Quando Eles Choram

Quando Eles ChoramPT

M.L. Paula  En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
15Capítulos
527leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Um grupo de jovens determinados em terminar o TCC e se formar com sucesso, ignoram todos os avisos e acabam se colocando em um grande problema. Será que sobrevivem por uma noite? Seriam capazes de desvendar todos os mistérios? E o diploma, será que conquistam?

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
15 chapters
Os grupos
Na Universidade de Lawrence, Christian estudava cinema, era o típico nerd que vemos nos filmes, digamos que ele estava na melhor fase de sua vida. Mesmo tímido, teve facilidade em encontrar amigos, e sua tão idolatrada namorada, Aimée, peço que deixe isso entre a gente, mas sua beleza pode ter ajudado bastante nisso.. Diferente da maioria, nenhum deles moravam na faculdade. Era mais uma manhã nublada de terça-feira. Christian se prepara para mais um dia de aula, um dos últimos por sinal, embora ainda tivesse dúvidas do que faria após a faculdade não via a hora de tudo isso terminar. De frente para o espelho, ele tentava manter seu cabelo arrumado quando recebeu a mensagem em seu celular. "J
Leer más
A Escolha
Chegando ao refeitório estavam reunidos na mesa como de costume Gil, Julieta e Carlos. Gil estava explicando para os dois o que havia sido decidido no auditório e é claro que Carlos não concordou nem um pouco em estar na mesma equipe que Raphael. Antes mesmo de Christian chegar à mesa ele já estava sendo recepcionado por um olhar que sejamos sinceros era no mínimo assustador. – Você é um idiota. ­–Disse Carlos – Eu também amo você – Ironizou Christian – Eu não estou brincando –Carlos rebate – Me deixe adivinhar foi porque eu coloquei o Raphael no grupo, não é? –Pergunta – Já pensou em trabalhar como vidente pelo menos nisso, você seria bom –Diz Carlos – Ok! Vou aceitar a dica, e apro
Leer más
Não Perturbe
Christian ainda estava em casa pensando, precisava fazer alguma coisa por Aimée, para resolver aquele problema. Ela nunca iria entender o lado dele, é claro. Mas eles foram feitos um para o outro, mas feitos de pensamentos diferentes que de vez em quando caminhavam na contra mão, isso podia ser uma benção ou uma maldição.Mas nesse momento, podia acabar com o relacionamento deles, e isso nenhum dos dois queria verdadeiramente. Ela disse para ele ficar longe, mas ele não sentia que podia fazer isso, ele queria estar do lado dela, segurar sua mão, tentar se explicar de novo provavelmente seria em vão mas ficar em casa certamente não era a melhor opção. Esse possível tempo no seu relacionamento com Aimée, fazia com que ele se sentisse culpado, na verdade nem ele mesmo era capaz de conseguir encontrar uma boa resposta por decidir coloc
Leer más
Não Incomode
Já em outro canto da cidade... Raphael estava deitado na cama, cansado de se revirar de um lado para o outro sem conseguir dormir. Ele pensava em um jeito de sair com Julieta mais nenhuma ideia lhe vinha à cabeça, o notebook, estava ligado, e aberto no clássico xvideos e em outra aba, o facebook também aberto. De repente, ele é interrompido pelo som de uma mensagem chegando. Como estava pensando em Julieta, manteve a esperança de ser ela, Já imaginava a situação se tornando realidade, como ele estava imaginando a alguns minutos antes, como se um passo de mágica fizesse tudo o que planejava se tornar real. Rapidamente trocou de aba indo até o facebook. E a mensagem era de Gil. "Olá. Tudo bem?", dizia a mensagem. Ele não queria responder, queria voltar pro seu momento particular, mas n
Leer más
Mudança de Planos
Quase uma hora se passou desde que Julieta e Carlos chegaram no hospital até o momento que eles estavam fora de perigo, eles foram colocados em observação próximo a Aimée e Christian, alguns curativos e pontos, mas definitivamente estava tudo sob controle e quase era possível dizer que estava tudo bem. Eles tiveram aproximadamente quatro horas sem ter basicamente nada a ser feito, aproveitaram esse momento para conversarem e contaram o que havia acontecido, Aimée foi a primeira, seguida por Christian e Julieta contou o que havia acontecido até o acidente de carro, Carlos concluiu a história até o momento do resgate. No final da conversa todos sabiam que a melhor coisa a se fazer seria cancelar a gravação naquela cidade e manter a maior distancia de tudo isso, seja lá o que isso fosse lhes custar, ambos estavam dispostos a colocar em risco o diploma des
