Doce Problema

Doce ProblemaPT

QiShuang  En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
16Capítulos
508leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Uma emociante e inspiradora história! Expulso de casa por seu padastro após a morte de sua mãe, Oliver, um garoto problemático e depressivo com atitudes tóxicas, é forçado a morar com seu pai biológico, um desconhecido. Ao chegar em sua nova casa, conhece Adam, seu meio irmão otimista e garoto prodígio do colégio, fato que apenas aumenta o ressentimento que sente por ter sido abandonado. Adam tem tudo o que Oliver sempre quis: uma família unida, muito dinheiro e Joyce; uma garota doce que enfrenta problemas com sua imagem e faz de tudo para agradar sua mãe. Oliver e Joyce são como água e óleo. Ela é uma princesa e ele é um encrenqueiro de marca maior, mas vão descobrir que possuem mais em comum do que imaginam. Juntos, eles se apaixonam desastrosamente e terão que lidar com problemas como o abuso de álcool, depressão e bulimia. Esse é um romance para Jovens Adultos.

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
16 chapters
Capítulo 01: Água e óleo
[OLIVER] Não sei o que é pior. Os alto-falantes anunciando o atraso nas linhas aéreas, o clima seco que me deixa sem ar e com a garganta presa ou os curiosos que cercavam o desastre: eu.Gregory apalpa toda a minha roupa do jeito que os policiais revistam um suspeito. Não tem nada demais na minha roupa, elas são pretas, exceto a minha calça que é xadrez, preta e vermelha, mas Gregory não aguenta manter as mãos longe dos meus bolsos. Ele percorre com os dedos pelo meu cinto de rebites e enfia a mão no
Leer más
Capítulo 02: Puro Problema
[OLIVER] Piso para fora do avião depois que todos os passageiros desembarcaram, como manda o protocolo. O corredor é espaçoso, com grandes janelas de vidro que dão uma visão da pista de pouso e decolagem, o céu claro e limpo, bem azul, e muitos prédios a perder de vista. Devia ser proibido um aeroporto tão próximo da cidade!Ando lado a lado com o policial até a sala de desembarque, onde dois seguranças do aeroporto me esperam. A porta de vidro desliza abrindo-se e o policial me empurra na dir
Leer más
Capítulo 03: A dama e o vagabundo
[OLIVER] — Oi, muito prazer, sou a Joyce. — Fala a garota mais linda da existência da humanidade e já não sei mais como consigo ficar em pé. Ela pressiona os lábios macios contra a minha bochecha.— Oliver. — Duh, aposto que ela já sabe quem eu sou, mas não sabia o que dizer.Joyce dá uma risadinha.&mdas
Leer más
Capítulo 04: Gata Borralheira
[OLIVER] — Você fotografa? — Ryan abre bem os olhos em surpresa, me conferindo de um jeito meio pervertido só porque viu a minha câmera no interior da mochila.Acabei de abrir o zíper para guardar meu recém-adquirido (totalmente pelas aparências) caderno escolar.Os olhos de todos recaem sobre mim. Estão sentados nas cadeiras de ferro branco da lanchonete do colégio, cada um com seu l
Leer más
Capítulo 05: Como se faz uma festa
[OLIVER] Cecilia está com os cabelos ruivos enrolados em um coque trançado e sua boca formou um sorriso mais que forçadamente feliz ao ver Joyce chegar na festa:— Eu fiz pra você, minha modelo favorita! — Estica um drink avermelhado servido em uma taça plástica.Não consigo evitar e acabo olhando para como o vestido verde esmeralda de Joyce marca no quadril, o elástico da calcinha
Leer más
Capítulo 06: Impulsos
[OLIVER] Joyce tem gosto de açúcar, é como se seus lábios estivessem mergulhados em mel. Ela me beija mais forte, deslizando com delicadeza os dedos pelos meus braços e desce, até encostar na minha pele, circundando a linha do meu cinto de rebites. Meu Deus, essa garota é quente! Suas mãos delicadas invadem minha camiseta e suas unhas arranham minhas costas. Nossos dentes se batem, nossos corpos se chocam um contra o outro e nos abraçamos ainda mais forte. Ela me deixa sem ar, ofegante. Morde minha boca e desliza os dentes arranhando todo o caminho até minha orelha, depois chupa meu pescoço e morde meu ombro, eu já estou
Leer más
Capítulo 07: Confessionário
[OLIVER] — Imaginei que você fosse outro tipo de garota. — Confesso segurando um copo de vodca pura com uma mão e o cigarro aceso com outra.Estamos sentados na varanda de Vivian enquanto o uniforme de Sophia bate dentro da máquina lava-roupas na lavanderia. O vento traz alguns respingos de chuva que deixam minha jaqueta úmida e gelada, mas o tanto de vodca que já ingeri deixa meu corpo quente ao ponto de sentir calor. É um contraste interessante, quase um autoflagelo.

Leer más

Capítulo 08: Princesa sem Reino
[OLIVER] Uma coisa estranha acontece quando em aponto a câmera e clico uma foto da menina virgem que modela para a sessão infantil de lingerie. Joyce vira uma explosão de hormônios femininos, cheia de caras e bocas… E olhares de matar. Cada click é um tiro na minha testa. Leer más
Capítulo 09: Acordo entre víboras
[OLIVER] Acordo domingo com o cheiro de churrasco ao meio dia. A churrasqueira fica próxima ao meu novo quarto e dá para ouvir vozes, mas não consigo entender palavras.Não quero acordar. Levantar da cama significa enfrentar o que está acontecendo e sempre é mais fácil usar a saída de emergência para fugir, por isso, fico debaixo do cobertor.Se eu quisesse falar com algu&e
Leer más
Capítulo 10: Entrelinhas do contrato
[OLIVER] Sou empurrado com força para longe de Joyce no instante em que meus lábios tocam os dela. Sinto gosto de chiclete. Levo um tapa na cara, mas não foi muito doloroso.— Ai! — Seguro o rosto, onde a pele arde.— O que você tá fazendo? — Irada, ela me pergunta, colocando a mã
Leer más