A violinista de St. Petersburg

A violinista de St. PetersburgPT

Rafael Zimichut  En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
23Capítulos
368leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Amanda Abramovich é filha de um espião russo chamado Ivan Abramovich que foi morto por Andrey Asayev durante a apresentação de estreia de Amanda em um dos teatros mais renomados da Rússia, e para vingar a morte de seu pai, Amanda viaja para o México onde Andrey está atualmente residindo e planeja matá-lo, porém, durante a missão ela se apaixona por Andrey e tem que tomar uma decisão entre vingar a morte de seu pai ou salvar a vida do homem que ama.

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
23 chapters
Prólogo
AMANDA ABRAMOVICH respira fundo e se alegra consigo mesma, pois está à frente de toda a plateia e sorri satisfeita por ter finalmente conseguido alcançar a glória tão cedo, olha para a galeria à sua esquerda e vê seu pai que acena confiantemente com a cabeça e com o olhar fixo para ela demonstrando confiança que ela precisava naquele momento.Ela sabia o quanto era importante a presença dele ali, seu trabalho impediu que participasse de muita coisa, mas ele se programou para que pelo menos no primeiro dia estivesse e participasse da noite mais especial e inesquecível de sua vida, tudo estava planejado desde o começo para aquela apresentação que seria a primeira de toda a sua vida.Amanda admirou por um instante a beleza do teatro, muitas pessoas talentosas haviam passado por ali e ela seria mais uma que tinha gravado seu nome na história da música cláss
Leer más
CAPÍTULO 1 - AMANDA
AMANDA TIRA UM ESPELHO de sua bolsa e dá uma leve retocada em sua maquiagem e vê as pessoas se levantando para o desembarque, um homem vestido de forma muito elegante e razoavelmente bonito olha para ela e lhe direciona um sorriso convidativo, mas a expressão de Amanda era fria como o gelo e o rapaz logo percebeu que não teria absolutamente nada com ela.O avião estava taxiando na pista do Aeroporto Internacional da Cidade do México, também conhecido como Aeroporto Benito Juárez, em homenagem ao ex presidente homônimo cinco vezes eleito, o primeiro a não ter passado militar e o primeiro de origem indígena a assumir um país ocidental em mais de trezentos anos.Amanda pega sua pequena bolsa acima do banco e caminha elegantemente até a saída e desce do avião e recebe uma saraivada de calor do local e retira a sua blusa visivelmente incomodada com o calor.Esse
Leer más
CAPÍTULO 2 - ANDREY
ANDREY ASAYEV ACENDEU um cigarro e baforou para cima tentando imaginar tudo o que estava acontecendo na agência.Aqueles miseráveis quase me mataram...Ele não gostara da forma como tinham feito o contato, tinha sido criado para que acordos fossem respeitados, mas quando se tratava com os russos era como brincar de roleta-russa com a arma totalmente carregada e esperar um milagre para que a munição falhasse e não um golpe de sorte.— Senhor Andrey, creio que a pessoa que o senhor está esperando acabou de chegar.Ele assentiu e apagou o cigarro, quando o viu chegar, se levantou e estendeu a mão para cumprimentá-lo.— Bom vê-lo ainda com vida, Andrey.— Vamos torcer para que continuemos assim.O homem sorriu e se sentou.— Você tem alguma preferência ou posso escolher algo para você?— Desde que seja
Leer más
CAPÍTULO 3 - AMANDA
AMANDA ENTRA, tira a roupa, abre o chuveiro e deixa no gelado, ela precisava se lembrar um pouco do frio da sua terra, colocou uma música clássica em seu celular para tocar – pois ela não ouvia outro gênero, para ela não existia outro tipo de música além da clássica, no máximo era poluição sonora, música mesmo era Bach, Mozart, Beethoven, Paganini e outros do mesmo gênero – e entra debaixo do chuveiro e deixa a água correr por um longo tempo.Seu treino havia sido árduo, precisava estar pronta na metade do tempo que geralmente as pessoas demoram para ter uma ideia básica de como seriam as missões, mas ela só tinha uma única missão, não era o que queria para a vida dela, só queria matar Andrey e consumar sua vingança...Nada mais... Nada menos...— Pai, eu juro que isso não
Leer más
CAPÍTULO 4 - SERGEI
