BORDEN | NOVAS ESPÉCIES

BORDEN | NOVAS ESPÉCIESPT

Déia  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
46Capítulos
3.6Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Tay Borden é um garoto de 18 anos que acorda em uma floresta nos arredores de Los Angeles, totalmente nu e sem nenhuma lembrança da sua vida antes disso. Ele não sabe de onde veio e nem como chegou até ali. Sem saber que foi um projeto fracassado do laboratório MadaCorp, Tay Borden tem apenas uma chance de sobrevivência.Sarah Carter é uma Médica Neurologista de 36 anos, que trabalha no Hospital Medical Center em Los Angeles. Solteira e sem filhos, Sarah leva uma vida tranquila até o dia que recebe um paciente misterioso, e se vê obrigada a leva-lo para a sua casa.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
46 chapters
Capítulo 1
TAY BORDEN é um garoto de 18 anos que acorda em uma floresta nos arredores de Los Angeles. Totalmente nu e sem nenhuma lembrança de sua vida antes disso. Ele não sabe de onde veio e nem como chegou até ali. Sem saber que foi um projeto fracassado do Laboratório MadaCorp, Tay Borden tem apenas uma chance de sobrevivência.Sarah Carter é uma Médica Neurologista de 36 anos, que trabalha no Hospital Medical Center em Los Angeles. Solteira e sem filhos, Sarah leva uma vida tranquila. Até o dia que recebe um paciente misterioso e se vê obrigada a leva-lo para a sua casa.***Deitado nu e em posição fetal na relva molhada da densa floresta, Tay Borden abriu os olhos azuis e brilhantes. A claridade o cegou. Assustado, ele fechou os olhos novamente e abraçou os joelhos. Seus braços e mãos escorregaram. O seu corpo quente, grande e forte estava coberto por uma gosma verde e vermelha. De olhos fechados, Tay
Ler mais
Capítulo 2
O lobo é um animal carnívoro e um grande predador. Ele ocupa o topo da cadeia alimentar e a sua alimentação é bastante variada. Sendo comum se alimentarem de outros animais de grande porte como veados, alces, javalis, ovelhas e gados. No entanto, a sua alimentação também pode ser constituída de animais menores como roedores, entre eles coelhos. Saciado temporariamente, Tay Borden continuou a sua caminhada solitária pela floresta. Observando formas, sons e sensações desconhecidas, ele não fazia ideia de quem era ou o que acontecia ao seu redor.A chuva cessou e o dia começou a amanhecer límpido. Pela primeira vez na vida, Tay olhou para o céu. Ao leste, o azul anil do crepúsculo deu lugar a um incrível espetáculo de nuvens alaranjadas. O sol havia nascido.E junto com ele, Tay Borden. Era o início de um novo dia. Todas as espécies nascem com instintos que com o tempo se harmonizam com a natureza. Tay só precisava se adaptar
Ler mais
Capítulo 3
Aos 36 anos, Sarah Carter é uma mulher realizada. Médica Neurologista e vice diretora do Hospital Medical Center em Los Angeles, Sarah realizou todos os seus sonhos através de muito esforço e dedicação. Vinda de família pobre e humilde, Sarah teve que lutar muito para chegar aonde chegou. Uma médica renomada e respeitada. Desde pequena apaixonada por livros, ela desenvolveu o gosto e o hábito por leitura. E ela lia de tudo. De romances de banca de jornal até grandes clássicos da literatura. Ciências e biologia eram as suas matérias preferidas. Aos quinze anos, Sarah já sabia que queria ser médica. Seus pais tentaram dissuadi-la. Não por maldade ou por duvidarem da sua capacidade. Eles achavam que sem condições financeiras, seria quase impossível Sarah alcançar os seus objetivos. Ela sonhou alto e realizou. Porque maior do que o medo da derrota, era a sua vontade inabalável de vencer. Foram dias, semanas, meses e depois
