A herdeira da realeza

A herdeira da realezaPT

Juliana Nunes  Completo
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
27Capítulos
1.2Kleídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Ela foge dos padrões uma princesa. Sua beleza não vem um rosto carregado maquiagens, ou pela maneira como está vestida, ela acredita que ela vem dentro. Prefere cavalgar ao ar livre, a ter que assistir a mais uma aula de etiqueta. Seu maior sonho era ser livre, porém, por sua segurança deve viver trancafiada em um palácio. Mas isso não a impedia de ser feliz. Não gostava de demonstrar seus sentimentos para ninguém, ela os prefere guardar para si mesma. Não tem medo de ser quem realmente gostaria de ser, mesmo a imposição todos a sua volta. Está é Aysha Madssey Carher, filha do Rei Andrews a saudosa Rainha Anne, quis o destino que ela viesse ao mundo antes de sua irmã gêmea Adele, bem diferente dela, Adele é uma verdadeira dama, sabia muito bem se portar, se vestir adequadamente para cada situação. "Ela deveria ocupar o trono em meu lugar", assim que pensava, porém as circunstâncias preferiram que ela que fosse a futura herdeira ao trono.

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
27 chapters
Prólogo
Não escolhi nascer em um berço real, mas quis o destino que fosse assim. Além de ter o sangue real, sou também a futura sucessora ao trono, o que me acarreta cobranças e mais cobranças.Descobri o que o futuro me reservava, em uma bela tarde de outono, eu tinha apenas doze anos, e mal tinha noção do que isso simbolizava. - Filha tem um minutinho para mim? Falou enquanto eu e Adele estávamos brincando de boneca, um momento raro, já que eu odiava brincar de bonecas, é que as vezes eu era obrigada uma vez que quase não tínhamos visitas, e amigos por perto.- Sim mamãe. Ela me levou para a casa da árvore, montada a pouco tempo pelo papai, que fica ao lado da janela do meu quarto, um lugar perfeito para meus escapes. Nos sentamos ao chão, antes de começar ela respirou fundo. - O que foi mamãe?- Filha eu trouxe você até aqui por que eu preciso te contar algo.- Pelo visto é bem sério o que a senhora tem pra
Leer más
Parte dois
A visita hoje de Max, me fez lembrar do quanto nossa infancia foi feliz.- Quem você escolhe para fazer parte do seu time Max?- Hun, acho que... A Aysha.- Não ela é uma garota. - Idai ela sabe dar bicudas, quero ela no meu time. Ele deu de ombros. - Leer más
Capítulo 1
Era a noite, estávamos todos reunidos na sala de estar, isso fazia parte da nossa rotina, nos assentamos ao redor da lareira para contar como foi o nosso dia, um ritual que minha mãe adorava fazer. Minha única avó madame Karoline Carther aquecia marshimellows, e destribuia entre todos, meus pais nunca me diziam o real motivo da ausência dos meus outros avós, sinto que me escondem algo, mas porque fariam isso?O som vindo do piano vinha das mãos de Adele, que tocava para nós, criando um ambiente propício para boas conversas, o problema é que eu não estava a fim como sempre.Mantinha meus olhos fixos em um livro de romance, que peguei hoje pela manhã, onde contava a história de uma jovem que assim como eu sonhava em ser livre. Não que eu gostasse de leituras, fazia isso para fugir dos interrogatórios da minha mãe.Meus pais ocupavam um dos so
Leer más
Capítulo 2
O sono parecia ter fugido, essa hora eu já estaria dormindo se não fosse a tamanha ansiedade para o dia que finalmente irei sair das dependências do palácio, e também obviamente pela ausência de Adele no quarto, como gostaria de ser uma mosquinha só para saber o que está se passando em primeiro encontro com um garoto, não que me importe em saber como ela se saiu, mas por se tratar de Max, isso esta mexendo comigo de alguma forma, prometi para mim mesma dia de não me apaixonar por ele, mas toda vez que ele vem em minha mente sinto algo diferente, nunca senti algo assim. Como o sono não vinha de jeito nenhum aproveitei para ajudar Sophie a arrumar as malas talvez isso contribuísse para meu sono voltar. - Sophie sabe alguma coisa sobre o amor?- Infelizmente não madame, meus relacionamentos nunca dão certo, acho que não nasci para isso, mas por que a p
Leer más
Capítulo 3
Depois da despedida de Max, voltei ao meu quarto, pela porta da casa da árvore que dava de frente para a sacada do nosso quarto.Adele estava em sua cama completamente coberta, sabia que ela não estava dormindo ainda, mas não quis dar a ela explicações referente ao que ela acabara de ver para evitar mais possíveis problemas.Nos levantamos ainda de madrugada não que a viagem fosse longa mas por uma questão de segurança segundo meus pais. Prendi meus cabelos em um coque lateral com parte da franja solta, Sophie me preparou um vestido lilás bem confortável para a viagem.- Bom dia. Falei me virando para Adele que estava saindo do seu closet.Ela estava perfeita, usava um vestido preto cumprido bem ajustado na cintura, os cabelos presos em um rabo de cavalo com cachos nas pontas.- Bom dia. Respondeu seca.- Del, você sabe que ele é só meu amigo, por favor não fique chateada co
