo 3 - Van Gogh
- Você deve saber como é, já trabalhou com isso. O senhor Campbell tem muitos compromissos e precisa ter uma pessoa que possa ajuda-lo quando ele mais precisa, você irá atender ligações, organizar a sua agenda, seguir ele em alguma reuniões, e acima de tudo atender as expectativas dele no que ele pedir – Sônia continuava falando com a voz rápida enquanto eu ia anotando tudo em meu bloco, ou fingindo que estava anotando, porque eu meio que me perdi no começo da conversa – Ele ainda não disse quando chegará, mas deve ser logo, há algumas coisas que requer sua atenção imediata, sabe como é né?- ClaroMinha resposta nem é escutada por ela, porque ela passou por minha resposta seguindo com suas instruções longas e detalhadas, suspiro irritada enquanto continuo olhando para ela fingindo prestar atenção. S&o
Ler mais
Capitulo 4 - Chuva de....Açúcar?
A semana passou e o dito cujo não apareceu, nem sinal de fumaça, nenhuma sombra, nenhuma ligação e as reuniões acabaram se acumulando na minha mesa, e tenho que dizer que lidar com empresários chateados e idiotas foi o ápice da minha carreira administrativa.Mas sábado chegou, e trouxe o aniversário de Tori, junto com uma sombra do que parecia ser o sol depois de dias de chuva. Tori não é muito de comemorar, principalmente sabendo que está completando 30 anos, então combinamos simplesmente de nos encontrar no pub Cavendish depois do trabalho, junto com Jasper é claro.Claramente eu não poderia deixar que ela passasse o aniversário sem um pouco de doce, então encomendei um bolo pequeno com bastante confeite colorido, e combinei de buscar aos meio dia. E é por esse motivo que estou parada a dez minutos na faixa de pedestre esperando que o sinal fi
Ler mais
Capitulo 5 - Memórias
- Eu ainda não acredito que você chamou o carro dele de lataria – Tori fala e começa a rir de novo, o que é um pequeno problema para mim, porque toda vez que ela volta a esse assunto eu entorno mais um shot.... eu já estava no quinto.A memória dos carros freando e eu caindo de bunda no chão só faz uma pequena cosquinha na minha dignidade, agora o fato de xingar o meu chefe no meio do estacionamento meio que dá um belo murro me colocando no chão de novo.Mas caramba, eu não tenho culpa sabe? Foi sem querer, e ele tinha que ter noção disso. Aquele babaca...Droga, xinguei ele de novo.- Eu vou ser demitida mais rápido que eu pensei – eu resmungo por sobre o som do pub.- Não vai nada, vai mostrar serviço e pronto – Jasper apoia o braço em meus ombros e eu apoio minha cabeça em seu peito – Ele vai esquecer isso
Ler mais
Capitulo 6 - Isso não se configura xeretar
- Jones! – pulo cerca de dois centímetros na cadeira antes de me levantar e seguir em direção a sala de Campbell. Jesus, precisa gritar tão alto assim? Ele acha que eu sou surda? – Onde está a porcaria da pasta sobre os Brown?- Desculpe? – eu pergunto e me aproximo, mas dou um passo atrás quando vejo a carranca em seu rosto.- A pasta intitulada Brown, a indústria Têxtil- Sei que empresa está falando sr. Campbell. O que não sei é sobre a pasta, não a vi quando estava organizando- MerdaSuas mãos se movem abrindo e fechando gavetas e franzo a testa ao ver a bagunça começando a aparecer de novo em cima da mesa dele, mas volto o olhar para ele quando percebo que ele está resmungando de novo.- Pergunte a Sônia onde a secretária anterior deixou essa pasta, preciso das informações que est&a
Ler mais
Capitulo 7 - Aquele da máquina de café
Sabe aquelas máquinas potentes de café? Que basicamente faz tudo o que você pedir?Tipo, cappuccino, expresso, latte, macchiato, esse tipo de coisa. Café que mais parece uma refeição.Eu quebrei.É isso aí, eu quebrei uma máquina que com certeza custava muito dinheiro, e depois andei até a mesa dele e coloquei o café que consegui salvar antes que quebrasse.Provavelmente ele vai ficar sabendo uma hora ou outra, mas puta merda, buscar café toda vez que ele tem algum cliente é pura chateação.E eu sei que ele sabe o quanto eu odeio, o covarde.Porque quando a máquina chegou, Sônia estava na sala dele e pediu rapidamente um copo de café com aquela voz fina e alegre de sempre “Quero ser a primeira a estrear, pode trazer uma xicara para mim florzinha? Cappuccino por favor”.Eu tenho certeza que ro
Ler mais
Capitulo 8 - Uma quase aposta
- Eu vou matar você – eu rosno baixinho e Tori arregala os olhos fingindo inocência- Não é nada demais amiga, é só um experimento- Experimento? Você está maluca?Olho ao redor e vejo Sarah uma funcionária, nos observando curiosa enquanto diminui os passos pelo saguão. Estou esperando no térreo que Campbell chegue, mais uma reunião fora do escritório e dessa vez estou munida com informações mais que necessárias, só não esperava que Tori também tivesse informações nada desejáveis.- Olha, a gente vai e se diverte juntas. Mas estando acompanhadas de dois homens muito bonitos e simpáticos.- Você não sabe disso, lembra? Você acabou de concordar em um encontro as escuras Tori- Eu sei, mas a minha colega disse que são muito gentis e eu confio nela- N
Ler mais
Capitulo 9 - A Destruição tem sobrenome, e é o meu
Dizer que era uma péssima ideia viajar com o chefe irritante era dizer o mínimo, mas eu juro que somente pensei em coisas positivas, tipo, eu conheceria uma cidade nova, e entraria em um avião....Opa, ponto negativo.Viu? Nem pensamentos positivos servem mais. Coloco mais algumas camisas na mala pequena e averiguo de novo antes de fechar e a colocar em pé ao lado da cama, olho o relógio, nove horas da manhã, tenho uma hora antes que precise pegar um táxi.Entro no banheiro e tomo o banho mais relaxante que posso tomar, água gelada tende a fazer isso. Lavo os cabelos e depois o seco com o secador, criando pequenas ondas, faço uma maquiagem leve e passo brilho nos lábios, deixo o cabelo solto e coloco meu vestido preto justo, complementando com um sobretudo cinza.Calço as botas de salto alto e deslizo a mala de rodinhas pelo apartamento, mando uma mensagem de aviso a Jasper e ele
Ler mais
Capitulo 10 - Mudança de Clima
Tudo bem, ele não estava exagerando.Mas se bem que a culpa não foi minha, só que estávamos na hora errada e no lugar errado, isso se chama efeito borboleta......Eu acho.- Eu estou com um probleminha nas costas sabe como é, a idade finalmente chegou – o motorista continuou explicando quantos problemas tinha quando chegamos na frente do hotel, ele literalmente estava se desculpando por não nos ajudar a tirar a mala, e juro por deus que eu não via problema nenhum nisso, tenho duas mãos afinal, mas o fato dele continuar citando todos os lugares que doí estava me deixando cansada – Tem uma dor que vai do pescoço até o meio das costas e só doí quando eu vou dormir e....Saio do carro e dou risada da expressão atônita de Campbell, ele me segue e abre a porta do bagageiro enquanto ainda escuto as reclamações do velho senhor.- Essas
Ler mais