Ler mais
Capítulo 4
Sarah sentiu o seu corpo desfalecer e ela foi incapaz de reagir ou expressar qualquer tipo de emoção. Ela entrou em estado de choque e permaneceu dentro dos braços fortes que sustentavam todo o seu mundo. Sarah chegou a fechar os olhos para melhor sentir aquela sensação única e indescritível. O estranho pressionou o seu corpo quente e grande contra ela, apoiou o rosto exótico nos seus cabelos e soltou um rosnado baixo. Sarah tentou abrir os olhos escuros. Suas pálpebras estavam pesadas e seu corpo fraco não respondia aos seus comandos. Ela apoiou as mãos nos braços que estavam em volta da sua barriga e ficou extasiada com o seu calor e a maciez dos pelos brancos. Sarah suspirou profundamente. Ela nunca mais seria a mesma. Seus pés não tocavam mais o chão.Tay Borden, com a sua fêmea nos braços, começou a ter consciência de si mesmo e do seu propósito. Eles se pertenciam. Ela era sua para sempre. Uma forte pressão dentro da calça, fez ele apertar ainda mais
Ler mais
Capítulo 5
Já era noite quando Sarah deixou o reformatório. Ao seu lado, Tay de camiseta branca e calça laranja. Era impossível não reparar nos seus bíceps e em todo o resto. O fato de se sentir extremamente atraída por Tay incomodava Sarah. Ao entrarem no seu carro, um Toyota RAV4 Branco, ela foi colocar o cinto de segurança no garoto e ele rosnou. Assustada, Sarah colocou a mão sobre a coxa grossa e musculosa de Tay. Com o coração batendo forte, ela olhou para ele.- Calma. Eu não vou te machucar.Tay olhava para Sarah com seu toque delicado e olhar gentil. Ele se inclinou e fungou o seu pescoço. Ela ficou imóvel. Tay pegou novamente uma mecha do seu cabelo castanho escuro e cheirou. Próximos, Sarah começou a se arrepender da decisão de levar Tay para a sua casa. Másculo e bruto, ele poderia ser muito perigoso. Tudo bem que ele não falava. Mas não era normal se expressar através de rosnados. Sarah se afastou e colocou o cinto de segurança nela. - Está vendo?
Ler mais
Capítulo 6
Presa entre a parede e o corpo de Tay, Sarah sentiu medo. Ele exercia uma força descomunal sobre ela, como se fosse parti-la ao meio a qualquer momento. Sarah só conseguia respirar quando Tay deslizava os lábios famintos para o seu pescoço. Ele a beijava, chupava, lambia, cheirava e em seguida voltava a tomar os seus lábios com possessão e desespero. A língua de Tay é quente e macia, porém, maior do que o normal. A sua respiração ofegante e o seu hálito excessivamente quente, deixaram Sarah em chamas. Tay não sabia beijar. Ele enfiava a língua molhada dentro da boca de Sarah com brutalidade, pressionava os seus lábios carnudos contra os dela com força e seus dentes chegaram a feri-la. Sem forças diante da fúria de Tay, Sarah fraquejou. Ele rosnou alto e bateu as suas costas contra a parede para mantê-la no lugar. Sarah não estava gostando do rumo que as coisas estavam tomando. Tay parecia ser um garoto inexperiente. Prova disso, é que ele pressionava seu pênis duro e ereto
Ler mais
Capítulo 7
