Lobos- Encontro De Almas| Livro 01

Lobos- Encontro De Almas| Livro 01PT

Lady_Wolf  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
61Capítulos
7.5Kleituras
Ler
Adicionado
Resumo
Índice

Lucian é o alfa supremo, mais temido dá história dos lobos, seu maior desejo era encontrar sua companheira, pois acreditava que ela traria a felicidade para sua vida, mas não foi isso que aconteceu, com a chegada de Isabel, uma loba extremamente irritante. Quando Lucian vai até a alcatéia lua de sangue, apresentar sua suposta companheira para seu povo, seu mundo virará de ponta cabeça quando seus intensos olhos dourados encontrarem os fascinantes olhos azuis, de Aurora, filha do alfa. A partir desse momento o desejo de ter Aurora ao seu lado o consumirá a cada instante, a obsessão e a possessividade pela a bela dama de longos cabelos brancos, fará com que o lendário Lucian afaste qualquer um que ousar chegar perto de sua amada. Coisas do passado começarão a surgir fazendo o quebra cabeça de suas vidas se juntar onde deveria.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
61 chapters
CAPÍTULO 01
__ Tem certeza que quer está presente na cerimônia do supremo? - Perguntou Vanessa com os olhos fixos na estrada.Me chamo Aurora Styles, sou uma híbrida de loba e bruxa, recentemente perdi minha mãe. Ela foi vítima do misterioso assassino que nos atormenta a séculos, está sendo muito difícil encarar essa nova realidade, nunca fomos apegadas e raramente conversávamos sem discutir, mas isso não me impede de sentir a dor de sua perda.Sou recém formada em medicina, pra chegar ao pé dá letra, devo dizer que sou, veterinária. Desde que minha mãe morreu ando tendo sonhos esquisitos com uma mulher dando a luz a um bebê, eu nunca consegui ver seu rosto pois sempre aparece borrado, ao seu lado sempre tem outras duas mulheres e um homem que suponho ser o pai dá criança, mas esses também aparecem com os rostos borrados, o mais incrível é que sinto que conheço todos.Estou a
Ler mais
CAPÍTULO 02
Lucian...Ser o supremo Alfa nunca foi uma tarefa fácil, principalmente tendo que lidar com um bando de lobos rebeldes. Desde que meus pais morreram, a mais ou menos dois séculos, eu herdei o lugar de supremo do meu pai, passei todo esse tempo na mais profunda solidão e na esperança de encontrar minha companheira de alma, achei que com ela ao meu lado, tudo fosse diferente.Mas me decepcionei muito quando encontrei Isabel, não consigo ama-la como deveria e muito menos suporto a presença dela, como se já não me bastasse tudo, ela organizou uma cerimônia na alcatéia do Alfa Eric Styles, sem minha autorização, para se apresentar como suprema luna, isso jamais iria acontecer se dependesse de mim, mas como já foi anunciado para todo meu povo, eu devo cumprir com a infeliz obrigação de apresenta- la.__Ei cara, que caranca
Ler mais
CAPÍTULO 03
Aurora...Depois da noite de ontem, não conseguir dormir pensando no que meu pai falou durante o jantar. Ele me disse que havia colocado o corpo dá minha mãe no mausoléu da nossa família e que não descansaria até encontrar o responsável por sua morte, fiquei emocionada com essa informação, passei a manhã inteira refletindo sobre isso, meus pais nunca se deram bem, principalmente depois que meu pai casou com Lucinda.Marquei com ele de irmos até o mausoléu durante a tarde. Logo depois do almoço meu pai teve que receber algumas pessoas em seu escritório e pelo visto o assunto era sério, as expressões de seu rosto o entregava.Subi pro meu quarto na expectativa de descansar um pouco, mas não deu muito certo, e agora cá estou eu em plena três dá tarde, curtindo a brisa na varanda do meu quarto, esperando a hora de sair ch
Ler mais
CAPÍTULO 04
Lucian...Não sei por que que só o toque de Isabel me enfurece, odeio sua mania de controle. Deixei ela sozinha e fui abraçar Alma, antes de vir me trancafiar no escritório. Passo a maioria do tempo sozinho refletindo sobre minha medíocre vida.Há muito tempo não venho aqui, apenas mando um dos meus betas e as vezes Alma vim se certificar de que tudo está em ordem, mas agora me vi obrigado a comparecer na maldita cerimônia que minha amada companheira organizou pelas minhas costas.Bufei.Caminhei até a mesa onde havia umas  bebidas, peguei uma garrafa transparente com o líquido dourado e o despejei sobre o cálice que segurava,  me aproximei dá porta de vidro dá varanda e passei a encarar o nada.Suspirei fechando os olhos.

