As Lendárias Conexões Cariaciquenses

As Lendárias Conexões CariaciquensesPT

Lucas Rodrigues  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
25Capítulos
474leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Uma lendária conexão entre jovens de tribos indígenas rivais no solo capixaba das cidades de Cariacica e Serra, no estado do Espírito Santo. Diz a lenda que há uma linda e dramática história de amor entre os montes Moxuara, na cidade de Cariacica e Mestre Álvaro, na Serra. Um casal apaixonado que viveu um romance proibido foi transformado em pedra para eternizar esse amor.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
25 chapters
Primeiro Ato
Não se sabe ao certo quando foi o ocorrido. Ainda na era tribal dos primeiros macro-jê que habitavam o litoral brasileiro foi possível avistar o fenômeno. Depois, com a chegada dos tupis, o evento ainda continuou sendo visto. O local era sempre o topo de rochas como o Moxuara.Havia uma forte conexão eletromagnética entre as rochas. O Moxuara (que significa pedra irmã) se unia eletricamente ao Mestre Álvaro, na Serra, criando um campo magnético muito forte. Não somente era um fenômeno visto, mas, também, ouvido.Um grande estrondo se ouvia e no céu chamas de fogo como um grande meteoro se chocando com o Planeta. Instantes depois, um som de descarga elétrica – como o de uma grande torre de alta tensão – pairava no ar. O evento não durava mais que alguns minutos.Ao redor do Moxuara, principalmente da parte de trás, onde est&aacu
Ler mais
Segundo Ato
Um jovem casal apaixonado vive um caloroso romance em solo capixaba. De um lado, além do rio Santa Maria, está Guaraci, um jovem temininó. Do lado cariaciquense, está Jaciara, representante dos botocudos.     O casal se conheceu quando suas tribos cruzaram o rio Santa Maria juntos, num lugar chamado Jacuí (rio de Jacu – uma ave muito comum na região). Pela terminologia indígena, acredita-se que o nome do rio Santa Maria era Jacuí. Contudo, carece de fontes históricas para confirmar essa informação.O local era muito visitado pelas duas tribos que buscavam as águas mais limpas. Ao redor do rio Santa Maria, as águas se mostravam mais turvas. Somente ali no encontro com a Baía de Vitória é que as águas se mostravam mais limpas, no encontro com rochas depositadas nas margens.Ambas as tr
Ler mais
Terceiro Ato
Demoraria uns dias para os botocudos se levantarem contra os temininós. Jaciara e as mulheres vão até Jacuí buscar água. Desta vez, os homens do povo não vão. Isso colocava em risco as mulheres, elas poderiam ser raptadas pelo povo inimigo.Era uma manhã quente. Saíram bem cedo, num grupo de cerca de vinte mulheres. Jaciara aprendia com as mais velhas sobre lendas e toda a sorte de assunto sobre mulheres.Estavam todas rindo às margens do rio Santa Maria quando alguns da tribo inimiga chegaram. Homens e mulheres e entre eles um rosto conhecido por Jaciara, era ele.Guaraci chegou e discretamente acenou para ela. A sua reação foi sorrir timidamente. Aquela manhã parecia mais tranquila do que o costume. As mulheres dos botocudos pareciam estar ali mais para se banhar do que coletar água. Jaciara comunicou suas companheiras de que ir
Ler mais
Quarto Ato
Alguns dias se passaram após os jovens botocudos serem pintados. Estavam prontos para a guerra e agora recebiam as ordens do cacique.Eles se levantariam bem cedo e atravessariam o rio Santa Maria para encontrar desprevenido o povo inimigo. Todos os jovens, rapazes, estavam convocados para a batalha.Ao ouvir isso, Jaciara entristeceu-se e uma lágrima ameaçou rolar por um de seus olhos. Ela não podia imaginar seu amado em perigo, correndo o risco de ser morto por seu povo. Ela queria fugir daquela realidade, mas deveria encarar sem saber o que fazer – se é que ela poderia fazer algo.Estava decidido. Os aimorés iriam se levantar contra os temininós logo cedo. Nada poderia mudar a decisão do cacique – que era a autoridade máxima do seu povo.Jaciara aguardava por notícias aflita. Os jovens do seu povo já haviam partido para as outras bandas d
Ler mais
MUNGUBA, Parte I
No ano em que as caravelas portuguesas de Vasco Coutinho encontraram a costa capixaba, índios de todo o estado do Espírito Santo mantinham seu estilo de vida caçador-coletor. A preocupação com o meio ambiente era de grande importância para os nativos. Toda a Terra representava para eles a deusa mãe. Deveriam preservar essa grande casa, cuidando da manutenção do ecossistema.Antes da chegada dos portugueses, Cariacica era uma cidade de grande preservação ambiental. Muitas árvores cobriam seu relevo de morros, apresentando algumas campinas, onde muitas das lendas aconteciam.No dia 23 de maio de 1535, Vasco Coutinho, fidalgo português, desembarca no inexplorado solo capixaba. Agora o sossego dos povos nativos estava dando lugar a um cenário de disputa e negociação.Por volta de junho daquele ano, algo surpreendente tomou a atenção dos í
