Nickel - Máfia Morningstar #1

Nickel - Máfia Morningstar #1PT

Hayane Hemmings  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
23Capítulos
3.2Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Um homem sedutor. Uma mulher marcada. Ele precisa saber que nem tudo é como ele quer. Ela precisa fugir do passado que a machucou. Ele autoritário. Ela quebrada. Ele dominador. Ela determinada. O que fazer quando tudo que você deseja é tudo que não pode ter? Plágio é crime, essa história foi completamente criada a partir do zero. Sem associações, sem cópias, qualquer semelhança é mera coincidência. *- HayaneHemmings

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
23 chapters
GLOSSÁRIO
A pirâmide hierárquica decrescente inicia-se com os:"Soldiers" (soldados): Homens protegidos pela Family e que devem total devoção aos seus superiores, nunca podendo contestar uma ordem dada; nas ruas, são amplamente respeitados pela comunidade e pelos criminosos (são quase "intocáveis"), e apenas podem ser mortos com uma ordem do próprio chefão.Acima dos soldados estão seus chefes diretos, os:Ler mais
PRÓLOGO
Cinco anos atrás... Moscou - RússiaKiraDesde pequena aprendi a aguentar todas as dores, mamãe Amélia Lufkin e eu não tínhamos escolha, quando papai, Nonato Lufkin queria ele descontava sua raiva em nós duas, mais na mamãe do que em mim, eu a ouvia gritar e gritar, na época eu não sabia que além de espancada ela era abusada, porque, mesmo que uma mulher seja casada ela ainda pode ser estuprada se o ato for contra su
Ler mais
CAPÍTULO 1
Atualmente...Kira              Hoje enfim poderei pôr meu plano em prática, após cinco anos eu consegui um fio de esperança, claro, se tudo der certo e não acabar com morte como da última vez, mas dessa vez nem eu poderei sobreviver se tudo der errado. Após tanto abuso da parte do Ivan eu achei uma amiga dentre as empregadas, ela sempre me ajudava com os machucados, tanto para curar rápido quanto para esconder, se bem que na máfia não precisa esconder, todos sabem o que nós mulheres passamos no casamento. Eu fico tão indignada, odeio os homens da máfia, eu quero sair daqui e ficar o mais longe possível de todos que eu puder, precis
Ler mais
CAPÍTULO 2
Kira              Eu ainda não consigo acreditar que consegui, realmente consegui sair daquele inferno, a gargalhada sai da minha boca mas o medo daquele maldito me achar ainda corrói dentro de mim, eu sei que aquele bastardo maldito não vai descansar até me ver morta, então preciso "morrer" para ele.Após falar com a Ellen eu soube que era necessário, preciso forjar minha morte de qualquer forma, ou ele jamais desistirá, ela disse que ele falou, eu era só dele e de mais ninguém, se isso acontecesse ele preferia me ver morta, não importa o que eu faça ou onde me esconda, se a Kira não morrer ele não descansará.Assim
Ler mais
CAPÍTULO 3
Nickel               Ter que passar pelo almoço foi perturbador, Mom faz parecer que o dad pode voltar, sabemos que isso não é possível, mas fazemos sempre as vontades dela nesse dia, ela sempre chora muito a noite quando esse dia acaba, o que me surpreende é ela viver nesse mundo há anos e ainda assim ser sensível a esse ponto.Com o almoço finalizado eu posso enfim fazer minhas coisas, essa noite é a inauguração de uma das boates em que sou sócio, por fora tem o contrabando de armas e drogas, estamos fazendo uso de uma nova que está no mercado, está vendendo como água. Ler mais
CAPÍTULO 4
Kira              Consegui arrumar tudo que estava precisando, a casa ficou impecável, cada grão de poeira se foi, estou morta mas valeu tanto a pena, consegui não pensar em nada, não me assombrar com as lembranças ruins.Após um banho delicioso eu cozinhei uma comida deliciosa que pesquisei na Internet, salada de frango, nozes, queijo feta e frutas vermelhas, o cheiro e a cara estão maravilhosos, acho uma garrafa de vinho e a pego. Confesso que me sinto em casa. Ponho tudo na mesa, como se fosse ser um jantar para alguém, só que com apenas um lugar, não sei que horas o Stefan chega então não vou lhe esperar, mas deixarei para ele t
Ler mais
CAPÍTULO 5
Nickel              Arregaço as mangas da minha camisa social me arrependendo de não ter trocado a mesma, agora uma das minhas boas camisas está com sangue imundo de russo. Quando cheguei seu rosto já estava banhado de sangue, presente do meu irmão Axel, mas isso não me impediu de tentar ainda mais desfigurar o rosto desse fodido. “Responda a pergunta!” dou outro soco nele com meu soco inglês especial, tem meu apelido nela "Nick", uma vez ficou a marca perfeita do meu nome no rosto do babaca, é reconfortante. “ебать*.” ele fala cuspindo sangue. Foda-seLer mais
CAPÍTULO 6
Kira              Eu precisava botar meu plano em ação, aquele esbarrão na rua não foi aleatório, era um russo, mas não fazia sentido o bilhete, estava escrito apenas, "Se afaste dos Morningstar." escrito em russo, o Ivan não é assim, ou ele está me deixando saber que ele está vindo para eu saber que na hora em que ele me encontrar será o meu fim. Arrumo minha bolsa e suspiro, pesquisei na Internet alguns assassinos de aluguel, após eu parar em ligações de sexy shop "sou seu assassino do prazer" achei realmente o que eu procurava. Sai assim que o Stefan dormiu, não poderi
Ler mais
CAPÍTULO 7
Kira              E lá estava eu, mais uma vez, mais uma noite, sofrendo por algo que não fiz, não pedi e tenho certeza que nunca mereci, anos e anos disso e por mais que as pessoas digam que ao passar do tempo nos acostumamos com algo, eu digo que não. A cada abuso do Ivan menos eu me acostumava, mais eu pedia, suplicava, implorava de Deus que ele me matasse, a dor era insuportável. Ter Ivan sobre mim, me usando, me dilacerando, me tornando uma casca oca, era como viver em um inferno, talvez o inferno seja até melhor que estar sob seu julgo. Seu olhar de posse, dominação, subjugação, o pior é que ele amava me fazer isso, me ver implorar, me ver sofrer e nunca irei entend
Ler mais
CAPÍTULO 8
Kira              Na manhã seguinte foi como se nada tivesse acontecido, o Stefan ainda estava estranho comigo pela minha escolha, mas ele jamais entenderia ao certo, não sem passar o que passei. Como de costume fomos para a empresa, eu realmente preciso de um carro, o clima tenso foi quase palpável, isso me deixa triste, eu adoro a amizade do Stefan, de poder conversar com ele.“Tenha um bom dia de trabalho Madison.” ele falou como se eu não fosse nem sua companheira de casa. “Obrigada, a você também.” tentei soar o mais amigável possível, e foi assim que nos despedimos.Segui para minha mes
Ler mais