Entre o Céu é a Terra

Entre o Céu é a TerraPT

G.K  Completo
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
15Capítulos
508leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Desde pequena Ellen acredita que Deus colocou em sua vida um anjo para cuidar e protegê-la, mas após perder os pais em um grave acidente Ellen decide desacreditar em tudo que tenha relação com o céu. As histórias do seu avô sobre o seu anjo protetor, não a empolgava mais como antes, é suas orações ficavam cada dia mais distante até que cessaram por fim. Rafael se desesperava ao ver Ellen tão triste e desacreditada na vida, achava que uma moça com seus 17 anos deveria viver mais, do que ficar enclausurada em grades invisíveis que ela mesma empunhava para si. Cada vez mais fraco Rafael decide mostrar a ela que ele existe e assim ganhar a crença dela novamente.

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
15 chapters
Capítulo Um - O céu escureceu – parte 1
 Hello, HelloAnybody out there?Cause I don’t hear a siundAlone, aloneI don’t really know where theWord is but I miss it nowJason Walker - Echo EllenOito meses atrás...A estrada estava escura, a névoa encobria boa parte da visibilidade. Papai ao volante cantarolava uma música alegre, e seus dedos grandes e finos batucavam no volante, ao ritmo da música. Mamãe dormia tranquilamente ao seu lado.Soltei o cinto.Eu gostava de observá-la a dormir, sempre serena, tranquila, respiração calma e suave. Sua boca quando fechada tinha um formato de coração. Eu sorri. Lembrei de que quando eu era menor, sempre fugia para o quarto dos meus pais, sentava-me aos pés da cama e os observava. Mesmo dorm
Leer más
Capítulo Dois - Entre as nuvens
 Oh, I am GoingDown, down, down.I can’t fing another way aroundAnd I don’t wanna hear that soundOf losing what I never foundJason Walker — Down MiguelRafael andava de um lado para o outro. Estava impaciente, e isso não era um bom sinal.— Se acalme.— Não posso, Miguel. — Ele se sentou ao meu lado, levando as mãos à cabeça.— Por que não, meu amigo? — Coloquei uma das minhas mãos em seu ombro, tentando lhe transmitir paz.Suspirei profundamente, tentando achar o equilíbrio para lhe dar força.— Não sei, algo me atormenta, estou sentindo uma coisa diferente aqui por dentro. ­— Ele falava, apontando para o peito.— O quê?— Não sei, nunca senti isso antes.— Sabe que os sentimen
Leer más
Capítulo Três - A vida nem sempre é fácil
 I’m breaking free from these memoriesGotta let it go, just let it goI’ve said goodbye, set it all on fireGotta let it go, just let it go oh, ohAvril Lavigne - Let Me Go EllenAquela semana demorou para passar. Era como se cada segundo que passasse demorasse uma hora.Olhei para o lado. O relógio marcava cinco horas da manhã. Suspirei fundo.Tivera pesadelos à noite, havia acordado suada e com dor de cabeça, acabara levantando e tomando um remédio comum para ver se a dor chata passaria, mas acabou que voltei a deitar, não conseguindo dormir mais.Minha cabeça pesava, doía demais, era uma dor bem no centro, como se eu tivesse recebido marteladas somente naquele lugar.— Droga! — disse, fungando.Meus olhos já estavam cheio de água, tudo porque lembrei que mamãe fazia ma
Leer más
Capítulo quatro - Um voo rasante
 When you said your last goodbyeI died a little bit insideI lay in tears in bed all nightAlone, without you by my sideKodaline — All I Want RafaelEu esperava no grande salão. Não conseguia entender essa inquietude que havia dentro de mim. Eu não conseguia parar em um lugar, andava de um lado para o outro. O que eu mais queria era que Miguel já estivesse aqui com a resposta do nosso pai.— Que demora! O que será que está acontecendo lá dentro? Será meu julgamento?Passei as mãos pelo cabelo e me sentei no banco. Eu precisava parar de sentir isso, então pensei na Ellen e em como eu poderia ajudá-la quando eu finalmente estivesse com ela.Sorri. Esperaria que Ellen conseguisse voltar a acreditar, e assim tudo estaria resolvido.A grande porta dos salões rangeu e a pesada porta branc
Leer más
Capítulo cinco - Um Grande Apagão
