Onde tudo começou

Onde tudo começouPT

Renata Gonzaga  Completo
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
35Capítulos
812leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Perola é filha de caleb e katheriny , a mais velha e de temperamento mais forte , um pouco mimada demais por ser a primeira , mais isso não explica o fato de sua arrogância e soberba , a mesma passara alguns dias na fazenda de sua tia onde ela conhecera o nosso querido Conrado , querido e amado por todos e isso incluirá nossa doce perola que sera rejeitada duramente , por ele ser uma pessoa simples e simpático com todos aos seu redor , é ai onde ela vera que nada do que ela julga ser, é como ela pensa.

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
35 chapters
cap 1
Tempos atuais Com essa pandemia estou sem ir para a faculdade, agora fico aqui só olhando para minha irmã  e meus pais, não estou mais aguentando ficar presa dentro de casa, até conversei com minha tia estou querendo ir ficar uns dias na casa dela, fica em uma fazenda até que gosto do clima de lá, não gosto muito de Mato mais lá é bem agradável.—Oi filha. Minha mãe fala entrando em casa, estou deitada no sofá olhando minhas redes sociais—Olá mãe. Digo sem ao menos olhar pra ela—Onde está sua irmã? Pergunta e jogo o celular encima do sofá entediada—Estão lá em cima, não a ví dez de que acordei. Digo e levanto

Leer más

cap 2
Estou andando por a fazenda quando vejo uma moça encostada no cercado onde estão os cavalos, me aproximo e então lhe pergunto se a mesma quer montar e ela então demora um tempo para responder, mais assim que responde vejo arrogância em suas palavras, quando ia falar alguma coisa meu pai me chama, saio sem falar novamente com ela, pelo visto a arrogância é sua melhor qualidade. O dia passou bem mais rápido do que imaginei, após prender e alimentar os cavalos segui para casa, hoje teria uma seresta na fazenda, a dona Lorena e o senhor Pietro sempre gosta de fazer isso nós finais de semana, tomo um banho lembrando daquela mulher de mais cedo, como pode ser tão bonita e tão arrogante daquele jeito? Ouço a porta do banheiro se abrir e então olho para a minha morena entrando, seus cabelos estão soltos e ela caminha lentamente para dentro do box

Leer más

cap 3
Depois de ver ele com aquela empregada meu estômago se revira então saio dali. Entro em casa e vou direto para o quarto jogando minhas havaianas pra longe, deito na cama e meus pensamentos voam para o Cowboy, por que ele tinha que ser tão lindo daquele jeito, nunca me vi pensando em um homem assim.Durmo com meus pensamentos todos voltados para ele Acordo cedo por incrível que pareça,  quero aproveitar que estou aqui para dar uma volta, conhecer alguns lugares daqui. —Bom dia minha linda. Minha tia diz sentando a mesa —Bom dia tia. Digo me sentando ao seu lado, começamos a tomar café mesmo eu não tendo muito costume de comer pela manha, estávamos conversando até ouvir aquela voz que me causou um arrepio e um frio na espinha, estava de costas para ele

Leer más

cap 4
O dia hoje foi mais calmo, depois da sobrinha da dona Lorena ver eu e a Paula se beijando na cozinha segui para minha casa, já estava indo quando a paula me chamou la, ela sabe que não gosto de entrar assim na casa dos patrão mesmo eles me recebendo tao bem la. -Você conseguiu conversar com o senhor Pietro filho? Meu pai pergunta chegando próximo a mim -Não pai, ele não estava, tinha ido na vila, dona Lorena disse que era pra ele chegar logo mais pelo visto não ia ser tão logo. Falo lembrando das coisas que estão faltando Teria dado certo dele comprar hoje, vai ter que dar mais uma viagem para la, os cercados estão precisando de mais arame e aqui não está tendo o que precisa, depois de almoçar saio de casa e vou olhar os pastos aqui sempre tem alguma vaca parindo então tenho que olh
Leer más
cap 5
Queria passar um tempo as sós com aquele Deus grego que está entrando nós meus sonhos mais travessos. Acordei mais cedo possível quer dizer quase não dormir essa noite, estava ansiosa para ir a vila com ele. Tomo um banho e passo meu hidratante por todo o corpo, visto um vestido soltinho e calço uma bota que vai até meus joelhos, prefiro não passar perfume por que fica muito enjoativo dentro do carro. Desci e meus tios já estavam tomando café da manhã com o meu primo, comi só uma fruta e logo meu tio avisou que o Conrado já estava chegando, esperei sentada a mesa com eles. A Paula chegou para tirar a mesa do café da manhã e senti os olhos dela em mim, por uma fracção de segundo senti ela me olhar com muita raiva, e digamos que ela tem que ficar mesmo, não sou o tipo que gosta do Homem alheio, mais senti que eles não tem um relacionamento muito fixo, então por que não tentar a sorte?
Leer más
cap 6
Acho que peguei um pouco pesado com a senhorita Cooper, não deveria ter descontado minhas frustrações nela, depois de pegar os quartos ela subiu pra o dela sem falar Mais nada, olhei ela caminhar lentamente para seus aposentos enquanto eu tentava ligar para o senhor Pietro. Expliquei tudo que aconteceu e falei que tinha vindo para a pensão, ele imediatamente falou que depois passaria aqui e pagaria todas as despesas, quis dizer que não mais ele insistiu por o fato de eu ter vindo a trabalho em pleno domingo, a senhora Joana me falou que logo mais serviria o almoço então eu fosse descansar para depois almoçar. Subi para o quarto que fica ao lado do quarto da senhorita Cooper e ao passar pensei ter ouvido um soluço vindo de seu quarto mais ignorei qualquer coisa que não fosse ir para meus aposentos e tomar um banho.

