Trilhando meu Destino

Trilhando meu DestinoPT

Ariane Muciacito  Completo
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
42Capítulos
7.6Kleídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Giordana foi prometida em casamento quando ainda era um bebê, cresceu em um colégio interno afastada de todos até a adolescência. Quando teve contato com a sociedade, conheceu Breno, um amigo tão crápula quanto seu pai, que acabou obcecado por ela. Temendo encontrar em seu noivo um outro carrasco, resolveu fugir de seu casamento com a ajuda de sua amiga do internato O que será que acontecerá nessa fuga? Seu passado a deixará livre? Será que ela sabe quem realmente é? E o que esperar dos amigos que aparecerão em sua jornada?

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
42 chapters
Prólogo
 Estou em um vestido de noiva prestes a descer para meu casamento com um babaca que pegou todas as mulheres que passou pela frente nos últimos anos de sua vida. Por anos, meu futuro marido, foi notícia nos jornais e revistas de fofoca da Itália: "Filho de Moretti é flagrado com moça em praia em cena íntima";  "Moretti filho o solteiro mais cobiçado da Itália pego orgia com as gêmeas mais requisitadas da playboy";  "Herdeiro Moretti é visto em boate badalada com namorada de jogador de destaque do futebol espanhol". Entre tantas outras manchetes, mas uma coisa tiro o chapéu, ele nunca deixou seu rosto ser fotografado.Não o conheço, não sei como ele é fisicamente, a única coisa que sei a seu respeito é que ele é um babaca qu
Leer más
Capítulo 1
Giordana Cresci em um colégio interno na Inglaterra, lá haviam crianças de diferentes nacionalidades e principalmente de diferentes temperamentos. Por algum motivo que desconheço, ou talvez queira negar, sempre fui aquela criança calada, reservada e até um pouco tímida. Não dava trabalho para as professoras e funcionários do colégio interno, e nunca fui o centro das atenções. Quanto mais o tempo passava, mais eu me adaptava a rotina do internato. Não seria errado dizer que fui moldada pelas babás. Nunca tive alguém me amando, fazendo cafuné, mimando, preparando comida diferente porque eu estava doente, ou fingindo que estava. Acredito que por isso, não chorava, não sentia saudade de casa, não esperava cartas, presentes, telefonemas. Naqueles dormitórios frios e impessoais, me sentia mais no meu lar, do que na grande mansão Collucci durante as férias na Itália. No meu quinto ou sexto ano escolar eu conheci Camila, ela era a tí
Leer más
Capítulo 2
GiordanaCheguei na mansão, não demorou muito para eu ser convocada a comparecer ao escritório do Sr. Todo Poderoso Giovanni Collucci, vulgo meu pai, a fim de termos uma conversa séria. Visto minha melhor cara de obediente que aceita tudo que me foi destinado, me arrumo num vestido para agradá-lo e sigo rumo à tortura.Bato na porta levemente e ouço a voz autoritária do outro lado da porta:― Pode entrar Giordana.― Com licença papà.Ele me aponta a cadeira na frente da sua mesa para que eu me sente, assim que obedeço, ele levanta, caminha a passos lentos, para do meu lado encostando em sua mesa. Me encara com sua fisionomia séria. Tento imaginar o que passa por aquela cabeça, ou o que pode ser que ele queira com essa conversa e me sinto um pouco angustiada com o que ele pode querer comigo. Será que desconfia dos meus planos?<
Leer más
Capítulo 3
GiordanaA noite passada foi difícil do sono chegar, fui dormir era quase uma hora da manhã e acordei de hora em hora, estava muito ansiosa e angustiada.As seis horas da manhã acabei pegando no sono e dormindo até as nove, quando a governanta da casa veio me acordar, pois meu pai me aguardava para conversar antes de eu ir para o salão de beleza.Me levantei com borboletas no estômago, sabe quando a gente não consegue aquietar o coração? Parece que meu coração e meu estômago sairão pela boca. Ansiedade me define, seguida de medo, muito medo. Pavor de tudo dar errado.Ao mesmo tempo, tenho uma sensação boa que tudo vai dar certo! Se meu pai me pega antes ou depois de eu fugir, não sei do que ele será capaz. Não correr esse risco é me entregar ao fracasso! Vou seguir em frente com o plano, respiran
Leer más
Capítulo 4