Leer más
Capítulo 4
Até a chegarmos à entrada das indústrias havia um longo caminho para se percorrer, a paisagem era uma das mais belas que já havia visto, muito verde, árvores por todo lado com flores belíssimas de várias cores, um paraíso.Enquanto andávamos uma brisa suave tocava em nossa pele, também pude observar algumas borboletas voando livremente por toda a extensão do jardim, tinha em mim uma incrível sensação de liberdade.Quando cruzamos os portões duas damas bem vestidas se juntou a nós.- Alteza é uma honra tê-la aqui conosco. Disse uma delas, ela parecia bem jovem, mas tinha postura de dar inveja, usava saltos bem altos por que era de pequena estatura, nem mesma eu tinha tanta desenvoltura com eles, era um grande desastre com saltos.- Obrigada, você quem é?- Madame me chamo Sandy Stuart, sou eu quem vou mostrar toda a estrutura das indústrias para a senhora.- Certo, por onde começ
Leer más
Capítulo 5
Estava com frio, com fome, e principalmente com saudade de casa. As horas pareciam não passar naquele lugar, queria ao menos poder falar com meus pais dizer que estou bem, a essa altura minha família provavelmente deveria já estar sabendo sobre meu desaparecimento, notícias ruins sempre correm mais rápido do que as boas.Me encolhi embaixo de uma árvore, na tentativa de me aquecer abrecei minhas próprias pernas com os braços. Fazia muito frio ali, e ainda mais por ser uma região montanhosa e ventava muito.Ainda pensava no que eu poderia escrever para meu pai, as razões apontadas por Karl não eram tão ruins assim, mas quando meus pais botam algo na cabeça não desistem fácil, talvez ele ceda de imediato por minha vida estar correndo perigo.- Coma isso. Disse Karl o líder dos rebeldes, estendendo algo enlatado.- O que é isso? Questionei.- Isso é o temos para sobreviver, se quiser algo melhor e
Leer más
Capítulo 6
Os olhares daqueles homens de certo modo estavam me incomodando muito, tinha medo de algum momento em que Karl não estivesse, eles tentarem fazer algum mal a mim.Muitos pensamentos tomavam conta da minha cabeça, um deles ao fundo me dizia para fugir, senti meu coração se acelerar diante dessa sugestão o tanto quanto ariscada de mais, a resisti por um bom tempo, mas eu sabia quanto tempo levou para chegarmos até aqui, não havia ninguém por perto, Karl e seus homens estavam um pouco afastados, seria um bom momento para escapar.Olhei para os lados bem discretamente, e no instante em que ninguém estava olhando, dei no pé seguindo uma das trilhas da floresta, espero ter pegado a trilha certa. Eram tantos caminhos que parecia que eu estava em um labirinto.Um pouco distante do acampamento corri, como a fuga precisava ser rápida acabei deixando os calçados para trás isso dificultava ainda mais de correr, porém mesmo ferindo os pés
Leer más
Capítulo 7
Minhas costas latejavam de tanta dor, e conforme a noite chegava mais difícil ficava suportar, como gostaria de poder tomar um banho quente nesse momento, e tomar um dos deliciosos chás que madame Stella preparava para nós todos os fins de tarde, como coisas tão simples nos fazem tanta falta, e na correria do dia a dia nem nos damos conta do que realmente vale a pena, sentia falta das conversas ao redor da lareira, da atenção da minha avó, das risadas do meu pai, e até das broncas de minha mãe, dentre todas essas faltas a que eu mais sentia naquele momento era a ausência de Max, aliás desde sua partida tenho me sentido com um pedaço vazio dentro de mim, é que eramos amigos inseparáveis na infância, juntos dividiamos muitas coisas, desde o lanche da tarde até os assuntos mais confidenciais, e eu queria dizer a ele o quanto sentia medo, sentia falta de seu abraço, milha
Leer más
Capítulo 8
Meu Deus o que foi que eu acabei de fazer não sei se a ideia que tinha na cabeça seria ouvida, sabia apenas que ela comprometeria todo o futuro com quê havia um dia sonhado mas, foi a solução que encontrei em meio ao meu desespero, não suportaria passar mais um dia se quer naquele lugar.Ainda assim sabendo que essa atitude poderia me trazer sérios problemas, não importava por hoje basta, ninguém aparecia e a espera estava me deixando bem apreensiva, alguns minutos haviam se passado desde que ordenei ao soldado rebelde ir chamar Karl, e não havia nenhum sinal deles, ansiosa ficava a andar de um lado para o outro. - Sobre o que vocês conversaram ontem? Disse Sam surgindo de trás de uma das árvores.- Ai que susto. Ponho as mãos sobre o peito. - Ah é você. Não falamos nada de mais, porque?- Quero que você saiba que Karl é meu, se entrar no meu caminho eu acabo com você. - Mas eu não quero ficar com ele. Fiz pouco caso, dando de ombros. -
Leer más