Cápsula da Morte

Cápsula da MortePT

Fábio Siqueira  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
28Capítulos
780leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

O detetive Franzino deve combater uma mente tão formidável quanto a sua, mas com a desvantagem de estar sempre um passo atrás. Nada que o surpreenda. Alunos enterram uma cápsula do tempo na promessa de desenterrá-la em dez anos. A situação torna-se crítica após os ex-alunos receberem o convite para uma festa de reencontro. Então, como ratos de laboratório, podem acabar diante da aceitação tácita de que não há como escapar de seus sonhos. A melhor história de amor e amizade dos últimos tempos pode se encontrar no Terceiro B.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
28 chapters
O convite da salvação
Capítulo IO convite da salvaçãoApós levantar-se da poltrona, já toda suada, devido a váriashoras em que ficara sentando com o olhar perdido, mas fixono canto da sala onde havia uma rodelinha de sujeira feitapelo eletricista do prédio que arrumou a tomada, a qual hámuito tempo não funcionava, após horas naquela posição,levanta-se, tenta calçar os sapatos, caminha até a cozinha ar-rastando seus sapatos mal-calçados, pega o saco de arroz vaziosobre a mesa, calça-o na cabeça, aperta firme no pescoço, solta,tira-o novamente e diz, suspirando.— Vai servir...Olha para o botijão de gás, caminha até ele, abaixa-se e se-gue com a mão esquerda a mangueira que leva para trás dofogão. Usando os dedos, afrouxa a por
Ler mais
Coisas de Adolescentes
A sirene da escola toca para sinalizar o final do intervaloentre aulas, Marcelo e Marcos ainda permaneciam no pátio,próximo à escadaria de acesso às salas, de olhos nas garotas,ambos amigos inseparáveis, eram sempre os últimos a entrar,não faltavam nem uma aula, mas o objetivo principal não eraestudar, e sim ver as belas garotas.Marcelo, loiro, estatura mediana, mais conhecida comoGarguinho. Sempre foi bom aluno, apesar de dar mais atençãopara as garotas.Marcos, que será tratado como Marquinho, pois assim eraconhecido, muito inteligente e criativo, por isso, embarcavamem aventuras, muitas que infelizmente aqui não serão narradas.Franzino passa pelos dois, cumprimenta-os e logo cruza comNanda, o amor da sua vida, que, nesse dia, prometera se encontrarao final da aula para conversarem
Ler mais
Primeira Crise da infância
Então Franzino, com o intuito de cumprir à risca tudo o que sua amada lhe pediu, chegou em casa, sentou na cama, pe-gou o papel, abriu e leu em alta voz, pois estava sozinho:“Não consigo acreditar como não pude gostar de alguém que me ama tanto quanto você, uma pessoa tão especial a pon-to de deixar qualquer uma com inveja, que droga! Não podia te contar, pois era meu segredo.”Aquela noite foi uma das mais tristes de sua vida, chorou a noite toda e lia aquilo toda hora, como já foi dito; “o cho-ro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã”. Isso aconteceu. Conformado com a desilusão sofrida, mas feliz por querer a felicidade da mulher da sua vida, decide, por fim que a felicidade de Nanda é o que realmente interessa, ainda que custe a dele, e não seja ele o escolhido para dormir ao seu lado, até se passarem os anos, e os olhos cansem, o cansaço domine todos os órgão
Ler mais
A ideia de enterrar a caixa
Em uma manhã de domingo, os amigos do 3ºB se reuni-ram no parque do horto florestal da cidade. A ideia central era fazer uma festa americana, com dança da vassoura e tudo mais. Quando deu meio-dia, o sol estava forte, então se sentaram em uma grande mesa de madeira à sombra da arvore. Tiveram uma ideia. “Vamos brincar de jogo da verdade”.A mesa era retangular, mas deram um jeito e sentaram em círculo, colocaram a inicial do nome ou apelido de cada um e começaram a rodar a garrafa de cerveja. Onde a ponta da garrafa apontasse seria o que ia responder a pergunta, o fundo elabora a pergunta, o castigo de quem mentisse ou recusasse responder era dado pelo próximo sorteado que respondesse a questão a ele feita. O castigo poderia ser qualquer coisa, sem restrição alguma. S
Ler mais
O casamento, o beijo, a loira e a Jaqueline
Todos eram maiores de idade pois o tempo passou, haviam terminado o colégio, muitos começaram faculdades, outros cur-sinhos, mas ainda se encontravam, pois a aliança que aqueles jovens tinham era fantástica, inenarrável, é o que posso dizer.Era sábado às 18h25, Márcia estava para se casar, todos já a aguardavam na igreja, e o atraso tradicional da noiva naquele dia também acontecia. O 3ºB em peso estava lá, até mesmo os que não foram citados, atrás, o noivo na frente aguardava o que para ele era tão esperado, enfim se casaria com quem havia conhecido a menos de um ano, mas isso não vem ao caso.O nome do noivo é Rogério, um rapaz muito rico, filho de um fazendeiro de Goiás, que conheceu Márcia em um con-curso de teatro em que ela fazia o papel principal na peça. Ele ficou em penúltimo lugar, mas com certeza ela deveria ter le-vado o troféu de melhor atriz por sua bela inter
