Escute-me

Escute-mePT

stbeiker  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
24Capítulos
465leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Tiago é um jovem que está terminando o ensino médio, que por ter um passado conturbado, desenvolveu um problema psicológico. Ele se esconde em seu próprio mundo, mentindo para si mesmo sobre seu estado mental. Mas tudo muda ao conhecer Julia, uma garota nova, transferida para sua classe. Julia é especial. Uma garota de emoções profundas, que alcançam mais fundo do que qualquer palavra, e ao entrar na vida Tiago, ela o muda.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
24 chapters
Eu
Chata e tediosa como sempre , talvez minha vida seja assim ou apenas não sou o melhor protagonista , para ter um conto.Meu nome é Tiago, tenho 18 anos, estou no último ano do ensino médio, sim, eu repeti o ano, se está se perguntando isso.Moro em Guaíba, uma cidade do interior, perto da capital, Porto Alegre. Vivo com minha mãe, e dois irmãos.A Rafaela, a filha do meio com 15 e o Henrique com 10, o mais novo e eu sou o mais velho.Eram seis e meia, eu acordei, com o despertador do meu celular, me vesti rápido, peguei minha mochila onde já estavam os cadernos que iria precisa, tudo estava organizado, fui para a sala, deixei a mochila no sofá, logo em seguida fui ao banheiro lavar o rosto. Me olho no espelho e vejo o meu rosto triste, sim eu sou triste.Por que não sou como todo o adolescente?Por que tenho tantos problemas internos, como insegurança
Ler mais
Fim do dia
Eu estava sentado no banco, sozinho, escutando música, como de costume.Lá fico com meus pensamentos, tentando os silenciar , enquanto observo a todos em meu redor.O intervalo acaba, eu e os outros subimos para a sala. As aulas são as mesmas coisas, chatas mas úteis.Sem perceber o tempo, a aula acaba, e vamos para casa, na saída do colégio, os meus amigos vão me acompanhando, como eu moro perto, na esquina da rua onde fica minha casa, eu me despeço deles, e vou para casa, entro, fecho o portão, fecho a porta ao entrar, subo para o meu quarto, troco de roupa, e desço para o almoço.Me sento mesa, junto com meus irmãos.

Ler mais

Garota nova
No outro dia, uma terça- feira fria, acordei com frio, vesti uma roupa rápida, desci, tomei café, escovei os dentes e me sentei no sofá, fiquei escutando música e esperando o tempo passar ,para eu  ir ao colégio.   No sofá, esperando o tempo passar, já me alegrei, pois no meu celular havia uma mensagem carinhosa de " bom dia " de minha amiga, o que me alegrou. Respondi à ela com o mesmo carinho que me envio. A hora de ir para a escola chega , peguei a mochila  e  fui. Chegando lá, me sento no mesmo banco, cumprimento os meus amigos. O Guilherme estava estranho . - O que foi? - Como assim Tiago? - Sei lá tu está com uma cara de triste. - Não é nada não. - Tem certeza? - Tenho. Já o Vinicius, estava alegre como sempre, foi até incomodar um amigo dele que estava na escola, acompanhando uma irmã. Aos p
Ler mais
Prazer Júlia
Uma quarta-feira começava, eu acordei com o despertador do meu celular tocando.- Droga, já é seis e meia.Me levantei, me arrumei, desci para a cozinha, preparei o meu café, enquanto a água esquenta no fogo. Fui para a sala e da janela observei o céu escuro, escuro até demais.Eu estranhei isso, mas como não sei olhar e entender a hora em um relógio analógico, de ponteiro, segui conforme dizia o meu celular.Mas quando a água esquentou e pude prepara o meu café, minha irmã Rafaela,apareceu na cozinha.- O que está fazendo acordado a essa hora aí?