Sarah não demorou muito tempo para perceber que Tay fica agressivo quando contrariado. Foi um processo demorado vestir ele, escovar os seus dentes e ensina-lo a usar o banheiro. Sarah foi paciente e a todo momento repetia o que estava fazendo e o nome dos objetos. Tay prestava atenção em tudo e repetia o que ela falava. Sua voz rouca e profunda, deixou Sarah em chamas novamente. Ela precisava de um banho com urgência. Mas antes tinha que colocar Tay para dormir. Por via das dúvidas, Sarah forrou a cama de casal com um plástico transparente por baixo do lençol branco.Tay estava sonolento quando foi colocado na cama. Ainda assim, ele puxou Sarah para os seus braços e a beijou. Seus lábios quentes e macios se abriram para ele. Tay ouviu Sarah gemer baixinho e passar os braços em volta do seu pescoço. Ele rolou na cama e ficou por cima dela a beijando com a mesma urgência de antes. Seus corpos quentes se moldaram e seus lábios e línguas se encaixaram perfeitam
Ler mais
Capítulo 8
Sarah ligou para o Doutor Scott Wilson, administrador do Hospital Medical Center e seu chefe. Ele atendeu no segundo toque.- Bom dia, Sarah.- Bom dia, Scott.- Tudo bem?Sarah puxou a caixa de leite que Tay levava a boca e lançou um olhar sério para ele.- Eu não estou me sentindo bem, Scott.Eu estou com muita cólica.Scott ficou preocupado.- Quer que eu vá até aí?- Não. Eu já estou medicada. Eu só preciso descansar um pouco.Scott não desconfiou de Sarah. Assim como ele, ela é uma profissional dedicada e responsável.- Está tudo bem. Nesse caso você sabe que tem direito a três dias de licença. Eu seguro as pontas por aqui.Sarah respirou aliviada. Três dias. Mas depois ela teria que compensar as horas não trabalhadas.- Obrigada, Scott. Você é um anjo.Do outro lado da linha, o médico de pele escura sorriu.- Você que é.Sarah revirou os olhos. Não tinha tempo para as indiretas de Scott.- Eu volto na segunda. Até lá
Ler mais
Capítulo 9
[ +18 ] CONTEÚDO ADULTOSarah abraçou Tay tão forte que ele gemeu de dor. Mas mesmo assim, ele deitou a cabeça no seu ombro e passou os braços em volta da sua cintura. Sarah quis tirar toda a dor e sofrimento dos lindos olhos azuis. Ela acariciou os cabelos brancos e quis proteger Tay do mundo.- Você é um garoto lindo e especial, Tay. Não há nada de errado com você.- Não minta para me proteger. Eu sou diferente de você e das outras pessoas.Tay enfiou o nariz nos cabelos escuros de Sarah. Sua mente se encheu de fórmulas matemáticas e de palavras que ele sabia o significado. E mais do que isso, Tay imaginou Sarah nua e ele a possuindo de forma bruta e selvagem. O simples pensamento fez Tay esquecer todo o resto. Ele afastou o rosto e beijou Sarah com desespero.Piedade e compaixão fizeram Sarah lamentar por Tay. E se ela podia diminuir a dor dele, então tudo bem. Ela se deixou leva
Ler mais
Capítulo 10
Sarah lavou roupa, limpou a casa e fez almoço. Olhando na dispensa e na geladeira, ela concluiu que precisava ir ao mercado com urgência. E também precisava comprar roupas, calçados e produtos de higiene pessoal para Tay. E por último, mas não menos importante. Sarah precisava de respostas. Tay não caiu do céu. Depois que ele almoçou, escovou os dentes e usou o banheiro, Sarah o levou para o seu quarto. A cama do quarto de hóspedes estava sem o colchão que teve perda total. O plástico não suportou a quantidade de urina que vazou pelas beiradas. Sarah colocou uma quantidade segura de Lorazepam no suco de Tay sem ele saber. Ele iria dormir por algumas horas e ela poderia sair.Gabriel recebeu Sarah em seu escritório. Ele sorriu ao vê-la.- Como Tay Borden passou?- Bem. Como você disse, ele é um garoto esperto.Gabriel e Sarah sentaram no sofá de frente um para o outro.- De folga hoje?Sarah cruzou as pernas. Por baixo tudo doeu. Ela sorriu.Ler mais