Seduzida por Meu Cunhado

Seduzida por Meu CunhadoPT

J.P Andrade  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
49Capítulos
2.8Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Mia Miller após viver uma traição se apaixona por seu cunhado que até pouco tempo ela nem sabia da existência, seu Ex-namorado não aceita o fim decidido a tomar tudo dela, enquanto ela descobre a que embora gêmeos idênticos não poderiam ser mais diferentes. — Você é muito melhor que ele. — murmurou Rick. Eu me afastei só o suficiente para olhar em seus olhos verdes estrelados. — Não sou, no momento que você entrou nessa barraca a única coisa que pensei foi em transar com você e me vingar do seu irmão.— desabei em seus braços, as palavras embora verdadeiras ao sair da minha boca deixaram um gosto amargo e irreal. Aquilo tudo não parecia real e nem algo que eu fizesse, porque eu não era assim. Rick me afastou o suficiente para olhar em meus olhos, seu olhar verde estava escuro. Me preparei o máximo que pude para o que viria, com toda a certeza ele expressaria seu repúdio por minhas intenções tão idiotas e infantis. Eu estava envergonhada, constrangida. Mal conseguia encara-lo nos olhos. — Sabe o que eu pensei quando entrei nessa barraca? — murmurou ele, sua voz rouca. Não respondi, apenas o olhei incapaz de dizer algo mais, só tentava parar de chorar. — Eu pensei no quanto você é linda. — revelou