Leer más
A Viagem
No horário combinado os quatro foram encontrar com o professor Adam que ao contrário do que todos pensavam, não foi tão difícil convence-lo. Demorou no mínimo três horas para que conseguissem, professor Adam se mostrou muito paciente ou foram só seus anos de pratica falando mais alto e fez com que ele fosse maleável e entendesse o desespero dos alunos em sua frente. Ao final da reunião, o professor exigiu que imediatamente fosse decidido um novo tema e local, os quatro sem terem tempo para pensar e conversar com o restante da equipe escolheram falar das pessoas que se isolam em cabanas nas florestas para se concentrarem melhor em seus projetos. Ao final da reunião os quatro aguardaram o intervalo entre as aulas para comunicar o restante da equipe o novo tema e para que eles também pudessem se preparar, e se reuniram na arquibancada novamente. 
Leer más
Sem Saída
O grupo se assustou com a reação de Aimée, e o primeiro a se aproximar foi Christian que precisou pega-la no colo e a sentou em uma das poltronas mesmo que contra a sua vontade. -Vou pegar água pra ela – Carlos diz enquanto se afasta na direção da cozinha-Aimée, o que está acontecendo? – Christian pergunta enquanto faz com que ela o olhe- O... é... o... ele... é – Aimée tenta dizer, mas só consegue apontar para a janela-Ela não ta dizendo coisa com coisa – Bella diz revirando os olhos-Fica aqui com ela – Christian diz para Julieta Christian se levanta e vai até a janela, ao ver a cena entende tudo o que Aimée tentou dizer, mas o choque não permitiu, ele tenta abrir a porta, porem só confirma que ela também estava trancada, decide voltar para perto do restan
Leer más
A Sala
Enquanto isso, Julieta e Aimée estavam na cozinha e finalmente conseguiram encontrar um meio termo entre as opções, decidiram fazer cachorro quente já que na dispensa tinha o suficiente para matar a fome de todo mundo e com sorte, ainda sobraria para o dia seguinte. - Vocês precisam de ajuda? – Gil perguntou enquanto entrava na cozinha- Não, vamos fazer cachorro quente, acho que todo mundo gosta – Bella diz- E os meninos? – Julieta pergunta- Ainda nem sinal – Gil responde enquanto se encosta na mesa – Mas da pra ouvir uns barulhos vindo lá de baixo- E isso deveria significar que estão vivos? – Bella pergunta- Eu espero que sim – Julieta diz- Bom, ouvi vozes a um tempo atras, coisas caindo, então acho que significa sim – Gil diz enquanto Aimée entra na cozinha- Significa o que? – Aim&eac
Leer más
Gil
Já que ninguém se prontificou a isso, Aimée decidiu que precisava ir procurar pelo Gil, aparentemente a última informação era que ele tenha ido ao banheiro, por isso esse foi o primeiro lugar que ela foi procurar, ao se aproximar viu a porta aberta e um arrepio percorreu seu corpo, Aimée estava tensa e começava a se perguntar o real motivo de ter se prontificado a ir até ali, definitivamente estar sozinha nesse lugar não é algo muito adequado. -Gil? – Aimée chamou enquanto se aproximava do banheiro – Está tudo bem? Ao não obter nenhuma resposta ela se aproximou ainda mais e pode notar que o banheiro estava vazio, tudo parecia estar em perfeita ordem por ali, mas algo chamou sua atenção no chão, aquela gota vermelha parecia brilhar no tapete branco do banheiro, novamente ela sentiu que algo estava errado, e o frio
Leer más
Raphael
- Vocês estão zoando né? – Bella pergunta olhando para os quatro - Não ue, ele saiu de lá pra vir pra sala – Aimée diz- Gente, isso não é hora para brincadeiras – Carlos diz sério- Não duvido nada que isso seja um joguinho de vocês três – Julieta diz revirando os olhos enquanto se senta- Eu também acho isso de vocês – Bella diz- Tudo bem, já que vão continuar nessa brincadeira, eu vou sentar e esperar ele aparecer – Christian diz revirando os olhos- Vamos esperar então – Carlos diz revirando os olhos Os seis se sentam próximo a lareira, já se aproximava de meia noite e meia e fazia ainda mais frio lá dentro, os cobertores pareciam não ajudar, a lareira estava acesa, mas o pouco calor que ela emanava não fazia muita difere
Leer más