Breve história de nós dois

Breve história de nós doisPT

Paula Albertão  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
20Capítulos
848leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Dois estranhos. Um final de semana. E uma história de amor. Paloma não esperava conhecer Caleb, mas passa um final de semana ao seu lado, escutando sobre uma incrível história de amor.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
20 chapters
Um cara estranho
Paloma                Acordo no meu quarto impecavelmente arrumado após escutar barulhos no apartamento. Ainda estava escuro, como eu podia ver pela fresta na cortina da janela enquanto sentava na cama. Parecia que tinha alguém rindo, percebi enquanto ficava completamente imóvel.                Ainda com a mente enevoada pelo sono, me levanto com uma inspiração profunda. Assim que abro a porta do quarto, avisto a luminosidade na sala e percebo que a garota com a qual eu divido o apartamento – Aurora - está com visitas.                - Paloma! – ela exclama quando eu já fechava a porta do quarto – Vem cá! – ela aparece no pequeno corredor. &nbs
Ler mais
Garota da praia
Caleb                Tudo começou quando eu era um garoto de dezessete anos no final do ensino médio. Tudo que eu e meus amigos pensávamos era no fim da escola – que estava quase chegando – e em como iríamos tirar umas férias juntos antes da vida de adulto começar. Planejávamos fazer essa viagem desde os quinze anos.                Eu costumava ficar entediado com frequência. As aulas pareciam incrivelmente longas e idiotas. Para mim tudo aquilo já tinha dado o que tinha que dar, era hora de sair da escola e nunca mais pisar ali – graças a Deus. As tardes sempre pareciam sem graça também, sem muitas coisas para fazer.                Ten
Ler mais
Um novo lugar para histórias
Paloma                - Você pode me dar um pouco de água? – Caleb me pede, interrompendo a sua narrativa.                - Claro. – me levanto na mesma hora para pegar um copo na cozinha para ele. Quando volto, ele está segurando a cabeça com as mãos. Não consigo imaginar como ele está se sentindo.                - Você está bem? – pergunto voltando a me sentar do seu lado.                - Sim. – ele ergue a cabeça e pega o copo – É só difícil relembrar essas coisas. – vira o liquido numa golada só. – Obrigado. &
Ler mais
Dias na praia
Caleb                Fiquei com receio de voltar a praia no dia seguinte e Mia estar brava comigo, mas estava preocupado com ela e queria respostas. Então, fui mais cedo do que o os outros dias e parei diretamente no local mais afastado da praia, encostando as costas numa pedra mais ao fundo, dando a opção de ela não seguir adiante ao me ver.                Minutos depois eu a vi andando de cabeça baixa, segurando um caderno entre o corpo e os braços, com suas mãos nos bolsos do moletom. Fiquei imediatamente nervoso, o coração batendo forte. Mia estava com raiva de mim?                Quando ela ergueu os olhos e me viu, já estávamos perto o suficiente p
Ler mais
Uma tarde de chuva
Paloma                - Meu Deus! – exclamo com o corpo inclinado na direção de Caleb. Estou completamente absorta pela história dele.                 - Preciso beber alguma coisa. – ele se levanta do sofá – Você também quer?                - Claro. – me coloco em pé também – Algo para esquentar. Está ficando frio e o céu escuro está anunciando uma tempestade. – comento.                Entramos na casa. O primeiro cômodo é uma sala confortável com tapete no chão e sofás macios, mas logo ao fundo sem divisã
Ler mais
Uma festa enlouquecedora
Caleb                Mia ficou parada me olhando por um longo tempo e eu fiquei com medo de ter me precipitado ao dizer aquilo. E se ela quisesse deixar de me ver?                Ela se afastou de mim, indo para as pedras mais ao fundo, e eu a segui buscando palavras que pudessem amenizar o peso da minha declaração. Mas não havia como voltar atrás, era a verdade e eu não queria me arrepender de ser sincero.                - Caleb. – ela murmurou meu nome e me olhou.                - Sinto muito se isso é... – comecei a dizer.           &
Ler mais
Cobertor quentinho
Paloma                - Deve ter sido horrível. – falo imaginando a cena.                - Foi. – ele balança a cabeça afirmativamente.                A chuva caia forte lá fora, impedindo de ver a paisagem. Tudo tinha se tornado um borrão cinza.                - Você chegou a pensar a ficar com a menina morena para fazer ciúmes nela? – pergunto sem hesitar.                - Nem passou pela minha cabeça. – ele responde virando para me olhar melhor – Seria algo que um adolescente faria, n
Ler mais
Primeira vez
Caleb                Quando cheguei em casa, me tranquei no quarto e chorei. Chorei até parecer que eu não iria conseguir respirar. Chorei até ficar exausto e cair no sono. E depois tive pesadelos com Mia e Denis.                Acordei com meu pai me chamando, tocando de leve meu braço.                - Você está falando muito dormindo. – ele me disse com a voz baixa. Eu não sabia que falava enquanto dormia. – Está tudo bem?                - Está. – confirmei percebendo que a minha voz estava grossa demais – Só um pesadelo.     
Ler mais
Janta comigo?
Paloma                Só percebo que estava chorando quando Caleb interrompe a narrativa. Passo as mãos pelo rosto constrangida:                - Desculpa. – falo – Parece que tudo foi tão cheio de... – não encontro palavras.                - Sentimento, verdade e entrega. – ele completa.                - Sim. – concordo com a voz embargada.                - E foi mesmo. – ele apoia a mão na minha perna por cima da coberta – Vou fazer uma pausa.       &nb
Ler mais
Eu só quero nós dois
Caleb                Tomamos um banho demorado juntos e depois voltamos até o quarto para conversar. Mia estava com marcas roxas nos braços que eu não tinha notado antes, e passei os dedos por elas suavemente.                - Por que ele fez isso? – perguntei angustiado.                - Importa? – ela perguntou sem levantar o olhar para mim.                - Tudo que machuca você me importa. – respondi tocando seu queixo e levantando seu rosto – Mia, precisamos achar um caminho para fora disso.                - Caleb..
Ler mais