Não É Tarde

Não É TardePT

Pierre Wallace Thompson  En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
58Capítulos
307leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Ela percebeu que tem de tudo... tudo que sempre sonhou! Vida boa estruturada, carreira consolidada e um dos meus maiores sonhos pronto para ser concretizado. Até então, estava tudo indo bem, até que Raquel surgiu em sua vida. Ela não mudou nada para pior, apenas fez melhorar!

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
58 chapters
01
Me chamo Carla Adriana de Vieira Martins, sou brasileira, mas faz anos que não vejo o meu país.Fui bailarina profissional pela American Ballet Theatre que é uma das mais renomadas escolas de Ballet do mundo, fazia apresentações em diversas cidades e países diferentes, infelizmente o Brasil não foi um desses, mas hoje é o dia, o dia em que eu volto para o Brasil.Ser uma bailarina profissional sempre foi o meu sonho, desde criança, e eu sempre me esforcei muito para isso, e posso me orgulhar em dizer que consegui alcançar o sucesso na carreira que escolhi.A idade chegou e eu estou me aposentando, mas me aposento sendo um dos grandes nomes do mundo do ballet, com diversas medalhas e premiações em competições e festivais, eu fui muito feliz na minha profissão.Hoje a minha volta ao Brasil marca um novo começo na minha história, um novo des
Leer más
02
Acordo no susto devido o sonho que acabo de ter.— O que você vai fazer hoje? — Hernando me pergunta saindo do banheiro. — Carla, está me escutando? — Ele tenta chamar a minha atenção.Eu realmente estava aérea, pensava no sonho, e mais uma vez eu não estava me compreendendo, O QUE FOI ESSE SONHO?Me perguntava, mas preferi tirar logo isso da cabeça e não me esforçar para entender mesmo, achei que seria mais fácil ou talvez mais propício.— Oi, o que foi? — Direciono minha atenção ao Hernando.— Perguntei o que você vai fazer hoje?— A sim, vou procurar apartamento.Eu já planejava voltar para o Brasil a mais de um ano, mas me pergunte se eu deixei tudo resolvido para a minha volta?Se me perguntasse, a resposta seria não.Eu não sei aonde eu estava com a cab
Leer más
03
" Que tal jantar? "Abro um sorriso espontâneo assim que leio a mensagem." Tu puedes? Na minha casa às 20:00? "Ela me manda outra mensagem."Combinado."Eu respondo eufórica, e logo em seguida meu celular toca.— Eu acabei de te responder, eu posso sim. — Nem verifiquei quem estava ligando, achei que fosse a Raquel.— Pode o que Carla? — Era Hernando.— Ah nada. — Gaguejo. — Desculpa, achei que fosse outra pessoa.— Quem? — Ele pergunta.— A antiga dona do imóvel da escola que eu comprei, ela marcou a nossa reunião para mais tarde. — Menti, e nem sei porque.— Mais tarde que horas? Queria te levar para jantar hoje.— Não vai dar amor, devo chegar tarde.Hernando tentou criar caso por isso, mas naquele momento eu realmente não estava a fim de bater boca, praticamente o
Leer más
04
Alguns dias se passarão e a minha amizade com a Raquel crescia cada vez mais, estávamos cada dia mais unidas, nos falávamos todos os dias e praticamente o dia todo, nos víamos sempre que possível.Quem não estava gostando nada disso era Hernando que de uma hora para a outra começou a implicar com a amizade que eu tinha com a Raquel, sem nem dizer o motivo, portanto é claro que eu não dei importância, mas com isso nossas brigas se tornaram mais constantes.Os dias estavam super corridos e eu tinha acabado deixando de lado a compra do apartamento, mas a atitude do Hernando serviu para me dá um empurrão e resolver isso logo, por enquanto eu estava morando com ele, mas ansiava pela mudança, ele já estava se intrometendo demais em minha vida....— Que surpresa boa. — Raquel fala abrindo um sorriso assim que bato em sua porta. — O que faz aqui? &m
Leer más
05
— ... E aí você toparia tornar aquele sonho realidade? — Ela fala próximo a mim.Ela fala muito próximo a mim, muito próximo mesmo, e se aproximava cada vez mais, estava de quatro em cima da cama e vinha para cima de mim.Minhas mãos começaram a suar e eu não conseguia me mexer, sinto minha garganta fechando e a sensação de que não consigo respirar, pude sentir perfeitamente o seu hálito sabor pizza de tão próximo a minha, a boca dela estava.— Peguei. — Ela fala.Fala e abre um leve sorriso, logo depois ela leva até a boca, a fatia de pizza que havia pegado na caixa atrás de mim, morde, se lambuzando, chupando os dedos e rindo é claro.— Não acredito. — Eu falei tão baixo que ela não pode ouvir.O caso é que fiquei frustrada e aliviada ao mesmo tempo, eu sei que