Ler mais
MUNGUBA, Parte II
Ajaw estava viajando ao redor das Américas com seus companheiros. Precisavam espalhar o segredo milenar com mais povos e repartir os tesouros dos maias, pois temia ser apanhado pelos espanhóis. Não queria jamais que toda essa preciosidade se perdesse nas mãos dos europeus. Portanto, havia idealizado dispersar o tesouro com os povos. Isso não ocorreria apenas nas Américas como, também, bem distante dali, em Bali – na Indonésia.– Vejam. Temendo a destruição da história do meu wínik (povo) após a derrocada de nosso império para os homens brancos, decidimos separar os nossos mais nobres tesouros e reparti-los com os povos suku'un (irmãos). Trouxemos algo para vocês esconderem em locais extremamente protegidos e que não correm o risco de nunca serem violados. Vocês também não podem contar esse mukul ts
Ler mais
O CRIPTEX DA SERRA DO ANIL, 2016
No ano de 2016, um jovem se aventurou na mata da Serra do Anil, às margens da BR-101. A mata é de vegetação rasteira, com gramíneas, algumas delas espinhosas, bromélias e algumas árvores.A área está próxima à pedreira, também se trata de uma área particular (sítio) inabitada. Não há praticamente nada ali.Mas a movimentação do jovem foi notada por quem se encontrava aos pés da serra, do lado de Cangaíba. Logo, informaram à polícia que alguém estava dentro da área particular.O jovem adentra na mata e começa a subir a serra. O local não apresenta marca de que foi visitado nos últimos dias. “Tudo indica que é um lugar de pouca importância.” – Pensou o jovem.De longe, se ouvia som de cachorros latindo, muito agitados. O som vinha d
Ler mais
Tantos Outros Contos
GRAÚNA, agosto de 1998. Durante a noite do dia 12 de agosto de 1998, o céu foi iluminado por clarões. A Terra estava cruzando a trajetória do cometa Swift-Tuttle. O mesmo que ocorrera no ano de 1992, agora se repetia, sendo visto e narrado em Graúna – um bairro de Cariacica.As famosas estrelas cadentes são vistas todas as noites, solitárias, mas com pouca frequência. Quando há algum comportamento eletromagnético distinto ou quando ocorre alguma aproximação de um cometa, pode acontecer de as estrelas cadentes se mostrarem em maior escala.Uma chuva delas foi vista naquela noite, em Graúna. O interessante é que não somente foram vistos os fragmentos tocando nosso Planeta nos ares como, também, pedacinhos desses fragmentos tocaram nosso solo.Graúna foi atingido por algumas dessas pedras. Felizmente, ningué
Ler mais
Lendas Cariaciquenses
OVNI NO MOXUARA, data incerta. Relatos de moradores do Vale do Moxuara nos falam de objetos voadores sobre o monte. Objetos se moviam aleatoriamente dentro das casas, pedras apareciam e desapareciam no telhado das residências. As histórias eram assustadoras e deixavam qualquer um bastante atemorizado.Um antigo morador da região relata que viu um homem correndo entre os canaviais de uma ponta para a outra. Quando buscou avista-lo novamente, não o encontrou. Em outro momento, o mesmo homem foi avistado, portando uma capa.Uma energia diferente paira sobre o Vale do Moxuara, local muito carregado eletricamente. Talvez ali estão enterrados tesouros milenares jamais desbravados pelos europeus. Há ali alguns pontos de conexão de objetos voadores, numa espécie de ponto de parada (pouso).Em fevereiro de 2020, um OVNI foi avistado em Cariacica, próximo ao monte Moxuara. O evento foi foto
Ler mais
Outras Conexões
REDEMOINHO DA ALDEIA DOS COCOS, data incerta.Na Aldeia dos Cocos, região rural de Nova Campo Grande, um grande redemoinho tomou conta duma tarde de final de inverno.O céu estava limpo e nenhuma nuvem de chuva. Geralmente os ventos fortes, do tipo de tornado, acontecem quando há uma grande nuvem de tempestade (mais precisamente do tipo chapéu) a uma altura próxima do solo.Mas naquela tarde, nenhuma das poucas nuvens no céu aparentava ser uma nuvem de tornado. O vento fresco passava forte a uma velocidade de aproximadamente cinquenta quilômetros por hora.Próximo aos coqueiros, às margens de um riacho, um redemoinho surgiu, espantando os poucos moradores do local.Do meio do redemoinho, surgiu uma figura como a de um homem de branco, de pele negra. Aquele indivíduo ficou no meio do redemoinho por cerca de trinta segundos até desaparecer. Os ventos fortes continuaram ao lon
Ler mais