 It feels like there's oceansBetween me and you once againWe hide our emotionsUnder the surface and tryin' to pretendBut it feels like there's oceansBetween you and me Seafret - Oceans EllenDepois do ataque na escola e depois que chamaram meu avô para me buscar e passarmos horas na sala do conselheiro, eu voltei para casa.Durante todo o caminho meu avô não tirava os olhos da direção da estrada. O silêncio era amedrontador.O conselheiro havia pedido para que eu fosse ao psiquiatra, pois parecia que eu tinha tido um ataque de pânico. Era o que me faltava, agora!O que eu faria? Será que sempre me sentiria assim quando as pessoas chegassem perto de mim? Será que eu conseguiria sair de casa e ter uma vida normal?Vida normal... A quem eu queria enganar com essa de vida normal? Eu nã
Leer más
Capítulo Seis - Encontro inesperado
 Just say you won't let goOh, just say you won't let goJames Arthur - Say You Won't Let Go           Rafael— Rafael, acorda, cara!— Zayne, eu estou acordado, não vê meus olhos abertos?Zayne revirou os olhos e em seguida me deu um soco no ombro.— Cara, você acha que eu conheço essa tal Ellen?— Nossa, isso que você fez comigo me deixou...Zayne me olhava, sem entender nada, e nem eu entendi o que estava sentindo no local onde Zayne me deu aquele soco, mas fiz o mesmo com ele e sorri.— Hey, isso doeu.­— Isso é a mesma coisa que estou sentindo?— Dor? Deve ser. — Deu de ombros.— Dor... isso é bom?— Não, cara, sentir dor não é bom. Olhe, vem cá. — Ele me
Leer más
Capítulo Sete - Sentimentos.
 When you feel my heatLook into my eyesIt’s where my demons hideDon’t get too close it’s dark insideIt’s where my demons hideImagine Dragons - Demons Estava sentado em um banco, em um corredor longo e branco, sozinho. Meus pensamentos e orações estavam com Zayne, rezava para que ele não morresse. Senti-me estranho por causa dele.Desde que cheguei aqui na terra, me sentia assim, confuso. É era estranho. Eu não conseguia me entender, eu não conseguia pensar.A porta perto de mim se abriu e o avô de Ellen saiu de lá. Ele se sentou ao meu lado e colocou a mão em meu ombro esquerdo.— Seu amigo ficará bem.— Sério? — Sorri.— Sim. Ele quebrou a perna, mas ficará bem.— Que bom! Não queria que ele morresse. — Seu Sebasti&atild
Leer más
Capítulo Oito - O Céu escureceu – Parte 2
 Staring at the bottom of your glassHoping one day you'll make a dream lastBut dreams come slow and they go so fastYou see her when you close your eyesMaybe one day you'll understand whyEverything you touch surely diesPassenger – Let Her Go RafaelAcho que eu havia errado. Não deveria ter falado isso para ela. Deveria ter mentido. Mas isso era tão errado. Como eu poderia me aproximar dela, se eu começasse com mentiras? Como ela confiaria em mim depois?Eu não sabia por que os seres humanos mentiam tanto. Isso era a causa de grandes guerras no mundo todo. Mentiras eram erradas. Os humanos só faziam isso para se safarem das coisas erradas que eles mesmo faziam.Balancei a cabeça em negativa. Os seres humanos eram esquisitos. Quanto mais tempo eu passava entre eles, menos eu os entendia. Cruzei os braços no peito e comece
Leer más
Capítulo Nove - Sentimentos confusos.
 Settle down with meAnd I’ll be your safety, you’ll be my ladyI was made to keep your body warmBut I’m cold as the wind blowsSo hold me in your armsKiss me — Ed Sheeran As horas passavam lentamente. Aquele corredor branco me assustava cada vez que eu olhava. Ellen andava à minha frente, sem parar, já fazia mais de uma hora. Seus olhos estavam vermelhos e seu rosto estava inchado. Eu sentia uma energia negativa vindo dela, um sentimento estranho, o mesmo sentimento que eu senti quando estava em casa, conversando com Miguel. Era dolorido, era esmagador.— Ellen, se acalme, por favor, sente-se aqui, vai acabar fazendo um buraco no chão.— Desculpe, Rafael, mas eu não consigo, estou com medo.— Então é isso — falei, pensativo.— Isso o quê?— Nada. É que você e
Leer más
Capítulo Dez - Um grande par de asas
 Do you believe in life after love?I can feel something inside me sayI really don't think you're strong enough, nowBelive — Cher cover Madilyn Bailey Uma semana havia se passado, e vovô continuava no hospital. Eu já estava ficando impaciente com isso.Naquela tarde de sábado, eu olhava pela janela do quarto de vovô, esperando o médico, para podermos conversar.Vovô estava mal, ele tinha tido uma crise de convulsão, e os enfermeiros precisavam descobrir o que estava acontecendo com ele.A cada dia que se passava, eu mais tinha medo de perdê-lo.Segurei uma correntinha que tinha em volta do pescoço, e depois de tantos meses em silêncio, eu falei com Deus. Pedi ajuda, em uma prece sincera. Eu não queria, eu não podia perdê-lo, não agora, não assim. Seria injusto comigo, depois de tudo o que acontec
Leer más