O Sorriso de Marina

O Sorriso de MarinaPT

Autora Nalva Martins  Completo
goodnovel18goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
37Capítulos
485leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Marina Beline de Alencar nasceu em berço de ouro, certo? Segundo ela, errado! Filha de um desembargador e de uma socialite e herdeira de uma fortuna, Marina conheceu desde muito cedo o abandono e o desprezo dos seus pais. Esta história traz o dilema de uma jovem que tem a baixa estima, e que por isso se sente incapaz de ser amada. O Sorriso de Marina é uma comédia romântica, que de uma forma bem gostosa e divertida, conta um pouco do drama dessa ruivinha insensata, que aos poucos vai descobrir a força do verdadeiro amor.

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
37 chapters
Um
Meu nome é Marina Bellini de Alencar. Mas somente os mais chegados me chamam de "Ma". Sou a filha de Frida Bellini de Alencar,  uma  socialite fútil e vaidosa demais para o meu gosto. Uma mulher extremamente linda e poderosa, dona de uma riqueza que é capaz de comprar o mundo, se assim desejasse. O meu pai, é o do desembargador Duram Bellini.  Um homem arrogante, frio e que só pensa em ganhar mais dinheiro do que já tem.Enfim, nasci em berço de ouro, certo? Errado.Podemos dizer que o meu berço foi forjado, mas não exatamente no ouro e sim na grana que os meus pais tentam exibir pelo mundo a fora.                                                                                                 
Leer más
Dois
―Não corre pela casa Marina.  ―Estrela pede correndo atrás de mim. Ela acabou de me dar o banho muito divertido. Ela sempre faz isso, com patinhos de borracha dentro da banheira, muita espuma perfumada e ainda conta a minha estorinha preferida, imitando as vozes dos personagens. Eu adoro isso! Mas logo que o banho acabou, já quis pôr o meu pijama e disse, "hora de ir para cama mocinha". Só que eu ainda não estou com sono. Eu quero brincar um pouco mais.  ― Marina em nome de Deus! ― Ela grita e eu solto um boa gargalhada infantil. Mas a risada gostosa, acaba justamente quando eu chego no final da escadaria e esbarro bem forte em um corpo muito, muito alto e caio de bunda no chão. Isso doeu muito, mas se quer tive tempo de chorar, por que fui erguida com firmeza pelos meus braços e um par de olhos verdes furiosos me encararam imediatamente. ― O que ess
Leer más
Três
Eu sonhei a vida inteira com o momento em que a minha mãe chegaria para mim e me diria... " filha, eu tenho orgulho de você, você se parece tanto comigo."            Não custa sonhar, não é? Me lembro de quando completei os meus sete anos de idade e entrei em seu quarto pela primeira vez. Foi uma viagem fantástica. O cômodo parecia uma mansão dentro da nossa cobertura, se é que vocês me entendem. Tudo lá dentro era grande demais, luxuoso demais, até um simples porta retratos não tinha nada de simples. Havia fotos do casal em cada móvel daquele lugar e até na parede tinha um imenso quadro deles sorridentes e abraçados. Eles realmente se amavam de um jeito que não sobrava amor pra mim. Mas foi quando  entrei no seu closet que eu me perdi. Havia vestidos e mais vestidos de todas as cores e tipos de tecidos que se podia imaginar, com brilho, sem brilho, com alça, com mangas longas e mangas curtas... Enfim,  cada um mais deslumbrante do q
Leer más
Quatro
— Ai, nossa! Merda! Ui! — Solto alguns gemidos doloridos, assim que abro os olhos e vejo que adormeci sentada no chão mesmo. A noite foi longa. Eu e o Pinguinho... Ah, sim! Tive que dá um nome para ele, porque como eu conseguiria me abrir para um alguém sem nome? Isso seria ridículo. Mas o fato é que eu abri uma garrafa de vinho e enchi uma taça, e o Pinguinho se esbaldou em sua tigela de leite, enquanto me ouvia. Chorei, ri, desabafei, xinguei, amaldiçoei e o coitado do cãozinho me acompanhou no meu triste dilema. E depois de uma garrafa vazia ser jogada com violência contra uma parede, eu me agarrei ao filhote e nós adormecemos abraçadinhos. A parte ruim dessa farrinha particular veio agora. Estou com uma puta dor na coluna, no pescoço e por consequência de secar uma garrafa de vinho sozinha, sem ao menos comer alguma coisa, também estou com dor de cabeça. O filh
Leer más
Cinco
Definitivamente, acordar com um homem gostoso em minha cama não estava nos meus planos, e para a felicidade geral da nação, ao acordar, o português já não estava mais lá. Satisfeita, eu pulei para fora do colchão e fui para o banheiro. E, sobre as cenas maravilhosas antes do orgasmo perfeito? Apaguei tudo da memória. Não preciso me lembrar a cada segundo desse dia que a antiga Marina venceu a nova Marina por um round. Saio do banheiro com o meu antigo sorriso faceiro no rosto e ponho a minha melhor roupa para um dia cheio de trabalho, e depois de uma maquiagem e de pôr um os meus saltos altos, deslizo os meus dedos entre os fios compridos dos meus cabelos, os colocando em seus devidos lugares. Olho para a minha imagem no espelho, escancaro o meu sorriso e pisco um olho travesso para mim mesma. Estou pronta para mais um dia.Notaram a diferença? Essa manhã não houve dilemas
