AMOR FEDERAL

AMOR FEDERALPT

Leoa Queen  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
52Capítulos
4.5Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Apesar das dificuldades que uma vida na cidade grande lhe trouxe, Ana jamais deixou de sorrir e acreditar que um dia viveria algo extraordinário. E foi com esse pensamento e um coração incrível que ao ser abordada por um desconhecido e sem memória ela o abrigou em sua casa caridosamente e a partir de então os dois se conectaram de uma maneira genuína. O que eles não sabiam era o que estava por trás desse passado sombrio e esquecido de Miguel. Inimigos poderosos que desejavam sua morte, e não iriam descansar até que assim conseguisse. Miguel, apesar do amor que sente por Ana, terá que repensar se vale a pena permanecer ao seu lado e arrasta-la para esse furacão que é sua vida, por causa de uma promessa que fez para si mesmo em ser leal e verdadeiro com aquilo que jurou quando se tornou um Delegado Federal. Porque as vezes o amor e a justiça precisam andar do mesmo lado.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
52 chapters
1
ANA MARIA Estava saindo do meu trabalho e seguindo para uma padaria ali próximo. Sempre faço esse mesmo trajeto. Trabalho numa loja de material de construção e artigos para obra a 8 meses, foi a avó da minha filha quem me arranjou. Desde que o seu filho mais velho sumiu sem se importar com a filha, ela me ajuda como pode, e não reclamo. Assim que meus pais souberam que estava grávida e que o pai não ia me ajudar fui enxotada da família, suei muito, passei noites de fome poupando o pouco que tinha para que minha filha pudesse comer e hoje depois de seis anos digamos que nos encontramos numa boa situação. Temos uma casa, é nossa, pequena e confortável e agora que estou trabalhando registrado minha situação mudou um pouco. _ Me vê dois pães e 200 gramas de presunto por favor. Peço ao atendente atrás do balcão, e logo em seguida vou para o caixa, não posso demorar pois daqui a pouco o transporte escolar passa para deixar minha Malú. Estava distraída guardando o troco na bolsa quando
Ler mais
2
Coloquei Maria Luiza no transporte que a leva para a escola onde fica o dia todo. É um alívio para mim, pois eu saio do trabalho e venho correndo para pegá-la, não preciso pagar ninguém por fora. Sai de casa tranquila para mais um dia de trabalho. Avisei a Miguel que ia trancar o portão, mas que ele ficasse sossegado. Não fiquei com medo de ser roubada, até porque a única coisa de valor da minha casa estava na escola naquele momento, o restante era bens materiais que assim como veio um dia também pode ir embora. Cheguei na loja de material de construção e encontrei os meninos do balcão. Tales e Felipe. Pessoas maravilhosas, e que faz do meu trabalho o melhor lugar do mundo. Eu fico no caixa, e o senhor e senhora Berna, donos da loja, fazem de tudo um pouco quando estão por aqui. _ E aí? Tales estava de rolo com uma menina, e os dois tinham muita história para nos contar. Tales: Nada. Ela acha que eu sou palhaço. Felipe: Se ela acha eu tenho certeza. _ Para Felipe, n
Ler mais
3
A minha rotina matinal era sempre a mesma. Só que agora tínhamos companhia. Miguel estava acordado antes mesmo de eu levantar, estava na cozinha passando o café. Quando eu entrei no quarto da Malú para pegar roupas para colocar na mochila a cama estava bem arrumada e os cobertores dobrados. Fui até a cozinha e ele me deu um bom dia tímido. Me olhou por poucos segundos e foi sentar na mesa. Sempre muito silencioso quando era eu e ele. Malú: Bom dia tio. Eu dormi na parte que a girafa se apaixona pela hipopótama. Eles foram felizes para sempre? - Ela foi como um foguete para cima dele. _ Calma mocinha, acabou de acordar e já está assim? Malú: Só quero saber mamãe. Miguel: Eles são amigos, e permaneceram assim. Malú: Puxa, então não teve felizes para sempre? Miguel: Teve porque eles continuaram juntos. Malú: Ahhh. Assim que ouvi a buzina coloquei ela no transporte. Me troquei e fui para o meu trabalho. Talvez a minha confiança no Miguel tenha aumentado porquê dessa vez de