GiordanaEstou morando no Brasil, em São Paulo para ser mais específica. Meus primeiros dias aqui não foram nada do que eu pensei, acredite, eu nunca tinha sentido tanto medo na minha vida.Nas primeiras semanas não saí de casa para absolutamente nada. Com um mês Guto veio aqui e me rezou um sermão, de como eu parecia uma prisioneira dentro da minha própria quitinete e que eu precisava me obrigar a sair, disse inclusive, que Camila estava arrependida por ter me ajudado.Todo o discurso feito, não me sensibilizou em nada! E, muito menos, mudou meu comportamento, continuei trancada dentro de casa da mesma forma.Foi só, com um pouco mais de um mês, quando começou faltar as coisas para me alimentar e Guto se recusou a trazer, que precisei conhecer um pouco do bairro. Sempre que eu andava pelas ruas achava que todo mundo sabia quem eu era e voltava para
Leer más
Capítulo 5
Mário Momentos antes...― Onde está Isis?― Estava se pegando com um cara aí na pista.― Onde?― Por ali, sei lá cara, desencana! Deixe a menina ser feliz!― Eu tinha que protegê-la. Merda!!!― Ali Mário.Vi Isis no colo de um cara e um bando se aproximando, estava indo em sua direção e Guto estava na boate e me parou para conversar.― Agora não cara, deu ruim.Apontei para onde Isis estava e ele me puxou para lá. Eu via ódio nos olhos do Gustavo, ódio que a muito tempo não via.― Que porra vocês fizeram com minha irmã?Chegou intimando o homem que estava com ela nos braços. O rapaz ficou sem falar nada diante de Guto e passou a gaguejar.― Eu vou denunciar todos vocês, se não sumirem da minha frente em um minuto.Não demorou muito
Leer más
Capítulo 6
 GiordanaHoje completam dois anos desde a data que cheguei aqui.Pela manhã eu fui fazer um ensaio fotográfico para uma menina que completaria quinze anos, as fotos seriam usadas na festa. Fizemos as fotos, troquei o cartão de memória e saí pelo parque fotografando.Fui para casa almoçar e saí de novo para rua, passei na academia e treinei jui-jitzu. Guto ainda controla meus treinos e o dia que eu falto recebo sua ilustríssima visita no meu apartamento. E essa visita, passo, sem pensar duas vezes. Não sei qual é o mistério, mas ele me odeia. Não sei de onde Camila tirava que Gustavo era um cara legal.A tarde fui em um dos edifícios mais altos da cidade, queria tirar fotos do pôr do sol, o dia estava bonito.Como sempre, entro no meio das pessoas indo e vindo pego o elevador até o antepenúltimo andar
Leer más
Capítulo 7
WilliamOlho para a menina dando socos no saco e pisco várias vezes, não posso acreditar no que estou vendo. Esfrego meus olhos, pisco diversas vezes e direciono meu olhar para aquela cena, afim de ter certeza que eu me enganara.― Que palhaçada é essa Rui?― Do que está falando?― Dela!Falo apontando para a moça que parece ter uma energia do mal dentro de si. Ela soca aqueles sacos com tanto ódio, que mesmo de longe é possível perceber o quanto está ela brava. Provavelmente, imagina minha cara em cada golpe que ela aplica. Começo dar risada imaginando a cena.― Tá louco Will?― Provavelmente cada golpe dela, está me imaginando.― Ela é a fotógrafa?― Você acha mesmo que vou cair nessa de você não ter ligado os pontos? Que me chamou para extravasar sem ser de propós
Leer más
Capítulo 8
Dois anos atrás na Itália...Não consigo acreditar que com toda minha experiência fui enganado por uma menina de dezoito anos. Giordana deve ter dedicado muito tempo a esse plano.Fiquei emputecido com toda a merda que passei naquele dia e ainda passo, é questão de tempo até colocar as mãos nela. Em contrapartida, não posso dizer que não senti orgulho por ela lutado pelo que quer. Provou que tem meu sangue correndo nas veias.Giordana sempre me pareceu aquelas meninas que não tem boca para nada, engano meu! Estou sentindo na pele a esperteza dela!Fato é que preciso encontrá-la e ela vai pagar toda humilhação que me fez passar.No dia do noivado dei meu voto de confiança a ela, coisa que geralmente não faço. Minha teoria de não confiar nas pessoas foi confirmada, mais uma vez.Horas ant
Leer más
Capítulo 9
Isis SouzaAcordei com sol entrando pela janela da minha sala, ainda estava nos braços do Mário, ele nunca dormiu desse jeito em casa, sempre levanta na madrugada e vai embora. Me desvencilhei de seus braços, fui ao banheiro e tomei meu banho para começar bem o dia.Fiquei por alguns minutos deixando a água morna cair e escorrer pelas minhas costas, enquanto ponderava se ia atrás de William, ou usava o dinheiro do vovô.Saí do banho com alguns quilos a menos em meus ombros fui para aquele corredor apertado que eu chamo de cozinha, pluguei meu fone em meu celular e coloquei uma playlist um pouco mais agitada e fui fazer café para meu amigo e eu.Passei um café preto e forte, porque ninguém merece começar o dia sem uma boa dose de cafeína. Coloquei pão de forma com frios na sanduicheira e fiquei satisfeita com o que tínhamos para
Leer más