Revelações - A Resistência dos Arcanjos vol. 1

Revelações - A Resistência dos Arcanjos vol. 1PT

Hel J. L. Costa  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
49Capítulos
1.8Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Em uma certa madrugada, pessoas desapareceram misteriosamente, e o sol não apareceu naquela manhã, causando desespero e caos. Uma misteriosa seita que faz seus planos nas sombras e planeja controlar a humanidade, utilizando demônios para potencializar o caos, pretende surgir então como a única esperança. Uma placa ancestral foi encontrada em uma pequena cidade isolada, e pode conter as respostas para tudo o que aconteceu. O colapso da humanidade parece inevitável, e os humanos remanescentes precisam lutar por sobrevivência ao mesmo tempo em que buscam respostas. Seis órfãos adotados por famílias diferentes, vêem seus destinos se cruzarem, em meio à descoberta de incríveis poderes e arrebatadoras paixões. Começa então uma batalha contra terríveis demônios, capaz de fortalecer a fé e os laços de amizade, bem como transformar inimigos em aliados e vice-versa.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
49 chapters
1 - Gabriel
Gabriel despertou de repente, como se tivesse escutado alguém o chamar. Mas ninguém o acordaria num domingo à uma hora dessas, ele pensou, olhando a escuridão lá fora e por um instante pensou ter visto um movimento na árvore de frente para a janela de seu quarto, mas estava escuro demais e sua miopia muitas vezes lhe pregava peças.Vasculhou a mesa de cabeceira em busca de seus óculos e seu smartphone, com o intuito de olhar que horas eram, mas estranhou ao ver que em seu aparelho marcavam oito da manhã.— Deve haver algum erro de rede ou algo parecido — disse para si mesmo.Seu quarto não tinha cortinas, e às oito, o sol já estaria batendo diretamente na sua janela.— Q
Ler mais
2 - Mikael
Mikael acordou abruptamente com o barulho de vidraças se quebrando, e ainda sonolento sentou-se na cama, perguntando-se que diabo estava acontecendo. Um segundo som, agora mais próximo, o despertou de vez e o pôs em estado de alerta, uma vez que lá fora ainda era noite, e a escuridão o impedia de ver através do vidro.Levantou-se, pegou o taco de baseball atrás da porta e seguiu silenciosamente em direção à sala, de onde havia vindo o barulho.Enquanto descia as escadas, precisou proteger-se quando uma pedra atravessou o vidro da sala, seguida de várias outras pedras que destruíram todos os vidros do cômodo, como se fosse uma chuva horizontal de pedras.Assustado ouviu vidros sendo quebrados também no andar de cima, mais
Ler mais
3 - Raphael
Depois de mais uma noite cansativa no hospital municipal, Raphael contava as horas para ir para casa. Independente como sempre foi, ele aprendeu cedo a cuidar de si mesmo e dos outros. No orfanato onde cresceu, enfrentou a difícil situação de não ser adotado e sabendo que precisaria se virar sozinho na vida, tratou de aprender tudo o que poderia aprender.Aos dez anos começou a trabalhar como auxiliar da enfermeira do orfanato, onde aprendeu a amar o ofício, e agora, aos dezoito anos, era técnico em enfermagem no hospital municipal da cidade.Seu plantão ia até às seis da manhã, mas olhando para a programação diária percebeu que já tinha feito quase tudo, e mesmo ainda faltando pouco mais de uma hora e meia para ir embora, faltava apenas a última ronda nos l
Ler mais
4 - Raguel
Sem saber por onde começar, Raguel saiu à procura de outros funcionários do laboratório, sendo que a dor de saber que poderia nunca mais ver sua mãe, ainda martelava em seu peito.Saber que alguém como Gabriel, que estava passando pela mesma situação, estava a caminho para ajudá-la a entender aquilo tudo a confortava, e mesmo não o conhecendo, algo em sua voz dizia que podia confiar nele.Passou por várias salas e olhando dentro delas, avistou mais jalecos e crachás espalhados pelo chão, além de vários armários de arquivos e alguns computadores, mas nenhum funcionário.Chegando a um pátio com janelas, pode ver que a escuridão ainda reinava lá fora e então, sentando-se, sentiu o
Ler mais
5 - Mikael