Ler mais
4
Estava esperando Malú se preparar para dormir, colocou os ursinhos no meio e se deitou também no meio da cama de casal, deixando o canto livre. Malú: Deita lá mamãe, o tio vai contar a história hoje. _ Ele não vai dormir conosco filha. Malú: Só hoje mamãe, para contar a história. Amanhã não tem aula e eu quero ouvir tudinho. Ela foi chamar Miguel que entrou no quarto sem graça. Eu me deitei no canto e puxei a coberta. Sei que ele não vai nos fazer mal, mas é uma situação totalmente desconfortável. Quando Rodrigo dormia conosco para contar a história de nanar era diferente, alguém que eu já convivia a muito mais tempo e meu corpo não reagia da mesma forma que reajo quando Miguel está perto. Ela deitou no meio e ele apenas sentou na ponta. Malú: Deita tio, para contar história de nanar tem que deitar igual o tio Digo. Ele procurou o meu olhar e eu apenas assenti. Timidamente puxou a coberta e deitou o mais afastado possível e começou a contar a história. A voz grossa e cal
Ler mais
5
Depois daquela noite me mantive afastada. Quando chegava do trabalho não o ignorava, conversava normalmente, apesar da vontade de quando ficávamos a sós era lhe dar um beijo, daqueles que só ele me dá e me acende por inteira. Na quarta eu o pedi para que ficasse com a Malú depois da aula, porque iria chegar tarde. Ia passar numa loja para comprar uns biquínis para ela. Aproveitei e comprei algumas camisas e cuecas que estavam na promoção pra Miguel também. Porque amanhã eu vou contar a minha princesa que vai à praia, se eu conto antes vira um poço de ansiedade e toda hora sai um " Já está na hora de ir para a praia". E aí já viu né? Cheguei em casa e encontrei os dois brincando de chá com os ursinhos e dessa vez fui recebida com entusiasmo por minha princesa. Amo muito, depois de toda a recepção fui para o quarto e guardei as sacolas no lugar mais alto do guarda roupa, depois entreguei as sacolas do Miguel. Miguel: Ana por favor, não gaste mais comigo. _ Está comprado e não pod
Ler mais
6
Como a vida é linda. Bela, quando vivida intensamente. Estava tão feliz que nada tirava o sorriso do meu rosto. Felipe: Olha aqui para mim. - Ele parou do meu lado no caixa e me abraçando de lado. _ Quê? Felipe: Devo me preocupar? _ Com o quê? Felipe: Com o cara por quem cê tá apaixonada. _ Eu não estou apaixonada, estou feliz. Felipe: Eu conheço esse sorriso bobo. Tá muito feliz, consegue nem esconder o sorriso. Tô feliz por você, só quero saber se devo me preocupar. Ele é do bem? _ Acho que sim, ele tem sido uma ótima pessoa tanto para mim quanto para minha filha. Felipe: É isso que importa. Qualquer coisa já sabe né? Mando os mano colar e nós tem um teti a teti com o vacilão. _ Não vai precisar. Felipe: E mais tarde, Chopada? Malú não está aí, então não tem desculpa. _ Acho que não vai dá, tenho compromisso. Felipe: Qual foi? Abandonando as amizades por causa de macho piranha?! Impossível não se dá bem com esses meninos. _ Para Fê. – Empurrei seu ombro de le
Ler mais
7
