Race in Heels - Corrida em Saltos

Race in Heels - Corrida em SaltosPT

kellycristinavs_  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
27Capítulos
999leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Eliza Santos Benedetti é uma jovem pilota automobilística brasileira que tem o sonho de entrar na categoria Fórmula 1 e disputar o Grande Prêmio. Grande fã do ídolo Adalto Sampaio, ela usa de sua inspiração em motivação e dedicação para deixar a sua marca no mundo patriarcado das corridas. A jovem tem que testar os seus limites e mostrar o seu talento para conseguir respeito como pilota para exercer a profissão que ama e, quem sabe, disputar o sonhado campeonato e concorrer ao tão desejado prêmio. Sua oportunidade surge quando a Escuderia dos sonhos McDraguen oferece oportunidade para ingressar ao time depois de uma temporada difícil na GP2. Eliza só não imaginava que o mundo automobilístico poderia ser tão injusto para as mulheres e é posta a prova toda a sua garra e desejo pela busca do seu objetivo. Com a ajuda de amigos e um romance inesperado com o piloto prodígio da Findspot, ela vai mostrar para o mundo que as mulheres podem sim pilotar uma máquina de 1000 cavalos e ser a melhor pilota do mundo.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
27 chapters
Prólogo
Avenida PaulistaSão Paulo – Brasil. Os finos respingos de água caindo do céu eram mais do que condizentes para um começo de manhã na “Terra da Garoa”. Antes mesmo dos tímidos raios de sol iluminarem o céu a movimentação no aglomerado de prédios empresariais era constante. Carros, ônibus, motos, mesmo bicicletas, patinetes motorizados e skates são usados como modo de transporte por aqueles que transitam de uma ponta da avenida à outra.A quantidade de pedestres era absurda. Transitavam sozinhos, em trios, duplas e até mesmo quintetos pelas calçadas. Atravessavam faixas, compravam revistas nas bancas, tomavam cafés, desciam e subiam nas vias dos metrôs subterrâneos e até mesmo faziam malabarismo com o celular em mãos enquanto seguravam mochilas, bolsas e pastas.<
Ler mais
Un
Eliza Santos Benedetti, também conhecida como Liz, Liza ou Lizzie, pode levar uma vida adulta comum e sem grandes marcos históricos, simplesmente vivendo como uma jovem-adulta que trabalha, frequenta baladas, bares e restaurantes, tem um relacionamento ioiô com um rapaz bacana, faz uma viagem ao ano e tem contas à pagar.Contudo, por baixo daquela excelente postura, linguajar culto e boas referências profissionais estava uma talentosa pilota automobilística e grande parte da sua roda social não fazia ideia disso.Sua história começou cedo, quando ainda tinha apenas seis anos. Com a mãe sendo sócia de uma grande rede de farmácias e o pai supervisor de uma equipe de bioquímicos em uma empresa multinacional, ela ficava sob os cuidados do tio.Fábio Benedetti era jovem, um rapaz impulsivo que passou a morar com a irmã mais velha depois que a mãe dec
Ler mais
Duex
Já havia se passado uma semana desde que Eliza havia sido demitida. Sete dias sem precisar seguir horários, organizar sua agenda, frequentar reuniões, revisar papeladas, realizar tarefas e ela já estava no seu extremo da frustração. Odiava não ter nada produtivo para fazer.Por isso havia criado uma rotina organizada em casa.Ás oito horas da manhã ela acordava, punha um café para ser preparado em sua cafeteira, descia até a padaria na esquina da rua de seu condomínio para comprar dois pães e tomava o seu café da manhã. Às oito e quarenta ela abria o seu notebook na página de notícias do mundo e lia algumas matérias para se atualizar. Às nove começava a sua busca online por vagas de emprego, havia feito uma assinatura em uma página de classificados e de vez em quando participava de algumas pré-seleç&otil
Ler mais
Troi
A decoração moderna e paredes de tijolos à vista, com lustres pretos pendentes no teto e iluminação clara trazia um pouco de familiaridade e segurança para o coração da jovem. O cheio de comida sendo preparada, as meses ilustradas e perfeitamente limpas, e a música típica ambiente certamente eram tranquilizantes.O Supra di Itália é um restaurante italiano famoso em São Paulo conhecido por sua gastronomia de requinte e um chefe de grande notoriedade. É um dos restaurantes favoritos dos pais de Eliza e era por isso que ela estava ali àquela noite.Ela precisava informar aos pais a sua decisão, afinal partiria em breve à Itália para começar a coordenar o seu contrato, começar os treinos e preparação física já para entrar na sua primeira temporada do campeonato de Fórmula 2 – categoria que ofer
Ler mais
Quattre
