A Caminho do Amor

A Caminho do AmorPT

Chrys  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
71Capítulos
1.3Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Annie Calil é uma mulher independente, segura e bem-sucedida que não pensava em se casar cedo, mas conheceu... John e depois de 02 anos juntos, acabou aceitando o pedido. Para organizar seu casamento, surge Juliana Fraga, uma linda e famosa cerimonia lista da cidade de Miami Beach. Em princípio, Annie sente uma forte ligação com ela e aos poucos, descobre novos sentimentos até que chega a uma encruzilhada e se vê indecisa sob os caminhos do amor que poderá seguir.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
71 chapters
• Annie Calil
Olá meninas, meninos... Bom para quem me acompanha aqui sabe bem sobre meus contos e para os que ainda não me conhecem seja todos bem-vindos, sou a escritora e público este romance completo para vocês. Os capítulos iniciais são mais curtos, mas ficam cada vez maiores, espero que todos meus seguidores gostem farei uma cópia da versão só que em inglês para alguns seguidores. Quando o dia amanheceu, Annie levantou e olhou pela janela do seu quarto, o mar de Miami Beach era uma das paisagens que mais adorava em sua vida. Naquela manhã o sol estava nascendo em tom de amarelo escuro e ficou ali hipnotizada, vendo surgir aos poucos por detrás do mar. O dia anterior havia sido longo e se não fosse a viagem a trabalho que John tinha que fazer na madrugada, provavelmente ele estaria ali ao l
Ler mais
• Uma Organizadora de Casamentos
Olá meninas, meninos, espero que estejam gostando! July já havia entrado na sala da presidência há alguns instantes e a amiga da Annie nem havia notado, as duas eram amigas desde crianças e sempre fizeram tudo juntas. A hora de escolher a faculdade, causou tristeza nas duas porque não fariam o mesmo curso. Decidiram então fazer na mesma universidade, para não ficarem tão distantes assim, foi a melhor decisão que tomaram e crucial para abertura da empresa tendo o suporte para todos online "chat", formada em Recursos humanos e Annie em Engenharia Civil, era o casamento perfeito. Annie era responsável por toda questão de construção e toda estrutura administrativa também toda parte burocrática passava por Annie, além de ser a presidente.&n
Ler mais
• A Noiva Perfeita
Annie acordou disposta a ir para o café superelegante, estava ansiosa e nem dormiu direito, ficou meia hora na banheira tentando relaxar, secou os cabelos negros e lisos, fez uma maquiagem leve mais que realçasse bem os lindos olhos azuis que ela tinha. Seus cílios eram grandes e ficavam ainda mais chamativos quando usava rímel, colocou uma sombra leve, base e um brilho labial levemente rosa. Sorriu para si mesma no espelho contente com o resultado, abriu seu closet e ficou vários minutos escolhendo a roupa que iria, decidiu por uma calça social preta, uma blusa de seda azul com um leve decote – para realçar ainda mais os olhos – e um colar singelo. Calçou uma sandália de salto preta e estava pronta. Quando desceu a sua irmã caçula assobiou e chamou-a de gatinha, ela deu o típico abraço de todas as manhãs, mas não a beijou para não borra o seu batom.