Ler mais

CAPÍTULO 05
Contei sobre a visão que tive durante minha visita ao mausoléu. Meu pai disse que não sabia a ligação que isso poderia ter com a morte dá minha mãe, e isso não me pegou de surpresa, pois eu já esperava por isso, seja o que for, está se revelando aos poucos, como se fosse um enigma, mas a questão é, qual a finalidade disso? talvez seja algo que eu não vou gostar de saber.__ Não vai tocar na comida? - Questionou Vanessa, me fitando.Olhei para a cama ao lado dá minha, onde minha amiga estava saboreando um pedaço generoso de bolo de chocolate. Por insistência de Lucinda vienhemos jantar no quarto, pois nos sentiríamos mais a vontade depois dá tarde difícil que todos passamos, e ela não errou, mas a verdade é que meu apetite não apareceu ainda.__ Não estou com fome. - Respondi olhando para o prato repleto por carne e legumes.__
Ler mais
CAPÍTULO 06
Aurora...Abri os olhos quando senti algo frio na minha testa, minha visão estava embaçada, e só consegui ver a silhueta de duas pessoas, aos poucos fui a recuperando e vi que ao meu lado estava Vanessa e Lucinda, vestidas em vestidos de gala." Já é dia? "Olhei pra fora e vi que o sol já raiava e os pássaros já faziam seu canto matinal.__ Como se sente? - Vanessa se senta ao meu lado, deixando seus cabelos negros roçarem a pele do meu braço.__ Está doendo alguma coisa querida? - Perguntou Lucinda.Demorei um pouco para respondê-las, pois estava tentando identificar qualquer incômodo em meu corpo, mas não encontrei, pelo o contrário, eu estava me sentindo muito bem, seria estranho, se eu já não so
Ler mais
CAPÍTULO 07
Lucian...Comprimentava a todas as comitivas presente, alguns olhavam torto para Isabel, talvez pela forma vulgar dela andar e se vestir.__ Poderia melhorar essa sua carranca? - Ela estava irritada.Há Ignorei totalmente e me sentei em um dos tronos. Romeu, Felipe e Lídia ficaram de pé ao meu lado, Alma se misturou dentre os convidados e Isabel sentou- se no trono ao meu lado. Ainda estava fumaçando pela informação que Lídia me deu mais cedo.__ Supremo, já faz um tempo que os convidados chegaram, não seria melhor dá início a apresentação de sua luna? você sabe, todas as alcatéias reunidas, um assassino a...__Comece.__ Sim senhor.O ancião começou a falar e ganhou a ate
Ler mais
CAPÍTULO 08
Lucian...__ Essa mulher me tira do sério!__ Calma filho. - Alma tentava me acalmar, porém suas tentativas eram falhas.Ao sair daquele lugar, tive que me conter para não matar Isabel. Quando chegamos em casa ela agiu como se nada tivesse acontecido e foi para seus aposentos, pro seu bem, foi o melhor que ela fez.__ Ela chamar todo mundo de imprestável, foi o auge. - Felipe se joga no sofá rindo, feito uma hiena.__Ela é muito sem noção. - Lídia revira os olhos, mostrando seu descontentamento com Isabel.__ O dia hoje foi muito stressante e agora temos um problema muito mais importante para resolver do que ficar falando de Isabel. - Digo.__ Qual é mesmo? - Perguntou Fel
Ler mais
CAPÍTULO 09
Lucian...Depois de sair daquele hospital, voltei pra casa e tive que aturar milhares de pergunta que eu nem me dei o trabalho de responder, passei direto pro meu escritório e peguei uma garrafa de uísque a virando de uma vez na boca.A bebida descia como um calmante que passou dá data de validade, pois de nada adiantou, estava igual ou pior que antes.Me joguei no sofá do escritório que fica de frente para a grande janela de vidro. As luzes estavam apagadas, a única coisa que iluminava o lugar, era a grande lua cheia. Coloquei o braço sobre a testa e fechei os olhos imaginando Aurora em meus braços." Essa mulher me faz perder o controle com uma facilidade surpreendente"

Ler mais

CAPÍTULO 10
Lucian...Sentia meu corpo com uma dormência terrível, pensei que estivesse em uma masmorra, preso por correntes, mas não, aquilo era só uma sensação horrível; me dei conta disso quando acordei com os raios de sol que penetravam as cortinas escuras do meu quarto, refletindo sobre meu rosto.Demorei um pouco para perceber que não estava sozinho, olhei um pouco para baixo e vi Isabel abraçada em mim.__ Mas o quê? .... Isabel?... Sai fora.A tirei de cima de mim.__ Ai meu amor, isso é jeito de acordar sua companheira? - Ela resmunga, ainda de olhos fechados.Levanto rápido dá cama.__ O que aconteceu aqui?Ela abri os olhos e me analisa.
Ler mais