A Igreja Da Consolação Divina ficava no centro de Miraculous Clearing, e em meio a escuridão que pairava no local, suas luzes iluminavam todo o perímetro da grande praça central, que em um domingo como esse, se o sol estivesse aparecido, estaria tomada de crianças, idosos e jovens namorados, mas agora estava deserta e sem vida.Mikael deixou a moto em frente à grande escadaria da igreja, e seguiu para dentro. Da entrada do grande salão pode avistar o altar e lá estava seu pai, sentado nos degraus sozinho. Ao se aproximar, o jovem viu que ao lado do pastor, tinha uma garrafa de uísque com mais da metade do conteúdo faltando.A cena lhe trouxe a lembrança de dias ruins, quando sua mãe descobriu o câncer. Seu pai, que já era pastor, passou por um grave momento
Ler mais
6 - Raphael
Raphael abriu os olhos e se assustou ao ver que estava caído no chão de um dos quartos do hospital onde trabalhava. Sua cabeça doía e por um instante permaneceu sentado, tentando entender por que estava naquela situação.Levantou-se lentamente e enquanto ajeitava o jaleco, reparou que havia sangue em sua roupa, na parede e chão onde estava encostado á pouco. Alarmado, ele vasculhou o corpo à procura de ferimentos, mas não encontrou sequer um arranhão, exceto por um corte em sua calça branca, na altura do joelho, em cima de uma mancha de sangue ainda meio úmida. Seu rosto e cabelo também tinham sangue, mas olhando no espelho, também não viu corte algum, e um objeto que viu no reflexo deste espelho trouxeram-lhe à lembrança, tudo o que acontecera ali.Era o li
Ler mais
7 - Nick
A placa indicando os limites de Miraculous Clearing já havia ficado para trás a alguns quilômetros, mas agora que ela estava tão perto, já não sabia se seguia em frente ou desistia. Atrás da montanha que ela agora subia em sua moto através da rodovia estadual, estava a cidade que um dia foi sua casa, e tinha sido obrigada a abandonar.Há oito anos, quando ainda era apenas uma criança de dez anos, ela foi levada da cidade por sua mãe, que decidiu separar-se de seu pai, para aceitar a proposta de ser curadora de um famoso museu em Londres. Não podia culpar seus pais pela separação, pois ambos eram apaixonados pelas respectivas profissões, mas nunca os perdoou por fazê-la escolher com quem ficaria.Ela amava muito os dois, desde que a adotaram, e ela optou por
Ler mais
8 - Gabriel
Gabriel guiou Raguel até a sala de monitoramento. Ele nunca se interessou pela profissão do pai, mas, simpático como era, nunca recusou um convite para visitar o laboratório e conhecia bem suas dependências. Sempre fora mais inclinado para a matemática da mãe que para a química do pai, mas nunca disse nada, para não correr o risco de magoá-lo.O doutor Rashford, era conhecido mundialmente por seu trabalho com química quântica, e se tornou notável por suas descobertas nos campos da Química Nuclear, Astroquímica, Sonoquímica e Hidrodinâmica quântica, e era procurado por físicos do mundo todo para ministrar palestras e seminários.Miraculous Clearing era um campo muito fértil de grandes mentes, e havia exportado para o mundo muitos “gênios” em diversas áreas di
Ler mais
9 - Mikael
Mikael passou apressadamente pela entrada do hospital carregando seu pai nos braços. A mancha crescente e úmida na faixa improvisada mostrava que a hemorragia aumentava e ele precisava urgente de auxílio médico.A recepção e os corredores estavam vazios. Cadeiras, vasos de planta e papéis revirados e espalhados por todos os lados, davam a impressão de que um furacão ou algo parecido tinha passado por ali.— Alguém me ajude! — o jovem gritou desesperado, e desesperou-se ainda mais por receber em retorno apenas o eco de sua voz pelos corredores desertos.Colocando o pastor cuidadosamente no chão, ele retirou sua jaqueta suja de sangue e improvisou uma almofada, onde pousou a cabeç
Ler mais
10 - Raguel
Estava sendo doloroso para ela rever em câmera lenta o momento em que a mãe estava sendo consumida por aquela luz, mas precisava saber o que tinha acontecido de fato.As figuras humanóides que viram ao pausar a imagem no momento exato do ataque assemelhavam-se mais a anjos que a ETs. Será então que o que houve foi um arrebatamento e não uma abdução?Haviam muitas perguntas sem respostas ainda e ela estava grata por ter Gabriel ao seu lado. Apesar de conhecê-lo há tão pouco tempo, ela sentia que tinham uma ligação. Sem contar que ele era uma graça. Ela desviou a atenção do vídeo e de todo o resto por um instante, e se viu viajando no jovem, que por sua vez estava concentrado em encontrar mais indícios sobre o que estava acontecendo.Ler mais