Ler mais

Oportunidades
Uma quinta-feira se inicia, depois da aula, na esquina da minha casa de despeço da Júlia, ela pergunta usando o seu celular, se posso ir a sua casa mais tarde.- Desculpe Júlia, não vou pode ir, tenho que visitar alguém. Não está triste está?Ela balança sua cabeça para um lado e para outro, mostrando que não.- Mas prometo que vou ir domingo.Ela sorri e vai para sua casa. Chego em casa, subo, troco de roupa, largo minha mochila no chão do quarto, desço para a cozinha e já vejo Henrique e a Rafa almoçando.- Quem esquentou a c
Ler mais
Livro
Sexta feira se inicia chata, a tarde depois da aula, já estava na enfrente a casa da Pati, nem preciso a chamar, pois ao chegar no portão dela , a mesma aparece , me abraça.-Me chamou para irmos aonde?- Para irmos na biblioteca pública, porque a professora de literatura, quer que façamos uma resenha de um livro.-Mas por que vai a biblioteca pública?-Porque já pegaram os livros da biblioteca da escola.- Ah entendi.Ela usava uma calça jeans preta com uma camiseta que era quase um vestido na mesma, o que é engraçado pois ela não gosta de vestido.- O que foi que esta me olhando tanto Tiago?- Nada não.Ela saiu correndo para a parada de ônibus.- Ei Pati !Ela se vira para mim.- O que foi ?- Temos companhia e vamos ir na casa dela a chamar.-Quem ?- Tu vai ver.Fomos na casa da
Ler mais
Dia a dia de uma voz silenciosa
Era sábado, um sábado quente, Júlia acorda as cedo mesmo tentando dormir até tarde , pois os grito de choro de uma criança a acorda.Ela se levanta, vai ao banheiro, lava o seu rosto e desce para a cozinha se depara com sua irmã dando de comer para sua filha.- Júlia, a água está na térmica, é só colocar na caneca.Júlia pega uma caneca, coloca café e a água quente, e vai tomar seu café, enquanto assisti sua irmã de 15 anos, cuidando do filho de 1 ano.- Come Pedro, e só uma colher.O garoto fazendo birra, ela só assistindo e pensava "
Ler mais
Sentimentos
Finalmente o sábado chega o que significa que o dia de sair com meus amigos também.Acordei muito ansioso, como de costume a ansiedade tomou conta de mim.Tomei café, junto a minha mãe e ao Henrique, a Rafa estava dormindo, ela sempre dormi muito e perde o café nos fins de semana.Depois do café ajudei minha mãe a lavar a louça, secar e guardar.Após fique no meu quarto, como sempre, escutei música, desenhei, e assisti umas séries pelo no celular.As horas passam então vou me arrumar, antes de eu entrar no banheiro, com a toalha em meu ombro, minha mãe fala:

Ler mais

Não consigo perdoar
Eu odeio os domingos, sempre fico em casa, meus amigos nunca me chamam, na verdade são raras as vezes que isso ocorre.Acordei cedo em pleno domingo, nem dormir até tarde eu consigo.Levanto-me, vou ao banheiro, lavo o rosto, na pia, enfrente a pia está o espelho, evito me olhar, pois odeio minha aparência, na real odeio tudo em mim.Desço para a cozinha, novamente não havia ninguém em casa.Minha mãe foi para a casa do namorado, ela sempre vai aos fins de semana para lá. ( é, ela namora um cara 7 anos mais velho que ela.)A Rafa, minha irmã, está desde ontem na casa de umas amigas, p
Ler mais
Surpresa!
Acordo mais cedo que o despertador do meu celular, mas antes de me arrumar fico sentado em minha cama,pensando no sonho que tive e o porque disso?porque sonhar com essa pessoa e justo desse jeito.Vou para à escola .Chego no colégio , o mesmo horário de sempre, me sento no mesmo banco e fico lá aguardando meus amigos aparecerem.Porém algo diferente acontece, alguém surge em minhas costas e coloca suas mãos sobre meus olhos.- Adivinha quem é? - Diz essa pessoa.Pela voz já sei que é a Pati.- Pati!

Ler mais