Um Bad boy em minha vida

Um Bad boy em minha vidaPT

Viviane Barbosa  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
53Capítulos
3.7Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Catarina Prescott é uma mulher que sempre teve tudo o que desejou. Seu pai é dono de um conglomerado de empresas em toda a capital. Ela namora o arrogante Frederico, o braço direito do seu pai. Mas tudo muda quando ela conhece Théo, um bad boy que luta pelo que quer. Theo sempre batalhou para subir na vida, é apaixonado por carro e velocidade. Nunca teve nada de mão beijada, e é um mulherengo nato. Mas é quando conhece a marrenta Catarina que sua vida vira de cabeça para baixo. Eles vão lutar e descobrir juntos que o amor sempre vence. Venha conhecer e se divertir com a história desses dois que são fogo puro!

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
53 chapters
Capítulo 1
 Catarina Acordo com o despertador estridente em minha escrivaninha me avisando que está na hora de levantar. Levanto, aquela aquela espreguiçada e me preparo para mais um dia na faculdade. Faço minhas higienes matinais, abro meu closet e escolho uma roupa confortável e bonita para vestir. Opto por um vestido simples e meu tênis da dolce e gabanna que comprei nos Estados Unidos. Todos acham que sou uma patricinha fútil e mimada por meus pais serem milionários e eu andar com roupas e sapatos de marca, mas é o que sem
Ler mais
Capítulo 2
CatarinaHudson me ligou 1 hora depois, me falando que mulheres não participavam da corrida, então eu teria que dar um jeito se eu quisesse participar. Sorte a minha que sempre guardava uma roupa que ganhei de presente em uma das corridas que participei. Desci as escadas e encontrei Fred e papai conversando no sofá sobre alguma coisa relacionado a trabalho, revirei os olhos, esses dois só sabiam falar de trabalho. Olhei a hora em meu celular e vi que faltava poucos minutos para as 22:00. A corrida seria as 23:30, então teria tempo o suficiente para "despachar" meu namorado. Me sentei junto a eles e tentei prestar a atenção na conversa.- Na semana que vem você terá que ir a Washington! - Disse papai, olhando para Fred enquanto bebia algum líquido no copo.- Fazer o que em Washington, amor? - Perguntei entrando
Ler mais
Capítulo 3
TheoNão consegui dormir a noite, devido a uma frustração que estou desde que perdi aquele maldito racha pra aquela patricinha marrenta. Pela primeira vez na vida, perdi um racha e ainda pra uma mulher! Só pode ser brincadeira mesmo. Não que eu seja machista. Uma coisa que minha mãe me ensinou, é sobre a luta das mulheres e igualdade de gênero, mas perder pra ELA, me deixou realmente frustrado.Tento me levantar, mas uma cabeça em meu peito me impede. Olho pra baixo e vejo que Ingrid dorme profundamente. Tiro a cabeça dela do meu peito e me levanto indo pro banheiro. Depois de sair do banheiro, vou para a cozinha fazendo um café forte e já o tomando. Volto pro quarto, vestindo uma camiseta branca, calça rasgada preta e uma jaqueta marrom por cima. Deixo um bilhete para ela, avisando que vou pra oficina do meu tio.Meu tio é dono de uma oficina no bairro nobre da cidade. Ele me col
Ler mais
Capítulo 4
CatarinaFred foi o caminho inteiro praticamente calado. Não imaginava que iria encontrar o machista com cara de bad boy lá no restaurante. E acompanhado. Não que eu me importe. Eu nem conheço o babaca direito.Saio dos meus devaneios quando Fred chama por meu nome.- O que foi querida?! parece que está no mundo da lua desde quando saímos do restaurante.- Impressão sua, só estou cansada. O dia hoje foi puxado, ainda bem que amanhã é sábado e semana que vem é a última semana de aulas antes das férias.- Você poderia dormir comigo hoje e eu te faria uma massagem bem gostosa que tal?! — Acaricia minha coxa quando paramos no sinal vermelho.- Ai Fred, hoje não dá,
Ler mais
Capítulo 5
ThéoQuando percebi que aquele imbecil colocou droga na bebida da Catarina, dei um soco nele e segurei Catarina. Ela desmaiou em meus braços e não pensei duas vezes em trazê-la para minha casa.Coloquei ela deitada em minha cama e ela começou a falar coisas desconexas, quando começou a vomitar e se engasgar com seu próprio vômito. Corri e a carreguei para o banheiro, tirei sua roupa a deixando só de lingerie e dei um banho nela, pela primeira vez, não olhei pra uma mulher quase nua no meu colo, só me preocupei em cuidar dela. A peguei no colo e levei de volta para a cama. A cobri, peguei uma coberta e um travesseiro e fui dormir na sala. Adormeci em poucos minutos.Acordei e fui até o quarto, dando de cara com uma Catarina confusa e de olhos arregalados quando me vê.- Bom di
Ler mais
Capítulo 6
CatarinaChego no apartamento de Amanda, toco a campainha e uma Amanda sonolenta abre a porta.— A noite foi boa pra alguém a final. - Digo entrando e me sentando em seu sofá.— Pra você também sua safada, Já que quem atendeu seu celular hoje de manhã foi o THÉO. E acho que já sei qual Théo. - Sorri cínica.— Pra sua informação amiga ingrata, eu fui drogada por aquele idiota do Caíque e o Théo me levou pra casa dele.Ela se senta e segura minha mão.— Meu Deus amiga, você tá bem? Sou uma péssima amiga. Eu não acredito que aquele canalha do Caíque fez isso. Eu vou matar aquele desgraçado.

