Paixão Proibida

Paixão ProibidaPT

ABDENAL CARVALHO  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
5Capítulos
896leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Quando o sentimento que nasce no coração é verdadeiro nem mesmo as diferenças sociais, culturais ou raciais que geram o preconceito nas mentes cauterizadas pelo orgulho serão capazes de impedir que duas pessoas vivam uma linda história de amor. PAIXÃO PROIBIDA é uma história de ficção que permite ao leitor compreender o poder de dois corações que se amam e de tudo o que podem conquistar ou superar.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
5 chapters
01. A Família
Ela pertencia a uma família tradicional, filha de um diplomata e uma advogada de renome na sociedade carioca. Ele, um jornaleiro. O edifício de vinte andares localizado numa área nobre da cidade mais parecia um quartel general, cercado de vigilantes por toda parte, afinal, ali moravam pessoas ilustres. O luxuoso veículo parou por alguns instantes, obedecendo o tempo exigido pelo semáforo, o suficiente para que de dentro do carro ela observasse aquele jovem interessante. Ele estava sentado em frente a banca de jornal, lendo algo, totalmente distraído que sequer notou sua presença, no entanto a impressionou. O carro faz um retorno a cem metros adiante e ao entrar para o estacionamento do prédio ela dá uma última olhada na direção onde esteve minutos atrás e rever aquele jovem distraído que tanto prendeu sua atenção. No amplo apartamento de oitocento
Ler mais
02. O Flagrante
Na conversa que tiveram dona Sandra exigiu explicações ao filho por estar sendo acusado de sequestro:— Como chegou até aqui?— Eu fugi do presídio com um amigo— E desde quando bandido é amigo de alguém— É só o jeito de falar— Tenho trabalhado como uma condenada estes anos todos para evitar que você e seus irmãos se envolvessem no meio dessas bandidagens e olha no que resultou, hoje vejo meu filho mais velho metido com sequestro — Desculpa, Coroa, por te envergonhar, mas Deus sabe que fiz isso por uma boa causa — Boa causa, Pedro? E existe boa causa que leve alguém a cometer crimes? — Claro que sim, salvar a vida da própria mãe é uma delas — Do que você está falando? — Coroa, os médicos no hospital disseram
Ler mais
03. Preconceitos
O correto seria chamar a polícia, pois Luana ainda era menor, tratava-se de pedofilia, mas estava confusa, pela primeira vez na vida ficou indecisa diante de uma situação, não tinha a menor ideia do que fazer. Carlos estava em viagem e só retornaria na próxima semana, realmente ele era tão passivo na relação que quase nunca serviu sequer para dar uma simples sugestão, m as tudo bem. Entendia que Carla falou a verdade ao dizer que foi ela mesma a responsável por ele, um homem com alto nível de intelectualidade, capaz de assumir no governo um alto posto diplomático. E, mesmo assim, se comportar de forma medíocre diante da esposa. Agora arrepende-se grandemente, porque não tem a seu lado alguém que possa lhe dar uma ideia. Ou sugestão sobre o que fazer. Eduarda dirigiu-se a portaria, identificando-se como advogada, solicitando permissão
Ler mais
04. O Reencontro
Roberto, depois de tentar por diversas vezes entrar em contato com Luana para poder entender as razões que a levaram a desaparecer repentinamente de sua vida, rondando em sua moto ao redor da faculdade e passando na avenida onde ela mora, frequentando locais próximos e usando de toda estratégia possível, mas sem êxito algum, resolveu parar e seguir seu caminho.  Mesmo que isso não signifique de ele ter desistido do seu amor, porém, respeito pela decisão que ela tomou.  Certa tarde de domingo, enquanto está assistindo na sala de casa a um jogo de seu time favorito, toca o celular. Ao atender surpreende-se com a pessoa que se identifica do outro lado da linha, é Bola, um amigo que conheceu em Santos.  E que também veio morar no Rio e começou a trabalhar no tráfico com sua ajuda, pois era um jovem muito carente, o único que sabia da troca de identidade, além de amigo que fez lá pelas bandas do morro, e o procura para contar as novidades e lhe revelar algo
Ler mais
05. Final
O major da Força Aérea brasileira, Roberto Farias, antes um jovem simples crescido na baixada fluminense, que trabalhava numa banca de revistas para garantir o sustento de sua mãe e dos irmãos menores, pois não desejava seguir o exemplo dos outros jovens de sua idade, indo servir o tráfico predominante nas favelas do Rio.   E não era viciado em drogas, mas em ler as notícias policiais no jornal matutino, que com simplicidade conquistou a atenção da linda Luana.  Foi obrigado a cometer vários erros e crimes para sobreviver a miséria, perseguições e preconceitos. Deu a volta por cima e agora, como um homem da elite social carioca, entra numa das mais importantes igrejas da cidade carioca.  Ascolhida por Eduarda, que queria o melhor para o dia do casamento de sua única filha e, é claro, para impressionar a sociedade do Rio de Janeiro. Os detalhes barrocos são inúmeros na igreja de São Francisco da Penitência, onde aconteceu a cerimônia. Boa part
Ler mais