Leer más
06
Já era sábado, o dia da minha festa.Estava tudo pronto , eu estava em meu apartamento me arrumando para ir, tínhamos feito uma espécie de pulseiras para a entrada na boate, como era uma festa privada, só entraria quem eu realmente convidei, no caso quem estivesse com a pulseira.Eu ainda tinha uma guardada, a dela, a da Raquel.A gente se afastou um pouco depois daquela " briga" que ela insistia em dizer que não foi briga, mas continuávamos amigas, só não como antes, e de vez em quando rolava um clima esquisito entre a gente, passamos a falar só o básico uma com a outra, diferente de antes que conversávamos sobre tudo e todo o tempo.Mas eu ainda a considerava muito, e realmente queria a presença dela naquele dia importante para mim, queria que nos aproximássemos de novo, então decidi terminar de me arrumar e levar a pulseira para ela logo em seguida,
Leer más
07
Já passava das 03:00 da manhã, estava deitada em minha cama de pijama, olhando para o teto, como se ele fosse me ajudar em algo ou respondes minhas dúvidas.Tudo o que eu queria era dormir, cessar aquela competição de pensamentos que estavam presentes em minha mente.Mais o sono não vinha de jeito nem um, eu rodava na cama igual pião, levantei, andei a casa toda e nada do sono vir, lembrei de quando costumava ter insônia.— Quem sabe ainda sobrou algum remédio dessa época. — Pensei.Cacei esse remédio, como quem caça tesouro, graças a Deus achei, apaguei....Acordei com o meu celular tocando, corri para atender e realmente não sei quem eu queria que fosse.Era uma amiga antiga para me desejar feliz aniversário, certeza que não foi por ela que eu corri.Já era mais de 13:00 hora da tarde, aquele rem&
Leer más
08
De repente, ela trouxe seu rosto para mais perto do meu, e em instantes senti seus lábios aquecerem os meus suavemente, e suas mãos pousaram em meu rosto, me puxando para mais perto dela.Solicitava que eu desse abertura para intensificar o beijo, que ela início com calmaria e cautela, numa movimentação demorada e tímida.Também seguro em seu rosto, mas não é como seu eu a permitisse prosseguir, era como seu implorasse por aquilo, me envolvo a ponto de nossas línguas parecer uma só dentro de nossas bocas.O beijo continua, e agora era mais quente, sensual, quase erótico, e depois de longos segundos, o beijo é encerrado por ela com um breve selinho, e eu ainda permaneço ali por um tempo, com os olhos fechados.Quando os abro e tomo consciência do que tinha acontecido, sinto meu corpo todo estremecer, percebo que não havia um só pelinho em m
Leer más
09
Por mais que eu estivesse envolvida, por mais que eu quisesse aquilo, por mais que eu estivesse " me esforçando", aquilo tudo era novo para mim.Eu nunca tinha transado com uma mulher, eu nunca tinha se quer beijado uma mulher, eu estava nervosa, não sei sesaberia fazer certo, e aquilo não deixa de me preocupar.Até que Raquel pareceu ter visto isso estampado na minha cara.— Mas hoje o trabalho é todo meu, você só tem que relaxar. — Ela me diz.E é exatamente isso que aquelas palavras me fazem, me relaxam.Eu podia relaxar e confiar nela, foi tudo o que eu sempre quis ouvir dela.Senti suas mãos deslizarem em minha clavícula e me empurrar suavemente contra ela, e instintivamente, eu me deixei ser conduzida, enquanto uma de suas mãos agora segurava minha bunda, nos beijamos.Logo suas mãos foram subindo sobre meu corpo, e seus olhos
Leer más
10
Sobre o dia em que eu e a Raquel dormimos juntas, pela primeira vez...Acordei assim que percebi o sol indo embora da minha janela, já estava anoitecendo, e ao me virar, a primeira imagem que tenho diante de mim é a da Raquel.Estava deitada de bruços ao meu lado, ainda completamente nua, e com um fino lençol branco por cima do corpo, a cobrindo apenas da cintura para baixo.Eu abro um sorriso involuntário ao vê-la, ao lembrar do que aconteceu, ao lembrar dos seus beijos e do seu toque, como eu me senti feliz.Mas esse sorriso logo sumiu do meu rosto em questão de segundos e acreditem, pelo mesmo motivo, por eu estar feliz.Estava feliz por ter dormido com a minha melhor amiga e por ter traído o meu namorado?Não me senti no direito de estar feliz, não deveria sorrir, havia motivos para comemorar.— Isso não foi certo Carla. — Pensei.Ent&at
Leer más