Ler mais

Capítulo 7
TheoEncontrei Lidya, uma antiga ficante minha em um bar que estava. A trouxe para meu apartamento e começamos a conversar. Estávamos tomando vinho quando ela sem querer derrubou vinho em seu vestido. Disse para ela ir tomar um banho e vestir uma roupa minha. Aproveitei e fui pra varanda tomar um ar e fumar um cigarro. Estava com calor, então tirei a camiseta, ficando somente de calça moletom. Me debrucei na janela, quando vi um carro conhecido, parado em frente ao meu apartamento. Balancei a cabeça achando que era uma miragem e voltei para dentro do apartamento. Quando a campainha tocou. Me levantei para abrir e quando abri, me deparei com a morena gostosa na minha frente.- Marrentinha?! O que tá fazendo aq...Antes que eu terminasse de falar ela pulou em mim me beijando. No começo fiquei sem reação, mas quando ela pediu passagem com sua língua, me descontrolei. Colei meu corpo junto ao dela e aprofundei o beijo, se
Ler mais
Capítulo 8
CatarinaVolto pra casa e deito na minha cama, pensando na loucura que fiz. Amanda me ligou antes de chegar em casa e me pediu para dormir aqui hoje. Não pude recusar. Amo a minha amiga.Quando cheguei meus pais não estavam. E é melhor assim. Não quero dar de cara com meu pai. E continuar a discussão. Amanda me manda uma mensagem, avisando que chegou e desço para recebê-la e não acordar meus pais. Subimos para meu quarto e conto tudo que aconteceu.— Pera aí, você foi no apartamento do cara e beijou ele?????? Meu Deus Catê você é louca. - Gargalha.— Para de rir alto, sua doida, meus pais vão acordar. De tudo que eu te contei você só prestou atenção nessa parte?— Não. Prestei atenção na parte do seu pai também. Eu já te disse que se você quiser vir morar comigo, pode vir.

Ler mais

Capítulo 9
ThéoUma semana se passou, desde que aquela maluca, entrou no meu apartamento e me beijou. Eu pensava naquele beijo o tempo todo. Enquanto beijava outras mulheres nesse tempo e até enquanto transava, era em Catarina que eu pensava. Era na sua boca, doce e gostosa, seu olhos que pareciam me queimar quando me olhou daquele jeito, e seu corpo, quando se arrepiou inteiro quando a coloquei no meu colo contra a parede. E era exatamente nesse momento, enquanto me enterrava em Madson, que pensava NELA. Até que fiz a pior besteira do mundo e acabei gozando, falando o nome dela.- CATARINA?? VOCÊ ENLOUQUECEU THÉO?????- Não. Eu disse Madson, foi isso que eu disse. Desculpa, estou cansado. Quando sair feche a porta. - Saio e vou pro meu quarto.Entro no banheiro, e tomo um banho rápido. Me seco, visto uma Boxer e me jogo na cama. Adormeço
Ler mais
Capítulo 10
CatarinaQuando Amanda me chamou pra vir na casa do namorado dela, não imaginei que encontraria logo o Théo aqui, e que ele seria o melhor amigo do Pedro. O mundo é realmente muito pequeno. Confesso que fiquei balançada quando vi ele, mas já passou, afinal nem conheço o cara direito pra ficar "balançada".Conheci os outros amigos do Pedro e são bem legais. Miguel já caiu matando em cima de mim, me chamando pra sair. Aquele típico papo de cafajeste, dei trela, mas sei que não vai rolar nada. Não que ele não seja interessante, porque ele é muito, mas não estou afim de ficar com alguém agora.Amanda nos chamou para jogar verdade ou desafio, e estava indo tudo muito bem, até aquela lambisgo. Mulher aparecer. Ela já entrou e literalmente se jogou nele. Depois de soltar uma piadinha pra cima de mim, ele a arrastou para o sofá e depois sentamos todos.Ler mais