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
49 chapters
Capítulo 1
PRÓLOGO  — Ninguém aqui interessa a você então. — presumi. — Eu não disse isso.  — Você não está dizendo nada, na verdade. — É porque eu quero ouvir. — murmurou. — Sabe Rick, eu pensei que teria minha primeira vez essa noite nessa barraca. — falei sem receios, o álcool me tirava todas as minhas reservas. Rick me olhou surpreso. — Há quanto tempo vocês namoravam? — perguntou. — Dois anos. — E vocês nunca...? Balancei a cabeça que não. Um silêncio constrangedor se instalou entre nós. Depois de alguns segundos ele quebrou o silêncio. — Fico feliz que interrompi vocês ontem, imagine só lembrar dele pelo resto da sua vida como seu primeiro.  — Minha mãe sempre diz que o último é mais importante que o primeiro. — murmurei. Ele me encarou parecendo refletir nas m
Ler mais
Capítulo 2
— Rick! — exclamou Scott por cima dos meus gritos histéricos para o homem idêntico a ele parado na sala.— Manda ela parar de gritar, vai acordar os vizinhos, Scott. — anunciou o tal de Rick.Scott veio na minha direção ainda segurando a cartela com camisinhas sabor cereja, ele segurou nos meus ombros carinhosamente.— Mia, meu amor para de gritar, é meu irmão Rick. — disse suas mãos agora em meu rosto enquanto eu apertava o lençol ao redor do meu corpo. — Não precisa ficar assustada. — acrescentou ele.Eu o empurrei para longe me sentindo furiosa demais.— Assustada? Porque eu ficaria assustada afinal?! Só namoramos a dois ANOS e você nunca nem se quer mencionou ter um irmão, quanto mais GÊMEO! — esbravejei.— Nós não fomos criados juntos Mia, Rick cresceu com nossos avós, pensei que você nunca o veria.— Ah você achou Scott?! — Comecei a caminhar pela sala procurando minhas peças de roupas e avistei minha calcinha de renda vermelha
Ler mais
Capítulo 3
— O que você disse? — questionou Scott o irmão ao dizer que me confundiu com uma prostituta.Lia riu alto enquanto se enroscava ainda mais em Rick.— Você confundiu minha prima com uma prostituta? Por quê? — questionou Lia.— Porque Rick? — indagou Scott e eu o belisquei.Lia não sabia de nada da noite passada e nem deveria saber!— É uma história bem interessante Lia...— murmurou Rick seu olhar cínico. — Chega de historinhas, Scott vamos logo á praia! — interrompi.Scott encarou Rick desconfiado e depois voltou seu olhar para mim, claramente exigindo respostas de modo silencioso, mas atendeu ao meu pedido e iniciamos a viagem a praia.O restante do caminho foi extremamente desconfortável, Scott em intervalos regulares me olhava de esguelha e eu passei após um tempo a fingir não notar isso, me concentrei na vista da janela, o cenário da estrada com todos os carros correndo, as árvores e a vista gradualmente mudando.<
Ler mais
Capítulo 4
Lia me encarou quando me ouviu falar o quanto eu estava pronta para o sexo, depois de alguns segundos de silêncio ela riu.—  Credo, você está falando como se estivesse no cio Mia. — murmurou ela e eu me recostei na cadeira de praia bebendo minha cerveja.— Só estou dizendo não haver motivos para esperar mais, eu amo o Scott e logo vamos morar juntos. — anunciei para ela.— Ele disse isso? — sua expressão estava estranha.— Sim, estamos planejando isso.Antes que Lia dissesse algo nós duas encaramos Rick saindo do mar reluzente, da maneira mais clichê possível.Ele veio caminhando em nossa direção sacudindo os cabelos removendo o excesso da água salgada.Ele caminhando pela areia parecia um super modelo, fazendo aqueles comerciais na praia, por onde ele passava os olhares femininos o seguiam, mas em parte suspeitei porque como eu ninguém sabia que Scott tinha um irmão gêmeo.Quando Scott viu o irmão logo o puxou para apresenta
Ler mais
Capítulo 5
— Emily ele é como qualquer outro garoto. — falei e me sentei em uma cadeira.O som das ondas e das conversas me fazia ficar a vontade para conversar, Rick se cansou de nos encarar e finalizou o trabalho com a barraca.Emily sentou ao meu lado em uma cadeira.Lia estava sentada com Natalie e suas amigas, bebendo e fumando cigarro.Eu não conseguia entender porque ela havia começado com isso, cigarro fedia.—  Você diz que ele é como qualquer outro garoto, mas tem um igualzinho a ele como namorado.— brincou ela.— E afinal você não está com raiva dele por não ter te contado ter um irmão gêmeo?Pensei sobre aquilo, sim, eu ficara com ódio dele, quando descobri, mas sentir raiva de Scott a longo prazo era algo que eu não conseguia, por mais que tentasse.Era ele piscar aqueles olhos verdes que eu amolecia.—  Já nos entendemos. — respondi.—  Sabe o que acho Mia?—  Diga.— Que você tem muita paciên
Ler mais
Capítulo 6
— Pode passar a toalha? — perguntou ele e olhou para o chão, segui seu olhar e vi a toalha verde a poucos metros de mim, avancei e peguei a toalha, evitando seu olhar e me concentrando em seus pés descalços na água estendi o pano e me virei de costas.Pude ouvir Lia se levantando do chão, ela passou por mim feito um raio esbarrando propositalmente.Ouvi o chuveiro ser desligado e quando avancei para a saída fui impedida por uma mão que segurou meu braço.— Mia? Me virei para Rick, estava com a toalha na cintura e seu cabelo escuro caía sobre sua fronte, seus olhos verdes me encaravam.Passado o instante de surpresa por ele me puxar daquela forma eu recuei para longe dele, afinal estávamos sozinhos no banheiro e só uma toalha o cobria.Não parecia apropriado e nem mesmo certo estar assim aqui com ele.— Foi um acidente, estávamos conversando e ela escorregou e caiu. — Menti e tentei me concentrar em seu rosto, apesar de ser um pouco
Ler mais
Capítulo 7
Lia veio correndo pela praia aos prantos, seu rosto marcado por lágrimas, sua perna sangrava.— Scott! — gritou ela e quando olhei para o lado ele já não estava mais.Scott a segurou nos braços de modo protetor enquanto ela praticamente desvanecia em seus braços, todos se aproximaram preocupados, se perguntando o que havia acontecido.Um burburinho de vozes se iniciou, todos confusos, a voz de Scott soou alta quando pediu para todos se afastarem, ele ergueu Lia nos braços e revelou a perna de Lia, o rubro do sangue fez com que todos falassem ainda mais alto.— Saiam! Ela foi mordida por uma cobra! Vou levar ela para o hospital! — exclamou Scott passando por todos.— Scott vou com você, espera! — gritei enquanto corria atrás dele pela praia.— Não! Pode ficar, eu a trouxe. Posso cuidar disso. — respondeu.Lia escolheu esse momento para gemer de dor e se agarrou mais a ele, vi a tensão no olhar dele aumentar enquanto caminhava com ela, ele
Ler mais
Capítulo 8
Rick assentiu ao meu comentário sobre a noite está boa para beber, ele se sentou e me estendeu uma lata de cerveja.Eu a peguei e bebi.— Estão falando de mim lá fora? — perguntei.Rick bebeu sua própria cerveja lentamente antes de me responder.— Isso importa? — me questionou.Olhei para ele, seu rosto estava em uma meia luz e o verde intenso de seus olhos não era muito visível, lamentei um pouco por isso.— Importa. — respondi.Ele assentiu.— Estão, na verdade, Emily queria vir aqui, mas Peter a impediu.— Todos eles sabiam. — constatei ressentida.— Desconfiavam é a palavra mais adequada Mia.Bebi o restante da cerveja e peguei mais uma.— Sei...— Você acredita realmente que seus amigos enganaram você? Até mesmo a Emily? — agora ele estava me pressionando.

