O Caveira Vermelha

O Caveira VermelhaPT

ABDENAL CARVALHO  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
5Capítulos
548leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

A infância triste e infeliz, feita sob extrema pobreza, o abandono do pai, a morte repentina da mãe e devido as críticas feitas pelos colegas de escola por ele ser um menino órfão e carente de afeto o fez crescer e ainda na adolescência fazer amizades erradas, seguindo por caminhos tortuosos até se tornar o maior criminoso do Estado onde nasceu. De semelhante forma os anos passados na prisão, dentro daquela cela imunda e fria o fizeram repensar em seus valores, mudando profundamente sua maneira de ver a vida. Ao sair dali decidiu mudar por completo sua realidade e passou a sonhar com a possibilidade de encontrar alguém especial que pudesse viver a seu lado e lhe ajudar conhecer a felicidade que nunca antes teve a chance de experimentar.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
5 chapters
01 - Sobreviventes
Durante o inverno muito lixo flutuava pelo córrego que passava debaixo das palafitas construídas pelos ribeirinhos dentro das sacolas jogadas pelos moradores das partes mais altas da cidade, era uma quantidade tão grande que causava espanto em quem tinha a má sorte de ali viver.No final das chuvas, quando finalmente cessavam os temporais dava um trabalho danado retirar toda aquela sujeira que ficava presa na maioria dos esteios que sustentavam as moradias construídas dentro da água no verão.Numa daquelas construções de madeiras apodrecidas pelo passar do tempo se encontravam mãe e filho sobrevivendo como podiam por várias décadas. Eulália e Pedrinho habitavam num pequeno casebre, medindo cerca de oito metros quadrados. Cujo telhado coberto com telhas antigas de barro cru costumava gotejar sempre que o inverno chegava e as chuvas tornavam-se mais frequentes. Sua rot
Ler mais
02 - A Invasão
Se por um lado a Delegada Angelina Flores perdia o sono por causa do enorme desafio que estaria por vir dois dias à sua frente, “O Caveira Vermelha” torcia para que aquele momento se abreviasse, pois desejava olhar no fundo dos olhos daquela a quem queria derrotar e depois fazer com ela todo o tipo de maldade que sonhava praticar com uma mulher, diante de todos os seus liderados. Ele já havia conquistado o título da impiedade devido as atrocidades praticadas contra seus inimigos, mas nunca contra uma mulher. Sua mente maligna o incitava a possuí-la da forma mais terrível  Lhe violentando com o uso de atos de sodomia e selvageria que a fizesse gritar de dor e desespero diante dos olhares perplexos dos que ali se fizessem presentes. Sem dúvida alguma o que estava sendo reservado para a destemida Delegada da PF, caso perdesse a batalha e fosse capturada ainda com vida era algo jamais imaginado por mentes saldáveis, melhor seria sua morte a ter que enfrentar
Ler mais
03 - Revanche
A invasão da principal agência da Polícia Federal na capital por uma quadrilha composta por mais de vinte homens devidamente armados que resultou no sequestro dos responsáveis pela direção dos setores destinados ao combate do tráfico de entorpecentes e da narcóticos, bem como toda a diretoria geral daquele órgão federal e na morte de diversos agentes que tentaram impedir a ação dos meliantes, dava início a maior carnificina que jamais vista até os dias de hoje na Região Norte do Brasil.Tudo aconteceu em poucos minutos e o êxito da operação criminosa se deu porque Leandro, o bandido infiltrado na PF à mando do “Caveira Vermelha”, facilitou a localização das vítimas dentro da agência e forneceu dados precisos de quantos agentes estariam presentes no momento da invasão. Dez policiais federais morreram no
Ler mais
04 - Pagando pelos Crimes
A atitude de Nove Dedos em se negar a colaborar com as autoridades e entregar o amigo “Caveira Vermelha” e seus comparsas causou enorme indignação ao Comando Militar Civil e Federal que decidiram ordenar um ataque inesperado a facção criminosa, pois concluíram que ele desrespeitou ao acordo que existia entre eles ao desafiá-los. Dessa forma, quando menos esperavam uma quantidade enorme de policiais invadiram o perímetro dominado pelo traficante e passaram a trocar tiros contra os meliantes que guarneciam o local, levando Nove Dedos a ligar para outros aliados que vieram ao seu auxílio de imediato.  Porém, apesar de terem sido em um número considerado não puderam conter os mais de trezentos policiais que usaram armas de grosso calibre na ação que durou um tempo bastante longo para ser concluída. Os dois amigos ainda conversavam naquela ocasião, discutindo quais os meios que seriam usados para que “O Caveira Vermelha” e seus comparsas fugissem do Brasil para o Par
Ler mais
Final: Realização de um Sonho
A infância triste e infeliz, feita sob  extrema pobreza, o abandono do pai, a morte repentina da mãe e devido as críticas feitas pelos colegas de escola por ele ser um menino  órfão e carente de afeto o fez crescer e ainda na adolescência fazer amizades erradas, seguindo por caminhos tortuosos até se tornar o maior criminoso do Estado onde nasceu. De semelhante forma os anos passados na prisão, dentro daquela cela imunda e fria o fizeram repensar em seus valores, mudando profundamente sua maneira de ver a vida. Ao sair dali decidiu mudar por completo sua realidade e passou a sonhar com a possibilidade de encontrar alguém especial que pudesse viver a seu lado e lhe ajudar conhecer a felicidade que nunca   antes teve a chance de experimentar. Sua nova existência teve como base muito trabalho e planejamento de dias melhores, sempre aos finais de tarde costumava pegar seu carro de auto requinte e sair para algum lugar onde pudesse refletir sobre o que
Ler mais