Ler mais
Vencendo o desafio
Calma, já está quase acabando, mudei o capítulo para não deixá-los com preguiça de ler, pois estava ficando muito gran-de, mas, continuando...Marquinho e Garguinho, sentados na praça em frente ao hotel, pensavam em outra tática, pois quase acabaram presos com a última, então estavam ali. Quando novamente Zumbi se aproxima e diz:— Se quiserem meus serviços, terão que pagar. Sei como te ajudar a ganhar a aposta, mas lembre-se, te darei a ferramenta, só que o trabalho é seu.— Em que está pensando? — pergunta Marquinho, que-rendo saber do plano.— No seu anel e na sua “correntinha” de ouro. — Aponta na sequência o Garguinho, respondendo conforme seu interesse.— Primeiro me diga o plano, aí vejo se entrego o meu anel — diz Marquinho.— Façamos um trato, vocês me entregam as coisas, aí eu conto o plano, se vocês gostarem, fico com as coisas, se não, Ler mais
Talvez não seja má ideia
Será que todos vão? Eu acho que não vou, tenho muito mais o que fazer, agora que nos abandonamos, não faz sentido, depois de 20 anos, nos reunirmos novamente.Acaba de pensar isso, vai para o centro da sala, quando a ima-gem de Nanda, sorrindo, sai da sua memória e vem ao seu cons-ciente. Então começa a lembrar das coisas boas, momentos ines-quecíveis, mas aquela triste lembrança também veio a sua mente, a tristeza após a grande final do torneio de vôlei feminino inter-cidades, em que Mogi Mirim foi o grande campeão. Lógico que não foi por esse fato, pois isso trouxe muita alegria a todos.Naquele dia, Nanda conheceu um moço estudante de me-dicina, e com ele morou, amigou, ou coisa desse tipo. Esse fato causou espanto não só a Franzino, mas aos amigos, pois a ga-rota sempre foi muito católica, não faltava uma missa, criticava as atitudes erradas das amigas, sempre foi contra
Ler mais
A renomada psicóloga, porém problemática
Em uma cidade de Minas Gerais, a psicóloga renomada, mas cheia de problemas, quebrava seu juramente agindo com falta de ética profissional, tratando-se com sua colega de profis-são e amiga pessoal, por entender ser a melhor na área.Havia acabado sua consulta com a doutora Carla Siqueira, descia as escadas, após sair da sala, com grandes óculos de sol e lenço no cabelo para não ser reconhecida, afinal, escrevia para uma revista de repercussão nacional, poderia ser o fim de sua carreira, seus conselhos eram comentados por todos. Seria um furo de reportagem se tal notícia vazasse.Chegando ao final dos degraus, um homem de terno preto e gravata vermelha aproximou-se dela com um bilhete na mão, disse, então, lhe estendendo-o:— Pertence à senhora. Pegue.— Quem é o senhor? Se for algum suborno nem adianta, a dr. Carla é minha amiga, só venho aqui para vê-la. Sei que é hor
Ler mais
De volta às origens
Já escurecia quando Franzino chega ao hotel, para o carro,o manobrista sorridente vem até a porta de seu automóvel,abre e diz:— Pode descer, sr., deixa que o estacione, enquanto outrofuncionário leva sua bagagem.— Sim, obrigado — diz, saindo do veiculo, enquanto olha-va para o hotel, lembrando-se de sua infância. De tantas vezesque brincara na praça da frente, encantado como os carros queparavam na frente do luxuoso cinco estrelas.— Como foi de viagem? — Ouviu o moço perguntar, mo-mentos antes de entrar no veículo.— Ham? Ah, sim, fiz sim, obrigado por perguntar. — res-ponde meio distraído, mas em seguida recupera a atenção.O moço sorri já tomando posição para sair, quando Fran-zino diz:— Tem algumas moedas no painel
Ler mais
A festa e a caixa de ferro
Sábado às 15h15 como o convite relatava, as portas do salão de festa de Mogi Mirim, se abrem para receber os ilustres con-vidados.Seguranças com terno preto e gravata vermelha circulavam pelo local. Na frente do portão, que também se abriu, duas recepcionistas aguardavam para conferir os convites.Muitos já aguardavam do lado de fora no endereço combi-nado, mas estranharam porque estava tudo trancado e vazio, na hora combinada, cada um foi para o seu posto, então os convidados foram recebidos organizadamente.As mesas, todas bem arrumadas, com tudo que a alta so-ciedade tem direito, garçons que atenderiam por setores, boas bebidas, comidas de muitas variedades.A orquestra sobre o palco começa um som suave deixava o ambiente mais agradável.Aos poucos, os convidados vão chegando com seus fami-liares, ainda faltavam chegar Nanda, Márcia, Harlei e Sergio, Ler mais