Ambições de uma Adolescente

Ambições de uma AdolescentePT

ABDENAL CARVALHO  Completo
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
5Capítulos
328leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Era uma família classe baixa semelhante a todas as outras, suas dificuldades sociais e econômicas que a impedia de ostentar luxo e grandeza. A vida cotidiana de seus membros era pautada na necessidade de tudo, o que causava constante inércia em alguns e total revolta noutros. Esse era o caso de Nathália, uma adolescente completamente amargurada pela pobreza que a cercava por todos os lados. Ela não nasceu com a capacidade de amar, via esse sentimento com desprezo e ironizava ao ver pessoas apaixonadas. Seu propósito em namorar aquele jovem rico era simplesmente na intenção de que pudessem se casar e garantir o futuro. Afinal, ele era o único herdeiro de uma grande fortuna, se tornaria o dono de todos os bens da família após a morte do pai, um grande empresário com importante nome no mundo dos negócios. Sua ambição não tinha limites.

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
5 chapters
Capítulo 1 - Pobreza
Era uma família da periferia, semelhante a todas as outras com suas dificuldades sociais e econômicas que a impedia de ostentar luxo e riqueza. A vida cotidiana de seus membros era pautada na necessidade de tudo, o que causava falta de esperança em alguns e total revolta noutros. Esse era o caso de Nathália, uma adolescente completamente amargurada pela pobreza que a cercava por todos os lados. — Droga! Mãe, viu aquela bermuda jeans que ganhei de presente da tia Marta?— Como vou saber se quem usa não sou eu?— Bela resposta, ajudou bastante! E agora, onde foi parar aquela porcaria? Chris, viu minha bermuda Jeans?!— Deve de tá no cesto de roupas sujas, princesinha. Você é do tipo que nunca lava as roupas que veste!— Mas que grande porcaria! E agora, o que vou usar para ir falar com aquele traste, é a melhor roupa que tenho?— V&aac
Leer más
Capítulo 2 - A Mansão
  — Nossos nomes são granes demais, a partir de hoje te chamo Nat e você me chama Vi, combinado? — Tanto faz... — Credo, mulher, te anima! Tremendo baixo astral, eu hem? — Vi, você já se apaixonou por algum garoto antes? — Tá louca? Não perco meu tempo pensando nisso, estou mais preocupada com meus estudos — Igualzinho a chata da minha irmã, só pensa em passar o dia inteiro com as fuças enfiadas nos livros! — Pelo menos em breve ela vai ter concluído o segundo grau, feito uma faculdade e arranjar um bom trabalho. Já você, se não acordar pra vida vai acabar na pior — Sabe qual é o fim de mulheres como vocês? É se formar numa profissão importante, casar com um vagabundo e trabalhar pra sustentar ele e uma reca de filhos, eu não nasci pra esse tipo de situação idiota! — Você é uma pessoa muito insensível, seca por dentro — Nada disso, simplesmente vejo outras formas de melhorar minha vida sem ter que p
Leer más
Capítulo 3 - A Perda da Inocência
Até então a nova funcionária da mansão imaginava que os Mendes se limitavam a existência de apenas três integrantes, seus patrões e o pequeno Pedro. Mas, para sua surpresa, após seis meses chegou à mansão um casal de jovens e foram anunciados como os filhos mais velhos de Bárbara e Edgar, seus patrões. Como Nathália possuía acesso livre a todos os cômodos da casa tornou-se fácil o encontro diário dela com o moço recém-chegado e no primeiro contato dos dois seus olhares se encontraram de uma forma especial, causando uma estranha sensação no interior daquela linda menina de olhos azuis e cabelos longos, capaz de enfeitiçar qualquer coração.  Deixando-a sem chão, perdida em seus sentimentos. Era a primeira vez que algo lhe deixava confusa daquela maneira, não entendia o que realmente tinha acontecido, ficou paralisada diante do rapaz, gelada, sem forças para continuar sua caminhada através do corredor da espaçosa mansão. Por alguns segundos sentiu-se suspen
Leer más
Capítulo 4 - Fundo do Poço
 — Dióstenes, precisamos ter uma conversa muito sério, vem comigo aqui na cozinha tomar um café— Minha nossa, mulher, falando assim me deixa assustado, que foi que aconteceu?— Vem logo, homem, então vai ficar sabendo do que se trata!Depois de estarem acomodados numa das mesas do ambiente, Dinda pretende colocar o porteiro ciente das péssimas novidades, mas não sabe direito por onde começar e fica enrolando, até que o impaciente homem demonstra certa irritação.— Ande logo, mulher, pare de tanta enrolação e fale de uma vez do porquê de ter me chamado aqui!— Tá certo, então vamos lá: A patroa quer conversar contigo lá na sala de reuniões, aquela grande no final do corredor— Sei onde fica, mas do que se trata?— Calma homem, não se avexe, olha esse
Leer más
Capítulo Final: Recomeço
Mesmo depois de muito tempo o clima entre mãe e filha não era dos melhores, parecia ainda haver uma muralha que separava uma da outra. Diversas vezes Nathália tentou uma reaproximação, deu a Luiza tudo o que precisava para ter uma vida de conforto, tirando ela e os irmãos da favela, colocando-os num bairro nobre e elevando o nível social da família. A mãe não precisava mais costurar nem lavar para fora, tão pouco conviver meio aqueles fofoqueiros da Rua Esperança, onde nasceu. A filha moribunda, que foi expulsa de casa após cometer o erro de acreditar no primeiro amor, finalmente realizou seu sonho de se tornar uma mulher importante, ela trouxe essa certeza dentro de si desde que nasceu e se entendeu como gente neste mundo, apesar de sua autoconfiança parecer loucura. Seu nome agora estava entre os mais importantes da cidade onde um dia foi tratada com menosprezos e injustiças. Porém, nem por tudo isso parecia ter dado orgulho a sua genitora que ainda a despr
Leer más