Corações Opostos

Corações OpostosPT

Lanny.21  En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
156Capítulos
1.8Kleídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Já pensou em um amor avassalador capaz de despertar ódio e paixão ao mesmo tempo? Capaz de fazer você morrer de amor em um momento e logo depois ser dominado pelo ódio? Duas pessoas diferentes conseguiriam viver uma historia de amor? Dulce Maria e Christopher Uckermann são completamente o oposto um do outro, é visível as suas diferenças, dizem que os opostos se atraem mas isso não quer dizer que dará certo, o amor nem sempre é fácil, Fácil é desistir, lutar dói e será que vale apena lutar por algo tão diferente? Será que o amor será suficiente? As coisas mudam quando o único que a faz chorar é o único que pode consola-la.

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
156 chapters
Capítulo 1
Os olhos de Dulce se abriram lentamente e encararam um teto bege, ela respirou fundo e se sentou na cama, era a segunda noite naquele quarto melhor dizendo naquela casa, Dulce ou Dul como os íntimos dizem acabará de se mudar para a cidade do México devido ao trabalho de seu pai. Para Dul aceitar aquela mudança era muito difícil ao final como fazer uma garota de 17 anos recomeçar do zero? A vontade de Dul era correr novamente para Monterrei para rever seus amigos, sua paixão que ficará para trás, mas como ela mesmo pensava isso era o que menos importava para os seus pais, como eles mesmo haviam dito que amigos se fazem novos! Mas Dul não queria ter que fazer amigos, ela queria os delas, os amigos de toda a vida, mas não! Isso parecia ser um pedido enorme para seus pais. Porém mesmo que ela não quisesse ela entendia os seus pais, ela sabia que a proposta de emprego rece
Leer más
Capítulo 2
Os dias foram se passando e trouxeram com ele a segunda-feira, mesmo contra sua vontade Dulce fez suas malas e junto com seus pais foi para o colégio ou a prisão como dizia ela, quando chegaram lá realmente viram o quão bonito aquele local era, mas nenhum detalhe fazia com que Dulce visse aquele lugar com outros olhos, eles desceram do carro e os pais de Dulce foram para a direção e Dul ficou no pátio, se sentou em cadeira que havia ali, e ficou olhando as pessoas que chegavam ali, pessoas se reencontravam e se abraçavam demostravam felicidade em esta naquele lugar, e isso fazia Dulce ficar incrédula, como alguém poderia gosta de ficar trancado em um colégio? Os pensamentos de Dul foi interrompido por uma voz.– Posso sentar? – ele já foi se sentando sem esperar a resposta.– já sentou – disse ela sem se quer olhar para o lado.– você sempre é tão bem humorada assim? – perguntou o menino fazendo ela o olhar.– só com pessoas que me incomoda – ela abriu o mesm
Leer más
Capítulo 3
Duas meninas conversavam empolgadamente, contavam o que fizeram nas férias para onde foram, o que compraram, estavam muito envolvidas no assunto ate que uma voz atrapalha o papo delas.– Meninas! Olhem que está de volta – as meninas que conversavam quando viram a menina dos cabelos loiros foram em direção a ela e se abraçaram.– Fuzz, que saudade – disse uma delas com um sorriso imenso.– pensei que você não viria hoje – disse a única morena naquele meio.– eu não queria vir mas meus pais praticamente me obrigaram – ela revirou os olhos –mas quer saber foi ate bom – ela deu um sorriso.–  a é? E por que foi tão bom assim! – perguntou a morena.– Meninas, assim que entrei no pátio encontrei a minha priminha, ela estava observando o Christian de longe, tinha que ver a carinha de mosca morta – ela deu uma risada –&nb
Leer más
Capítulo 4
Após sair do quarto Annie foi em direção a lanchonete, se sentou em uma mesa vaga, e fez seu pedido que foi um suco de laranja, enquanto ela esperava se debruçou sobre a mesa, ate chegar Poncho e senta ao lado dela.– Isso tudo é sono? – ela levantou a cabeça e deu um leve sorriso.– não! E tedio – ela bufou.– mas já? –  ele deu um leve sorriso.– uhun – ela estava realmente com uma cara de desanimo – Acredita que eu tenho uma colega de quarto maluca? – ela deu um leve sorriso.– serio? O que ela fez? – ele a olhava.– Primeiro ela me ignorou, depois veio dar uma de amiguinha – ela revirou os olhos –dizendo que o meu namorado me traia – Annie riu ao terminar a frase.– Namorado? – o sorriso que havia nos lábios de Poncho sumiram deixando seu semblante serio. – não sabia q
Leer más
Capítulo 5
O coração de Dulce estava acelerado, suas mãos estavam trêmulas, a raiva qe sentia de Christopher naquele momento ultrapassava qualquer coisa, como ele teve coragem de trata-la assim feito um lixo, mas isso não iria ficar assim...-/-                Annie estava sentada copiando uma matéria quando Raquel e Belinda se aproximaram dela e se sentaram ao seu lado.– O que você esta fazendo? – perguntou Raquel curiosa.– Estou copiando uma matéria que não deu tempo de copiar na aula – disse Annie sem tirar os olhos de seu caderno.– Ai amigas preciso tanto de um shopping – disse Belinda em um tom desanimado.– Ai se eu pudesse – disse Annie tirando a atenção do caderno e suspirado, e as três riram.– Bel, você viu a Fuzz? – Perguntou Raquel já sabendo a resposta.–
