Diários de amor - Livro I

Diários de amor - Livro IPT

ANNA SOUSA  En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
12Capítulos
539leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Na éra onde os militares governavam não só a política e os interesses do estado, mas a todos. Censura por censura, tortura aos que o governo considerasse digno de sofrê-la. Clarice, filha do grande general Sporgihan, vê seu mundo desmoronando quando seu pai anuncia que escolhera o filho dum influente almirante como seu futuro noivo, homem na qual ela odeia com toda força. O que Nicolau não sabe, sua filha tem no coração um misterioso rapaz que conhecera de modo inesperado, alguém na qual ela jamais poderia ter... Afim de livrar-se de igual destino infeliz de suas irmãs, Clarice mesmo sabendo que seu amor era impossível, pois, riqueza vem primeiro que o sangue propõe um ousado e desafiante acordo a seu pai... Suas escolhas porém, resultam numa série de perseguições e problemas que jamais imaginara afinal nem mesmo o amor impedirá de no futuro sermos condenados. Atenção: Todos os personagens,incidentes e acontecimentos são fictício, porém baseados numa época real.

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
12 chapters
PRÓLOGO
  Era uma vez... Era uma vez um país onde as pessoas foram proibidas de pensar, falar e fazer o que acreditavam ser o certo. Era uma vez um país onde muitos foram presos, torturados e assassinados... sem misericórdia ou piedade do jovem ao mais velho... Era uma vez um mundo onde crianças e adolescentes foram judiados e privados da proteção de seus pais... Meninas vendidas em casamentos para homens maduros portadores de grandes riquezas tendo sua infância consumida pela sexualidade... Era uma vez... Uma história triste que ninguém gosta de ouvir, mas, precisa ser lembrada, contada e recontada para nunca se repetir.. . (Baseado no poema do Livro: Direito a memória e a verdade. Pág.10) ...................     Na déca
Leer más
O encontro 1
     "Dário de Clarice"       Querido diário, minha vida está numa euforia, tive de sair muito com mamãe e a madrinha, em busca do que faltava para a comemoração. Experimentar roupas, sapatos e penteados. O que penso sobre isso? maravilhoso, com certeza maravilhoso! Pois há tempos não saio de casa! E é raro ver mamãe interessada na minha vida….     "Três dias antes da festa"       Nestas idas ao centro da cidade algo me ocorreu. Estava andando com pensamento distante do outro lado da grande praça, de repente me esbarrei em um rapaz e o sujei com meu sorvete que acabara de comprar! Na verdade o derramei quase todo.— Oh! Eu sinto muito, de verdade! — Digo.— Sem problemas, acontece.— Não, deixe-me ajudar a lim
Leer más
A festa II
       Elisabeth e as filhas mais velhas recebiam e cumprimentavam os convidados. logo, Nicolau faz introdução a cerimônia, anuncia o nome da aniversariante e ela desce as escadas num vestido de cor champanhe, bordado com detalhes dourados, e algumas perolas,  modelo decote coração, a saia era semelhante pétalas de rosas e cobria seus joelhos... Um modelo inovador. Renda fina passava do tórax a seus braços prendendo nos dedos do meio, feito anéis nas mãos. os cabelos presos numa trança de raiz desde a lateral direita da cabeça terminando em um coque semelhante também a uma flor, todos olhavam para Clarice deslumbrados ou espantados! Não sabia dizer ao certo. Só queria ser invisível perante tanta gente. ..... Como esperado, papai diz  o primeiro discurso e todos aplaudem. Após começaram as valsas, para meu azar Christofer LeBlanc a pedido de meu pai foi quem iniciou dançando comigo. O motivo desse azar? P
Leer más
Sombras de tempestade III
   Diário de Clarice  Querido Diário, recentemente tive o prazer de conhecer um belo rapaz ou melhor, belíssimo! Charmoso e elegante.Definitivamente um sonho! Como mencionei páginas atrás, mas agora sei seu nome... Demitry. Não lhe parece perfeito o nome para um personagem de romance? E daí que é garçom em festas? Sendo sincera, ele parece mesmo vindo de um livro... Típico mocinho. Será que nos veremos novamente? Espero de coração que a resposta seja sim!!!! ...... A manhã seguinte parecia perfeita, Clarice não se recordava de já ter acordado tão feliz. "Nada, nem ninguém poderá estragar meu dia" disse para si mesma.                                     Sua mente à turbilhões, não deixara de pensar em Demitry e na maravilhosa conversa que tiveram no jardim, "fora tudo tão mágico!"  pensou, e
Leer más
Novamente você? IV
Diário de Demitry ...  Caro Diário, como havia mencionado páginas atrás, não me encanto facilmente com o sexo oposto, mas, algo naquela moça me tocou não sei se é normal! O modo a qual nos conhecemos, como conversamos, mas volta e meia percebo estar pensando nela, o que parece loucura, nem mesmo estou certo de seu nome, me disse ser Clara, aquela mulher no jardim a chamou por Clarice! Suponho que seja sua mãe, uma vez que fora a mesma senhora da praça. Quando a mulher  levou-a as pressas, achei melhor seguir meu rumo, afinal, estou farto de problemas...Já basta ter sido posto para fora daquele modo como um animal, um ladrão. Entretanto, se nos encontrarmos outra vez pelo "suposto acaso", me vejo na obrigação de buscar conhecê-la ...... Quatro semanas mais tarde...Demitry desperta atrasado se arrumando as pressas.— Mas que barulheira é essa? — Seu avô aparece na cozinha com um porrete nas mãos.<