Leer más
Seis
Crises de ansiedade. Quem já passou, sabe muito bem como é. Você não consegue dormir, porque está o tempo todo preocupado, não consegue parar de pensar e todos os seus pensamentos são negativos, sem falar nessa vontade louca de sair correndo sabe Deus para onde. O meu final de semana foi assim e o pior, é que eu não podia sair por aí, simplesmente sem rumo. Então fiquei andando de um lado para o outro dentro do meu apartamento. Eu simplesmente não sabia o que queria e ao mesmo tempo sabia, e esse foi o motivo não parar de andar e consequentemente de não conseguir dormir também. Meus pensamentos estavam fixos no momento em que Heitor me olhou duramente nos olhos, assim como os meus pais e os meus ex faziam, e o tempo todo eu só conseguia me perguntar: o que havia de errado comigo?_ Marina, não!O som áspero de sua voz se r
Leer más
Sete
Passo rapidamente o pincel largo e fofo pelo meu rosto e abro os olhos, encarando o resultado final diante do espelho da penteadeira. Sorrio satisfeita. São quase sete da manhã e eu já estou praticamente pronta para ir trabalhar. Então vocês podem deduzir que acordei cedo demais, para estar completamente arrumada e maquiada, tipo para matar mesmo e a pergunta que está gritando ferozmente dentro de mim é...Por que estou fazendo isso? Quer dizer, eu sempre me arrumo para ir ao trabalho, a final, eu sou a chefe, a mulher que manda e desmanda, aquela que põe os pingos nos is. Mas especialmente hoje estou com uma das minhas melhores roupas; uma bela calça preta de couro, colada ao meu corpo e uma blusa branca, fina e larga, que quase não consegue esconder o top negro debaixo dela. Tomei a liberdade de pôr alguns adereços; colares compridos, brincos de argola, anéis e fiz uma
Leer más
Oito
Alguns dias depois...Sabe a merda de ter um coração quebrado? É que ele fica preso ao seu passado, mesmo que você não queira e por esse motivo eu precisava de uma boa companhia e de um bom ouvinte para essa noite. Não quero ficar sozinha dentro das dependências do meu mini apartamento, ouvindo o troglodita do meu vizinho comer a safada da síndica, que não para de miar a noite inteira. Por isso estou aqui em minha loja, perto dos únicos seres que me amam, sem esperar nada em troca e que me entendem de verdade. Depois de um longo e frio banho no minúsculo banheiro do meu escritório, pus apenas um belo conjunto de lingerie de renda preta, amarrei os meus cabelos em um rabo de cavalo e peguei em cima da minha mesa o meu sanduíche natural, uma garrafa de café, meu iPod e meus fones de ouvidos, e fui até o setor de adoções. É l
Leer más
Nove
Dia de São Patrício. Quem diria que um Patrício da vida me arranjaria algumas novas amigas e um jantar em família? Eu não. Eu já participei de jantares em família, mas eles sempre aconteciam nas casas das minhas amigas, claro. Eu particularmente amava os jantares na casa da família Ferraço, principalmente quando os Borbolini estavam participando deles. A Flávia e a sua filha Nathalia, essas eram as melhores. Já na minha, eu costumava obrigar a Estrela a participar das refeições junto comigo. Odeio comer sozinha e acho que vocês já devem ter percebido isso. Mas, vamos ao que interessa... Pus um vestido do tipo cigana na parte de cima, com elásticos e babados que vão de um ombro ao outro. O tecido de algodão é colado no meu corpo até a minha cintura e a saia pinçada é solta, e vai até a altura das minhas coxas. Um salto al
Leer más
Dez
Bati a porta do apartamento com tanta força, que senti o chão estremecer debaixo dos meus pés e revoltada por este choro compulsivo, que não queria parar, me pus a gritar feito uma maluca. Acredite, são gritos tão horrendos e tão altos, que fez o meu vizinho cabeludo e tatuado bater forte na minha parede, fazendo um absurdo pedido de silêncio.  E eu parei. Parei e respirei fundo, mas um pensamento malévolo preencheu a minha mente e imediatamente eu fui até o meu som, apertei o botão e aumentei consideravelmente o volume, e o som de Metálica preencheu o ambiente com brutalidade. Eu ri e o riso foi crescendo e crescendo, até se tornar uma boa e sonora gargalhada. Meus pensamentos foram preenchidos pelos momentos mais sórdidos da minha vida e mesmo com o som tão alto e a minha gargalhada estrondosa, eu conseguia ouvir a minha mãe com suas palavras desprezí
Leer más