Leer más
Capítulo 6
Uma semana se passou porem a raiva pela vergonha que Christopher a fez passar continuava a mesma no dia da discussão deles, Dulce jurou que iria se vingar só estava aguardando a oportunidade certa para isso.Dulce estava em seu quarto com Maite faltando apenas 20 minutos para iniciar a aula, Dulce tentava convencer May a soltar os cabelos e passar um pouco de maquiagem.–  Como você quer que o Christian te note se fica parecendo uma defunta May – disse Dul já de saco cheio.– Eu não quero que ele me note Dul – disse May a encarando.– E quer perde-lo?– Como assim perde-lo? Não se pode perde o que você não tem! – disse May.– May – Dulce passou suas mãos pelo seu rosto – tudo bem você esta certa, mas amiga, você iria ficar divina, só uma maquiagem de leve May, confia em mim? – Dulce fez aquela cara de pidona.
Leer más
Capítulo 7
May havia caido desmaiada no chão, todos se levantaram e foram para cima dela, o professor abriu caminho e pegou a mesma no colo levando para enfermaria, assim que o professor saiu da sala com May no colo Dulce foi para cima de Fuzz com tudo.– Agora você vai se ver comigo – Dulce grudou nos cabelos de Fuzz que tentava se soltar dela.Dulce sentiu uma mão envolver firmemente a sua cintura a puxando para trás, porem ela estava transtornada tentava se soltar de todas as formas, mas quando percebeu de quem se tratava perdeu todas as suas forças, ela nunca havia ficado tão próxima assim de Christopher, e o toque dele a deixava desconcertada, logo ela estava calma e ele percebendo a soltou.– Você esta louca! – ela disse enquanto tentava abaixar o volume de seu cabelo.– Como você pode ser tão suja assim? A Maite não merecia isso. – Disse Annie balançando a cabeça negativamente.– Eu não fiz nada demais, ela ainda tem que me agradecer, graças a mim o Christi
Leer más
Capítulo 8
A aula acabou e Dulce estava andando pelo corredor, ate que seus olhos avistaram uma pessoa que ela jamais pensaria em ver naquele colégio, era a Beatriz, ela estava usando uma saia social preta e uma blusa branca também social, com certeza era seu uniforme de trabalho, Dulce se aproximou dela e disse.– O que você faz aqui? – perguntou Dulce olhando Beatriz de cima em baixo.– Você aqui? – ela estava visivelmente nervosa.– Eu que te pergunto, anda diz logo, o que você faz aqui? – perguntou Dulce cruzando os braços.– Vim ver o Ucker – disse a menina encarando Dulce.– Serio? Ain não me diga – ela levou a mao na boca de deboche – veio ver seu amante.– ela sorriu debochadamente.– Olha só menina, eu não tenho nenhum amante, tenho uma relação solida com o Christopher.– Sim, claro! Bom se você diz, olha
Leer más
Capítulo 9
Annie continuava parada na porta esperando uma resposta para o que acabará de acontecer, Dulce rapidamente pegou sua blusa e vestiu.– Não é nada disso que você esta pensando – disse Dulce totalmente corada.– Eu não estou pensando nada – disse Annie – eu estou vendo!– Mas o que pareceu ser, não é o que é! – disse Dulce fazendo ate Christopher a olhar com cara de que não havia entendido nada.– Olha, eu não tenha nada haver com isso, só peço que fechem a porta com chave, pois poderia ser outra pessoa e eu não me refiro a Belinda e sim algum professor, e seria expulsão na hora!– Tem razão, mas isso não vai se repeti – disse ele saindo do quarto, fazendo Dulce se senta na cama em meio a um suspiro.– Se apaixonou por ele não é? – disse Annie se sentado em sua cama.– Não! Fala serio, ele é um idiota&nb
Leer más
Capítulo 10
Um mês se passará e tudo continuava igual, Maite e Christian continuavam em um love total, Christian estará descobrindo em May um amor diferente, um amor ingênuo, um amor inocente, sem pressa e ele estava adorando aquela nova experiência, ele também teve que encarar o pai de May, ele se tremeu todo mas encarou como homem e se surpreendeu, ele não era tão rígido como pai quanto era como diretor, claro que fez as perguntas que qualquer pai faria como “ quais são suas intensões com minha filha? O que pretende? Gosta dela de verdade? “  perguntas que se você responder da forma errada perde a cabeça! Porem como ele havia dito encararia isso por ela. Já Annie e Poncho continuavam na mesma, sempre havia as trocas de olhares, os sorrisos sem jeitos e o clima no ar, mas na hora H sempre dava algo errado. Já Dulce e Christopher continuavam naquele chove não molha, continuava se pegando as vezes, não era direto, acontecia umas duas vezes por semana, já que no final de semana cada um ia pa
Leer más