Índice
45 chapters
Cinzas das Chamas
✥ · ✥ · ✥   Na formação do Reino Lunar, ano 201 O cheiro de sangue e carne pútrida me faz torcer o nariz, e franzir a testa logo em seguida quando dor percorre meu rosto inteiro com o movimento. Mas nada se compara com a dor desta visão. O resultado que a Guerra nos deixou não é nem um pouco agradável. Corpos e mais corpos despencados no chão - ou partes de corpos - preenchem cada centímetro do gramado que antes era puro verde mas que agora brilha em um ígneo vermelho. Sangue inimigo misturado com sangue aliado. Sangue dos meus companheiros. Sangue que eles quiseram derramar para me proteger; um príncipe que nunca foi merecedor de tudo isso e que teria sim oferecido sua vida em troca das que foram perdidas nesse campo de batalha. Mancando fortemente em direção à maior conce
Leer más
Desafios Arruinados
✥ · ✥ · ✥   ㅡ Eu não quero saber se o Ministro não aprovou nossas regras, Armon. ㅡ rosno, fazendo-o tremer levemente. Estreitando os olhos para o papel que ele me estende corajosamente, abro minha expressão mais animalesca e ponho as garras para fora. ㅡ Mande uma mensagem agora para a sede e lhe diga que o que me propôs jamais será aceito. Eu sou o deus desse reino, e não vou tolerar ordens de um inferior a mim.   O mensageiro novato se encolhe, me fazendo ter vontade de bater na sua cabeça. Por Taryan, se eu não conseguir alguém ao menos corajoso para enviar minhas mensagens, terei que matar mais um? A busca por novos humanos capazes de realizar viagens longas assim está ficando cada vez mais complicada desde que a barreira foi criada. Aparentemente, com a proteção, eles têm ficado mais distantes da floresta e enfiados em suas vilas.   Passando a garra ameaça
Leer más
Sonhos Quebrados
   ✥ · ✥ · ✥   500 anos após a Guerra, ano 708   O vento frio do outono soprou meus cabelos pra meu rosto e o cheiro de perigo flutuou até mim com a brisa do vento. Sabia que era arriscado estar na Floresta Negra a esta hora da madrugada, mas não podia voltar mais uma vez para casa de mãos vazias. Ninguém gostaria de escutar sua chefe te criticando depois que não fez um trabalho direito, e eu estou no topo dessa lista.   A caçada era algo extremamente difícil para mim. Principalmente porque era um trabalho que deveria ser feito pelos homens ㅡ ainda mais depois que várias escravas fugiram da propriedade em que eram serviçais depois de serem designadas a caçar o jantar ㅡ e depois porque era muito dificil matar um animal inocente para que pessoas tão ruins como eles pudessem come
Leer más
Pesadelos
 ✥ · ✥ · ✥   9 anos antes   A forte tempestade que caía sobre a mansão fazia a tenda onde eu me escondia sacudir para todos os lados. Já conseguia ver o castigo que eu ia levar por simplesmente sair de casa a esta hora da madrugada, mas não me importava. Desde que vim parar aqui, minha vida se tornou cheia de regras e promessas, e tudo o que eu quero é um pouco de aventuras nesta minha vida chata. Sejam elas aventuras mortais ou não.   Uma rajada forte de vento me atinge, fazendo meu corpo sacolejar dentro da pequena despensa onde me escondi. O espaço é tão pequeno que apenas foi o suficiente para me abrigar sentada e com os joelhos grudados no peito, mas é o suficiente. Quero dizer, seria bem melhor se não estivesse escondida nessa terrível tempestade em um cubículo como esse. Maldita hora em que fui inventar de arrumar as coisas dentro
Leer más
Medo Furioso
  ✥ · ✥ · ✥      Da minha cama colada à janela é possível ver o céu escuro e as milhares estrelinhas que o pontilham de canto a canto. Estrelas que eu tento pintar algumas vezes, mas que nunca faz jus à realidade. Um brilho na escuridão nunca poderá ser registrado de qualquer forma que seja, pois é algo mágico demais para que se torne uma realidade retratada pelos humanos. Uma pequena perfeição que eu aprendi a admirar todos os dias antes de dormir.   A chuva que cai pela janela e goteja em meu quarto me faz mais uma vez lembrar que dia é hoje.   23 de novembro.   Mais um ano se passou desde que aquela criatura me prometeu me buscar, uma vez que eu o irritei tanto que ele marcou minha própria carne para me fazer lembrar desta promessa. A pequena cicatriz que carrego bem no peito, em cima do coração, tem a form
Leer más
Promessas
