Segura Entre Seus Braços - Livro 2 - Série Sentinelas

Segura Entre Seus Braços - Livro 2 - Série Sentinelas PT

Clara Silva  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
31Capítulos
5.0Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Derek Montenegro, está ficando sem tempo. Ele está à margem de se transformar em um selvagem por completo. A única solução é encontrar sua companheira, mas a procura está se tornando cada vez mais difícil. A esperança é a última a morrer, e a sua está no caminho da perdição. Lorena está com sérios problemas, e ela não sabe se pode sobreviver a mais uma rodada de testes. Ser prisioneira e um rato de laboratório, não estava em seus planos, mas ela foi pega. Tudo que ela queria era salvar sua irmã, mas agora quem precisa ser salva é ela. E ela está ficando sem tempo. O último experimento precisa dela morta. Afinal os idiotas querem uma autópsia. Só um milagre pode salvá-la. E esse milagre tem nome e sobrenome, ele é Derek Montenegro. Mas ele chegará a tempo?

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
31 chapters
Prólogo
O seu cheiro está gravado na minha mente.Como eu preciso dessa mulher. Isso está me deixando louco.Deus. Eu preciso dela.Correr não está ajudando mais.Nada está ajudando.Eu preciso dela.Eu estou lutando contra o tempo.Ele está se esgotando.– Filho.Eu luto para voltar a minha forma humana. A cada minuto que passa isso se torna cada vez mais complicado, o lobo está tomando o co
Ler mais
Capítulo 1
DerekCaralho.Eu derrubei a mesa e chutei a cadeira para a parede e ela se quebrou. Mas nada que eu faça vai dominar a minha raiva, ela queima nas minhas veias.Nada. Mais uma pista que me levou a um caminho sem saída.Onde você está?Eu rosno me levantando e soco a parede, um, dois, três, quatro, cinco, seis. Buracos e mais buracos.Ainda lembro como se fosse hoje, quando senti o cheiro dela, naquele primeiro leilão onde nem sabíamos o que estava acontecendo com pessoas das nossas espécies.Deus. Isso foi há dez dias. 
Ler mais
Capítulo 2
DerekSer isca é uma coisa fácil de se fazer, está no Central parque, em sua forma de lobo, quando você sabe que um dos idiotas estão aqui te vigiando. É moleza.E claro se deixa ser pego pelas balas de prata com sangue vampiro, onde você pode morrer não é nada legal, a dor é absurda, mas eu preciso entrar no local onde eles estão fazendo experimentos.Acordo em uma cela pequena e as barras são feitas de prata e pelo o cheiro tem sangue de vampiro na sua composição. Esperto, mas não vai adiantar muito.Eu rosno contra as amarras que estão no meu pulso, onde me mantém contra a parede, o cheiro desse lugar não me trás nada de bom, e uma notícia ruim. Minha co
Ler mais
Capítulo 3
LorenaAí. Aí.Eu me levanto e meus olhos doem quando sinto a luz forte contra eles, eu engulo em seco, e depois tento novamente, e eu suspiro de alívio por minha visão está bem.Eu estou deitada em um colchão no chão, e tem outras mulheres à minha volta, muitas estão tristes, outras estão chorando. São cerca de trinta delas.– Onde estou? – Eu pergunto com a mão na garganta. E a outra na minha cabeça, ela está latejando.– No inferno. – Uma delas diz irritada. E eu a olho com ainda mais confusão para elas. Não sei onde estou e o que está acontecendo.– Va
Ler mais
Capítulo 4
Derek– Adoraria pagar para dividi-la com o senhor. – Falou o velho, enquanto eu olho para o palco.– Não divido algo que me pertencer – eu digo ainda focado no palco, pois se olha-lo, vou matá-lo. Isso não ia ajudar muito nesse momento.– Por essa noite, posso tê-la amanhã. – Falou o velho e eu viro para olhá-lo e coloco toda minha raiva no meu olhar, e fico satisfeito quando o vejo engoli em seco.Eu estava irritado com a demora, mas eu tinha que parecer relaxado, um idiota que podia compra qualquer coisa, como o idiota do velhote ao meu lado, e o outro idiota que está do outro lado, o senhor Montgomery.O jantar passa muito lentamente para meu agrado, mas o que
Ler mais
Capítulo 5
DerekEla parece um cordeirinho assustado, mas vou fazê-la confiar em mim mesmo que para isso tenha que mentir. E eu rosno e ela se assusta contra mim.Eu a peguei em meus braços e a levei até a cama, e ela tenta sem sucesso sair dos meus braços, ela é uma gatinha raivosa. Eu a coloco na cama e me movo para ela ficar em meu colo e a mantenho lá.– Me deixa ir. Isso não pode ser verdade – ela diz com raiva, acabo rindo quando uma das suas mãos atinge minha bochecha com força.– Nunca. Lorena. – Eu digo levando minha mão até sua nuca, e encaro seus olhos. Eles são azuis, ela é tão linda.– Como sabe meu nome? – Ela per
Ler mais
Capítulo 6
Lorena– Você é louco! – Eu digo olhando ainda sem acreditar nas coisas que saem da sua boca.Vampira. Lobo. Ele com certeza é um pirado, e não posso acreditar no que ele diz, muito menos que sou sua esposa.Quando ele falou fiquei em estado de choque. Mas não sei quem sou, ou melhor não lembro de nada, além do meu nome, cogitei que ele podia estar falando a verdade quando me tirou do leilão, mas ainda estava incerta, mas seus lábios contra os meus parecem tão certos.Minha cabeça dói ao tentar pensar em uma forma de lembrar de quem eu era, e como vim parar nesse lugar, mas está tudo em branco.&ndas
Ler mais
Capítulo 7
Lorena Aí. Aí. É tudo que posso pensar.Minha cabeça dói, como meu braço direto, e eu abro meus olhos e tento me localizar,  e acabo percebendo que estou em uma van, minhas mãos estão amarradas com algemas.Eu olho para frente e meu olhar cai em Derek, ele está desacordado e seu rosto está machucado, e sangrando muito, posso notar apesar de toda escuridão aqui dentro.Meu coração dói só de vê-lo assim tão machucado. E eu seguro o choro, isso não vai ajudar em nada.– Derek. – Eu sussurro sabendo que ele vai me escutar, mas não falo muito alto para o motorista ouvir. – Por favor, acorda.Ler mais
Capítulo 8
DerekO meu sangue está fervendo e tudo que quero é matar, mas isso pode ficar para outra hora, tenho que tirar minha companheira daqui. E mantê-la em segurança, até poder nos tirar do país sem chamar atenção para nós, e eu sei que isso vai ser difícil.Eles não vão parar de procurá-la, não quando acham que é um milagre, isso me irritava ainda mais. Eu giro e rosno alto quando a percebo caída no chão da van, desacordada, e o maldito motorista apontando a arma para mim, e eu sorriu.Ele atira na minha direção com determinação no rosto, mas quando eu começo a desviar dos seus tiros com muita facilidade ele se assusta, e quando a sua munição acabou, eu pego a merda de um pneu
Ler mais
Capítulo 9
Lorena Eu estava ansiosa e preocupada, não sabia o que ia acontecer quando estivesse em terra firme. Não sabia nada sobre mim além do meu nome e isso ainda me deixa transtornada.O que sei sobre mim nem dá uma grande lista. Lorena. Ok. Fui uma vampira. Ok. Sou loira. Ok. Meus olhos são azuis. Ok.Ler mais