The Killer Inside | Livro 3

The Killer Inside | Livro 3PT

Jaque Hartzler  En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
27Capítulos
584leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Dez anos após se juntar ao Clã da Igreja Negra. Samantha se torna uma assassina ao lado de Thomas. Seu dever é exterminar os vampiros não legalizados pela espécie. E mesmo sem sua liberdade, ela não consegue parar de pensar nos que deixou para trás. Samantha retorna para sua cidade, mas percebe que nada é o mesmo. E com a ajuda de Thomas e um novo amigo, eles tentam se proteger da retaliação por terem desertado de uma grande Sociedade. Com sua família e amigos ameaçados. Todos unem forças para combater a Grande Igreja da Negra. Porém, obstáculos atrapalham todos os seus planos. Em risco, eles fogem. Mas as perdas são inevitáveis. Fazendo-a se tornar o que sempre foi destinada a ser. Uma assassina. Mais segredos vem a tona. Traições os desolam. Novidades inimagináveis acontecem. Será que vocês estão prontos para o tão esperado desfecho desta história? Preparem-se para grandes emoções. Você nunca imaginaria o que está por vir. A morte muda até a criatura mais poderosa.

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
27 chapters
Prólogo
O DESPERTARTHOMASSamantha finalmente havia acordado depois da hibernação. Ela estava faminta e parecia muito deprimida. Eu me sentia muito mal pelo que fiz, mas quando fiz, não era eu. De alguma forma eu estava preso dentro do meu corpo, e não podia me mexer, outra pessoa se mexia por mim.Mas ainda sim eu me sentia mal por isso.Ela não quis me ver nos primeiros dias.Estava com traumas e provavelmente com raiva de mim. Em partes ela estava certa. UM ANO APÓ
Leer más
1 - Pondo em prática
SAMANTHAQuando cheguei no meu quarto, Patch já estava lá. Ele era rápido. — pensei.— Não disse que não ia voltar? — perguntei enquanto tirava meu sobretudo e jogava pelo chão.— Eu tentei. Você não me merece. Mas eu quero você. — disse ele se aproximando de mim.— Falando assim, parece que sou uma pessoa fria, sem coração, que não liga pra nada. — dizendo essas palavras, eu tomei ciência que depois de dez anos, eu era realmente assim.— Você é assim, Sa
Leer más
2 - Reencontro
SAMANTHAAssim que entrei, vi Clara, ela estava com o cabelo grande, agora num louro mais escuro. Não parecia ter envelhecido muito, mas estava diferente. Mais madura. E um pouco abatida.Do corredor, saiu Caleb e Summer. Caleb com a mesma carinha de dezoito anos, e Sammer também não tinha envelhecido nada, mas seu cabelo agora estava liso. Estavam de mãos dadas. Pelo menos o tempo fez algo bom. Da última vez que os vi, estavam separados.— Onde ele está? — perguntei me referindo a Lucas.Todos ficaram em silêncio me deixando aflita e preocupada, até que um garoto apareceu pelo corredor. Ele tinha o cabelo loi
Leer más
3 - Aprendendo a ser mãe
THOMASPeguei meu carro que estava na garagem e dirigi até Nova Orleans.Assim que estacionei, olhei pela janela e vi uma menina que parecia ter acima de vinte anos, e ela parecia preocupada.Eu subi até lá e bati na porta.— Quem é? — ouvi a voz feminina suave do outro lado.— Sou eu. — falei. Se ela fosse quem penso que é, reconheceria minha voz.Ela abriu a porta rápido e quando me viu abriu os olhos mais do que podia.— Leer más
4 - Perdão
THOMASEu fui pro meu quarto e tomei um banho. Sam disse pra eu falar com Amanda, mas já tentei tantas vezes que não sabia por onde começar dessa vez.Porém, se eu não continuasse tentando, nossa relação de pai e filha nunca evoluiria. Então eu fui até o quarto dela.Assim que bati à porta ela disse pra entrar sem saber quem era. Eu entrei como mandado.Quando ela viu que era eu, colocou fones de ouvido e ligou uma música bem alta.Não sei como ela conseguia, tendo ouvidos sensíveis de lobisomem. Essa menina gostava de se tor
Leer más
5 - Uma nova vida
THOMASNo dia seguinte, Amanda e eu começamos o treinamento no jardim. Ela tinha muito ódio dentro dela. E eu já podia sentir na minha própria pele, pois seus socos doíam.— Devagar… — falei quando ela me acertou no braço.— Acho que você tá ficando velho, pai. — disse ela, debochando.— Ou eu só não quero lutar sério e machucar minha garotinha.Amanda me acertou várias vezes e eu consegui me defender, até que ela pulou o corpo por cima de mim, escorando suas costas nas minhas e me pegando
Leer más
6 - Motivos
SAMANTHA As crianças chegaram do colégio, então eu desci para recebê-los, e na hora que abracei Lucas ele sentiu exatamente o que eu estava sentindo naquele momento, e quando olhei em seus olhos, ele estava confuso e preocupado.— Mãe… (?) — falou como uma pergunta. Como ele fazia isso? Ele sabia exatamente o que estava acontecendo.— Não conte pra sua irmã. Nem pra ninguém, até eu resolver tudo isso. Por favor. — pedi sussurrando.Ele assentiu, e subiu pro quarto.Lucas parecia ter mais poderes do que eu e ele era mu
Leer más
7 - Renegando
SAMANTHA— Mãe, vai ter show de talentos na escola amanhã. Você e o pai vão? — perguntou Lucas depois de bater na porta do meu quarto e eu mandar abrir.— Oh, querido. Claro! O que vai apresentar?— Hm… Eu vou fazer um truque de mágica.— Não com magia de verdade, eu espero. — falei tensa.— Não. Claro que não. Eu sou um bom mágico além das minhas habilidades sobrenaturais.— Bom saber. E sua irmã, vai performar o que? — eu dei umas batidinhas na cama pra ele sair da porta e
Leer más
8 - Dons de Amanda
 Quando chegamos na escola dos meninos, os alunos e pais ficaram nos encarando. Acho que tínhamos uma má fama na cidade. Eu posso dizer por mim mesma que eu fiz muita bagunça por aqui com Chuck.Eu usava um vestido preto que cobria o joelho, e botas. Amanda usava uma calça jeans e uma blusa com jaqueta preta por cima. Ela não levava esse dia a sério mesmo. E Luke estava com suas roupas de mágico.Uma mãe se aproximou de nós. A única que não parecia nos olhar com medo ou desprezo.— Oi, você é a mãe do Lucas, não é?Amanda puxou todos para dentro do colégio e eu fiqu
Leer más
9 - Uma nova mulher
SAMANTHA Na manhã seguinte, Amanda estava tomando café com Lucas na cozinha. Era dia de escola, e eu estava completamente indisposta.— Bom dia. Onde está seu pai? — perguntei, colocando café na xícara.— No jardim. No telefone. — disse Lucas.Apurei meus ouvidos de vampira para ouvir com quem ele falava.— …E se você disser que vai fazer uma viagem? Não é por muito tempo, eu só estou com saudades. — disse uma voz feminina que eu nunca tinha escutado antes.— Leer más