O ALUNO PREFERIDO

O ALUNO PREFERIDOPT

iamsoma  Completo
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
42Capítulos
2.3Kleídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Erick Robin é um prodígio professor de administração com uma vida perfeita na classe média alta de São Paulo até se ver apaixonado por um colega de trabalho. Confuso, ele decide visitar uma boate gay afim de testar a própria sexualidade, mas tudo se torna um problema quando, ao acordar no dia seguinte sem se lembrar de nada, Erick descobre que acidentalmente teve uma noite quente com um calouro de uma das faculdades mais conservadoras do Brasil.

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
42 chapters
APRESENTAÇÃO
Olá terráqueos! Essa é a minha primeira história publicada aqui na Buenovela, e eu estou muito nervosa com isso.Primeiramente gostaria de deixar algumas observações importantes para quem está chegando nessa jornada divertida e cheia de confusões:* Os personagens não são perfeitos em sua essência: todos os componentes desta história contém defeitos péssimos de personalidade, caráter, pensamento. Alguns se redimem ao decorrer da história, outros não;* Os relacionamentos não acontecem de forma mágica: os protagonistas não se apaixonam pela primeira vista, o que acontece é muito mais atração física e sexual e até mesmo ego fer
Leer más
1 - O TORMENTO
Atenção: asterísticos ao decorrer da história indicam passagem de tempo. Para Erick, seu tormento começara quando o homem de vinte e seis anos se viu completamente apaixonado por um colega de trabalho: Yuri, cabelos e olhos brilhantemente escuros, porte físico típico de quem frequenta academia e um sorriso de tirar o fôlego, tudo isso para compensar sua personalidade absolutamente tosca e homofóbica. Yuri era do tipo que adorava pegar no pé dos alunos novatos que fossem minimamente afeminados ou tímidos demais, que virava descaradamente o rosto ao encontrar qualquer mulher com um corpo "gostosinho" - em suas próprias palavras - e que, por fim, nutria uma amizade muito próxima de Erick, o usando como confidente de seu casamento quase fracassado de quatro anos com uma garç
Leer más
2 - SURPRESA
— Então vocês...? - Alex o olhava com uma expressão incrédula, morrendo de rir.  — Sim, nós passamos a noite juntos! - Admitiu, acompanhando o amigo nas gargalhadas da fofoca quentíssima sobre a noite anterior. — Eu não acredito nisso! - Gritou, sendo o excelente escandaloso que era.  Um dos gerentes da boate os rep
Leer más
3 - ALMOÇO
"Mais rápido" — Bom dia filhote! - Luísa, sua belíssima mãe, o cumprimentara. Ela fazia a linha de mulher de classe alta, totalmente socialite.  "Erick, eu vou..." — Você acordou tarde hoje...quase perdeu a hora. - Comentou em um bom humor atípico, comendo umas torradinhas com pat&e
Leer más
4 - BRINQUEDO
Eram sete e meia da noite, a boate Peccato ainda não estava com nem um terço da capacidade de gente que era acostumada, mas os dançarinos e outros empregados andavam pelo ambiente de cores escuras e amargas à todo vapor, preparando-se para a noitada. — E aí, curtindo uma fossa? - Anthonny, o cara que dividia o bar com Ethan, perguntou. O mesmo que o havia visto com Erick e serviu as cervejas para eles. — Ah, Tonny...eu me acho um idiota, sinceramente. - Confessou o moreno, com a cabe&c
Leer más
5 - CARONA
É óbvio que eu me senti um completo lixo por ter agido daquela forma com Ethan, e isso ficou na minha cabeça por dias. Dias esses que o garoto sequer pisou na universidade. Quando Lilly, a sua superior, veio falar sobre o desempenho dos alunos, no fundo o professor ficou aliviado por poder ter uma desculpa de encontrá-lo e tentar limpar toda aquela bagunça. — Até quando você vai deixar de ir na faculdade por causa daquele otário? - Alex chegara de supetão no amigo, que levou um su
Leer más
6 - JANTAR
Por quê tinha perdido o controle daquela forma? Por quê não conseguia se manter racional e distante daquele garoto? Enquanto a água gelada escorria por seu corpo, ele tentou esfriar a cabeça e se permitir ter um minuto de paz: antes mesmo de chegar em casa, sua mãe fez questão de enviar trinta mensagens o lembrando de uma "reunião familiar" que a mesma tinha organizado, reclamando sobre seu atraso de bônus. Já fazia uma semana que Luísa mantinha total segredo, e ele até tentou obter informações privilegiadas, m
Leer más
7 - REVELAÇÃO
— Ethan, Ethan...pare de brincar com fogo. - Alex disse, sentado em sua frente no bar, saboreando um drinque que algum cliente interessado em sua performance anterior havia o pagado.  — Mas é justamente isso o que eu quero. - Soltou entre uma risada gostosa de se ouvir, atendendo o próximo pedido.  — Você quem sabe, só não quero te ver igual aquele dia que te encontrei na sala do chefe. - O amigo murmurou, mordendo a azeitona dentro da taça.Leer más
8 - EXPOSIÇÃO
Quando chegara à faculdade, a primeira coisa que Ethan fizera fora procurar o seu professor naquela manhã tão confusa e agitada - se equivalendo ao metrô de São Paulo mais do que lotado, típico das malditas segundas-feiras. Todos receberam uma mensagem sobre a verdadeira inquisição que aconteceria naquele dia, então a faculdade inteira parecia um caos, com os alunos conversando freneticamente, achando graça ou até mesmo sendo sensatos ao ponto de estarem preocupados com quem quer que fosse revelado hoje. Ele deve estar pirando. Pensou enquanto caminhava pelos corredores, cumprimentando quem passava e o reconhecia. Em pouco tempo, su
Leer más
9 - EVITANDO
— Covarde! - Alex gritou no auge de sua ira, jogando o controle do Playstation 2 no sofá, esfregando o rosto entre as mãos. — Como ele ousa atirar em mim pelas costas? Isso é ridículo! — Ei, não precisa de tanto... - Ethan se pronunciou entre uma mordida e outra no misto quente, se encolhendo no sofá quando o striper parou e o encarou incrédulo. Leer más