Escrava de Sangue

Escrava de SanguePT

QiShuang  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
46Capítulos
3.9Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Jaylee sobreviveu ao ataque alienígena tornando-se escrava na Torre Bawarrod. Servindo à vampiros aristocratas controversos, passa a imaginar uma revolução para liderar o seu povo à Liberdade.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
46 chapters
(1) Escassez
AS PESSOAS COMEÇARAM A CORRER e gritar antes que eu pudesse perceber o que estava acontecendo. Senti uma vibração estranha sob meus pés. Um ruído ultrapassou o som que saía dos meus fones de ouvido, como um avião que voa baixo demais.Levantei a cabeça, os fios castanhos e enrolados voaram com a força do vento, tapando a minha visão. Segurei os cabelos e vi o
Ler mais
(2) Decisão
— OBA! — BYRN ESTICA A MÃO para pegar minha suculenta maçã.Em pé na minha frente, fazendo sombra no sol, Lyek ergue a fruta sobre seus cabelos negros, desviando-se dos dedos longos de Byrn, mecânico e um dos meus amigos mais antigos aqui dentro.— Ler mais
(3) Vantagem
APESAR DE NÃO HAVER JANELAS ABERTAS no Setor B, a penumbra que encobre o local é cortada por pequenos feixes de luz que escapam pelas frestas. Não há muitas lâmpadas funcionando por ali, mas desconfio que a escuridão não seja problema para vampiros.Passos explodem contra as paredes do corredor. Byrn puxa o meu braço bruscamente para dar passagem aos cinco soldados com arma
Ler mais
(4) Vestido Perfeito
É DIFÍCIL PARA UMA GAROTA QUE está passando por necessidades financeiras graves se conformar com o tipo de luxo em que vive a família de Byrn. Ela, sua mãe e seu pai são doadores. O apartamento em que entrei é duas vezes maior que o meu, a sala decorada e aconchegante, limpa, com móveis de madeira e carpete marrom cinzento. Um lugar silencioso e que cheira a produto de limpeza, uma das coisas mais difíceis de conseguir hoje em dia, além de comida.Ler mais
(5) Sociedade dos Vampiros
DEPOIS DE MAIS UM DIA DE TRABALHO na lavanderia, Byrn deu mais uma sacola com dois potes, contendo refeições para minha mãe e meu irmão. Eu a abracei forte. Quando puder, vou retribuir todo favor que ela fez.Tenho uma sensação de dívida terrível com todos os meus amigos, especialmente Lyek e Byrn, que têm me auxiliado sem que eu precise pedir.Ler mais
(6) Serpente
O SALÃO É VERDADEIRAMENTE SUNTUOSO e digno de um castelo cheio de pompa. O teto é branco, com pinturas douradas e três grandes lustres de cristais se projetam para baixo. Há muitas portas, brancas e douradas, separadas por pilastras redondas, todas elas fechadas, lacradas, quase sinto como se estivesse sem ar. O chão é de madeira, os saltos explodem, mas a música é alta e as vozes se sobrepõem umas às outras de uma maneira instigante e até familiar. É uma festa normal, como se eu apenas estivesse na época errada. Garçons passam bem vestidos, oferecem bebidas e docinhos dignos d
Ler mais
(7) Au Au
UM RAIO DE LUZ INCOMODA MEUS OLHOS, despertando-me. Meu corpo inteiro dói como se eu tivesse sido atropelada por um caminhão. Não sei exatamente quanto tempo minha mente vacilou, mas a impressão é de que quase morri. Consigo enxergar os lampiões da saleta e percebo que o vampiro ainda me abraça e entorna meu sangue como um elixir. Se não parar, vou morrer.Seguro em seus o
Ler mais
(8) As 9 Casas
A PORTA ESTÁ TRANCADA, tento girar a maçaneta e ela não cede. Dou socos, talvez mamãe esteja dormindo exausta, mas não escuto nem Johin.Aos poucos, a irritação da porta ter sido deixada trancada como se esquecessem de mim dá lugar à preocupação. E se mataram minha família? Posso ter feito algo muito grave ontem, algo que tenha irritado algu&eac
Ler mais
(09) A Mancha da Desonra
— NÃO ME INSULTE NA FRENTE DOS NOBRES. — Devon puxa um lenço vermelho do bolso da frente do paletó e estende para mim. Desde que nos encontramos, é a primeira vez que ele dirige palavras a mim.Pego o lenço macio, de qualidade, e seco os olhos, tentando não borrar a maquiagem. Olha, um gesto de bondade! Quase me convence que é um lorde, se eu não conhecesse o l
Ler mais
(10) Ataque
— JAYLEE, SAIA DO BANHO E VÁ BUSCAR sua prima! — Minha mãe espanca a porta do banheiro do meu quarto. — Você vai se atrasar!Desligo o chuveiro e me enrolo com o robe azul claro. Abro a porta, liberando o vapor do banho e encaro minha mãe, de saia cinza e blusa preta, os cabelos castanhos escuros presos em um coque, de brincos e bochechas coradas. Sabe quanto tempo eu não a ve
Ler mais