SERGEI ISINBAYEV era considerado um dos últimos românticos na agência, seu sonho desde criança era ser um agente da KGB e tinha estudado o máximo que alguém poderia estudar, se tornou um exímio atleta olímpico ganhando diversas medalhas para ganhar pontos e no dia em que foi convocado era a última semana, o comunismo estava acabando, assim como o seu grande sonho, mas ainda haviam pessoas que pensavam como ele:Você pode mudar o nome, mas a essência do que ela representava estaria sempre presente em suas vidas...E ser treinado por Ivan que tinha sido treinado por África era a maior prova de que aquele sonho estaria longe demais de acabar, assim como o comunismo, o fato do mundo achar que tinha acabado, nunca acabou de verdade, eles mudaram o nome, mas a vida continuava a mesma para todos.Sergei nasceu no subúrbio de Liubertsy, cidade fronteiriça de Moscou e a
Leer más
CAPÍTULO 5 - AMANDA
AMANDA SAI DO CHUVEIRO, pega a toalha e começa a se enxugar, quando ela sai do banheiro e se assusta com a presença de seu chefe.— O que está fazendo aqui? – Diz ela de forma indiferente à presença de seu chefe e amigo pessoal de seu pai, o que para ela era o mesmo que nada.— Só me certificando que tudo sairá bem.Amanda vira os olhos impacientes para cima enquanto coloca a roupa.— Um tanto quanto desnecessário, não acha?— Depende do ponto de vista, querida, apenas mantenho o protocolo ativo enquanto estivermos nesta missão.— É protocolo ficar olhando mulheres nuas?— Se eu gostasse seria.Amanda não disse nada quanto àquela revelação, ela sabia que poderia ser um truque, ainda mais sabendo que ser gay na Rússia praticamente era um crime.— Não acha qu
Leer más
CAPÍTULO 6 - ANDREY
ANDREY ESTAVA FUMANDO um charuto tranquilamente quando seu telefone tocou, ele não disse nada, apenas ouviu e após ouvido as informações, quase todas codificadas, desligou o celular e ficou pensando sobre o que diabos a CIA queria que ele se aproximasse de Amanda Abramovich.A viagem a Moscou tinha sido um grande sucesso, ele só tinha que enganar meia-dúzia de agentes arrogantes e foi exatamente o que fez, sua saída daquele inferno desde o começo era se aproximar de Ivan Abramovich e seu estoque infinito de saídas mirabolantes.Ivan e Andrey trabalharam juntos em meia-dúzia de missões estratégicas entre a CIA e a SVR.Andrey imaginava algo totalmente o contrário de Ivan, para ele todos os russos eram pessoas caladas, arrogantes, introvertidas e sem educação, mas Ivan era completamente o oposto, uma pessoa carismática, de sorriso fácil e com um m
Leer más
CAPÍTULO 7 - AMANDA
AMANDA TIRA DO BOLSO um cartão com o nome do bar e o nome de quem ela deve procurar.— Eu gostaria de falar com o Petrik. — Ele aguarda a senhorita no privativo – apontou o garçom o canto do salão.Ela assente e o segue até o local.— Está ainda mais linda do que na apresentação em São Petersburgo, minha querida – disse enquanto cavalheirescamente beijava a sua mão, puxou a cadeira para que ela se acomodasse.Amanda dá um sorriso mordendo os lábios, ela tinha visivelmente um ponto fraco, bastava elogiá-la que quebrava o gelo do momento.— Obrigada!— Vou te mostrar as nossas instalações enquanto fica pronto seu almoço, gostaria de comer algo específico ou fica a escolha por minha conta?— Pode escolher.Ele assentiu e fez sinal para o garçom que enten
Leer más
CAPÍTULO 8 - ANDREY
AMANDA SAI do restaurante perplexa por ter ficado cara-a-cara com o assassino de seu pai quando começa a atravessar a rua sem prestar a atenção e é puxada por Andrey com um carro parando quase em cima dela.— SAI DA RUA, SUA MALUCA – gritou o motorista que logo em seguida engatou marcha e saiu cantando pneu de raiva.Amanda olha para trás para ver quem havia sido seu herói e quase beija Andrey— Calma, gata… não precisa me agradecer, “ainda”.— Desculpa… eu…Ela tenta se desvencilhar de Andrey, mas ele a está segurando firmemente pelo pulso, ela só olha mal-encarada para a sua mão e em seguida para ele.— Desculpa… força do hábito.Ele solta o seu pulso.— Maus hábitos pelo jeito.— Talvez, mas… existe uma forma de corrigir isso?—
Leer más
CAPÍTULO 9 - AMANDA
AMANDA PEGA o telefone e liga para Petrik.— Sim… ele já dormiu, podem procurar.Ela desliga o telefone e fica olhando para ele, chega perto e afaga seu rosto— A qualquer momento será seu último suspiro, e eu estarei lá para ver isso…Ela dá um beijo em sua testa e fica esperando notícias de Petrik que invade o quarto de Andrey. — ELA CONSEGUIU, podemos entrar já.O companheiro assentiu, eles saíram do carro e entraram no prédio. AMANDA ESTÁ ESPERANDO impacientemente quando o telefone toca.— Pronto… como assim não está aí? Eu cumpri com a minha parte no acordo… mas…  O telefone foi desligado abruptamente.Amanda olha para Andrey com raiva no olhar...— A sua hora vai chegar, desgraçado...Amanda percebe o
Leer más