De noiva... Para amante

De noiva... Para amantePT

Lidia Danielle Alberti  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
14Capítulos
2.5Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Téo Alexandros, um homem de 32 anos, se encantou a primeira vista por Camila, uma jovem de 19 anos, que trabalhava num quiosque em uma ilha grega. Ela tentou resistir, mas ele com sua sensualidade a subjulgou. Os dois namoraram e em poucos dias ele a pediu em casamento. Mas na festa de seu casamento ele ouve uma conversa, e descobre que o interesse dela nele era apenas financeiro. Para lhe dar uma lição ele resolve raptá -la e fazê-la sua amante. Ela tenta se livrar dele, mas descobre tarde demais que não conseguirá se livrar desse grego sedutor e tirano. ROMANCE DARK

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
14 chapters
AVISO
Olá darkleitora ou darkerido!Sejam bem vindo ou vinda ao meu mais novo romance dark.Aqui você não encontrará um enredo convencional, haverá violência física, verbal e psicológica, palavras inapropriadas e assuntos que possam mexer com pessoas mais sensíveis.Se você não gosta desse tipo de enredo, então sugiro que nem comece a ler, porque como já escrevi, o romance é dark.Dessa vez a história acontecerá na Grécia e o mocinho não é mafioso.A mocinha também será bem diferente das que escrevi até agora, já que ela é marr
Ler mais
PRÓLOGO
(Camila)Estou aqui sentada sozinha no recreio. As meninas daqui não gostam de mim. Tentei ser amiga delas assim que entrei nessa escola, mas a única coisa que recebi foi insultos por ser uma pobretona gordinha e mal vestida. Os meninos vivem puxando meu cabelo e pondo chiclete na minha cadeira para eu sentar em cima e estragar a minha saia de uniforme de segunda mão.Eu olho para eles e sinto um pouco de pena. Eles podem ser bonitos, ricos e bem vestidos, mas parecem crianças e adolescentes infelizes, já que para se sentirem bem e felizes precisam curtir com pessoas diferentes deles.Realmente sou uma criança pobre. Moro num casebre na parte mais pobre dessa ilha. Minha mãe é manicura e meu pai é pescador. Os dois
Ler mais
CAPÍTULO 1 - OITO ANO DEPOIS
(Camila)Hoje eu estou completando dezoito anos e novamente tenho certeza que minha mãe esqueceu disso mais uma vez. Eu não a culpo, ela anda trabalhando muito e está exausta. Estou muito preocupada com a saúde dela.Ela não é a mulher feliz e saudável que era quando o meu pai era vivo. Infelizmente, as coisas ficaram muito difíceis depois que meu papai morreu. Como o barco que meu pai trabalhava estava sem revisão e papai não estava em dias com alguns impostos mamãe nunca conseguiu receber ajuda do governo. A nossa renda era exclusivamente das unhas que ela fazia.Como não tinha condições de continuar pagando a escola para o meu irmão, ele saiu da escola e foi para uma p&u
Ler mais
CAPÍTULO 2 - NOITE DE ANIVERSÁRIO
(Camila)Já são oito horas da noite e estou morta de cansaço. Minha mãe e meu padrasto foram ao banco pela manhã e não voltaram mais para o quiosque. O meu irmão também não apareceu também depois do intervalo dele do almoço. Espero que ele não tenha aprontado.Guardo as coisas, pego o dinheiro do caixa e fecho o quiosque porque vou para a boate. Se eu me apressar, chego em casa em dez minutos. A Larissa disse que me buscaria às nove e ela é super pontual.Ando pela praia um pouco temerosa, mas qualquer coisa uso o spray que tenho dentro da bolsa.Chegando perto de casa já dá pra ouvir os gritos do meu irmão e
Ler mais
CAPÍTULO 3 - O RETORNO
(Théo)Dez anos. Esse é o tempo que consegui ficar longe dessa ilha que nunca me fez bem.Aqui passei os primeiros anos da minha vida e saí aos dezessete para fazer faculdade. Voltei aos vinte e um anos assim que terminei o curso de Administração em Atenas. Minha família é praticamente dona da ilha, mas também tem outros negócios pelo mundo.Meu pai sempre administrou todos os negócios da ilha. Ele só viajava se realmente fosse importante. E ele queria que eu seguisse o seu exemplo. E eu estava disposto seguir.Até aquela época, apesar de já ser um homem adulto eu obedecia ao meu pai em tudo. Afinal, um grego de verdade sempre re
Ler mais
CAPÍTULO 4 - APRESENTAÇÕES
(Camila)Eu já tinha sido beijada outras vezes, mas nunca nenhum outro homem fez com que eu ficasse tão excitada como esse. Desde que ele pôs as mãos na minha cintura e me puxou para perto dele ao ponto de nossos corpos se encostarem de frente percebi que a pegada dele era forte e firme e para completar a boca dele é deliciosa.Nossas bocas estão sedentas uma da outra e as nossas línguas estão num duelo maravilhoso. Tenho a sensação de que se esse beijo não for interrompido vou acabar molhando a calcinha de tanto tesão.Ele se afasta de mim e eu abro os meus olhos.Ele está me olhando e sorrindo.