✥ · ✥ · ✥   Humana Asterin.   Dia 23 de novembro.   O total impacto daquelas palavras ainda não foram registradas por mim. Minha mente coloca tudo em câmera lenta enquanto tento acreditar que ele realmente veio para me buscar depois de nove anos. Me deixou sofrer durante quase uma década para que eu sempre tivesse essa insegurança morando dentro de meu peito até o dia em que ele viria finalmente cumprir sua promessa.   O que ele planeja fazer comigo, afinal? Aqueles dentes afiados brilham de sangue. Fará o mesmo comigo aqui e agora ou me levará a algum lugar secreto para me executar longe da vista de todos? Só desejo que seja rápido e bem longe daqui, para que ninguém precise ver meu executamento. Aquelas garras afiadas poderiam me fatiar aqui e agora, mas tenho sérias dúvidas de que ele faria isso.   Os ho
Leer más
Dia Escuro
✥ · ✥ · ✥   A luz forte preenchendo meus olhos fechados e me causando uma dor de cabeça terrível é a única forma de me fazer abrir os olhos com dor e esforço. Estou deitada no chão da floresta, sem sombra de dúvidas. A grama fofa pica minhas costas quando me viro para admirar a beleza da paisagem em que me encontro.   As árvores densas e com as folhas verdes brilhando tanto me dão a mesma sensação de paz que senti antes ao ver aquela pequenina luz vindo em minha direção. Os galhos movimentam-se levemente, como uma música sendo tocada pelo mais famoso músico. O som tão reconfortante que me enche de emoção sem sentido. Um sentimento de liberdade. O vento forte ressoa em meus ouvidos, batalhando contra o som doce e singelo dos pássaros chegando por todos os lados. A primavera deixa uma marca registrada na floresta, selada por conta das vastidão de flores coloridas que me cercam.

Leer más

A Primavera
   ✥ · ✥ · ✥  Fanillen não é nada do que eu imaginei que seria. Nas histórias de terror contadas para que as crianças parassem de fazer birra, Fanillen era mencionada como a Cidade da Morte, onde os monstros da Floresta Negra se juntavam para matar as pequenas crianças que cruzavam o caminho deles.   É claro que todos acreditam nesta versão. Eu não fui diferente. Só que agora, tendo a chance de olhar realmente a cidade que tomava meus bons sonhos de criança, não poderia deixar de me chamar de idiota. Não há sangue e destruição em nenhum lugar; as pessoas estão felizes e sorrindo sem parar enquanto passeiam pelas ruas douradas. A grande praça no centro da cidade contém vários músicos espalhados, cada um tocando sua própria música. De alguma forma, os sons não se misturam. Formam uma linda melodia que se segue desde a extremidade inicial de Fanillen até o outro lado.
Leer más
Escolhas
 ✥ · ✥ · ✥  As mesmas mãos invisíveis de antes são as mesmas que me seguram agora. Andando pelo corredor e sendo escoltada por dois homens imortalmente altos e sentindo o peso das algemas invisíveis envolvendo meus pulsos atrás das costas, tenho que me segurar muito para não atacar esses dois malditos.   Desde o fatídico dia em que o imortal foi me buscar em minhas terras, fiquei presa em uma cela até considerada confortável, mas tão pequena que precisava dormir encurvada para caber naquele cubículo. Em todas as noites tinha o mesmo sonho: aqueles olhos azuis em um rosto invisível, cheios de tanta intensidade que me fazia perder o fôlego a cada vez que o via. Sei disso porque sempre acordava suada e puxando várias respirações rápidas, completamente sem fôlego.   E então vinha o pesadelo. Onde eu sempre estava fugindo de uma criatura imortal que corria atrás de
Leer más
A Kanae
   ✥ · ✥ · ✥   A transmissão está sendo passada em todos os canais do Reino Florido. Nos últimos dias, todo o castelo esteve em atividade vinte e quatro horas. Os preparativos para o Dia da Consagração passaram como um borrão, enquanto eu ficava aprisionada no quarto apenas ouvindo os movimentos constantes pelo corredor. O desejo era arrombar aquela fechadura coberta de magia, mas logo me lembrava da primeira vez em que havia tentado fazer isso e levei um choque terrível.   Em vários momentos senti a magia penetrando meu espaço. Imortais de todos os reinos passavam pelos corredores do meu quarto, conversando sempre baixo. Nunca conseguia decifrar qualquer coisa que fosse útil para minha estadia aqui, por mais que tentasse ouvir por baixo da porta.   Estou sem comer. Não por culpa deles, mas minha. Não confio na comida que mandam pelos criados humanos
Leer más