Ler mais

Capítulo 9
Eu estava deitada observando Rick retirar sua camisa, seu peito nu era lindo, seu olhar sobre mim era de um verde intenso.Ele deitou sobre mim, seus beijos começaram pelo meu pescoço e foram gradualmente descendo e no caminho suas mãos me acariciaram, eu comecei a sentir tudo de modo simultâneo.O desejo, a excitação e, no fundo o medo do que viria a seguir.Involuntariamente eu estremeci quando sua boca parou muito perto da abertura da calça.Ele se levantou um pouco e seu olhar se encontrou com o meu.Suas mãos pousaram na abertura da minha calça e seu olhar parecia conter uma pergunta silenciosa, sua mão estava completamente parada.— Pode tirar. — respondi sua pergunta silenciosa.Suas mãos se moveram retirando a calça e revelando minha pele coberta apenas por uma calcinha.Ele me olhou por vários segundos e suas mãos deslizaram por minhas coxas, barriga e por fim meu sexo.Suspirei ao seu toque, isso atraiu seu olhar para o meu rosto nova
Ler mais
Capítulo 10
— Desgraçado! — esbravejou Scott invadindo a barraca.Tudo aconteceu muito rápido, Rick saiu de cima de mim a tempo de desviar de um soco de Scott, eu me enrolei no lençol e comecei a gritar histérica para Scott sair, mas logo os dois irmãos se envolveram em uma briga muito violenta, onde de início Scott estava ganhando, mas isso não durou muito, Rick conseguiu superar a vantagem do irmão de o ter surpreendido e o jogou com tudo de costas para o chão, já posicionado em cima dele começou a desferir socos contra o rosto de Scott, o sangue começou a se espalhar por seu rosto.Eu gritei para pararem, gritei desesperadamente e me perguntei como ninguém lá fora ouvia isso!Me levantei e sai correndo para fora, gritei desesperada por Peter, Justin e quem mais ouvisse.Peter foi o primeiro a aparecer, ele segurava um lençol enrolado na cintura, junto dele apareceu Natalie completamente nua, somente um fino lençol a cobria.—
Ler mais