Ler mais

CAPÍTULO 5 - TUDO MUITO RÁPIDO
(Camila)Estar nos braços desse deus grego é simplesmente maravilhoso. A boca dele na minha e as mãos passeando pelo meu corpo despertam em mim sensações inebriantes.Mas quando as mãos dele descem pelas minhas costas, segurando o meu bumbum e esfregando as nossas intimidades, eu me lembro que estamos numa boate e que devemos estar dando um show.Separo minha boca da dele e afasto os nossos corpos._ Acho que estamos indo rápido demais – eu digo constrangida e olhando para os lados.Ele fica me olhando de uma forma intensa, mas não diz nada._ Acho melhor eu ir &
Ler mais
CAPÍTULO 6 - CONFISSÕES
(Camila)Não acredito no que os meus olhos estão vendo. Mas o arrepio na minha pele e as borbulhos no estômago são a confirmação que esse olhar quente sobre mim é real. Théo, o homem que me disse na noite anterior que não corre atrás de mulheres veio até aqui.Não quero parecer convencida, mas um homem vestido terno não vem à praia para uma tarde de lazer. Se ele veio em meu quiosque é porque ele está interessado em mim.E o pior é que eu também estou interessada nele. Quem não ficaria atraída por um deus grego desses? Sem me conter mordo o lábio inferior e fixo meu olhar nele.Ou&c
Ler mais
CAPÍTULO 7 - JANTAR ROMÂNTICO
(Camila)Quatro dias. Esse é exatamente o tempo que Théo me disse que estávamos começando algo. E que eu estupidamente acreditei que realmente ele havia sido sincero. Mas acho que caí no conto do Dom Juan porque quem quer ter um relacionamento não demora esse tempo todo para falar com a mulher que supostamente está interessado.E saber que fui apenas um brinquedinho dele iludida por suas palavras e toques me deixa triste. Acho que meu coração está quase partido.Continuo atendendo as mesas quando ouço o telefone do quiosque tocar. Minha mãe atende._ Mila é para você – ela fala um tempo depois.

Ler mais

CAPÍTULO 8 - ESCLARECIMENTOS
(Théo)_ Quero ir para casa. — A voz de Camila sai por entre soluços mal controlados de humilhação.Eu me levanto e paro ameaçadoramente na frente dela. O meu rosto está sombrio conseqüência da excitação não realizada. Ela olha para os lados com vontade de fugir. Com certeza teria fugido dali, se achasse que suas pernas poderiam sustentá-la.— Por que está se fazendo de ofendida? — pergunto com violência, examinando com desprezo as lágrimas penduradas nas pontas dos cílios da jovem a minha frente. — Eu deixei bem claro que queria você._ Deixara mesmo – ela concorda com um murmú
Ler mais