Leer más
O Convite V
Diário de ClariceQuerido diário, preciso confessar que... Basta! Papai tem me evitado, mamãe está sabe Deus onde! Mas quer saber, Hoje definitivamente cansei! Isso mesmo!! Como dizem os mais velhos: Se a montanha não vai a Maomé, Maomé vai até a montanha, ou algo do tipo! Está na hora de mudança, que meu juízo não ouse me atrapalhar! Quetro semanas antesClarice, acorda cedo como de costume, se levanta, toma o desjejum, dirige-se para biblioteca da família, deslizando a mão por uma das variadas estantes de livros, não que houvesse muitos interessantes, vez que a maioria era considerado impróprio para uma jovem de família, segundo seu pai todos os que ali havia eram "Adequados", mas ela tinha seus truques.Pega o mesmo que lera no dia anterior, "A Cidade sitiada", de Clarice Lispector" O livro era simplesmente fascinante! Assim como a autora, cujo nome é igual ao seu, não que isso influenciasse em sua preferênc
Leer más
O acordo VI
Diário de Clarice.Querido diário, acho incrível a vida ser cheia de surpresas, como pode mudar drasticamente da noite para o dia. Ao futuro, sempre tive medo na mesma medida da minha esperança, afinal é assustador não saber o que irá acontecer no amanhã, mas prefiro me segurar na certeza da felicidade.  Ultimamente meu coração tem dito que algo sucederá em breve, não sei se será bom ou ruim, mas estou preparada para as mudanças que a vida me trará.  ...Alessander abre a porta.De tudo que poderia ocorrer naquele dia, certo era, Nicolau jamais havia imaginado aquela cena, por um momento pensou estar louco, todavia, não era o caso, sentira uma pontada no peito, uma pontada de stress, O que por Deus! Clarice fazia ali? — Mas, O que significa isso? — Diz colocando-se de pé, incrédulo.A menina adentra com postura refinada o olhando séria. Um olhar familiar. lembrava a seu pai nostalgicamente alguém muito qu
Leer más
Novamente você (Parte II) VII
 "Quatro semanas depois" Clarice estava verdadeiramente feliz naquela manhã, finalmente seu pai a permitiu voltar ao colégio. Fátima ajudou-lhe vestir o uniforme, enquanto Claudine preparava um café da manhã bastante reforçado e José conferia se estava tudo certo com o carro.Uma batida na porta. Fátima abre.— Senhora Elisabeth.— Minha filha?— Quase pronta, senhora.A mulher a encara com olhar gélido fazendo morrer o sorriso.— Saia... Por gentileza.A empregada se retira silenciosa.Ao avistar a mãe pelo reflexo do espelho de sua penteadeira, Clarice se coloca de pé sorridente.—  Mamãe!A mulher permanece numa expressão séria e vazia, mirando a filha de auto abaixo.A menina abandona o sorriso, intrigada.— Me pergunto como conseguiu convencer seu pai lhe ceder permissão de retornar ao colégio... Sobretudo... Fazê-lo recusar o convite de cortejo do co-Almirante LeBlanc.A menina vira-se de costas
Leer más
Faíscas de um alvorecer
— você? — ele diz. — Dessa vez não me esbarrei. — Culpado — Sorri. Clarice sente um tremendo formigar em seu estômago. Até que de repente alguém o arranca de cima dela. — Mas que.... Tarado? Demitry? O que raios estava fazendo em cima de minha irmã? — Agradeceria se me soltasse Alésser. Algum engraçadinho derrubou-me da bicicleta. Alésser o solta. Clarice os observava perplexa, ainda no chão. Demitry lhe estende a mão. — Peço que me perdoe senhorita Clara. Não tive a intenção de lastima-la. — imagina, não foi lástima alguma. — O olhava encantada. — Perdi alguma coisa? — Pergunta Alésser, olhando suspeitoso a ambos. — Não saberei lhe responder amigo, mas tenho de ir agora, estou atrasado. — Diz enquanto levanta sua bicicleta. — se demorar mais meu chefe me comerá vivo, foi bom revê-la, senhorita. — Digo o mesmo. Demitry vai embora com leve sorriso no rosto. — Gosto dele, um bom rap
Leer más
Colegial - Um principio de guerra
"Diario de Demitry" Caro diário, não nego a fúria que sinto ao ver tamanha injustiça no mundo, preciso aprender a controlar meu temperamento perante os males do dia a dia, só assim se torna possível sobreviver nessa corrente de víboras, mas escrever e pensar é muito mais fácil do que agir.... Tenho estado tão indignado com o que vejo que se quer tive tempo para pensar nela, mas quando o faço,  é estranho de explicar,  parece que todos os meus problemas somem, estou enlouquecendo? essa me parece a única resposta sensata, devo ter enlouquecido, não posso  me apaixonar por alguém que definitivamente não conheço... ...... Clarice, acabara de entrar no colégio, estava tão maravilhada com o que via, que não pensou em Demitry, embora tê-lo visto e sentir os lábios nos seus, melhorou e muito seu humor, na verdade a deixou deveras contente, em seu coração sentia que o veria outra vez. Por hora, focaria apenas n
Leer más