Leer más

cap 7
Não estou fazendo drama nem nada do tipo, só que as palavras que ele lançou contra mim me deixaram magoada.—Sim papai hoje mesmo se possível.  desligo o celular e arrumo mais algumas coisas minhas que estavam fora da mala, hoje eu iria embora, assim que desci do carro e entrei em casa liguei para meu pai, hoje mesmo ele viria e amanhã ao cantar dos galos eu já estaria indo pra casa, depois de tudo que eu ouvi essa era a melhor decisão a ser tomada... Não vou dizer que não sinto nada por ele... Por que sim eu sinto até mais do que um simples desejo, mais eu não sou uma pessoa de insistir muito em uma pessoa, eu insisto nós meus estudos em ser cada vez melhor do que o que eu poderia ser e sou, posso não ser uma pessoa tão humilde como todos querem por que sim eu tenho uns milhões na conta e faço muito bom proveito dele, compro tudo que quero e nem tanto o que preciso, ap
Leer más
cap 8
  Não dormir quase nada durante a noite, pensei nós últimos acontecimentos, lembrei dos olhos dela nós meus, do seu cheiro doce, como eu queria ter há beijado naquele momento. Levantei já era sete da manhã, só peguei no sono às 4 da madrugada, uma hora a mais ou uma a menos não faria diferença.   À colheita da uva ficará para daqui quinze dias, por que o senhor Pietro disse que a uva ainda não atingiu o tamanho necessário, então provavelmente estará boa daqui quinze dias.   Andei por toda a fazenda olhando o gado e os pastos, as cercas estavam quase tudo prontas, já era meio dia e hoje não vi nem sinal da pérola por aqui, será que ela está acamada, pode ter pegado um resfriado por causa da chuva de ontem, ouvi quando a dona Lorena falou que ela pega gripe muito rápido.  

Leer más

cap 9
Fiquei feliz quando vi ela descer do carro, mais a mesma não pareceu ficar igual a mim, seus olhos traziam um sentimento que não pude decifrar, ela logo entrou pra dentro. Passei o dia nos pastos, duas vacas pariu e tive que cuidar delas, e ainda tem mais uma pra Pari ainda essa semana.Tive que ir avisar o senhor Pietro e também era um pretexto para ver ela, mais não há vi, sai da casa com mais raiva do que esses últimos dias que a Paula encheu minha paciência, já deixei claro que não vou voltar. Anoite conversei com a pérola por alguns minutos, quando segurei o braço dela, minha vontade era tomar ela em um beijo de tirar o fôlego, estava prestes a fazer isso quando ela se soltou e foi embora, fiquei frustrando, por que eu quero tanto aquela garota, por que ela não deixa meus pensamentos?

Leer más

cap 10
Nossos olhos se cruzaram por minutos, mais para mim era como se só existisse apenas nós dois ali. Vi seu pai falar com ele e então os dois saíram, resolvi sair também, acho que nem nas festas que ia me diverti tanto assim. Entrei na casa e corri para tomar um banho, meu corpo oscilava por ele, eu queria sentir seu toque, ter meu corpo colado ao seu igual no dia da tempestade na Vila, mais eu não posso mais, estou comprometida e mesmo sendo um casamento de faixada eu não posso decepcionar meus pais, mesmo minha mãe e minha irmã não concordando com minha decisão. Eu já tinha decidido e pronto. Anoite chegou rápido, não tive mais ânimo para descer, resolvi ficar aqui dentro, estudei um pouco e até dormi. Acordei com a Lunna claro, sempre ela. —Vamos jantar, na mãe vai nós contar a novidade. Ela disse e eu levantei ainda sonolenta Leer más