Amo meu Melhor Amigo

Amo meu Melhor AmigoPT

G. Grant  Completo
goodnovel18goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
64Capítulos
2.2Kleídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Uma amiga possessiva... Quando se é homem, se tiver uma dessas é um desastre para arranjar namoradas, eu tive uma amiga assim desde que nasci, ela não deixa ninguém chegar muito perto de mim e quase delira se me vê dando um abraço em outra garota, minha amiga possessiva continua desse jeito, mas só que agora eu aderi a um ditado, "Se não pode com o inimigo, junte-se a ele..." E eu tenho certeza absoluta que eu não poderia escolher coisa melhor na minha vida...

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
64 chapters
1
Eu botei o pé dentro do aeroporto John Kenndy em New York, minha irmã estava do meu lado emocionada, eu estava preocupado só com uma coisa. Olá eu sou Kayque, tenho 18 anos e vim de Londres para New York, eu sou alto e tenho uma forma física boa para alguém da minha idade, eu vim para New York por dois motivos, 1-Eu seria um assistente de produção da Marvel Comics, e outro... Você vai descobrir.- Onde ela está? – Perguntei nervoso.- A resposta que procura está na sua frente. - Minha irmã disse sorrindo.Eu vi uma garota linda parada em pé perto de onde eu estava ela segurava uma placa, “Welcome K”, a garota estava quase chorando.- Isa! – Eu gritei e saí correndo em direção a ela.Ela soltou a placa e abriu os braços,
Leer más
2
O Iphone despertou as 6:30h da manha.- Para de me atormentar. – Eu reclamei dele.Eu levantei e fui tomar banho, eu me arrumei e fui para rua pegar um ônibus.- Tenho que comprar um carro logo. – Murmurei para mim mesmo.Depois de um tempo cheguei à sede da Marvel Comics, era enorme, eu entrei e fui atendido na recepção.- Posso ajudar? – A atendente perguntou.- Sim, eu sou Kayque...- Ah, o senhor Lee quer conhece-lo ele apreciou as suas ideias, pode subir. – A atendente respondeu.- Ok, obrigado. – Agradeci.Eu subi de elevador para a cobertura, chegando lá eu entrei na sala da secretaria.- Olá eu queria falar com... Pamela? – Perguntei para a secretaria loira sentada na mesa.- Ora, ora que mundo pequeno, se não é o britânico gato que eu conheci no restaurante. – Ela disse, a voz dela soava como uma
Leer más
3
- Vamos para casa. – Cíntia pediu.- Jarvis, gravar novo ponto no mapa. – Eu falei.- Endereço? – Jarvis perguntou.Eu falei o endereço e o numero do prédio.- Guardado, deseja ir ao novo destino agora? – Jarvis perguntou.- Sim. – Respondi.Eu guiei de volta para o prédio, guardei o carro na garagem, Cíntia e eu subimos para comer nosso lanche.- Que... Delicia. – Eu disse devorando meu Hambúrguer.- Verdade, faz tempo que não como um desses. – Cíntia concordou.- Coitada da Isa, está lá estudando e nós aqui comendo essas delicias. – Falei.Cíntia riu, depois de terminarmos eu fui assistir TV, e Cíntia foi para o Notebook.- Cíntia anota aí, preciso comprar um Xbox360. – Eu disse a ela.- Claro, outro dia você compra. – Ela
Leer más
4
- K, é com ela que você vai sair? – Isa me perguntou para mim fazendo um sinal inquietante para Pamela.- K? – Ian perguntou. – Ah você é o amiguinho da Isa que veio de Londres.- Amiguinho? Eu cresci come ela. – Falei lançado um olhar sério para Ian.Naquele momento percebi, jamais seriamos amigos, assim como Isa nunca ia gostar de Pamela, minha noite perfeita foi por agua abaixo.- Bem já que estamos aqui, por que não lanchamos juntos? – Ian falou.Eu e Isa encaramos Ian, mas acabamos concordando, “Isso está indo de mal a pior”, pensei. Sentamo-nos em uma mesa e uma garçonete nos atendeu.- O que desejam? – Ela perguntou.- Quatro cafés grandes, por favor. – Pedi, ela sorriu para mim, provavelmente pelo sotaque e educação.- Nossa Kayque, parece que perdeu os olhos quando olhou para a
Leer más
5
- Isa não pode saber disso, jamais. – Pensei alto.Eu dirigi até o meu prédio e entrei no meu AP.- E aí tigrão, como foi a noite? – Cíntia perguntou.- A pior de todas. – Respondi.Contei a noite toda para ela, inclusive o beijo.- Não conte a Isa sobre o beijo. – Eu pedi.Cíntia assentiu, eu podia confiar nela, ela nunca diria isso a ninguém.- Vou dormir, boa noite. – Eu disse a Cíntia e saí da sala.Quando cheguei ao meu quarto fiquei só de cueca e me joguei na cama, eu estava arrasado e confuso, dormi como um pedra naquela noite. Acordei bem para quem estava ferrado mentalmente, eram 8:00h, eu tomei café com Cíntia.- Me da uma carona pro trabalho? – Ela perguntou.- Você começa hoje? – Perguntei.- Sim, o Four Seasons Hotel gostou do meu curríc