Estou sem palavras pelo seu gesto. Já disse que são nessas pequenas atitudes que eu enxergo seu caráter. Ele é um homem lindo, não só por fora, como por dentro também. O abracei e depois voltamos a deitar para dormir. Senti seus dedos me acariciando por todos os lugares do meu corpo e com isso adormeci. ... Malú: Mamãe eu estou bem. Tchau que agora o tio vai me levar na praia. _ É assim mocinha? Sem mais? Malú: Só mamãe dá um beijo no tio Miguel. _ Vou dar quando ele chegar. Hoje assim que acordamos Miguel decidiu sair para correr. Ele não falou nada sobre o pesadelo da noite passada, mas acho que isso afetou na sua decisão de ficar só dentro de casa. Ele colocou umas roupas leves e tênis e saiu. Fico feliz por esse progresso, dia após dia ele está se soltando e sorrindo mais. Duas semanas que ele está conosco e parece que eu o conheço de uma eternidade. Agora sei que é verdade quando dizem que não é o tempo e sim a pessoa. Me sinto bem quando estou com ele, espec
Ler mais
8
Felipe passou conosco o domingo até o finalzinho da tarde quando minha princesa chegou dormindo. Com certeza amanhã ela estará cheia de novidades e eu mais que pronta para ouvir tudo. Ela é um peixinho. Ama o mar, se fosse do querer dela moraríamos perto de uma. Antes da princesa leoa, e da princesa unicórnio, e da princesa Tiana, e da princesa Rapunzel, era a princesa sereia. Enfim, mais uma semana chegou e muitas expectativas com ela também. Passei o dia no trabalho ansiosa pela entrevista que Miguel ia fazer. Tomara que dê tudo certo. Eu quero muito que tenha a sua independência, ele merece muito isso. A noite quando cheguei não demorou muito Rodrigo buzinou e ele saiu. Desejei toda sorte do mundo e para que pudesse ir confiante. Parece até um sonho toda essa felicidade. Eu sei que parece ser valores invertidos, que eu vá trabalhar e ele ficar em casa, torço para que consiga o trabalho por ele mesmo, porque mal ou mal eu consigo ajudar com o básico, porém às vezes o sinto inc
Ler mais
9
Pedro nos convidou para almoçar, mesmo ressabido Miguel concordou. Percebi que ele não ficou muito à vontade depois de saber da existência de uma noiva. Eu também estou desconfortável e mesmo sabendo que não fizemos nada de errado, meu lado consciente me acusa. Pedro ligou para os pais de Miguel e pediram para que eles viessem com urgência, enquanto isso Cida paparicava Malú, a elogiando por sua boa alimentação. E ela se gabava. A essa altura já havia conquistado a todos, inclusive foi a única a arrancar um sorriso de Miguel que sempre que Pedro iniciava um assunto voltava a ser sério. Permaneci calada e só respondia aquilo que me era perguntado. Nesse momento eu queria a minha casa, a minha segurança de que tudo ia ficar bem, e aqui sabendo de todas essas coisas eu não me sentia dessa maneira. Estava brincando com um pedaço de bife e com os pensamentos longe quando senti a mão de Miguel buscando a minha. Miguel: Vai ficar tudo bem. Nós já vamos embora. - Ele sussurrou pa
Ler mais
10
Depois que Pedro foi embora ficou um clima meio estranho entre nós dois. Não sei explicar. Malú preferiu que Miguel contasse a história naquela noite e foi melhor assim. Fui para o quarto e me deitei pensativa. Eu sei que queria muito que Miguel fosse uma pessoa simples, com uma história não muito complicada. Mas a sua família tem poder aquisitivo, ele é uma pessoa poderosa, e como a própria mãe falou, foi noticiado na tevê e tudo, não ia demorar muito para a mídia descobrir sobre seu paradeiro e começar a persegui-lo atrás de respostas. E ainda tem a noiva ou ex-noiva, não sei. Miguel: Não pensa muito meu mel, vai ficar tudo bem. - Disse fechando a porta do quarto e se achegando na cama. _ Não sei se vai Miguel. A realidade pode não ter chego para você, mas nós dois somos de mundo completamente diferentes. Uma hora isso vai pesar. Miguel: Ana, eu sou muito grato a você por tudo que me fez e não só isso, sou completamente apaixonado por você. Em tão pouco tempo você me fez t
Ler mais