Adoração dos Monstros

Adoração dos MonstrosPT

Pietro Pendragon  En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
36Capítulos
357leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Uma continuação direta de Submundo dos Monstros. Após os eventos conhecidos como Prelúdio dos Fogos do Fim, o jovem lobisomem Pedro alcançou um patamar de herói nunca antes visto. Ele e seus amigos desfrutam não apenas de fama, popularidade e coisas semelhantes, como também da adoração de fãs insaciáveis e da mídia, que tanto falam sobre eles sem parar, criando fã clubes e afins. John Loyd Watson está em um caso de investigação envolvendo o sumiço de criminosos do maior e mais cruel e seguro presídio do mundo: O Pancrácio, um lugar para onde só os sem redenção ou cura são enviados. E, em meio a esse estranho caso, um culto tecnoteísta de extremistas e terroristas religiosos toma conta de uma pequena cidade e começam seus planos de invasão e subversão. Cabe mais uma vez ao jovem lobisomem e seus amigos interferirem nos planos de tais líderes e criminosos, mas o que acontece quando suas próprias crenças são postas em dúvida diante de verdades inesperadas ou fatores além do controle? É possível uma segunda chance acontecer quando alguém percebe a verdade? É possível abrir mão de um desejo ou vontade, para que outrem tenham alguma esperança de futuro?

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
36 chapters
Introdução
                                                               Introdução        Esta é a continuação de duas aventuras anteriores. Aqui neste livro se encontram opiniões ácidas, jogadas de forma clara sobre o certo, o errado, o meio termo e a forma correta de se discutir assuntos que, em outras circunstâncias, as pessoas te perseguiriam com ódio.        No entanto, nada deve ser tomado como verdade absoluta ou única por ninguém, e cada um acredita no que bem entende, não é problema meu. Não é meu objetivo doutrinar, muito menos coagir a opinião: o que há aqui são pontos de vista, e se você se ofende co
Leer más
Prólogo
                                                                 Prólogo            Escuridão. Se sonhava ou não, ela não sabia dizer. Sua mente simplesmente processava o que acontecia com ela e ao seu redor num modo automático, pois ela mesma não compreendia mais nada.            Ela se lembrava de ter feito coisas, coisas em favor de sua ideologia e por aquilo em que acreditava. Por que a julgaram errada? Ela lutava por um futuro melhor para todos os monstros, era o que ela mais acreditava. Será que a prenderam para impedi-la de espalhar a palavra? É, era provável.   &nb
Leer más
Capítulo 0
                                                                Capítulo 0                           Não estou com vontade de ir buscar um diário velho, posso ficar em casa? Não? Merda        Acordar de um pesadelo tornara-se comum para Pedro. Desde os bizarros sonhos com a raposa vermelha, que agora ele sabia que eram presságios sobre Ana estar viva, e então o evento com os faróis e os dentes na escuridão, suas noites de sono eram perturbadas eventualmente por aberrações do subconsciente. Por mais que o mês de abril estivesse passando, nada parecia mudar
Leer más
Capítulo 1
                                                                Capítulo 1                  Cartas, relatórios, programas enfadonhos de TV, melhor ver a cidade        Os dias de fins de maio terminavam depois de abril ter se encerrado, com junho chegando devagar para ocupar seu lugar. O grupo de Pedro e seus amigos, comumente chamados de Estandartes da Fúria, passavam boa parte do tempo juntos e se divertindo, conversando, aproveitando a companhia uns dos outros e vivendo. Pura e simplesmente. Era algo de que sentiam falta, uma paz benfazeja que não tinham desde os eventos Goldstein e então de Alexander e Manuella. 
Leer más
Capítulo 2
                                                               Capítulo 2                Em troca de aulas de artes marciais, eu ensino vocês a explodirem coisas com a mente        Pela manhã do dia seguinte, Pedro acordou sozinho na cama. Havia um bilhete de Ana ao lado do travesseiro dele, e no bilhete dizia que ela já havia ido para a estranha viagem. E o que quer que aquilo fosse, ela tinha de ver, e no bilhete dizia também que ela mandaria mensagens de alguma for
Leer más
Capítulo 3
                                                              Capítulo 3            Sem a presença de um pai é impossível permitir sua entrada. Volte mais tarde                O dia do aniversário de Pedro se aproximava, e nada de Ana retornar. Ela mandava mensagens pelo celular, falando que seu breve treinamento teria fim e que alguns imprevistos a impediram de conversar antes. O lobisomem se sentiu agradecido por ela ter se lembrado, mas ela parecia... Distante. Alguma coisa a incomodava, ou algo tinha acontecido. Teria de falar com ela quando voltasse, mas como a vulpina n&
Leer más
Capítulo 4
                                                              Capítulo 04        Alguns de nós viajam, por diversão ou obrigação. Outros ficam a beira da morte        Se passaram dias desde o último encontro errático entre Amanda e Pedro. Desde o dia de seu aniversário a garota tentou contatá-lo, para lhe dar os parabéns e contar da novidade que planejara para ele, para mostrar que os monstros não eram odiados de todo pelos humanos, e que havia os que gostavam deles. Mas não conseguia falar com ele: quem atendeu, por duas vezes, fora a namorada do rapaz. Ela respondeu que ele estava dormindo, que passara por u
Leer más
Capítulo 5
                                                             Capítulo 05                                           São cinco agora? Não eram quatro?        Pela manhã, no dia seguinte, Pedro acordou sem Ana consigo na cama. Ele olhou ao redor, sonolento, até achar um bilhete colocado em cima do criado mudo. No bilhete, dizia que ela saíra para fazer compras e entregar os arquivos de texto de suas últimas críticas e avali
Leer más
Capítulo 6
                                                              Capítulo 06                     Ser chamado para uma palestra é tranquilo, mas quem convidou essa galera?        Pela manhã, Pedro sentia que podia continuar dormindo pelo resto do dia sem pausa. Poder descansar sem ser perturbado ao menos uma vez pelos pesadelos parecia algo fora do normal nas circunstâncias atuais, mas não podia ficar na cama pelo dia todo. Por mais que quisesse, ele tinha trabalho a fazer.            Ana continuava dormindo, tranquila, o sorriso nos lábios sendo uma das poucas evid&ecir
Leer más
Capítulo 7
                                                             Capítulo 07                Eu tenho um péssimo pressentimento sobre isso, então me arrume comida                Nada saíra como planejado. Nada. Cada passo foi elaborado, cada detalhe foi pensado cuidadosamente, mas... O quê? O que aconteceu? Como aquela besta foi capaz de mudar a situação a seu favor? Como? É verdade que o Lobo Negro Furioso emanava uma aura estranha de poder, mas isso era natural dos usuários de magia, os que caminhavam as trilhas divinas e arcanas, do sobrenatural, os
Leer más