Ler mais

• Juliana Fraga Aguillar
Annie observou enquanto aquela linda jovem caminhava em direção a mesa, as mesmas meninas que olharam para o John acenar para ela, agora observam-na com espanto, algumas pessoas que tomavam café também desviaram seu olhar para ela, uma espécie de magnetismo que chamava atenção dos outros. Ela era alta, devia ter 1,75 de altura, seus cabelos eram cor de mel, faziam, cachos largos e abertos nas pontas que caiam por seus ombros, os olhos pareciam ser um misto de verde claro com castanho.Branca, rosto fino, boca grossa, o batom vermelho destacava os lábios e ascendia seu rosto, usava uma saia creme que descia até o joelho, com uma lasca na perna direita, a blusa era cumprida e vermelho, com leve decote. O visual elegante tinha ainda algumas pulseiras no punho e uma linda sandália prata fosca de salto, Annie reparou que ela tinha uma tatuagem na lateral da panturrilha. Quando ela finalmente chegou a mesa,
Ler mais
• Magnetismo
No vigésimo segundo andar de um luxuoso prédio no centro da cidade, ela observava a sala de Juliana Fraga. Aguardava um pouco aflita, mas não entendi o porquê de se sentir meio nervosa, estava ali para contratar um serviço, não havia nada demais nisso. Sentiu-se inquieta, levantou e olhou pelo vidro espelhado da sala a cidade pequena lá embaixo. O sol estava reluzente, como nos dias típicos do verão de Miami Beach. Os carros pareciam miniaturas, assim como as pessoas que andavam para todos os lados no seu cotidiano corriqueiro. Annie adorava observar as paisagens e perdeu alguns minutos ali observando tudo do alto, com o pensamento longe. Ainda estranho para ela pensar que estaria se casando, é como quando você faz algo da sua vida que não estava programado nem nos seus melhores sonhos e a ficha demora a cair. Assim que ela se sentia, mas
Ler mais
• Pronta para Casar?
A semana para mim foi como de costume, quando eu entrava na imersa, ficaria imersa em todas as responsabilidades diárias. Eram tantos os compromissos que tinha a sensação que não conseguiria resolver metade do que estava programado na agenda que Paty, minha secretaria, me entregava todas as manhas. Era bom, apesar de ser desgastantes. Sempre fui apaixonada pelo meu trabalho, mas não tão apaixonada como era por esse. Não apenas pela satisfação de dirigir minha própria empresa, mas porque essa atribuição preenchia todas as minhas necessidades de realização pessoal. Na quinta feira, almocei com John num restaurante pertinho da empresa, ele estava tão carinhoso comigo que até me deu vários beijos em públicos, coisa que não era muito a praia dele fazer, eu nunca o culpei, sabia que era a criação da minha amada sogra. E quando digo amada, acreditem, estou no máximo grau
Ler mais
• Finalmente Sábado
O sol ainda nem havia nascido quando John se despediu de Annie. Haviam feito amor na noite anterior e para ele foi perfeito como sempre. Olhou para ela dormindo tranquila e sorriu. Era muito linda e apesar do jeito meio frio ás vezes, ele estava feliz e ansioso para casar logo, deu um beijo em sua testa, pegou as malas e saiu. Foi para Florianópolis, uma viagem de quatro dias a trabalho. Deixou um bilhete desejando bom dia e boa sorte a noiva. Deu uma última olhada para ela antes de fechar a porta do quarto e o sorriso surgiu novamente. Duas horas depois Annie despertou. Ainda era sete da manhã viu o bilhete de John e mandou uma mensagem para ele. A noite anterior havia sido boa, ele sempre era muito carinhoso, mas havia algo em seu íntimo que buscava algo a
Ler mais
• Um lugar mágico
Annie estava ansiosa, mas ao mesmo tempo tranquila, conversando com a Juliana no caminho e teve uma afinidade instantânea com ela. Vocês estão juntos há dois anos então? Sim. Legal! Vejo muitas pessoas que casam muito cedo. Acho arriscado, ás vezes dá certo e as vezes não. Annie riu. Juliana olhou apara ela confusa. Seu pensamento não tem lógica. Explicou. Como não? Riu divertida. Não creio que sucesso no casamento tenha haver com o tempo de relacionamento, é meio fantasioso, ma
Ler mais
• Muito prazer
Já passava do meio dia quando terminaram de preencher as fichas que Juliana tinha levado, acabaram demorando demais porque as dúvidas de Annie faziam Juliana rir e elas acabavam brincando uma com a outra, depois de um tempo Annie olhava-a diferente, achando sua competência incrível. Ela foi sensível o suficiente para perceber o quão era ela fechada e sugeriu esse método não convencional de reunião para organizar o casamento, Annie se sentia à vontade com ela, diante de toda aquela paisagem e do vento fresco, comeram fruta e tomaram água de coco que Juliana tinha levado na sua mochila, foram algumas horas extremamente prazerosas para ambas. Sabe uma coisa que eu amo fazer? Annie disse sentada na pedra e com o corpo apoiado em se
Ler mais
• O Pôr do Sol
Maria e Lívia eram muito simpáticas, a finalidade entre as quatro foi instantânea, comiam e conversavam sobra a vida, maria era morena, tinha os olhos castanhos escuros, cabelo enrolado até os ombros, corpo normal, nem magra e nem gorda, e muito, muito extrovertida. Lívia era branca, tinha os cabelos loiros e mais curtos, era magra e meiga, bem mais tímida que sua esposa. Annie nunca tinha conhecido um casal gay tão perto, o máximo que conheceu foi à primeira namoradinha de Bel, mas aquelas duas eram casadas e muito felizes, ficou contente diante delas, tinham gestos sutis uma com a outra, se conheciam apenas pelo olhar e via-se quanto eram apaixonadas, pensou que não tinha essa intimidade com John mesmo estando dois anos com ele.
Ler mais