East Midlands, InglaterraGP Inglaterra – Circuito Silverstone “E a grande novidade para essa temporada da F2 é a equipe da Pruma Racing composta por uma pilota. Isso o que vocês ouviram, uma mulher. A escuderia que tem fortes laços com a Mustof e Findspot da Fórmula 1, tendo administrado muitos pilotos da Academia da Findspot, fez um investimento forte em Eliza Santos Benedetti. A brasileira tem vinte e dois anos e uma história nas pistas. Já tendo disputado campeonatos mirins, ela tem uma série de conquistas em sua trajetória. A nova corredora da escuderia italiana passou alguns anos sabáticos e retornou com tudo para essa temporada.”“Não sei não, Ricci. Uma mulher?”“Qual o problema, Giovanni?”“Digamos que a história das corridas j&aacu
Ler mais
Cinq
- É uma honra te conhecer. – ele diz esticando a mão na direção de Liza, o sotaque mais arrastado deixando o seu inglês charmoso. – Parabéns pelo pódio de hoje, fez uma bela corrida.- Obrigada! – ela responde apertando a sua mão, no entanto Lacroix a vira delicadamente e pousa um beijo rápido lá. – Deixa eu adivinhar, francês.- Monegasco. – ele afirma alegre.- Nunca conheci um monegasco antes. – ela comenta. – Você sabe, não tivemos corrida lá essa temporada.- Espero causar uma boa primeira impressão, então. – ele diz sorrindo e Liza nota que os olhos verdes sorriam junto.- Parabéns pela posição na classificação geral, foi uma temporada e tanto. – ela diz.- Foi dura, mas fico feliz por ter ficado entre o top cinco. Obrigado.Fá
Ler mais
Six
As luzes de neon e ambiente escuro os deixam momentaneamente cegos, mas logo a visão se acostumou. O local é uma boate badalada no centro da cidade, e por isso estava praticamente impossível transitar de um ambiente ao outro, graças ao grandioso número de pessoas. Corpos suados dançavam a batida de uma música eletrônica, pessoas rindo e conversando com copos coloridos em mãos, luzes piscando e correndo pela pista de dança e um bar lotado lembravam Eliza à época de faculdade. Quanta ironia, ela pensa recordando-se da fala do tio de mais cedo.Ela e Charlie vão diretamente ao bar e quando finalmente chegam lá Eliza pede duas cervejas. Enquanto esperam Charlie corre os olhos pela extensão da boate e Liza mira seu rosto animado e sorriso divertido.Que ela estava atraída por ele, não podia negar, mas ela não queria levar os conselhos do tio
Ler mais
Sept
Seguindo a linha tênue sobre relacionamentos e suas singularidades já se tem uma predefinição não explícita de que o tempo é um fator imposto e indispensável para se desenvolver intimidade suficiente para gerar amor entre duas pessoas. Isso é um fato. Mas há de se encontrar pessoas que passaram anos de sua vida em um relacionamento estável e não desenvolve o companheirismo, fidelidade, intimidade e integridade com o seu parceiro. Quantas vezes já não ouviu falar sobre casais que com seus sete anos de relacionamento ainda estavam em dúvida de que trocar as alianças seria a decisão certa, quando em outras situações casais que haviam se conhecido em menos de um ano oficializaram a relação sem hesitações e continuaram com a mesma paixão por toda a vida? Liza era uma pessoa que antes acreditava que o tempo era um fator fundamental para que se pudesse surgir sentimentos, tanto que os seus relacionamentos sempre haviam seguido o mesmo roteiro e chegado aos sete mese
Ler mais
Huit
O céu azul estava limpo e sem nuvens naquela manhã, o que significava uma grande chance de bom vôo – como o comandante da aeronave fretada para a Pruma Racing havia informado antes de deixarem o chão.Eliza não era muito fã de voar, a ideia de não ter absolutamente nada abaixo de seus pés era simplesmente assustadora, mas passou a se acostumar devido ao número de viagens que fazia a cada duas, se não, toda semana.Contudo, ainda assim, ela não conseguia se sentir confortável o suficiente para dormir e desta forma ficava acordada por mais de seis ou dezoito horas, dependendo o tempo de duração da viagem. Cris vez ou outra a incentivava a tomar medicamentos para dormir, mas ela sempre preferia por evita-los.Na viagem em questão eles já haviam saído de um vôo internacional de quinze horas de Singapura à Turquia para serem transfe
Ler mais
Neuf
Depois de se livrar da repórter com as perguntas inconvenientes Liza caminha na direção do grupo, que estava a ponto de entrar na garagem da Pruma Racing sem sequer nota-la. Ela os segue e depois que passam as paredes para os bastidores, ela indaga, chamando-lhes a atenção: - O que está acontecendo aqui?Os três viram-se em sua direção espantados a princípio, mas Charlie automaticamente sorri.- Lizzie! – ele diz alegre. – Bom, não era para sermos pegos de surpresa e sim surpreendermos você, mas, aqui está. Feliz aniversário!E indica sua mãe.- Com certeza me pegaram de surpresa. – ela diz sem humor.Patrícia tira os óculos dos olhos e sorri para a filha com eles marejados.- Querida! – ela diz e se aproxima dela, abraçando o seu corpo paralisado. Liza sequer sobe os braços para rode&aacu
Ler mais