Leer más
6
- Vamos. – Eu disse entrando no carro.Levei Pamela para casa e fui buscar minha irmã, depois de pega-la fui para a faculdade de Isa para ver se ela viria comigo, chegando lá eu parei saí do carro, um tempo depois ela saiu pela porta sozinha, ela olhou para mim e virou a cara, ela foi para o outro lado, onde Ian a esperava com o carro dele, ele olhou para mim depois que ela embarcou e pareceu dizer, “Toma essa!”, eu apertei as chaves na minha mão, entrei no carro e fui para casa. Eu bati a porta com força depois que a Cíntia entrou.- AAAAAAAH! – Gritei. – Essa é a pior semana da minha vida!- Acalme-se. – Cíntia disse tranquila.- Me acalmar? – Eu indaguei irritado. – Eu saio para um jantar, sou tratado como lixo, sem querer beijo uma garota e por causa disso minha melhor amiga acha que eu sou um traste... E você que eu me acalme?!- Eu se
Leer más
7
- Legal posso ir com você? – Ela perguntou.Eu fiz o que pude para não ficar vermelho ou começar a rir.- Ahn... Vou sair com... – Eu comecei a falar.- Com Pamela. – Ela completou meio melancólica.Eu não via motivo para continuar ali então fechei a porta e fui para a casa de Pamela, chegando lá ela me atendeu.- Oi gato, vamos para o...Ela não conseguiu terminar porque eu a abracei e lhe dei um beijo longo.- Nossa! – Ela disse pegando folego. – Que atitude! Posso saber do que se trata?- Digamos que precisamos de um pouco de diversão hoje a noite. – Eu disse passando a mão nas coxas dela.- Hmmm eu concordo. – Ela disse desabotoando minha camisa.Eu a peguei no colo e a levei para o quarto dela, fechei a porta com o pé e a tranquei, eu a coloquei no chão e ela me empurrou para a cama. El
Leer más
8
Isa estava de calcinha e sutiã abraçada comigo e parecia colada em mim como um imã, ela abriu os olhos e sorriu quando viu Pamela ali.- Oi meu lindo. – Ela disse beijando o meu pescoço. – Dormiu bem?- Agora você não tem como explicar. – Pamela disse me olhando furiosa.Ela saiu, eu não me preocupei em ir atrás, depois dessa até eu iria embora.- Mas por que diabos você fez isso? – Perguntei a Isa.- Ora, eu só queria lembrar os tempos que dormíamos na sua casa. – Ela disse se fazendo de inocente e passando o dedo indicador no meu peito.- Eu tinha cinco anos naquela época. – Eu disse me sentando.- Ah K, eu só quero te livrar daquela vadia, se conheceram há uma semana e você já transa com ela? – Isa perguntou.Ela estava certa, mas eu só queria me divertir um pouc
Leer más
9
- Agora vamos pra casa tomar um banho e curtir a noite. – Falei a ela.Ela sorriu para mim e nós entramos no carro. Depois de chegarmos em casa cada um foi para o seu AP, eu tomei banho e me arrumei para a noite, um show de Nickelback ia rolar naquela noite, e nada podia me impedir de ir.- Você está pronto? – Isa perguntou.- Sim. – Falei.Cíntia iria com agente então entramos no carro e chegamos no show, tinha bastante gente, mas conseguimos pegar um ótimo lugar na frente já que pagamos extra, os show começou, eu nunca havia escutado Nickelback, mas Isa era fã roxa ela cantava todas as musicas com absoluta perfeição, o show durou até a madrugada, quando eram 2:00h da manha todos voltamos para casa.- Essa foi uma das melhores noites da minha vida. – Isa me disse. – Obrigado por me levar K.- De nada, agora vá dormir, temo
Leer más
10
Nós bebemos tudo uma vez, incrivelmente depois de cada copo ela pedia mais, e mais incrível ainda, ela tinha ficado só alegrinha quando acabamos a garrafa, o fígado dela devia ser de ferro.- Agora vamos dormir. – Eu disse piscando os olhos.Isa foi para o quarto da Cíntia que ainda não tinha chegado, eu fui para o meu, me estarrei na cama e comecei a dormir, como na noite de quinta eu senti algo se mexendo na minha cama, e outra vez eu não liguei para isso, dormi profundamente. Quando acordei meu braço estava um pouco dormente, eu senti algo me espetando o rosto no lado esquerdo, e tinha cheiro do shampoo da minha irmã, eu olhei para o lado e Isa estava dormindo ali usando somente calcinha e sutiã, mas ela estava mais grudada que da ultima vez, os braços estavam envoltos no meu pescoço, a cabeça pousada no meu ombro e a perna esquerda estava por cima de mim, para acorda-la
Leer más